FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

5. Diz Nos Meus Olhos


Fic: A Miragem - COMPLETA


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

BonnieWright041am.jpg picture by isadoramalfoy

- Oi Gi, eu voltei.


- Harry! Que surpresa! – diz Gina fazendo menção para que ele entrasse e dando-lhe um beijo no rosto.


- Eu voltei mas não vou ficar muito tempo. Tenho que resolver umas coisas por aqui.


- O que? – pergunta Gina.


- Nada tão importante. Mas e a Hermione?


- Que tem ela? – pergunta Gina com a voz seca.


- Eu mandei a ela uma carta dizendo que viria. Ela não te contou?


- Não. A gente não tem se falado. – responde irritada.


- Aconteceu alguma coisa?


- Aconteceu sim. Vou te contar tudo.


Depois que terminou de contar tudo que houve entre Ron e Hermione nota que Harry parecia preocupado.


- Não acredito que ela traiu Ron com o Mclaggen. Tem algo errado nessa história. – diz Harry depois de um tempo.


- Acredite. Tenho certeza que ela sentiu saudade e resolveu...


- Não, não pode ser. Ela só ficou com ele em Hogwarts para causar ciúmes no Ron. A propósito, como ele está?


- Nada bem. Está sempre viajando, não pára em casa e fica sozinho o tempo todo.


- E a Rose? Ela é só uma criança...


- A Hermione não pensou nisso. Acho que ela merecia ter perdido a guarda da menina.


- E você? Por que não está com ela? Quando você precisou de ajuda Hermione estava por perto.


- A situação era muito diferente. – responde Gina mais irritada. Ela precisava de mais uns copos de Firewhisk.



Pensei que haveria um pouco mais
De amor para mim
Guardei cada luar
Cada verso encoberto
Nas notas da canção
Pra que?
Se um vazio me esperava e eu não percebi
Devolve meus dias, minha alegria
Diz nos meus olhos verdades ruins


 


- Mesmo assim, sempre foram melhores amigas, deveria ajudá-la.


- Harry você só me critica não é? A Hermione é perfeita enquanto eu sempre faço tudo errado. Sempre foi assim todo preocupado com a Hermione e o resto que se dane!!! Você fica meses sem dar notícias e a primeira pessoa que avisa é ela! – Berra Gina.


- Isso não é verdade Gina eu nunca deixei você ou o Ron de lado...


- Harry me faz um favor: SOME DA MINHA FRENTE!!! – Harry caminha pela porta e Gina continua a gritar:


- VAI PROCURAR A HERMIONE SE GOSTA TANTO DELA!!! – e dizendo isso bate a porta e joga um abajur com força longe despedaçando-o, senta-se no sofá chorando de raiva:


- Eu te odeio Hermione Granger.


 


*****************************************


 


Draco estava relendo uma papelada que continha informações sobre a recente prisão de seu pai quando é interrompido por Rose:


- O que você tá fazendo? – pergunta a menina desconcentrando Draco


- A sua curiosidade é incomum – comenta Draco ignorando a pergunta.


- Na verdade ela é bem comum pra mim. – responde Rose sorrindo angelical.


“Merlin essa menina é insuportável! Tinha que ser filha do pobretão com a Granger” pensava ele saindo da sala e indo em direção ao escritório. Ao abrir a porta encontra Hermione. “ Não tenho paz nem na minha própria casa”


- O que faz aqui? – pergunta arrogante para ela.


- Astoria me mandou checar os preparativos do casamento. Estou selecionando as flores, locais, etc. – responde ela no mesmo tom.


Draco tranca a porta e se aproxima de Hermione encostando-a na parede. Sente que ela se arrepia.


- Por que não vai embora daqui? Não percebeu que não te quero aqui? Não entendeu que não passa de uma sangue-ruim?


- Eu não sabia que você era o noivo dela, se soubesse jamais teria aceitado esse emprego. – responde ela tentando manter a voz forte.


- Quanto você quer pra ir embora daqui com a menina? Pago o quanto for necessário.


- Não sou como as outras pessoas. Você não pode me comprar.


- Já disse que pago o quanto quiser. Dinheiro não é problema pra mim.


- É mais do que um emprego. Gosto da Astoria. Pra mim ela já é uma amiga. Só que ela tem um péssimo gosto pra homens... - diz Hermione com a voz mais confiante.


Draco continua pressionando-a contra a parede e seus corpos estava encaixados, os lábios quase se tocando.


- E desse assunto você entende não é: Weasley, Mclaggen... Você trai seu marido e se faz de santa...


- Como sabe disso? – pergunta assustada.


- Tenho minhas fontes. Agora escuta: Não brinca comigo sua Sangue-Ruim.


- Também não brinca comigo Malfoy. Ainda vai se arrepender. – diz Hermione em seu ouvido, soltando-se e saindo do escritório.


 


*****************************************


- O que você quer? – pergunta Mclaggen.


- Preciso que me ajude – responde Gina.


- E no que posso te ajudar? – pergunta ele sorrindo maliciosamente e se aproximando.


- Serei direta. – responde se afastando – Quero que me ajude a acabar com a Granger.


- Nossa! Eu pensei que eram amigas! Depois de tudo que ela fez por você?


- Do que está falando?




Me lembro quando você passou
Era um dia tão claro de sol
Pensei, meu Deus, é um sonho
Meu coração feito um louco batuque
Por isso agora
Não me machuque
Vou te guardar como triste lembrança
Ninguém jamais vai me enganar outra vez
Eu prometo a vocês.


 




- Ah Qual é? Todo mundo sabe que quando você engravidou do Zabini no quinto ano ela te ajudou a esconder a verdade. Disse que tinha ido para Beauxbattons e mesmo com todo mundo se perguntando como uma Weasley teve condições de ir pra lá, ela convenceu o mundo mágico inteiro. Além é claro do apoio que ela te deu depois que o Zabini te largou. Tenho certeza que quem ouviu você se lamentando dia e noite foi ela. A única coisa que ela não fez por você foi ter a criança.


- Eu que contei pro Zabini e pra minha família...


- Era o mínimo que se esperava! Depois de fazer a burrada, arque com suas conseqüências!


- Não sabe como me arrependo, como...sofri com essa situação.


- E seu filho? Não vai sofrer ao ser criado num orfanato qualquer? Sem mãe, sem pai, sem ninguém.


Gina chorava baixinho e mantinha sua cabeça abaixada. Não queria receber mais sermões... ainda mais do Mclaggen.


- Você nem agradeceu. Depois de tudo que ela fez por você Gina, você nem agradece.


- Eu não vim aqui pra você jogar isso na minha cara. Não pense que foi fácil me esconder, contar a minha família, ser apontada como vergonha ou qualquer outro termo.


- Não, nunca disseram que você era uma vergonha para a família.


- Nem precisaram. Mas chega desse assunto. – diz enquanto limpa as lagrimas que teimavam em cair dos seus olhos. – Ainda não sei o que fazer, mas vou dar um jeito de destruir a vida da Granger. E vai me ajudar!


- Ainda acho que não devia fazer isso com ela mas vou te ajudar. Com uma condição.


- Faço tudo o que quiser – e ri maliciosa.


- Vai com calma, Ruiva. O que eu quero é que você faça o Ron perder a Copa Mundial. Só isso.


- Não posso fazer isso! Esse sempre foi o maior sonho do meu irmão, não posso destruir isso. Não agora que ele está tão triste.


- Se não o fizer, não te ajudo.


Gina pensa alguns minutos e responde:


- Está bem. Eu concordo com sua condição. Farei o Ron perder o jogo.


 


*****************************************


 


Harry passeava pelas ruas do Beco Diagonal. Precisava falar com Hermione mas não sabia onde ela estava. Lembrava-se que ela adorava ir na Floreios e Borrões e depois a alguma lanchonete. Não havia melhor lugar para ela estar. Passou em frente a uma floricultura e encontrou Hermione saindo de lá.


- Harry! Não acredito! É você mesmo! – diz ela enquanto o abraça.


- Sou eu Mione. Morri de saudades de você! – diz Harry retribuindo o abraço.


- Também senti sua falta. Nem acredito que voltou. – diz ela sorrindo exultante.


Foram caminhando até uma lanchonete e Mione perguntou:


- E as novidades?


- Nada de mais. Perto do que houve com você nada foi tão relevante.


- Já sabe não é? – pergunta ela um pouco triste.


- Já. Falei com Gina e Rony. Eles me contaram.


- Vai me acusar?- pergunta ela enquanto sentam em uma mesa.


- Não. Só gostaria de saber o motivo?


- Motivo? – pergunta Hermione sem entender.


- O motivo de destruir seu casamento? De quase perder a Rose? Merlin, você sempre fez a coisa certa...


- Por isso. Sempre faço a coisa certa. Só queria fazer uma loucura.


- Se a idéia era “ fazer uma loucura” podia ter feito outra coisa. Aquilo foi ... baixo.


- Eu me arrependo. Mas infelizmente só isso não adianta.


- O Ron ta péssimo.


- Eu voltaria com ele. Sem dúvida. Mas ele não vai me perdoar tão cedo.


- Eu mandei uma carta pra você dizendo que vinha, mas não imaginava nada disso e com Rony viajando ninguém ficou sabendo.


- A propósito: Por que você voltou? Você sempre dizia que só voltaria quando estivesse casado e não é o caso. – comenta Hermione.


- Eu e Jessica terminamos. – responde Harry triste.  – Já vi que não tenho sorte: Cho, Gina e depois Jessica. Nenhuma deu certo.


- Ah Harry, para com isso! Se não deu certo não é culpa sua. Siga em frente, afinal você é Harry Potter! – fala Hermione sorrindo e fazendo Harry rir também.  – Mas ainda não me disse por que voltou. –insiste ela – O curso de Aurores ainda não terminou e pelo que me contou da ultima vez a Romênia é incrível.


- Te conto hoje. Ás oito? – convida Harry.


- Está bem. Mas só porque sou muito curiosa. - os dois riem e continuam conversando amenidades até Hermione se despedir e aparatar até as proximidades da Mansão.


N/a.:  Oiiiiiieeeeeee 
           De novo: desculpa pela demora, é que este mes tive provas, muitos trabalhos, etc
         Mas agora já estou (um pouco) mais tranquila.



Maggie Lynn Dias:  Oi Linda!!! Espero que esteja gostando desse toque de misterio! Vou usá-lo mais vezesXD
Sobre a proposta da capa... Ainda está de pé?
Fiz uma só que não ficou mto boa se quiser fazer eu iria adorar!!
bjuss



Cadê os Coments?
Se comentarem posto mais um capítulo em 15 dias no máximo!
(chantagem - hehe)
Bjs para todos
                                                                 Isah Malfoy

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.