FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

13. Capitulo 13


Fic: A Caricia do Vento. - Concluida - Dramione


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Os arredores de Juárez, com as suas favelas esquálidas, logo ficaram para trás. Um grupo de operários que consertavam um pequeno trecho da auto estrada forçou Rony a diminuir temporariamente a velocidade. Logo a seguir, recomeçaram a correr.


 


A cada giro do volante, dentro de Hermione crescia a certeza de que havia cometido um erro terrível. Trataria de arranjar uma anulação, um divórcio, qual quer coisa que pusesse fim a esse casamento de farsa.


 


Tendo tomado a decisão, uma exaustão que era a um só tempo física e mental começou a dominá-la.


 


Logo adormecia, embalada pelo ritmo constante do motor e o girar das rodas. Foi um sono pesado, sem sonhos.


 


Horas e quilômetros se passaram antes que o desconforto do banco do carro começassem a incomodá-la, forçando-a a acordar. O pescoço estava duro e doído, e a cabeça sacudia-se contra o encosto.


 


Esfregando o pescoço, Hermione abriu os olhos devagarzinho. Com dificuldade, fixou o olhar na paisagem. Lembrava a do oeste do Texas em muitos aspectos, mas a imponência das montanhas da Sierra Madre à sua frente confirmava que estavam no México.


 


Não estavam mais viajando na auto-estrada. Uma trilha de chão batido irregular se estendia diante deles, em meio à vegetação rasteira, esburacada, que provocava solavancos. Hermione olhou confusa para Rony.


 


- Onde estamos? - A garganta ressequida tornava-lhe a voz rouca.


 


A linha do queixo dele estava rígida e irada. Nem tirou os olhos da trilha para olhar para ela.


 


- Devíamos estar num atalho das montanhas até a costa oeste, mas não creio que o mexicano burro que me falou nele soubesse o que dizia.


- Seria impossível você ter tomado a estrada errada - comentou Hermione com um sarcasmo seco.


 


O olhar dele virou-se irado para ela por um breve segundo, e o volante quase lhe foi arrancado das mãos quando o pneu da frente caiu num buraco.


 


- Provavelmente, ele acha que esta é uma boa estrada, mas vai acabar com este carro - resmungou Rony.


 


Que gentileza em se preocupar, pensou a castanha com cinismo, levando-se em conta que era o carro dela que estava guiando. Porém, ficou calada. Havia uma friagem no ar. Olhou de novo para as famosas montanhas e chegou à conclusão de que a altitude maior fizera a temperatura baixar. Abafando um arrepio, abraçou o próprio corpo.


 


- Está ficando frio. Não pode ligar o aquecimento!


- Não está funcionando - disse Rony, bruscamente.


- Há calor em algum lugar, porque a luz de advertência no painel está acesa - observou Hermione, causticamente. - Não é vapor aquilo que está saindo de sob o capo!


 


Ronald soltou uma série de palavrões. Parando o carro e deixando o motor ligado, saiu impetuosamente, batendo a porta. O vapor subiu em nuvens quando ele levantou o capo.


 


Com a mesma impaciência com que saíra do carro, voltou para o banco do motorista e desligou raivosamente o motor. Ficou sentado ali por um tenso minuto, as mãos agarrando com violência o volante.


 


- Merda!


 


Socou o volante.


 


- O que aconteceu? - perguntou Hermione, sentindo um tipo estranho de satisfação ao ver a raiva frustrada dele.


- Uma mangueira furada - rosnou Ronald.


- Dá para você consertar?


 


Os olhos dela estavam arregalados e piscavam, inocentes, ao sentir qualquer provocação deliberada.


 


Ele abominava trabalho manual.


 


O rosto dele estava lívido de fúria.


 


- Ora, claro, sempre trago sobressalentes.


- Não sabia. - Ela deu de ombros. - Só pensei que você talvez tivesse previsto a possibilidade de uma avaria, e tomado suas precauções.


- Cale essa boca, Hermione! - rosnou ele.


- O que vamos fazer agora! Sentar aqui e esperar que passe alguém! É uma estrada tão movimentada que...


 


Com a velocidade de uma cobra dando o bote, a mão dele fechou-se ao redor da garganta de Hermione, cortando o resto das palavras. O belo rosto estava vermelho de raiva ao aproximar-se do dela.


 


- Não abra de novo a boca antes que eu mande - ordenou. Os dedos fizeram uma pressão ligeiramente maior, fazendo a castanha sufocar.


 


Ela conseguiu balançar ligeiramente a cabeça, concordando, respirando fundo quando a pressão estranguladora foi afrouxada. Lágrimas de dor lhe afloraram aos olhos. Hermione virou o rosto para a janela lateral, enxugando os vestígios das lágrimas com a ponta dos dedos.


 


- Puxa, mas você não sabe aceitar uma brincadeira, hein! - falou com voz sufocada, mas Rony não respondeu.


 


Um remoinho de poeira passou rodopiando ao lado do carro, e entrou pela vegetação adentro. Hermione acompanhou a sua trajetória para o vazio da terra.


 


Parecia um deserto.


 

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.