FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

11. Capitulo 11


Fic: A Caricia do Vento. - Concluida - Dramione


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Ronald acordou com o sol na manhã seguinte. Logo que ele se mexeu, Hermione fingiu dormir, coisa que não acontecera durante a noite, pois sua mente ficara repassando as imagens da noite de núpcias.


 


Ele não fez nenhuma tentativa de acordá-la quando se levantou e começou a se vestir. Por entre os longos cílios semi-cerrados, a castanha viu-o enfiar a camisa dentro das calças. Ele tirou o maço de notas do bolso. Louco por dinheiro, dissera o pai, e agora Hermione estava praticamente convencida de que ele tinha razão. Rony não procurara a esposa na manhã seguinte ao dia do casamento. Seu primeiro interesse fora o dinheiro.


 


- Vamos, bela adormecida, acorde - ordenou vivamente, sem olhar para ela.


 


Depois de um breve debate íntimo sobre se devia ou não obedecer à ordem dele, Hermione abriu devagar os olhos, não deixando que demonstrassem o que lhe ia pela cabeça. Ele não se dera ao trabalho de dar bom-dia. Ela agiu da mesma forma.


 


As coxas ainda estavam doloridas e com cãibras, protestando contra qualquer movimento.


 


- Resolvi que devemos ir para Acapulco - anunciou Ronald, parecendo muito satisfeito consigo mesmo.


- Você o quê? – exclamou Hermione.


- Esta cidade de fronteira superlotada não é lugar para uma lua-de-mel. - O olhar dirigiu-se para a janela do hotel, onde o tumulto matinal de tráfego e pessoas filtrava-se pelas vidraças. - Minha mulher mimada merece um local mais exótico.


 


Quando seus olhos azuis se voltaram para ela, Hermione percebeu que ele não se interessava o mínimo pelo que ela desejava. Fora o próprio Rony que decidira que Juárez não era bom o bastante para ele.


 


Juárez era para os turistas, e Acapulco, o local para a gente de dinheiro. E Rony se elevara a esse nível, ao casar-se com ela.


 


- Não estou com vontade de ir para Acapulco - falou ela, a voz tensa.


- Está se esquecendo, meu amor... aonde tu fores, eu irei - citou, zombeteiramente. - Vamos. Vai ser uma longa viagem. Levante-se e faça as malas enquanto vou pagar a conta e sair desta espelunca.


- Não há nada de errado com este hotel - insistiu Hermione, mas o marido já estava se dirigindo para a porta.


- Não seja ridícula. - Riu-se dela, a mão na maçaneta. - Quero lhe proporcionar uma lua-de-mel de verdade. Portanto, não discuta.


 


Com o meu dinheiro, pensou Hermione, enquanto ele saía para o corredor. Uma risada histérica subiu lhe à garganta. Ela a abafou e afastou as cobertas para se levantar.


 


No banheiro, Hermione lavou-se rapidamente. Não se esmerou na maquiagem, aplicando apenas rimel castanho nos cílios encurvados e um batom rosa-pálido nos lábios. Escovou rapidamente o cabelo para desembaraçá-lo, e estava pronta. O espelho do banheiro deixava ver que aquele mínimo de maquiagem não reduzia a sua beleza natural.


 


Saindo do banheiro, foi procurar as roupas na mala, desejando estar vestida antes de Ronald voltar.


 


 Com a rapidez que lhe permitiam os músculos doloridos, vestiu uma calcinha e depois calças compridas marrons. A porta se abriu, e o ruivo entrou, fitando as curvas macias do corpo dela.


 


O interesse se dissolveu num arroubo de impaciência.


 


- Não está vestida ainda? - acusou.


 


Sacudindo a cabeça, Hermione fitou-o, com o sutiã na mão, os dedos segurando o bojo branco e rendado.


 


- Rony, agora não temos tempo para uma lua-de-mel. Temos que voltar para a faculdade, e você tem o seu emprego.


- Temos todo o tempo do mundo - insistiu ele.


 


Hermione franziu o cenho.


 


- Mas, e a faculdade? E seu diploma?


- E quem precisa de diploma! Não há nada que aqueles professores possam me ensinar. Além disso, não é o que você sabe... é quem você conhece e quanto dinheiro você tem. - Deu uma palmadinha na saliência do bolso das suas calças. - E temos o bastante para viver aqui no México como reis.


 


Hermione ficou boquiaberta, embora não soubesse por que ficara tão surpresa pela declaração dele. Tinha havido muitas pistas. É que ela não estivera tão disposta a enxergá-las quanto os pais.


 


- Esse dinheiro não vai durar para sempre - lembrou-lhe Hermione, secamente. - Mais cedo ou mais tarde vai acabar, mesmo no México.


 


Com passos lentos, calmos, Rony parou diante dela.


 


- Vai durar facilmente até você receber a sua herança. Fará vinte e um anos em poucos meses.


- Está pensando que vou simplesmente entregá-la a você?


 


Os dourados pontos felinos dos olhos dela chamejaram vivamente.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.