FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

2. Dois.


Fic: Lições do amor - HHr - Capítulo 22 ON LINE!


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Dois.


Lições do amor - o amor ensina mais do que se pode esperar.



As várias mensagens que enviara para o celular de Hermione durante todo o fim de semana não foram respondidas, assim como todas suas ligações. Fora na casa dela no mínimo umas cinco vezes, porém sua mãe sempre lhe dizia a mesma coisa. Hermione estava ocupada com os estudos e não queria receber ninguém.


Agradeceu imensamente quando a segunda-feira tinha chegado. Era uma boa oportunidade encontrá-la no colégio e esclarecer os fatos. Talvez estivesse se precipitando e tinha medo em assustá-la, mas Hermione despertara algo em si durante aquela festa.


Sem perceber apanhou a primeira roupa ao seu alcance e a vestiu, uma camisa vermelha e uma calça jeans qualquer. Calçou o tênis rapidamente e recolheu seus materiais, dispensando o café da manhã de sua mãe e seguindo para o colégio. Fora questão de minutos ao chegar lá, estacionando o carro na primeira vaga que encontrara.


Adentrou o colégio, ignorando os olhares curiosos e os comentários das pessoas no corredor. Isso de fato não lhe importava, apenas ela. Precisava encontrá-la. E sorriu quando a vira ao lado de uma amiga, guardando algumas coisas em seu armário.


Estava satisfeito em encontrá-la, que não notara a simples roupa que Hermione trajava naquela manhã. Diferente daquela Hermione que estivera na festa do lago. Porém, aos seus olhos, ela ainda estava linda.


Aproximou-se lentamente, sorrindo simpático para Katie. Entretanto ficou confuso quando a outra virou a cara.


- Hermione. - Harry a chamou, sem obter respostas. - Eu te procurei durante o fim de semana, mas ao que parece me ignorou. - Sorriu nervoso.


- Ah, que astuto. – ela murmurou irônica, sem olhá-lo. – Escute Harry, nossas aulas são na quarta e na sexta, você não precisa falar comigo fora desses dias e horário.


- O que? - Harry a olhou, franzindo o cenho. Agora tinha certeza, havia alguma coisa de errado. - Por que está dizendo isso?


- Ora, porque não quero mais que brinque comigo. Não sou tão idiota assim, sei que tudo aquilo fez parte do plano. E eu não quero mais ser a vítima das suas brincadeiras. – disse triste, os olhos marejaram.


- Ei. Espera ai. - Ele a tocou no queixo, fazendo-a olhá-lo. - Do que você tá falando? Que minhas brincadeiras são essas que você se refere?


- Me refiro ao que seus amigos me fizeram na festa. Mas primeiro você me fez acreditar que podíamos ser pelo menos amigos, e depois me jogaram no lago. Por acaso não viu isso? – ela indagou nervosa.


- Eu vi. Não sou cego. - Respondeu em tom seco. - Mas então é isso. Você acha que eu tenho alguma coisa a ver com tudo o que aconteceu? Acha que eu estava brincando com tudo o que eu fiz ou tudo o que eu disse naquele dia?


- Não sei, mas é a teoria mais aplicável. Já aprontou comigo várias vezes, então porque seria diferente agora?


- Talvez eu tenha sido um idiota, sim. - Retrucou Harry irritado. - Um idiota em me abrir com você, falar tudo o que eu sinto e tudo que eu penso. E talvez eu tenha sido um idiota em tentar mudar meu jeito de ser com você. Mas você nunca levaria um cara como eu a sério, não é? Eu sou Harry Potter, o estúpido e cretino do colégio. Não sou digno de sua confiança. - Ele a interrompeu quando Hermione abrira a boca para dizer alguma coisa. - Eu não tinha idéia do que planejaram pra cima de você. E fiquei tão surpreso quanto você quando aconteceu. Talvez isso não tenha diferença pra você, mas eu coloquei a Gina no seu lugar. - Começou a se afastar.


- Espere! – Hermione o chamou, Katie que observava tudo, sorrira, ao deixá-los sozinhos. – Não teve nada a ver com isso mesmo?


- Hermione, olha bem pra mim. Não olhe pra quem eu sou, olhe nos meus olhos. - Disse ao olhá-la nos olhos. - Acha mesmo que eu tive alguma coisa com tudo isso? Acha que eu passaria o fim de semana todo te procurando se eu tivesse participado de tudo isso?


- Desculpe se duvidei de você, é que difícil fazer isso. Acreditar nas pessoas. Ainda mais para alguém como eu, que já não sou tão confiante. – ela disse tímida. – Me senti muito mal, e estava com raiva... Todos estavam rindo de mim.


Harry suspirou, maneando a cabeça. De certa forma podia entender a situação de Hermione. Ela sempre fora alvo de brincadeiras da maioria dos alunos daquele colégio. Ele próprio já fizera isso algumas vezes. Não poderia ficar com raiva por ela duvidar de si por um momento.


- Tudo bem. Eu acho que posso imaginar o que você sentiu naquele momento. E eu sinto muito por tudo o que aconteceu.


- Já passou. O pior já passou, e hoje ainda não fui surpreendida por nada. – esboçou um sorrisinho.


- E não vai. Não se depender de mim. - Harry sorriu, revirando os olhos quando o sinal da primeira aula soara pelo corredor. - Eu tenho que ir. Aula de matemática, sabe como é o Sr. Robert. - Ele se aproximou, beijando-a na testa. - Te vejo no intervalo?


- É claro que sim, nos vemos no intervalo. – respondeu corada.


- Ótimo. - Harry sorriu abertamente ao sair correndo. - Te vejo mais tarde.


- Ah, é impossível não perdoá-lo. - Katie suspirou, chamando a atenção da amiga enquanto se aproximava. - Ele é tão...


- Incrivelmente lindo e perfeito. – Hermione completou, ouvindo o segundo sinal tocar. – Er... Sonho com ele mais tarde, tenho aula de química agora.


- E eu de inglês. - Disse Katie ao caminhar do lado da amiga. - Então, se arrependeu de ter ido à festa do lago naquela noite?


- De maneira alguma. – respondeu quase do outro lado do corredor. – Agora não mais. – Então sumiu no meio dos outros alunos.


...


 


As aulas que tivera até agora demoraram mais do que de costume. Talvez fosse a ansiedade para encontrá-lo novamente. Algumas vezes se pegou desconcentrada no decorrer da aula, fazendo-a concentrar-se mais para não perder a matéria de foco.


Quando o último sinal anunciou o fim da aula e o início do intervalo, ela deixou a sala com um sorriso nos lábios. Ignorara os boatos e fuxicos que percorriam por todo o local enquanto passava seus olhos querendo encontrá-lo o mais rápido possível.


Estava tão ansiosa para encontrá-lo que não notara a fúria de Gina Weasley ao cruzar o corredor. Chegou à uma conclusão plausível. O esperaria no pátio dos fundos, certamente ele a procuraria naquele local. Sentou-se em baixo de uma árvore que havia no local, refrescando-se na sombra agradável que ela produzia.


Alguns minutos foram suficientes para que um grande sorriso surgisse em seus lábios ao vê-lo sair. Os olhos verdes procurando-a pela grande extensão do pátio. Ele correspondeu ao sorriso quando a encontrara, caminhando até ela tranquilamente, as mãos nos bolsos da calça.


Hermione o esperou chegar mais perto, e deixou o livro aberto de lado. Rapidamente o moreno a alcançara, sentando-se ao seu lado.


- Como foram as aulas? – ela perguntou.


- A de matemática foi ótima. De física superou minhas expectativas. Agora a de história... - Harry revirou os olhos, apoiando sua cabeça no tronco da árvore. - Por pouco a Sra. Shilber não me pega cochilando.


- Ela pode ser entediante quando deseja. – Hermione riu. – Eu pelo contrario odiei química e dois tempos de física.


- A física é ótima. - Harry exclamou, sorrindo. - Um exercício acaba se tornando algo bem agradável de fazer. Como você pode odiar física e gostar de literatura?


- Do mesmo jeito que ama física e detesta literatura. – respondeu, fitando-o sorrir. – Não me dou bem com números, mas minhas notas são razoáveis.


- Pelo menos você é inteligente. - Ele a olhou, vendo-a pensar em alguma resposta coerente para aquele comentário, porém ele a cortou. - Alguém te incomodou na minha ausência?


- Não diria incômodo, mas... Draco Malfoy colocou tachinhas na minha cadeira. Tão original que eu percebi antes de sentar. – comentou revirando os olhos.


- Aquele safado me paga. - Murmurou Harry entre dentes.


Hermione sentiu-se maravilhada com a reação intempestiva dele. Realmente não dissera nada mentiroso naquele dia, e os sentimentos que parecia nutrir por ela, existiam mesmo.


- Fico grata com a preocupação, mas não precisa brigar com seu amigo. Afinal não aconteceu nada.


- Draco não é meu amigo. - Disse Harry, rindo. - Ele se finge ser meu amigo pra ser famoso, mas ele não é. E eu não vou brigar com ele, apenas vou colocá-lo no seu lugar. Ele não vai querer que o técnico descubra o que ele anda aprontando, correndo risco de levar uma advertência ou suspensão.


- Você é quem sabe Harry. – disse apenas, fitando as mãos que brincavam com a barra do vestido.


Harry sorriu ao fitar as mãos trementes de Hermione. Não entendia o jeito de ela agir próxima a ele, mas a achava incrivelmente fascinante com os sorrisos e olhares tímidos que ela demonstrava. De fato, Hermione é diferente das outras garotas, pensou após um suspiro.


- Posso te fazer uma pergunta? - Perguntou fazendo com que ela o olhasse. - Quero dizer, outra além dessa. - Hermione sorriu, assentindo. - Por que age desse jeito quando está perto de mim?


- Ah... É que... – corou, e voltou a fitar a barra do vestido. Ela parecia muito interessante. – Você me deixa sem jeito, e nervosa.


- Eu? Por quê? - Ele questionou, sorrindo confuso. - Ao acaso eu sou tão feio e desagradável assim?


- Não é isso, Harry... Eu fico assim por que... – suspirou. - Não sei explicar. – respondeu, ruborizada tendo coragem enfim de fita-lo.


- Pelo menos agora teve coragem de me olhar. - Harry comentou, fazendo-a desviar o olhar, extremamente envergonhada. - Vem cá. - Ele a puxou pra perto, envolvendo seus braços na cintura da morena e beijando-a na face.


- Estou me acostumando de ter você por perto, me desculpe se às vezes pareço uma boba. Eu nunca tive um amigo. – murmurou, sentindo as bochechas arderem.


- Amigo? - Ele ergueu uma sobrancelha, sorrindo maroto. - Então você me considera um amigo?


Hermione sorriu brevemente, é claro que o considerava um amigo, afinal não podia nutrir mais sonhos em relação a Harry. Os que tinham já eram o bastante, porque mesmo com tudo que houve, ele dizendo coisas bonitas a seu respeito, sabia muito bem que não podia ter nada com ele. A não ser uma amizade.


- Bem, sim. Você não é meu amigo? – indagou sem jeito.


- E me diga uma coisa. Um amigo seu faria isso?


Harry a tocou no queixo, virando o rosto corado de Hermione para si. A garota se surpreendeu quando os lábios dele tocaram os seus, possessivos e suaves, pedindo passagem para aprofundar o beijo. Sem evitar, Hermione suspirou ao abrir os lábios, sentindo os choques e sensações que o beijo quente de Harry lhe proporcionava.


Ele era gentil, e estava maravilhado com o que sentia ao beijá-la daquela forma. Não era somente a personalidade de Hermione que era doce, sua boca também. Tinha um gosto suave, que o deixava inebriado. Assim era com a garota. Não podia nem descrever o que experimentava naquele momento. Era um misto de sentimentos os quais estavam embaralhados demais para que pudesse nomear apenas um.


Quando se separaram, um tanto ofegantes, Harry beijou-a levemente nos lábios.


- Não... Um amigo não me beijaria assim, então...? – o olhou de forma indagadora.


- Então eu acho que o que está acontecendo entre nós é algo além de amizade. - Sussurrou Harry, acariciando a face de Hermione. Não notara que seu contato próximo com a garota naquele momento atraia novamente alguns olhares.


- Mesmo? – perguntou encabulada.


- Mesmo. - Confirmou, sorrindo. - Por que o espanto?


- Sou Hermione Granger, não Gina Weasley. – respondeu e Harry a encarou intrigado e curioso. – Não sou bonita e popular. Há alguns dias você nem sabia que eu existia.


- E é justamente por isso, porque você é Hermione Granger. - Disse Harry um pouco sério. - Pode não ser popular como pensa, mas você é bonita. Do seu jeito de ser, mas é. Tem caráter e personalidade. E aceitou me ajudar, mesmo sabendo quem eu sou e mesmo depois de tudo o que eu fiz pra você durante todo esse tempo.


- Viu só? Você me deixa sem jeito. – ela comentou e riu. – Mas sou monitora, poderia ter pegado qualquer aluno.


- Sim, e eu poderia pegar qualquer monitora. - Harry sorriu. - Porém eu escolhi você. Entre outros eu escolhi você.


- Me escolheu? Por quê? – indagou.


- Porque você é diferente das outras. - Harry suspirou a expressão pensativa dominando em seu rosto. Levou alguns segundos para retomar sua fala. - Hermione eu estou farto de levar essa vida que levava. E em você eu vi algo diferente, na verdade sempre vi. Mas eu não me permitia enxergar isso.


Ela assentiu em silêncio, não conseguia pensar em nada apropriado a ser dito. Parecia um sonho, e não queria despertar dele. Harry a olhava intensamente, e ela sentiu o rubor crescer.


- E eu não me arrependo de nada do que aconteceu. - O moreno sorriu; seus dedos afagando os cabelos castanhos de Hermione. - Só espero que você não tenha se arrependido.


- Não, de jeito nenhum. – respondeu sorrindo também.


- Que ótimo. - Seu sorriso aumentara, mas logo virou um muxoxo quando o sinal ecoara novamente, fazendo-o revirar os olhos. - Pelo menos é aula de geometria. - Voltou seu olhar para a morena. - Por precaução é bom você sentar ao meu lado durante a aula. Assim ninguém mexe com você comigo por perto.


- Mas Gina gosta de se sentar ao seu lado, e ela não vai apreciar nada se eu estiver. – comentou.


- Azar o dela. - Disse Harry dando de ombros. - Qualquer coisa eu mudo de lugar, não tem problema. Gina não tem importância pra mim.


- Está bem, podemos nos sentar perto da janela, assim eu não fico entediada com os cálculos. – ela disse, levantando-se assim como ele.


- Como você consegue se entediar com cálculos? - Indagou Harry rindo.


- Isso é bem fácil. – disse rindo. – É só o professor colocar aqueles números no quadro negro e começar a falar.


- Você é um caso raro a ser estudado. - Comentou sorrindo, recebendo um leve cutucão da garota. Harry segurou a mão trêmula de Hermione, o que fora percebido por ele no momento, enquanto caminhavam para o interior do colégio. - Calma. - Sussurrou. – Nervosinha...


...


 


A aula de geometria fora mais agradável do que ele poderia se lembrar com Hermione ao seu lado. Em algumas ocasiões ele próprio a explicava algum detalhe da matéria, esquecendo-se por um momento de que ela era sua monitora e ele precisava de sua ajuda. Ignorou durante todo o tempo os olhares dos demais, de fato não lhe importava. Havia prometido a si mesmo que iria mudar e estava disposto a levar essa promessa até o fim.


Após a aula ambos tomaram caminhos diferentes. Hermione seguira para a biblioteca, enquanto Harry partira para o campo. Daria início a mais uma hora exaustiva de um treino puxado de futebol. O técnico não lhe poupara perguntas sobre seu desenvolvimento na matéria de literatura, o que fazia a pressão sobre si aumentar cada vez mais. Porém, Harry tentara manter o foco no treino durante todo o tempo.


Após o treinamento todo o time seguira para o vestiário e, intencionalmente, Rony se atrasara no local para poder ficar a sós com o amigo. Precisava ter uma conversa franca com Harry sobre tudo que estava acontecendo. E não vira oportunidade melhor do que esta, já que ele ficara o fim de semana e o dia todo à disposição de Hermione.


Sorriu satisfeito quando o último jogador deixara o vestiário, fitando o amigo que ainda estava sentado no banco, calçando seu tênis.


- O que você quer? - Perguntou Harry sem erguer seu olhar.


- Quero saber o que está havendo com você. Porque não foi à festinha particular na casa da Lilá Brown? – indagou enxugando os cabelos ruivos.


- Porque eu tinha mais o que fazer. - Respondeu indiferente ao se levantar e vestir sua camisa. - Mas eu soube que você aproveitou, e muito bem por sinal. Só saiu do quarto da Lilá no dia seguinte.


- Isso quando o pai dela quase nos pegou, tive que sair pela janela. – Rony comentou sorrindo maroto. – Mas valeu cada minuto que fiquei ali dentro.


- A festa foi aproveitável pra você. Não seria pra mim. - Harry disse ao abrir seu armário, guardando alguns pertences.


- Claro, sua mais nova amiga não foi convidada. – alfinetou o ruivo. Abriu o armário, e pegou a camisa azul escura, e a vestiu.


- E foi justamente por isso que eu não fui. - Retrucou fechando o armário. - Já disse, tinha mais o que fazer.


- Qual é Harry. – olhou-o sério. – O que está pretendendo com a Granger? Sabemos que ela não faz seu tipo, então por quê?


- Me diga então, Rony. - Harry o olhou, erguendo uma sobrancelha. - Quem faz o meu tipo? Sua irmã?


- Cruzes, não! – exclamou fazendo uma careta. – Espere, não sei aonde quer chegar...


- Ah, você entendeu. Não se faça de bobo. - Harry sorriu maroto. - Você sabe que Gina e eu sempre tivemos alguma coisa a mais, se é que me entende. Se você diz que Hermione não faz meu tipo, certamente Gina deve fazer.


O ruivo ficou pensativo, fitou o amigo ajeitar os cabelos de modo displicente.


- Garotas como Gina, certamente fazem seu tipo. Só não entendo o que viu em Hermione Granger, ela não é do tipo “gostosa”.


- E quem disse que ela não é? - Comentou recebendo um olhar surpreso. - Do jeito dela, mas é. - Virou-se para o amigo. - Notou o que eu vi nela? Pare de procurar por mulheres que só tenham atributos físicos, Rony. Os melhores perfumes estão nos menores frascos. Garanto-te que não vai se arrepender.


- Está certo, o problema é mesmo seu. Só não deixe Gina muito irritada, ela é um terror. Imagine conviver com uma garota histérica 24 horas? – comentou, passando perfume. – Quando dispensar a Granger espero que tudo volte ao normal.


- Um minuto. - Disse Harry em tom sério, o mesmo tom que usava para alguma bronca ou crítica durante o treino. O ruivo parou o que fazia, fitando o moreno diante de si. - Em primeiro lugar eu não dou a mínima para a Gina. Pouco me importa o que ela faça ou deixe de fazer, desde que não afete Hermione. E em segundo lugar eu não vou dispensá-la. Eu não estou de brincadeira, Rony. Existe algo acontecendo comigo em relação à Hermione e vou com isso até o fim.


Rony o olhou espantado dessa vez. Não acreditava no que tinha ouvido de Harry. Era o cúmulo pensar que o amigo estava dedicando tanto a Hermione Granger.


- Não... Não! Não me diga que já está apaixonado por ela?! – perguntou horrorizado.


- E se eu estiver? - Indagou cruzando os braços. Estar apaixonado ia contra seus princípios, na opinião de Rony.


- Meu Deus, isso é inaceitável. Harry você não pode estar apaixonado, e ainda mais por ela. Sabe muito bem da nossa regra número um! – argumentou aflito.


- As pessoas mudam meu caro. Está na hora de você mudar também. - Harry sorriu, dando um leve tapa no ombro de Rony. Trancou seu armário, pegando sua mochila.


- Você é doido, que Deus tenha pena de você. – murmurou dramático, colocando sua mochila sobre os ombros.


- Amém. - O moreno gargalhou ao deixar o vestiário.



...





N/A: Segundo capítulo postado. xD

Nós sabemos que vocês odeiam a Gina e que ela é uma bruaca.
Odiamos ela também e a achamos uma bruaca.
Mas fiquem calmos. Ela não vai aprontar todas e sair imune sempre. Não deixariamos que isso acontecesse.

Notamos também que poucas pessoas comentaram com o primeiro capítulo.
Então comentem no segundo. Comentem muito.
Porque nosso esquema é esse. Quanto mais comentários, mais rápido vem o capítulo.

E cá entre nós, a fic ta maaaaraaaa *-*

Ponha seus dedinhos mágicos em ação ali nos comentários. ^^

Beijo das autoras.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 2

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por mioneeharryforevers2 em 12/11/2011

muito legal sua fic

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Isis Brito em 05/08/2011

Adorando...:)

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.