FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo



______________________________
Visualizando o capítulo:

14. Escárnio ou Desculpa?


Fic: Garota Malvada


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

...Se eu pudesse desfazer, tudo de errado entre nós...

E apagar cada lembrança sua, que ainda existe em mim...

E eu sei, que nada que eu diga vai trazer...

O longe pra mais perto de mim desta vez!

Porque gostar de alguém vai ser sempre assim...Irreversível!
(CPM22).



-É claro que eu me preocupo com você loirinho...-Passou um dedo pelas bochechas do loiro, que olhou um pouco desconfiado.

-Será mesmo?Sabe, as vezes eu me pergunto da onde tirei a idéias maluca de começar a ser algo mais do que inimigo seu!-Deu de ombros.

-Sabe de uma coisa Draco.Eu realmente nunca te contei nenhuma mentira.Sempre fui muito sincera com você!

-Mentira!-Draco riu ironicamente.-Uma vez você me disse que gostava de mim...Mentiu!

-Menti?-Gina riu baixinho.-Quem disse que menti?

-Agora vai dizer que gosta?Ah Virginia, me polpe, está bem na cara que você ainda gosta daquele idiota do Potter!

-Cala a boca!-Gina ergueu a sobrancelha em desdém.-Não vem falar do Potter porque isso é assassinato de conversa!E nem me olha com essa cara tá, sabe porque?Porque eu realmente gosto de você!

-Gosta?Então porque me disse tudo aquilo em Hogsmead?Olha Virginia, uma coisa pra você: Eu não me importo se você quer ou não ficar comigo, eu só quero te dizer que nunca mais é pra você brincar comigo!

-Eu não...

-Você tirou uma com a minha cara né?-Draco riu com sarcasmo.-Eu sei que tirou.Adora se testar não é ruiva?Mas acabou!Agora eu tenho que esquecer que já tive algo com você.

-Não, deixa eu te explicar, eu só...

-Nem se dê ao trabalho, só uma justificativa muito boa irá fazer eu voltar a acreditar em você!

-Okay, eu só quero que acredite que eu gosto de você, eu...Er...Te amo Draco!

O loiro arregalou os olhos e caiu na gargalhada.

Gina suspirou e fechou os olhos.

-Me o que?Olha, francamente, você poderia até me dizer que sou gostoso, agora vem falar que me ama?Para de mentir garota.

-Não estou mentindo!-Olhou triste.-Mas agora eu preciso te dizer tudo que está aqui...-Apontou pra própria mente.-A muito tempo, e só agora eu vou ter coragem pra te dizer!

-Diz, pisa em mim de novo!-Riu baixinho.

Suspirou na tentativa de levar ar aos pulmões.

-Se você vai acreditar ou não, eu realmente não sei!Espero que sim!Ah, mais uma coisinha...Me escuta sem questionar!Depois que eu terminar de dizer tudo você poderá me bater, gritar, xingar, o que bem entender tá?Olha, escuta.

-Beleza, diz logo...

-Olha, eu disse e repito!Eu nunca meti pra você!Nunca!Agora, se você não acredita que te amo por falta de motivos, agora eu vou te dar alguns.Eu te amo pelo seu jeito de se preocupar comigo.Eu te amo pelo seu jeito de sorrir com sarcasmo.Eu te Amo por não se rebaixar para meus irmãos...Te Amo porque te considero muito mais que um namorado ou coisa parecida!

-O que?-Sorriu.-Como você explica esse sentimento?-Perguntou rindo desdenhoso.

-Como?Olha Draco, eu não posso dizer que sou apaixonada por você, mas posso dizer algo de muito mais valor.Você acha que um ‘Eu sou apaixonada por você’ vale mais que um ‘Eu te amo’?Eu não!Sabe porque?Porque amor é mais forte!Não importa o tipo de amor que seja!

-E que tipo de amor você diz que sente por mim?-O loiro perguntou olhando-a com um sarcasmo irritante.

-Amor!-Se levantou estressada.-Eu te amo como um amigo que sempre irei querer ter do meu lado!

Draco se levantou também, super sério a fitando nos olhos, como que se esses fossem esferas de gelo.

-Amigo?-Draco deu de ombros.-Amigos...Amigos...Que bonitinho...Eu virar amigo de uma Weasley?O que acha que sou Virginia?Um babaca?

-Não!Acho que você é uma pessoa bem diferente da que está se mostrando agora!

-Realmente!-Draco olhou-a enojado.-Eu sou muito diferente!A essas alturas eu deveria estar de chamando de pobretona que é o que você é, mas não, eu não faço isso porque ainda tenho um pingo de consideração por você!

Gina crispou os lábios.

-Pode me chamar de pobretona!Eu não tenho vergonha disso!Não tenho vergonha do que tenho nem do que sou...

-Agora vai dar uma de garota pura Virginia?

-Não sou uma garota pura.Sou apenas a Gina Weasley!Sou uma pessoa como todos...

-Será que todos teriam os mesmos atos que você?-Sorriu de um canto dos lábios.

-Não!Nem todos teriam a mesma coragem de confessar seus sentimentos!-Suspirou e tentou pegar na mão de Draco, que se afastou como que se Gina fosse um perigo.

-Coragem?-Riu.-Acha mesmo que admirei tudo que você me disse até agora?

-Se acha ou não eu num sei!-Abaixou a cabeça.-Só quero que acredite e me entenda!

-Entenda?Eu sempre entendo!-Draco deu de ombros.

-Por favor, Draco, podemos ser amigos?-Sorriu um pouco confusa.

O loiro se encostou à pilastra deixando uma mecha de seu cabelo loiro cair sobre o rosto corado e gélido.Ficou sem falar nada, parado estático!

-Me responde...-Gina pediu um pouco desesperada com o silencio dele.

Nada de resposta.Draco continuou calado sem nem olhar na cara de Gina.

-Não mais respeitaremos nenhuma lei que diga o que não, podemos ou o que temos que fazer!Porque hoje o sol nasceu...Declarando o fim destas lágrimas, e eu vou jogar aos céus meus braços, e não olhar mais para trás!

Draco olhou-a rapidamente.

Porque nunca conseguia resistir a aquela voz suave e petrificante da ruiva?Era uma voz macia e confortadora!

Ela venceria mais uma vez...Somente por causa daquela linda voz.

-Você toca algum instrumento Virginia?-O loiro perguntou fazendo uma careta e colocando a mão no corte em sua boca.

Gina sorriu um pouco alegre e preocupada.

-Toco Piano, violão, guitarra e baixo!

Draco arregalou os olhos.

-Maneiro isso...Eu nunca imaginei que...

-Podemos ser amigos?-A ruiva perguntou mais uma vez.

-Não...Eu continuarei a ser como sempre fui com você, mas nunca mencione essa palavra, não por enquanto!-Deu de ombros.

-Tá!-Olhou para os machucados do loiro tirando a varinha do bolso.-Actdus.

Murmurou.Draco fechou os olhos e logo abriu.

-Parou de doer?-Gina perguntou preocupada.

-Parou!

-Ah, ótimo, os machucados também saíram!-Gina riu baixinho.-Isso é realmente bom.

-Você já havia usado isso em alguém?-Draco perguntou surpreso.

-Não!A tempos eu estava querendo testar em alguém!

-E me usou como cobaia, doida?-Arregalou os olhos surpresos.-Se eu tivesse acabado com manchas na pele você ia ver só...

-Nossa...Assim você me assusta.-Gina suspirou e guardou a varinha.

-É pra assustar mesmo Virginia.

A ruiva riu e ergueu uma sobrancelha em ironia.

-Beleza...Mas, agora tenho que ir!Já vai dar 9:00 horas e o toque de recolher já começou.

-Firmeza!

Gina foi até Draco e o beijou docemente na bochecha rosada.

-Boa noite!

O loiro fez que sim com a cabeça e ficou observando Gina desaparecer por entre a escuridão.

Não sabia o que sentia por aquela ruiva, mas por enquanto, a ultima coisa que gostaria de ser dela era amigo!

Não entendia o porque do curso com que as coisas aconteciam, só sabia que ela ainda gostava do Potter, isso fora totalmente comprovado naquela conversa.Iria fazer o que?Só não ficaria se lamentando por Gina!Ela não merecia tudo isso!Se algum dia ela quisesse algo, ele ainda iria pensar se daria.

Bateu de leve na própria testa e se dirigiu rumo a sua casa: Sonserina!



-Ah, é você Gina!-Nicolly se sentou na cama onde estivera deitada a poucos segundos.

-Claro, por favor, não me diga que achou que era o Fred...-Riu e se jogou cansada na cama.

-Para Gina...-Nicolly pediu jogando um travesseiro na amiga.

-Querem parar de falar alto, tem gente querendo dormir...-Uma garota quase gritou nervosa.

-Eu hein...-Gina questionou começando a rir baixinho.

Nicolly suspirou e se deitou cobrindo-se cansada em sua cama.

-Já vai dormir Nick?-Gina perguntou se levantando e pegando suas cobertas.

-Sim, eu vou...-Nicolly ia dizendo.

-Sonhar com o Fred?

-Eu...Er...

-Gaguejou perdeu a vez.-A ruiva ironizou.

-Olha, boa noite Ginny!-Nicolly desejou se virando para o outro lado.

-Que minitim, ela é tímida!

A morena se mexeu estressada, mas nem se virou.

Gina arrumou sua cama e se deitou.

-Nicolly...

-Que?-A morena perguntou um pouco rouca.

-Eu disse pro Malfoy que amava ele...

A amiga se virou tão rápido que acabou caindo da cama.Gina caiu na gargalhada.

-Tá brincando né Gina?

-Não!-A ruiva respondeu se recuperando do ataque de risos quando Nicolly voltou a se deitar.

-Como e porque você fez isso...?

-Como?Eu disse que amava ele, mas, como amigo!Nicolly arregalou os olhos e colocou a mão na boca.-Ai depois a gente ficou mô cara discutindo e ele...

-Disse que gostava do Potter?

Gina arregalou os olhos e cerrou-os para Nicolly.

-Ele me disse a mesma coisa e eu repito.EU ODEIO O POTTER!-Gritou descontrolada.

Algumas garotas olharam com cara feia.Gina escondeu o rosto embaixo do edredom.

-Pirou Melabouth?Agora fica gritando sozinha?-Uma delas perguntou.

-Mas não fui eu, foi a...

As garotas se viraram e voltaram a dormir.Gina tirou o rosto do edredom.

-Isso salafrária, se esconde e deixa que eu leve a culpa né.

-Que isso Nickezinha...-Riu da cara de Nicolly.

-Aff...

-Tá, mas amanhã a gente termina de conversar okay?-Gina sorriu e fechou os olhos.

-Ah não Virginia Weasley, você vai me contar o resto.

Gina fingiu estar roncando.

-Sacana viu...-A morena resmungou antes de se virar para o outro lado e tentar dormir sem que um ruivo a perturbasse em pensamento.



Sábado, Manhã (Seis de Outubro. Meio de Outono)

O tempo continuava frio e todos usavam seus sobretudos e cachecóis, pois ninguém se atrevia a sair com algo que fosse mais curto que calça corsária.

-Ah como eu estava com saudade de tomar café da manhã com vocês...-Gina sorriu e bebeu um gole do seu chá.-Cacete que negócio quente.

Harry olhou um pouco impressionado e riu baixinho.

-Usa-se assoprar antes de beber...-Nicolly informou séria.

-Ah!Esqueci...Isso é o de menos...

Nicolly bufou e continuou a tomar seu café da manhã.

-O que pretendem fazer nesse sábado?-Hermione perguntou a todos que se mantinham calados.

-Ficar em um local bem quentinho...-Gina resmungou se arrumando no sobretudo.

Harry permaneceu calado.Nessas horas era melhor calar a boca antes que Gina começasse a brigar com ele.

-E vocês ruivos?-Hermione perguntou curiosa.

Gina tossiu de propósito pondo-se a conversando com Nicolly.

-Pretendemos fazer algo que faça-nos esquecer que brigamos com nossa Gininha...-Os dois gêmeos resmungaram.

Gina se levantou da mesa aos olhares de todos.

-Bom, vou lá no Salão Comunal, pretendo ficar em frente a lareira até que minha bunda fique dormente...

Harry riu e se levantou também.

-E você, onde pensa que vai dito cujo?

Harry ergueu uma sobrancelha.

-Eu ia falar com a Patricia, mas agora decidi que vou te fazer companhia no Salão Comunal.

-Nem pensar...-Gina deu de ombros.

-Porque?

-Er...-Engoliu em seco.-Porque ele tinha que perguntar ‘por que’?

-Aff...-Harry sorriu vitorioso.-Pode ir na frente.

Gina bufou e pisou firme no chão indo a passos largos com Harry rindo atrás.

-Esses dois viu...-Hermione comentou.

Nicolly riu e piscou para Hermione.

-Nem liga Hermy!-Sorriu.

-Hermy?Mas as pessoas costumam me chamar de Mione...

-Mas eu sou diferente.-Nicolly comentou sorridente.

-Percebe-se.

Ambas caíram na gargalhada.

-Piraram?-Rony perguntou sem entender nada.

-Ainda não amorzinho...-Se beijaram carinhosamente.

Derrepente uma coruja entrou voando tediosamente pelo Salão Principal.Todos acompanharam excitados com o olhar, para ver quem estaria recendo.

Era uma coruja negra com olhos amarelos.Cheia de penas plumosas.

-Pra quem será?-Nicolly perguntou curiosa.

Num segundo a coruja parou a frente da morena que piscou algumas vezes sem entender nada.

-De quem é?-Fred perguntou atônito.

-Se você esperar eu abrir talvez eu descubra.

Respondeu sem olhar nos olhos do ruivo que olhou surpreso ao tom da resposta.

Nicolly tirou o pergaminho preso por uma fita vermelho carne da pata da coruja que piou voando novamente para fora dos recintos do castelo.

Abriu cuidadosamente se perguntando de quem seria, já que só recebia cartas no Natal.

Minha querida e estimada priminha Nicolly,

Estou aqui a escrever essas poucas linhas só para te dizer que entre uma semana estarei chegando em Hogwarts.

Bem, estarei indo para fazer intercambio, até mesmo porque eu não ia agüentar mais nem um mês na chatice que é ‘Windland’, a escola de magia e bruxaria aqui de Miame.

Espero que esteja feliz ao saber da minha chegada, pois estou muito feliz em saber que reverei minha prima preferida, se bem que é a única que tenho!

Ah, como andam as coisas ai?Espero do fundo do meu nobre coração que não esteja namorando, pois poderei te fazer muito feliz, mesmo sabendo que você nunca foi com a minha cara, pois só nos vimos uma vez quando tínhamos cinco anos.Lembro como que se fosse ontem!Você jogou aquele jarro do Japão do vovô na minha cabeça.

Essa foi á lembrança mais marcante que tive sobre você!Era uma gracinha gordinha.Só espero que não tenha virado uma bola, se bem que não me importo, as gordinhas tem mais carne.Ops, acho que fugi do assunto principal por um instante.

Bem, eram só essas poucas coisas que tinha pra dizer...

Seu Sempre Todo,
Edward Heart Loved.

-De quem é Nick?-Hermione perguntou ao ver a morena arregalar os olhos e ficar pálida.

-Nem queira saber...-Se levantou com o pergaminho em mãos e saiu correndo do Salão Principal.

Todos se olharam sem entender nada.



-Aiiii...-Protestou nervosa.

-Que foi?-O moreno arregalou os olhos sem entender nada.

-Sei lá, é que sua simples presença me irrita meu!-Franziu o cenho.-É uma coisa tão...-Começou a rir.

Harry ficou a observando rir.Como era bela rindo.Parecia uma rosa de tão doce que era...Tão linda...

-Sei...,Você me ama!-Riu e se calou logo em seguida.Porque foi dizer isso?

Estava esperando Gina explodir tentando amaldiçoa-lo com algo bem terrível.Porque sempre dizia as coisas erradas nos lugares errados?

-Se você acha...-Respondeu simplesmente.

Harry franziu o cenho.Ruiva doida.

-E como anda o namoro com o Malfoy?-Perguntou rindo em desdém.

-Tire suas próprias conclusões...-Respondeu de uma maneira fria enquanto entrava pelo quadro da mulher gorda ao qual Harry havia dito a senha.

-Sério, eu te incomodo tanto assim?-Perguntou dando-se por vencido nas tentativas de irritar Gina.

-Você nem imagina o quanto!-Riu brevemente e se sentou na poltrona de um lugar para não correr o risco de Harry se sentar ao seu lado e ter de sentir o cheiro acolhedor dele.

Harry também se sentou e riu.

-Isso é realmente gratificante...

-Que?-Gina arregalou os olhos.

Até quanto tempo agüentaria aquele cinismo de Harry?

-Sério!Eu adoro te encher o saco...-Sorriu com feição amigável.

-Novidade...Dá pra contar algo que ainda não saiba?

-Sim...

-O que?-Suspirou em tédio.

-GINA!-Uma voz veio de traz deles, entrando em passos rápidos no salão Comunal.

-Fala amor da minha vida...-Gina perguntou ao ver Nicolly mais vermelha que um pimentão, entrando eufórica.

-Você não sabe o q...-A morena ia dizendo antes de ver Harry a fitando um pouco confuso com uma sobrancelha erguida.

-Ah, desculpem, não sabia que estavam conversando!-Pediu toda envergonhada.

-Não, o Potter me disse que já estava de saída pra ir ver a Patricia não é Potter?

Harry a fitou com uma terrível cara de: ‘mentirosa’ e se virou.

-Não!-Foi até o retrato da mulher gorda.-Eu não disse nada disso!Mas, estou de saída, pretendo perguntar uma coisinha para o seu IRMÃO!

Gina bufou e cerrou os dentes.

Harry saiu folgado do Salão Comunal, deixando as duas para trás.

-Odeio ele...-Gina murmurou, fazendo Nicolly rir.-Mas, o que você queria me dizer?

Nicolly voltou a aparência estressada de antes e fitou Gina.Depois de alguns instantes tirou um pergaminho do bolso do sobretudo e jogou nas mãos da ruiva que apanhou rapidamente.

-O que é...

-Leia!-Mandou se sentando em uma poltrona em frente da de Gina.

A ruiva abriu tediosamente e desenrolou o pergaminho cuidadosamente enfeitado com bordas vermelhas.Riu tentando imaginar quem seria a bicha que enviou aquilo a Nicolly.

Olhou atenciosamente e começou a ler um pouco confusa.

Como assim, Nicolly tinha um primo?E o doido ainda se chamava Edward Loved?Ai Meu bom Merlin...

Começou a gargalhar no mesmo instante.

-O que foi?Não to vendo nem um palhaço...-A morena resmungou coçando a nuca.

-Palhaço é esse ser que te mandou o pergaminho...-Gina colocou a mão na boca.-Ops, desculpa, esqueci que ele é seu primo e...

-Que?-Nicolly caiu na gargalhada.-Ele é muito bizarro, nem imaginava que ele ainda era vivo!

-Nossa, como você tem uma consideração por ele viu!-Passou a mão pelos cabelos.-Não sei como ele ainda gosta de você.

-Quem disse que ele gosta de mim?-Nicolly ergueu uma sobrancelha.

-Merlin, se esse cara não gosta de você eu juro que beijo o Potter...

Nicolly arregalou os olhos.

-Depois dessa sua promessa eu começo a acreditar...

Gina riu gostosamente.

-Sei, e o que você pretende fazer quanto ao Edw?-Sorriu maliciosamente.

-Edw?-Nicolly arregalou os olhos.-Nem sei sabe, da ultima vez que vi ele eu tinha 5 anos.

-E ainda tacou um jarro Japonês na cabeça do infeliz...-A ruiva ironizou sarcástica.

-Eu nem se quer me lembrava disso!-Riu junto de Gina.-Nem sei como ele é, de onde ele vem e se os pais dele estão vivos...

Gina gargalhou mais uma vez.

-Tem certeza que esse cara é seu primo?Quero dizer, tem certeza que essa carta é pra você?Pode ter sido pra outra Nicolly né...

-Ahn?-Dessa vez fora Nicolly que caíra na gargalhada.-Quem dera que fosse pra outra Nicolly.

-Sua mãe já te disse alguma coisa sobre ele?

Nicolly tossiu ao ouvir o nome da mãe e ficou séria.

-Nunca!

-Nossa, porque essa cara de séria?-Gina sorriu tentando parecer agradável.

-Nada!É que me deu uma vontade de dormir sabe...-Deu de ombros.

-Pera!-Gina olhou com cara feia.-Então quer dizer que o tal do Edw vem no próximo sábado?

-Sei lá, do jeito que ele é aluado é capaz dele nem vim...

-Você está rezando pra que isso aconteça né?-Gina ergueu uma sobrancelha.

-O que você acha?-A amiga perguntou com cara de ‘você está com toda razão’.

-Eu acho que mudei de idéia sobre ficar aqui até minha bunda ficar dormente porque ela já está e eu num tô gostando desse formigamento!

As duas caíram na gargalhada.

-Vamos dar uma volta pelo castelo?-Nicolly perguntou bocejando.

-Pra já...-Gina se levantou e foi até o retrato da mulher gorda.-Não vai levantar não mulher?-Perguntou rindo ao ver Nicolly se levantando como se fosse uma velha cheia das fadigas.

-Tô indo amore.



-Harry, tá tudo bem?-Patricia perguntou o abraçando por trás.

-Até você chegar sim...-Respondeu se soltando de Patricia.

A loira o fitou e sorriu como que se ele tivesse lhe chamado de linda!

-Hum, o que anda fazendo sozinho aqui no meio desse corredor?

-Eu?Me escondendo de você, mas vejo que nem isso adianta pra te manter em distância!

-Ai Harry, já vi que está de mau humor!-Bufou, mas logo voltou a sorrir.-Já sei, vamos lá na Sala Precisa...?

Dessa vez fora Harry que bufou; Oferecida.

-Não to afim...-Resmungou sem vontade.

-Aff, imagina só, nós dois juntinhos no frio que está fazendo...-Sussurrou ao pé do ouvido do garoto.

-Hum...Beleza, vamos lá.-Sorriu de uma maneira safada e saiu junto com Patricia.

Maldita Loira!



-Tá, já andamos o castelo inteiro, o que vamos fazer?-Deu de ombros e suspirou entediada.

-Olha a minha idéia é sair pulando como doidas assim pelo menos esquenta.

Gina ergueu uma sobrancelha e riu desdenhosa.

-Ah tá bom...

Viraram dois corredores e encontraram uma outra morena andando de cabeça baixa.

-Cassandra...-Nicolly murmurou sorrindo.

-Vamos embora...-Gina tentou dar meia volta, mas Nicolly a segurou pelo braço.

-Ah não, eu juro que você não vai se arrepender.-Riu enquanto Gina tentava se soltar dos braços da morena.-Hei Cass, tudo bem?

Cassandra ergueu os olhos e fitou as duas.Deu um pequeno sorriso e ia se dirigindo até elas.

-Hei, pode dar meia volta e ir saindo daqui...-Gina gritou enfurecida.

-Gina, precisamos conversar...

-E ainda tem o cinismo de me chamar de Gina!-Riu e puxou seu braço se livrando de Nicolly, que bufou nervosa.

-Esse é seu nome não é?-Cassandra provocou.

-É, mas se não me falta a memória, você me chamou de ‘criatura esquisitinha’...-Riu e jogou as mãos atrás da nuca.

-Não te falta a memória não, mas saiba que me arrependo de tudo que eu te disse...-Abaixou a cabeça.

-Agora se arrepende né gracinha?-Ironizou.

-Vivendo e aprendendo...-Cassandra riu baixinho ainda de cabeça baixa.

-Errando e se fude**º...-Riu com vontade enquanto Nicolly fazia o mesmo.-Bem, não tenho mais nada pra te dizer...

-Mas eu tenho!

-Okay, pra não dizer que sou infantil...-Sorriu de um canto dos lábios.-Me dá um bom motivo pra mim voltar a falar com você!Tem que ser muito bom mesmo.

Nicolly sorriu pra Cassandra que retribuiu.

O que aquelas duas almôndegas queimadas pretendiam?

-Que é?Piraram?-Perguntou fitando s duas.

Cassandra retirou um envelope de dentro do casaco e jogou em cima de Gina.

-Olha isso, se não considerar um bom motivo eu não saberei como achar um...

Gina olhou desconfiada.O que seria aquilo?Ficou fitando por um tempo.

-Pode abrir, não tem uma bomba pra explodir na sua cara não!-Sorriu amigavelmente.

Gina teve que se segurar pra não rir, mas não daria liberdade para aquela morena folgada.E falando em morena a coisa da Nicolly parecia estar do lado de Cassandra.

Abriu e retirou o conteúdo.Estava em branco.

-O que é isso?Não tem nada...-Gina murmurou meio debilmente.

-Está do lado errado...-Cassandra murmurou rindo da cara de Gina.

A ruiva virou lentamente o papel e deixou que um grito passasse por seus lábios ao ver o que tinha.

-Meu bom e santo Merlin...-Gina babucilhou arregalando os olhos.-Essa é realmente a...

-É!-As duas morenas responderam em coro.

Gina olhou eufórica e sacudiu a foto na cara de Cassandra.

-Como você conseguiu isso?

Cassandra suspirou e contou tudo pra Gina que permanecia com uma sobrancelha erguida.

-Pois é, a história se repete!-Gina suspirou.-O corno do Potter...

-Nós avisamos!-Nicolly prontificou-se a dizer dando-se por desentendida.

-Pois é...-Cassandra respirou fundo.-Mas e ai, esse é considerado um bom motivo?

Gina franziu o cenho.

-Me diz porque foi que me disse todas aquelas ofensas em Hogsmead quando me viu beijando o Draco!

Cassandra riu nervosa.

-Eu...Acreditaria se eu dissesse que não sei?

Gina riu alegre.

-Não!

-Mas, é isso!

-Admite logo que você gosta dele...-A ruiva pediu sem entusiasmo na voz.

-Não gosto!-Cassandra quase gritou.

-Beleza, se você não tem capacidade de admitir seus próprios sentimentos, porque eu teria para te desculpar?-Jogou a foto em cima de Cassandra e saiu andando para longe delas.

-Espera Gina...-Cassandra pediu.

Gina olhou por entre os ombros e sorriu.

-Tá, eu...Eu fiquei com ciúmes ao te ver beijando o Malfoy...Mas não tenho certeza sobre gostar ou não dele!

Gina riu com vontade e foi até Cassandra, voltando a pegar a foto na mão.

-Então estou desculpada?-Sorriu com um pingo de esperança na voz.

-Antes, diz assim: ‘Eu tenho uma queda pelo Draco’.

Cassandra arregalou os olhos, mas logo se deu por vencida.

-Eu tenho uma queda pelo Draco!-Murmurou.

-Eu sei!-Nicolly e Gina falaram ao mesmo tempo fazendo ambas rirem.

-E agora, estou desculpada?

Gina foi até Cassandra e a abraçou com afeição e carinho.

-Me jura que sempre vai me dizer o que acha de mim, mesmo que isso me machuque?

-Juro!-Respondeu se soltando do abraço.-Cara eu descobri como te considero minha amiga!Eu estava até com saudade da sua risada!

Gina riu.

-Eu sei, é duro ser adorada!

Nicolly olhou feio.

-Olha a intimidade com a MINHA melhor amiga viu!-Abraçou Gina pelos ombros.

-Calmas garotas têm Gina pra todas!

Riram com vontade até não agüentarem mais.

-O que você pretende fazer com essa foto Gin?-Nicolly perguntou super interessada.

-Podes ter certeza que farei bom uso dessa relíquia!Ah, vocês terão uma surpresa!

-Ah, e quando veremos essa surpresa?-Cassandra sorriu.

-Amanhã!-Sorriu e levou o envelope até o bolso do sobretudo.-Amanha essa Hogwarts inteira levará um susto.

As duas morenas se fitaram e ergueram as sobrancelhas.

-Poderosa viu...-Cassandra proferiu.

-Discordo.Ela é uma Garota Malvada!



-Aiai...-Murmurou se deitando no gramado gelado.E bota gelado nisso viu.

Porque não conseguia parar de pensar naquela morena que atendia pelo nome de Nicolly Brigitte Melabouth?Era tão estranho!Em um dia conseguia ficar com a garota que quisesse sem se preocupar, mas agora sempre que lembrava de Nicolly, um desejo de possui-la, a ter ao seu lado era inevitável.O que aquela morena andava fazendo com sua vida?Seria possível ele ficar mais doido do que já era?Pois é, se não conseguir parar de pensar nela, acabaria mais louco do que já era.Oh chatice viu!

Será que ela pensava nele?Ah Deus, como ele, Fred Weasley se deixou apaixonar por uma amiga de sua irmã?O que Gina acharia disso?Se é que já não sabia né!

Falando em Gina, tinha que pensar em uma maneira de fazer sua irmãzinha o desculpar!Porque ela tinha que se doer tanto por aquele Malfoy que tantas vezes descriminara nossa família?

Gina era uma garota diferente de todas!Não costumava se arrumar como as amigas, não usava maquiagem, não se importava com o que os outros iriam achar dela...Nem ao menos ligava se ela era aceita ou não!Só se importava com o que si própria achava!Se usava uma roupa confortável mas que todos dissessem ser feia ela dava de ombros e fingia não ter ouvido!Agora nunca fora como aquelas garotas oferecidas e ao contrário do que todos achavam, ela sabia ouvir muito bem e entendia mais os problemas dos outros do que os próprios.Porque sua irmãzinha se tornara tão amargurada?Porque ela não podia entender que todos se preocupam com ela de mais?Ela simplesmente podia dar uma chance para as pessoas se explicarem.Mas não, sua maninha era cabeça dura de mais as vezes!Ela não conseguia entender que é errando que se aprende!Um dia ela verá como é ruim...Ela tentará se explicar para alguém e esse alguém nem lhe dará chance!

-Fred, o que está fazendo ai?-Hermione perguntou se aproximando.

-Tentando me camuflar na grama gelada!Quero ver até quando resisto!

Hermione riu e fingiu nem ouvir o que o amigo dissera.

-Viu o Rony por ai?

-Eu hein, não tive o desprazer...-Sorriu se levantando da grama.

-Aff Fred, o Rony é tão lindinho...

-Mas bem que você briga quase todo dia com o lindinho né?

-Ah, não enche o saco...-Hermione deu meia volta nervosa e saiu em passos largos de lá.

Essas mulheres que levavam tudo a sério viu!



-Harry, eu já te disse que te Amo muitão?-Patricia perguntou de uma forma melosa.

-Quarenta e Cinco vezes.-Suspirou sem vontade.

-Mas não me lembro de você ter me dito!-Sorriu.-Nem quando estávamos na sala precisa.

-E nem espere que eu faça isso!-Riu desdenhoso.-Eu não te amo!

-Nossa, você poderia ser mais delicado né?-Sorriu com carinho tentando fazer Harry dizer que amava ela.

-Com você eu já cheguei no meu limite!-Deu de ombros e fitou Patricia.

-Beleza, eu te amo mesmo assim...

-Tá bom, agora eu vou lá no Salão Comunal da Grifinória.

-Ah, vamos no da Corvinal...?

-Tá brincando né?-Ergueu uma sobrancelha.

-Não estou!

-Tá, não posso, mas qual a senha?-Sorriu.Será que aquela loira seria tão burra a este ponto?

-Arte Deluxed!-Murmurou para que só Harry ouvisse.

O moreno suspirou com pena de Patricia.Como era tola.

-Beleza!Quem sabe eu não de uma passadinha por lá qualquer dia!-Sorriu e continuou seu caminho para o Salão Principal.



-Oi!-Sorriu e se sentou ao lado de Rony e Hermione que se beijavam ardentemente.

Os namorados nem se deram ao trabalho de olhar para cumprimentar Harry, que bufou nervoso ao ser deixado no mais puro vácuo.

-Valeu amigos, depois reclamam quando deixo vocês pra ficar conversando com a Patricia!

-Conversando é?-Rony sacaneou.

-E por acaso isso que você e a Mione estavam tendo era uma conversa?

-Sim, entre línguas.

Mione riu e corou instantaneamente.Harry balançou a cabeça de um lado para outro enquanto Rony erguia uma sobrancelha.

-Viu a Gina por ai?-Mione perguntou se levantando e passando a mão pelos cabelos.

-Eu não!-Sorriu.-Graças ao bom Merlin.

-Nossa, que horror...Ela é minha amiga, não se esqueça disso Potter...-Sussurrou como se Harry fosse uma presa a qual ela queria muito matar.

-Não sei como você atura!-Riu ironicamente.

-Ah, se não atura ela porque a convidou pro baile?-Hermione perguntou sorrindo sem muita vontade e com um pouco de curiosidade na voz.

Rony tossiu um pouco discreto.

-Nem sei, loucura Potteriana...-Murmurou.

Rony forçou um sorriso enquanto Hermione balançava a cabeça de um lado para o outro.



Ah, agora se sentia até mais leve!Nunca imaginara que Gina tinha o poder de deixar uma pessoa se sentir miserável...Ah, não podia se esquecer que a ruiva também sabia deixar uma pessoa muito feliz apenas com um abraço e com palavras.

Adorava ser amiga dela!Graças a Merlin tinham voltado a se falar.

Passou na cozinha e pegou algo para comer.Estava morrendo de fome e não tinha conseguido comer nada e também não estava afim de descer pra almoçar.

Apanhou um sanduíche e saiu satisfeita da cozinha sabendo que deixara alguns elfos felizes por servi-la.Como aqueles seres eram burros!Ficar feliz em trabalhar era coisa para débil mental!

Voltando a pensar em Gina, só não gostou quando ela praticamente a obrigou a dizer que gostava do Malfoy!

Tá, tudo bem, ficou morrendo de ciúmes ao ver Gina beijando Draco!Beijos que o loiro tinha que lhe dar.

Será que estava gostando do traste do Malfoy?Ah Merlin, o que fizera pra merecer tão escárnio?

Sorriu um pouco sem jeito de seus pensamentos.

Era totalmente improvável a hipótese de estar gostando dele.Como poderia?Só tinha certeza de uma coisa!Aquele loiro era muito irritante e insuportável, e o pior, adorava tirar uma com a sua cara.

Falando nisso, onde estaria ele?Há, iria se divertir um pouco enchendo o saco dele!



Almoço (1:20 tarde).

Entrou um pouco nervosa no Salão Comunal.Onde aquela ruiva estaria?
Se dirigiu até a mesa da Grifinória se sentando cansada e ao lado de Fred e Jorge que se levantaram fingindo que o peso dela tinha feito o banco pular.

-Idiotas...-Resmungou de mau humor.

-Cama Nick...Algo de errado?-Fred sorriu de um canto dos lábios.

-Vocês que vem com essas gracinhas...-Respondeu sem olha-los nos olhos.

-Nossa!Não sei como aquele Edward ainda te Ama!-Riu com vontade enquanto Fred fechava a cara.

-Ele não me ama, e...-Arregalou se dando conta de que eles não haviam lido o bilhete.-Quem disse isso pra você?-Perguntou cerrando os dentes.

-Ninguém...

-Agora viraram adivinhos?-Sorriu maliciosa.

-Nós lemos!-Ambos ruivos gêmeos caíram na gargalhada.

-Leram?-Arregalou mais ainda os olhos e franziu o cenho.-Como?Ninguém alem da Gina leu!

Fred e Jorge se entreolharam com um sorriso vitorioso nos lábios.

-Achamos esse pergaminho em cima do sofá do Salão Comunal...-Fred ergueu uma sobrancelha e retirou o pergaminho que fora enviada para Nicolly do bolso.

-Sabia que vocês são uns desgraçados?-Se levantou histérica sobre os olhares de Rony, Hermione e mais alguns curiosos, apenas com exceção de Harry que estava sentado na mesa da Corvinal com Patricia que parecia a pessoas mais feliz do universo.

-Sabíamos!-Responderam em coro.

Nicolly bateu o pé no chão e olhou perversamente para os gêmeos.

-Agora me devolvam seus curiosos!-Pediu.

-O que você vai me dar se eu devolver?-Fred sorriu malicioso.

-Se você me devolver nada, mas se não devolver eu te dou um bom tapa!

-Nossa que meda!-Fred também se levantou e mostrou a língua pra Nicolly.-Quer de volta?Vem buscar...-Gargalhou e saiu em passos largos de lá.

A morena olhou incrédula e saiu correndo atrás de Fred.

-Depois do Harry e da Gina esses dois são os piores...-Hermione comentou com o namorado.

-Vou ter que concordar!-O ruivinho exclamou beijando Hermione docemente.-Minha flor.



O Resto do dia passou depressa.Gina não havia aparecido o dia inteiro e já estava começando a ficar preocupada.O que será que aquela ruivinha havia aprontado?

Deitou no Sofá do Salão Comunal e ficou observando as chamas na lareira crepitar.

Fred entrou um pouco desajeitado.

-Ah não!

Nicolly se levantou, mas foi detida por Fred que a puxou ao encontro do seu corpo quente.

-Quer me largar seu babaca?

-Não!-Afirmou roçando seus narizes.

-Acha que pode brincar comigo né?-Sorriu de um canto dos lábios.-Mas eu já cansei Fred, cansei!

-E se eu disser que não quero brincar com você, que te amo?-A beijou delicadamente no pescoço enquanto a morena deixava escapar um gemido abafado.

-Eu ia dizer pra você ir catar coquinho porque eu não acredito!

-Pode acreditar, sabe porque?Porque eu realmente quero ficar com você!

-Mas eu não...Será que não entende que eu não quero você Fred, que pra mim você não passou de diversão?

O ruivo a soltou e ficou um bom tempo fitando aqueles olhos azuis escuros.

-Eu não acredito.-Sorriu desdenhoso.-Seus olhos dizem o contrário, quando eu te beijo, te abraço...Tudo em você prova que também me ama!

-Fred, eu não te amo...-Murmurou baixinho como que se não quisesse dizer isso.

-Não adianta!Eu tenho certeza que você gosta e nada vai dizer o contrário!-Deu um doce selinho nos lábios de Nicolly que murmurou algo incompreensível.

-Er...

Ouviram o barulho de alguém entrando no Salão Comunal e se soltaram para constatar que era Harry sorrindo formalmente.

-A, olá camarada!-O ruivo cumprimentou passando o dedo pelos cabelos.

-Oi, estão conversando algo que eu não possa ouvir?-Harry sorriu malicioso para Fred.

-Infelizmente não Harry...-Acenou para o amigo e foi até Nick dando um beijo em sua bochecha rosada e sussurrando:

-Não se esqueça...Eu te Amo!

A morena se segurou pra não agarra-lo e só o soltar quando sua vontade de beija-lo terminar.


Logo quando Nicolly e Fred subiram Harry se sentou no Sofá do Salão Comunal em frente a lareira.

Não demorou muito e uma ruiva entrou com uma terrível cara de cansaço e alegria.

-Olá...-Murmurou vendo-a olhar feio.

-Olá!-retribuiu.

-Estava fazendo o que?Não apareceu o dia inteiro...

-Nada!-Suspirou.

-Fala sério, ninguém some do nada!-Riu baixinho.-O que você estava fazendo garota?

-Aff, deixa de ser curioso Potter!Eu não estava fazendo nada que venha a te interessar.

Harry bufou e foi até ela.

-Foi só uma pergunta...

-Duas, você quis dizer...-Ironizou.

-Que seja!

Gina o fitou por alguns instantes e sorriu de um canto dos lábios.

-Você realmente confia na Patricia?

-Sei lá, só Merlin sabe!-Riu da própria resposta.

-Não deveria!-Deu meia volta e subiu pulando de dois em dois degraus as escadas que levavam ao dormitório feminino.

Harry tentou chamar, mas não deu certo!

Olhou um pouco nervoso para as escadas do dormitório feminino.Aquela ruiva enchia o saco viu!O que aquela folgada tentara dizer com aquilo?Ah Merlin viu...

Jogou-se novamente no sofá e colocou a cabeça pra trás um pouco cansado.

CONTINUA...



Next Chapter (Próximo Capitulo) :

*-Olhem só, a nova edição do Jornal de Hogwarts chegou.-Fred ironizou coçando a nuca.-E, vejam só, primeira pagina...-Abriu o jornal e arregalou os olhos.-Harry, a Patricia te chifrou de Novo!

*-Por favor Harry, eu não fiz por mal, você tem que me entender...Eu sempre te amei e sei que você nunca foi fiel a mim.

*Olhou-a indignado.Porque aquela maldita loira não se dava nunca ao respeito?Odiava ela, odiava lembrar de que já havia a tocado...Sentiu nojo daqueles olhos ridículos.Queria que ela se explodisse.

*-Alunos!Quero dizer que teremos um novo integrante em nossa escola de magia e bruxaria de Hogwarts.Espero que o recebam de braços abertos...-Dumbledore bateu palmas com a mão e a porta se abriu, deixando amostra um garoto.



N/A: Bom, eu sei que acabei de assinar minha sentença de morte agora!Miaka, mil perdões, mas a fic é Harry e Gina e peço do fundo do meu coração que você continue vindo aqui para lê-la!Também espero continuar tendo seu apoio e seus comentários.Olha, também agradeço a todos que estão lendo e comentando.Espero que me digam o que acharam desse capitulo okay?Mil beijinhos e até o próximo!

P S1: Ah, eu operei faz uma semana então não vou poder responder aos comentários okay?

P S2: Ah!Continuem Comentando, por favor...

P S3: Eu sei que essas coisas enchem o saco, mas eu já estou bem melhor e daqui uns 4 dias já poderei começar a responder os comentários okay?Bjaum a todos......

Meu Blog: http://gingerfitzgerald.blogspot.com/

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.