FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

1. Um sonho


Fic: Força de um desejo


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

APARTAMENTO DA GINA

Gina acorda sobressaltada. Teve o mesmo sonho novamente. Sempre a mesma coisa. Ela cuidando de uma criança. Seu filho... Há quanto tempo ele vem se repetindo? Pensa. Ela praticamente pode sentir o bebê em seus braços sugando seu seio sofregamente.

Ela sabe que não conseguirá mais dormir. Levanta-se e dá uma volta pela casa. Pega um livro, mas não consegue se concentrar. O bebê não lhe sai da cabeça. Gina não se lembra de ter desejado algo tão intensamente na vida...


NO CALDEIRÃO FURADO

Três dias depois Gina está no Caldeirão Furado com sua cunhada Hermione. Ela tomou uma decisão e quer buscar o apoio da amiga.

Hermione – O que aconteceu de tão urgente? Tive que deixar Rony com as crianças. Ele ficou cismado... Você não me deixou falar nada!
Gina – Eu vou ter um filho!

Hermione engasga com o suco de abóbora

Hermione (tossindo) – Gina! Você está grávida?
Gina – Ainda não...
Hermione – Não estou entendendo nada...
Gina – Acalme-se, eu vou explicar.

Hermione permanece calada esperando as explicações

Gina continua – Eu decidi que vou ter um filho
Hermione – Você está esquecendo de um pequeno detalhe... É preciso ter um marido para ter um filho
Gina – Não... É preciso de um homem!

Hermione engasga novamente. Gina fica em silêncio por um momento.

Gina – Não sei explicar direito, mas já faz algum tempo que decidi que quero ter um bebê. Na verdade eu preciso ter um bebê. Sonho com isso praticamente toda noite. É meu maior desejo ser mãe. Quero desesperadamente!
Hermione – Mas você ainda tem muito tempo, só tem vinte e quatro anos. Pode esperar até encontrar alguém...
Gina (interrompendo) – Você é só um ano mais velha que eu e já tem dois filhos.
Hermione – Mais um pequeno detalhe que você está esquecendo. O Rony. Eu estou com ele desde o colégio. Se ao menos você não tivesse terminado com o...
Gina – Não vamos falar dele! (abaixa os olhos), por favor...
Hermione – Tudo bem. Desculpe. (olha para Gina) me diga o que está planejando.
Gina – Você promete guardar segredo? Não pode contar pra ninguém. Principalmente para o Rony ou minha mãe.

Hermione permanece calada por um momento. Pensativa

Gina – Por favor. Mesmo se você contar pra eles eu vou levar meu plano adiante. Só vai dificultar as coisas (olha pra Hermione e segura suas mãos), por favor...

Hermione olha para a cunhada. Em seus olhos vê o ar decidido que lhe é característico.

Hermione – Você não vai desistir não é? – ela pergunta já sabendo a resposta – Bem eu sei que vou me arrepender, mas eu prometo.

Gina respira fundo – Eu quero um filho mais do tudo no mundo. Decidi que vou tê-lo independente de um marido...

Hermione – Mas você está pelo menos saindo com alguém?
Gina (sorrindo) – Ainda não... Tenho alguns rapazes em mente. Estou analisando
Hermione (chocada) – Analisando? Isso não é uma oferta de emprego. Você está escolhendo o pai de seu bebê.
Gina – Por isso mesmo eu devo analisar. Não que ele vá ter alguma participação além da óbvia...
Hermione (levantando-se) – Quer saber? Vou pra casa. Foi muita informação pra minha cabeça e eu ainda tenho que ir trabalhar.
Gina – Passo na sua sala mais tarde pra mostrar a minha primeira opção.


NO MINISTÉRIO

Hermione está em sua sala. A conversa com Gina não sai de sua cabeça. Eu sempre soube que a minha cunhada era louca. Mas nunca imaginei que chegaria a esse ponto. Ela sabe que uma vez que Gina se decidiu absolutamente nada a impediria. Nem posso recriminá-la pensa Hermione lembrando-se de seus filhos.

Dois anos depois de se formar, ela e Rony se casaram. Mike nasceu logo depois. Um menino ruivo que está com cinco anos de idade. Dois anos depois veio Jane. Hermione se desdobra para conciliar o trabalho com a educação dos filhos. Mas vale a pena pensa.

Ela fica pensando em Gina. Apesar de seu jeito explosivo ela raramente viu uma pessoa com tanto jeito para crianças. Sem dúvida ela seria uma excelente mãe.

Mas será que ela está fazendo a coisa certa? Pensa. Desde que ela e Harry terminaram (isso no último ano dele em Hogwarts). Ela nunca mais se envolveu seriamente com ninguém.

Hermione lembra-se que eles terminaram de um jeito estranho. Harry tentou voltar, mas ela foi irredutível e nunca comentou os motivos com ninguém. Eles pareciam se amar tanto...

Perdida no seu devaneio Hermione lembra-se que terá uma reunião com o ministro em poucos minutos. Pega sua penseira e decide livrar-se de tais pensamentos. Pelo menos por enquanto...

Ela está saindo de sua sala quando praticamente tromba com Harry

Harry – Não precisa me atropelar (sorri e dá um beijo estalado nela)

Hermione para e olha pra ele. A despeito de ser casada, Harry lhe tira o fôlego. Ele tira o fôlego de qualquer uma pensa. Seus profundos olhos verdes e seus cabelos permanentemente bagunçados lhe dão um ar desprotegido que o torna irresistível. É de se estranhar que ele ainda esteja solteiro. Sorri ao lembrar que Harry sempre fala que está pra nascer a mulher que vai acorrentá-lo

Harry – Não me diga que está saindo... Justo hoje que eu resolvi fazer uma visita!
Hermione – Grande visita... Você trabalha no andar de baixo.
Harry – Eu sei. Mas deu saudades...
Hermione – Você bem que podia ir lá em casa. Sua afilhada está perguntando pelo padrinho desnaturado.
Harry – No fim da semana eu vou. Eu prometo. Está indo aonde?
Hermione – O ministro. Uma daquelas reuniões
Harry – Ainda bem que eu não fui convocado. Posso te esperar?
Hermione (sorri) – Claro!

Sem esperar segunda ordem Harry entra na sala da amiga.

Mesmo com o casamento de Rony e Hermione os três continuam inseparáveis. É claro que a vida dos amigos mudou. Agora há crianças. Harry é o tio legal que sempre leva presentes e brinca com os sobrinhos.

Ele pensa em sua vida. Apesar de todas as garotas que namorou continua solteiro. Não há ninguém com quem eu pense em ficar pelo resto da vida. Desde...

Ele evita pensar na ruiva. A despeito do tempo que terminaram de vez em quando se pega fazendo conjecturas sobre como poderia ser se ainda estivessem juntos.

Harry anda pela sala de Hermione e tropeça em algo no chão. Ele olha para a penseira e vê a imagem de Gina. Sem pensar, mergulha nos pensamentos da amiga...

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.