FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

1. Capitulo 1


Fic: Amante por acaso- Uma historia de pura seduçao, onde só um ganhara


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Cap. 1

Seis horas da manha. A mulher que estava deitada na cama abriu os olhos rapidamente, em uma mistura de terror e preocupação, tivera um pesadelo horrível e não tentaria dormi novamente, tomou cuidado ao se levantar, não queria acorda o marido àquela hora do dia. A pois pegar o roupão de seda branca desceu as escadas lentamente, tomando cuidado para não causar nenhum barulho.

- Bom dia Sra. Hermione. – um senhor com idade e bem vestido disse educadamente

- Alfred, quase me matou de susto. – ela disse com a mão na boca

- Desculpe Senhora, não foi minha intenção. – ele disse a ajudando a descer os últimos degraus da escada

- Tudo bem. Mais o que faz já pronto tão cedo?

- Estou arrumado dês das cinco da manhã.

- Vc e um dos mordomos mais eficientes que já conheci. – ela disse com um sorriso no canto dos lábios

- Imagine senhora, só cumpro meu dever, me pagam muito bem por isso.

- E difícil achar pessoas como vc Alfred, sempre leal, competente, e esta na família malfoy há anos e muita dedicação.

- Muito obrigada senhora... Desculpe perguntar, mais algum compromisso agora pela manhã, ou resolver acabar as férias mais cedo? – ele perguntou curioso

- Bem que eu queria voltar logo ao ministério Alfred, mais draco não iria deixar. Acordei esse horário por causa de um sonho muito confuso e horrível.

- Entendo. Não quer tomar nada?

- Acho que um café, mais irei tomar na cozinha. Acompanha-me? – ela perguntou sorridente

- Como quiser.

Hermione foi ate a cozinha acompanhada de Alfred, um dos mordomos mais fieis que ela conhecera ate hoje, a cozinha ficava um pouco distante do local, por causa do tamanho da casa, era mais ou menos nos fundos. Ela chegou foi ate o balcão de mármore que ficava no meio da cozinha.

- Bom dia dona hermione. – uma mulher baixa e gorda que tinha o uniforme diferente das outras cumprimentou

- Bom dia Judite. – hermione disse amigavelmente

- Alguma coisa pra comer?

- Só um café.

- Não quer alguns pãezinhos não? – ela perguntou em uma voz tentadora

- Não tem como resistir a esses seus famosos paezinhos, claro que eu aceito.

- Mônica, um café e pãezinhos pra dona hermione. – Judite disse pra uma as mulheres que estava em frente a um fogão alto e cumprido

- Sim, senhora. Bom dia dona hermione. – a mulher disse apois se vira e endireitar o coque do cabelo.

- Bom dia Mônica.

Hermione acabo se perdendo em pensamentos com o olhar perdido na parede branca do fundo do lugar e não viu um rapaz loiro e alto entrar no lugar totalmente arrumado e com um jornal a mão.

- Bom dia. – ele cumprimentou geral

Varias pessoas responderam rapidamente, entre elas hermione que acabou saindo de seus pensamentos apois o cumprimento do rapaz.

- Ainda são 06h30min da manhã draco, aonde vai? – ela perguntou curiosa

- Trabalhar – ele respondeu friamente

- Mais assim tão cedo?

- Tenho alguns planos pra mais tarde, então chegando cedo, saiu cedo. – ele respondeu ainda lendo a revista

- Posso saber o que?

- Negócios.

- Com outras mulheres? – ele perguntou ironicamente

- Antes fosse. – ele disse com um riso no canto dos lábios

- Pensa em me trair? – ele perguntou seriamente

- Se eu tivesse coragem.

- Por que esta me tratando assim? Cansei! – ela disse se levantando e com uma voz mais alta do que o normal

- Vc deveria saber. – ele disse ainda sentado, com a revista a mão e com a voz calma que tanto irritava hermione.

- Draco pelo amor de deus eu já te falei mil vezes que eu não tenho nada a ver com aquela historia idiota, eu não posso fazer nada se vc e um empresário famoso no mundo bruxo e cada passo que eu do esta na próxima revista de fofoca. – ele disse com o maximo de voz que conseguia.

- Eu nunca acreditei nessas revistas, mais quando vc passa a mentir pra mim já estamos tratando de outra coisa. – ele dizia ainda na mesma posição e calmo

- Que merda, EU JÁ TE FALEI QUE FOI A GINA QUE ME LEVO NA QUELE BAR, EU NÃO TINHA NENHUMA INTENÇÃO DE IR LÁ, sim eu te falei que eu ia ficar o dia todo na casa dela, mais ela insistiu tanto que eu acabei saindo e dancei com um amigo dela, mais nada.

- Se isso e uma dança imagine se vc estivesse se dando pra esse cara.

Hermione estava totalmente vermelha de tanta raiva, como ele podia acusar ela assim, ela o amava e ele sabia disso. Já tinha perdido a conta de quantas vezes ela contou a draco essa historia mais ele não acreditava, e esse tratamento frio dele sobre hermione já durava um pouco mais que uma semana.

- Hei, antes de falar comigo mesa suas palavras, eu não sou uma qual quer para esta me dando pros outros assim. – ele disse apontando o dedo pra ela mesma

- Poupe-me da sua TPM agora de manhã hermione. – ele disse agora mais serio

- Não estou de TPM! – ela disse bravamente

- Judite pode fazer alguns pãezinhos pra mim também? – ele pediu educadamente

- Tem pronto seu draco.

Ela pegou uns cinco pãezinhos em um prato branco de porcelana e, pois em frente ao rapaz, depois, pois um copo de suco de laranja.

- Esses pãezinhos são meus. – disse ela puxando pra seu lado

- Hermione, por favor, eu não quero me estressar logo de manhã. – ele disse tentando se controlar

- Só se vc falar comigo direito. – ela disse o mirando

- Hermione, eu não vivo de pãezinhos, posso muito bem comer outra coisa. – ele disse vitorioso pegando um pedaço de bolo que Judite tenha acabado de preparar.

- A draco, serio, eu sinto tanta saudade de vc. – ele disse se aproximando dele lentamente

Ela abaixou a revista que estava perto de seus rosto e foi passando seu lábios por todos o rosto do rapaz ate chegar no seu lábio e depositar alguns selinhos bem molhados, ele a puxou pela cintura para mais perto de si, agora sim ela sabia que estava tudo bem. Draco já ia penetrando lentamente sua língua na boca da morena, que tinha seus braços por volta do seu pescoço o lançando.

“Esses dois não tem jeito!” Judite pensou com um sorriso nos lábios e depois voltando a corta alguns legumes.

- Tenho que ir... – draco disse entre vario beijos da mulher

- A não, ta cedo. – ela disse o abraçando

- Por favor, meu amor não posso, juro que quando acabar o jantar eu venho correndo pra cá, vc me espera?

- Espero, mais não demora ta? – ela pediu com biquinho

- Vou fazer o que poder.

Ele virou o suco de laranja inteiro e apois dá um ultimo selinho na mulher foi embora. Hermione voltou a se sentar no local onde estava.

- Ainda bem que ele não comeu! – disse ela se referindo aos pãezinhos

Alfred e Judite riram animadamente vendo a mulher degustar prazerosamente os pãezinhos gordos e dourados do prato.

- Bom dia! – um rapaz alto cumprimentou sorridente

- Bom dia meu filho. – hermione disse o admirando

- Bom dia mãe. – ele disse comendo o pedaço de bolo que o pai tinha deixado em cima da mesa

- Esqueci de perguntar se vc vai querer comemorar seus 14 anos, já decidiu?

- Acho que não, vou sair com alguns amigos só. Judite cadê meus pãezinhos?

- Na barriga da sua mãe. Mais pode deixar que faço mais... Menino vc não vai parar de crescer não? Vai fazer 14 mais parece que tem 16, deus e mais, esses meninos de hoje em dia. – Judite dizia horrorizada

- Eu não sou tão alto assim Judite, vc que e baixinha. – ele disse a abraçando por trás

- Daniel cuidado. – hermione disse sorrindo

O rapaz voltou pro seu lugar rindo e se serviu de suco que estava já posto a mesa. Hermione ainda tinha fresco na sua cabeça quando ela e draco adotou daniel, ele tinha 12 anos, era um garoto tímido e fechado, mais depois de dois anos de convivência com seus novos “pais” ele foi se soltando e hoje e um menino lindo, alto, com os cabelos castanhos bagunçados e com os olhos pretos ipinotizantes.

- Quando vc vai apresentar a sua nova namorada dan? – hermione perguntou interessada

- Quando ela quiser vim aqui mãe. Vou perguntar se ela quer vim aqui esses dias. Pode ser?

- Claro. Mais me fala antes pra me poder me arrumar, fica apresentável. – hermione respondeu empolgada

- Mão, vc e linda de qual quer jeito, alguns amigos meus ficam ate perguntando se vc não que um amante, e as meninas a mesma coisa do papai.

Hermione gargalhou animadamente e volto a admirar o filho que comia empolgadamente os pãezinhos que Judite tinha acabado de por na frente dele.

- Cuidado menino, ta quente! – Judite disse batendo na mão do garoto

- Mãe mês que vem vc faz 28 né? – Daniel perguntou.

- 27, ta querendo me deixar velha e?

- E o papai, faz quando?

- Dia 17 de maio, 28 anos.

- Hum. Judite o Robson já pegou o carro pra me levar no colégio? – ele perguntou preocupado

- Vc falou com ele?

- Acho que sim, não me lembro. – ele disse tentando lembrar

- Esses jovens de hoje só vive no mundo da lua credo cruz. – Judite disse erguendo a mão pro céu.

Nesse estante um rapaz alto e magro entra na cozinha pela porta dos fundos e cumprimenta todos educadamente.

- Vamos Daniel? – o rapaz perguntou calmamente

- Vamos sim Robson, Tchau mãe, Tchau Judite.

- Tchau meu amor, boa aula. – disse hermione se estendendo pra lançar ainda um tchau com a mão pro garoto – E Judite, estou sem o que fazer.

- Acho que não dona hermione. – disse a senhora olhando pra trás da patroa

Hermione se virou pra ver quem tinha chegado e deu de cara com gina, sua melhor amiga e companheira e como sempre com um sorriso estampado no rosto, sua marca registrada.

- Bom dia! – disse a ruiva radiante

- Bom dia gina, há essa hora vc devia estar no ministério não e? – hermione perguntou interessada com a resposta


- Eu estava mais vim o mais rápido possível pra te dar uma grande noticia. – dizia gina quase atropelando as palavras

- Então fala...

- O harry, hermione... Ele... Ele, ta vivo! – falava gina gaguejando

Hermione sentiu seu coração disparar e ao mesmo tempo seu sangue ferve como nunca. Ele sentiu seus lábios formarem um sorriso maravilhoso e quase sem reparar já estava em frente ao ministério da magia.

- Mais como? Ele apareceu assim do nada?

- Foi, ele chegou aqui no ministério atrás do Lupim e todo mundo ficou impressionado, não sabia nem o que perguntar.

- Eu não to nem acreditando. – a morena dizia radiante

- Hermione vc viu a coluna de moda da Time? – gina perguntou curiosa.

- Não, por quê?

- Vc foi eleita à mulher mais elegante do mundo. – gina dizia sorridente

- Hum, que legal. – hermione respondeu sem emoção

- Como assim “Hum, que legal”, estava concorrendo Lindsay Lohan, Julia Roberts, Cameron Diaz, Angelina Jolie e vc só fala isso?

- Gina, com isso eu vou ganhar mais um monte de perguntas, mais um monte de entrevista na TV, e isso e um saco! – dizia ela irritada

- Ta, Ta, não se irrite. – pedia a ruiva assustada

As duas seguiram em silencio sem toca mais no assunto. Hermione não gostava muito dessa sua fama, popularidade, acabava às vezes causando varias brigas com draco que eram muito desagradáveis. Elas foram caminhando pelos corredores compridos do ministério ate chegar a sala de lupim.

- Vc já o viu? – hermione perguntou com a voz fraca

- Não... Mais vamos acabar logo com isso. Bate na porta!

- Ok!

Hermione com as mãos um pouco tremulas bateu na porta e logo em seguida uma voz muito conhecida soou perguntando quem era, gina disse o nome das duas mulheres, nem precisou elas abrir a porta, pois esta foi aberta bruscamente por Lupim.

- Gina, Hermione, entrem! – disse o rapaz dando espaço para as mulheres entraram no escritório amplo.

As duas entraram lentamente e deram de cara com um homem alto, com os cabelos bagunçados e com os olhos esmeralda que hermione tanto conhecia, ele tinha nos lábios um sorriso encantador. Hermione não esperou mais nada e o mais rápido que seus pés permitiam ela foi ate ele e o abraçou, e ele sem nenhuma reclamação, correspondeu. Depois de se separarem hermione não conseguia falar mais nada, só conseguia sentir seu rosto ser tomado por lagrimas rapidamente.

- Harry, como eu sentir sua falta. – ela conseguiu falar e depois o abraçar novamente

Lupim tinha nos lábios um sorriso aberto e gina ao lado apenas analisava a cena cuidadosamente.

- Mas como... E. vc esta vivo... Como? – hermione tentava formular uma pergunta

- E uma longa historia hermione, e melhor se sentarem.

Gina foi ate harry e o cumprimentou também com um abraço apertado e lagrimas nos olhos.

Depois de explicar tudo novamente para gina e hermione as mulheres estavam pasmas e não tinha nenhum tipo de emoção em suas faces.

- Parai, deixa-me ver se entendir. Vc estava esses anos todos dês da queda de valdemort sendo voluntário em um orfanato trouxa? – hermione perguntou incrédula

- Vcs não estão entendendo, as pessoas desse orfanato me acharam inconsciente e me levaram pra lá, eu não lembrava de nada, e nesses anos algumas memórias voltavam derepente, só que agora sim eu tenho toda a minha memória de volta e sabendo disso tudo as donas do lugar que e bem humilde me deixaram voltar. – ele explicou pausadamente.

- E uma historia bem surpreendente. – gina disse pensando alto

- O que você achou disso Lupim? – hermione perguntou

- Eu não tenho nenhum comentário hermione. – lupim disse com um sorriso no canto dos lábios

- Quem já sabe que o harry ta de volta? – gina perguntou preocupada

- Algumas pessoas que o viram chegar e vcs. Por quê? – perguntou lupim também preocupado

- Não sei ainda, mais não acho que seja um boa idéia o harry fica exposto.

- Também não acho. – concordo hermione – E melhor só as pessoas mais próximas ficarem sabendo dessa chegada.

- Ok, então só o mais próximos. – concordo lupim

- Vc tem onde ficar harry? – hermione perguntou preocupada

- Eu vou levá-lo pra um apartamento que e meu e não uso mais, esta em ótimo estado, e futuramente ele pode vim trabalhar aqui no ministério. – lupim explicou animado

- Já que o lupim vai roubar vc da gente, aqui estar meu telefone, qual quer coisa me liga ok? – hermione disse a ele o entregando um cartão branco com letras douradas

- Ok, ate mais meninas.

- Até!

Então lupim aparatou junto à harry. Hermione e gina se olharam cansadas.

- É minha amiga, e muita noticia pra um dia só. – gina disse cansada

- Eu vou pra casa, me acompanha? – hermione perguntou

- Não, não, hoje eu vou tirar um dia de folga, vou dormir. – a ruiva disse antes de aparatar para casa

Hermione então pegou sua bolsa e aparatou. Ao chegar a sua casa hermione olhou o sofá macio e confortável, parecia que ele o chamava para se deitar, então ela não conseguiu resistir e se jogou, sentiu sua cabeça tocar a almofada fofa e algumas mechas do seu cabelo ficar por cima de sua face, que tinha a expressão cansada, depois de alguns curtos minutos hermione pegou no sono.

N/A: Oi galera, espero que vcs gostem desse primeiro cap. E o primeiro de muito e espero que vcs comentem.
Bjs

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.