FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

26. A Taça é Nossa


Fic: Harry Potter e o Segredo dos Black


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

- CAPÍTULO VINTE E SEIS – A Taça é Nossa


A cada dia que passava e a final de quadribol se aproximava, a tensão aumentava e a disputa entre Grifinória e Sonserina ia ficando cada vez mais acirrada. Nas aulas, os alunos das duas casas competiam por maior número de respostas certas, de feitiços realizados, de poções bem-feitas.

- Harry, Rony, Gina! De onde já se viu? Sentados jogando Snap Explosivo à três dias do jogo! JÁ PARA O TREINO! – disse Katie.

- Não agüento mais a pressão... –resmungou Harry, quando voltaram à torre da Grifinória.

- Katie está pegando pesado? – perguntou Hermione.

- Pesado? – disse Rony. – Ela está nos matando! – e se largou numa poltrona.

Os três estavam suados, sujos e cansados.

- Eu vou tomar banho. – disse Gina, saindo da sala comunal e indo ao banheiro do dormitório feminino.

Rony e Harry pegaram seus materiais e começaram a fazer os deveres.

- Deste jeito não teremos tempo nem para dormir! – disse Rony.

- Ah, Rony, não exagera. – disse Hermione.

- Hermione, a gente só faz treinar, estudar, treinar, estudar... – apoiou Harry.

- Tá bom, se vocês acham isso. – disse ela. – Agora passem aqui o dever para que eu corrija.

Harry e Rony se entreolharam. Será que ouviram direito?

- Vamos logo, ou não querem que eu corrija? – disse a garota.

Rapidamente os dois passaram suas redações e pesquisas para Hermione para que a bruxa pudesse corrigir.

E assim foi. Uma hora depois, com os trabalhos corrigidos por Hermione – e certeza de uma boa nota – eles foram dormir.


Os três dias passaram, na opinião de Harry, Rony e Gina, muito rapidamente. Quando o dia do jogo amanheceu, pairava no ar muita expectativa e tensão. Os jogadores estavam nervosos e ansiosos, e mal conseguiram comer no café, indo direto para o campo.

- Gente. – começou Katie. – Este é meu último ano aqui. E eu quero ganhar. Dêem o máximo de si, OK?! Agora... Harry! Sem pressão... mas... o jogo depende de você. Apanhe este pomo!

- Ah, tá.

No caminho para o campo Rony chegou perto de Harry e cochichou:

- Sem pressão, hein?!

Logo eles ouviram uma voz conhecida:

- E o time da Grifinória e da Sonserina está entrando! – a voz anunciou o nome dos jogadores e quando Harry e Rony entraram no campo perceberam do que se tratava: Lino Jordan estava narrando o jogo.

- Ele veio só para este jogo. – disse Katie para os jogadores.

Madame Hooch entrou no campo e depois do costumeiro pedido de jogo limpo, Lino narrou:

- E o pomo já foi solto! Não esqueçam, o jogo só acaba quando o apanhador pegá-lo, concedendo 150 pontos para o seu time!

Então Madame Hooch soltou os balaços e em seguida a goles.

- E O JOGO COMEÇA! – bradou Lino.

Logo Gina estava com a goles, passou para Nicole, que passou para Katie, que deixou cair propositadamente, Gina apanhou, foi em direção às balizas, um balaço passou raspando por sua cabeça, estava na frente da goleira da Sonserina, jogou a goles e...

- Dez pontos para a Grifinória! – berrou Lino.

Harry subiu e desceu com a vassoura, ouviu a torcida comemorando. Os vivas e as palmas enchiam o campo e incentivavam os jogadores da Grifinória, enquanto os da Sonserina apenas vaiavam. Harry pôde ver Malfoy cuspir num gesto de nojo, e ficou contente por isso: irritara seu inimigo.

O time da Sonserina estava enfurecido. Flik passou a goles para Josh, que deixou-a cair. Nicole apanhou a goles, mas Drigh, o outro artilheiro, foi até ela e, dando uma cotovelada, recuperou a goles.

- Mas que injustiça do time da Sonserina! Fazer uma falta revoltante de maneira tão explícita e...

- Jordan! Seja imparcial! – disse a profª. McGonagall.

- Tudo bem, professora... depois desta horrível demonstração do descaso do time adversário...

- Jordan! Pare com isso! – Minerva disse novamente.

- Tá bom! E o time da Grifinória continua na dianteira, mesmo sendo alvo da tirania do time...

- LINO JORDAN! AGORA CHEGA! – disse ela, brava.

- Bom, Goyle rebate um balaço que passa raspando por Harry, Walsh o rebate e quase pega em Malfoy... A goles está com a Sonserina... e Drigh está perto, quase chegando, mas Bell intercepta, Flik apanha a bola, passa para Josh, que joga direto e... dez pontos para a Sonserina. – terminou, desanimado.

Harry agora voava por toda a extensão do campo, procurando ativamente o pomo... Smyl rebateu um balaço que atingiu Josh, este caiu no chão, sendo levado de maca à enfermaria.

Nicole pegou a goles, passou para Gina, que devolveu para Nicole, que passou para Bell, que passou novamente para Gina, que jogou e... passou raspando pela baliza.

Drigh apanhou a goles, passou para Flik, que driblou Nicole, Gina, devolveu para Drigh, que passou por Bell e lançou.

- Vinte pontos para a Sonserina. – disse Lino.

De repente Harry viu o pomo. Foi correndo na direção da bolinha dourada, e Malfoy, percebendo o movimento do adversário, saiu na mesma direção. Crabbe, sem perder tempo, lançou um balaço que quase atingiu Harry, cortou a frente de Malfoy e derrubou Goyle no chão. Ouviu-se um “oooooooh!” e Madame Hooch entrou pelo campo, o time da Sonserina se aglomerando ao redor dela. Logo, Goyle foi posto em uma maca e levado de lá. Mas, depois da confusão, Harry perdera o pomo de vista.

O jogo estava disputado. Logo, Gina, Nicole e Katie já estavam quase na baliza da Sonserina outra vez. Numa virada linda onde Gina desviou de um balaço lançado por Crabbe, a garota lançou a goles concedendo mais dez pontos para a Grifinória.

Crabbe estava cada vez mais nervoso, e lançou o balaço para qualquer direção. Mas, infelizmente, o balaço foi voando e acertou em cheio o estômago de uma das pessoas que Harry menos queria que se machucasse: Gina.

A garota não precisou ir para a ala hospitalar, mas tomou uma poção revigorante e teve de ficar apenas na platéia.

Drigh e Flik aproveitaram o nervosismo do time da Grifinória e se aproximaram das balizas, mas Rony defendera lindamente a goles.

Então, Harry o viu. À cinco metros de Malfoy e uns quinze metros dele mesmo estava o pomo. Não teria chances.

Mas Malfoy ainda não havia visto o pomo. Harry então teve uma idéia. Deu um mergulho espetacular na direção oposta do pomo e rapidamente Malfoy o seguiu. Quando estavam emparelhados Harry, com uma guinada da vassoura, mudou bruscamente de sentido e foi em direção – agora sim – do pomo de ouro.

Malfoy, percebendo que havia sido feito de bobo, revoltou-se e foi, com fúria, na direção de Harry.

Mas, agora que Harry estava tranqüilo e seguro de si, não havia mais chance.

Logo, o bruxo pegou o pomo, concedendo 150 pontos – e a vitória – para seu time.

Uma onda vermelha invadiu o campo, todos berrando, aplaudindo, comemorando. Madame Hooch foi até Harry e entregou-lhe a Taça de Quadribol. Harry olhou nos olhos de Gina, que estava ali perto admirando a festa dos amigos, e disse, apenas movendo os lábios:

- Para você. – e indicou a Taça.

Emocionada, Gina foi até Harry, e os dois, pela primeira vez, beijaram-se em público.

Então, com o empurra-empurra da torcida, eles foram levados para a sala comunal, onde a festa ainda não havia nem começado.

Mas quando começou foi um estouro: doces da Dedosdemel, artigos da Zonko’s e da Gemialidades Weasley, cerveja amanteigada do Três Vassouras, muita comida da cozinha e outras coisas mais.

E, para surpresa geral, Fred e Jorge encontravam-se lá. Haviam tirado uma folga e receberam permissão especial para participar da comemoração.

E assim seguiu: a festa, a comida, os enfeites, as brincadeiras. A felicidade de quem havia conquistado algo que por muito tempo lutara para conseguir.




(N/A: goxtaram? Modéstia a part eu me superei nest cap... nunk fui boa dscrevndo sports, e no fim das contas esta partida fiko legal... expro que tnham goxtado!! Bjux, e ateh +. Prometo que vo tntar naum me dmorah mtu nos caps, mas agora axo q td vai fikr + agilizado... no prox cap começa a preocupacao, e logo no otro jah vm a adrenalina... e aew vcs sabm, neh, naum dah pah parah d ler nem d screvr!!! Entaum, vo tntah i +- rápido. Bjaumzaum, dolu vcs, msm. Vlw por me vixitar, comentar e votar aki. Continuem, tah? Bjo. Ah, claro... meu primo qrido do colaxaum tah screvndo uma fic!!! Ela jah tm 3 caps. O nome eh "Sob a Luz do Luar: a História de Squall Lupin" e fla sobre o irmao do Remo Lupin. Eh bm legal, divertida e inovadora. Vixtm, votm e comentm lah e aki, tah?! Vlw msm, bjaumzaum!!!!)

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.