FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

8. Sentimentos confusos, pensamen


Fic: Te amo Potter... do jeitinho que você é.... NOVO CAPITULO


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

No dormitório feminino, Lilian tentava fazer um trabalho sobre hábitos trouxas, já que esse era seu grande forte, visto ser filha de pais não-bruxos. Como as outras garotas reclamavam que queriam dormir, ela fechou as cortinas e disse um feitiço que permitia apenas haver luz naquele sítio. Enquanto escrevia, seu pensamento voava. Pensava em Thiago. Tudo nele a irritava: a sua maneira de andar, a maneira como ele encantava qualquer garota (menos ela, claro!), a maneira dele falar, sempre convencido, a mania que ele tinha de passar a mão pelos cabelos, já por si só arrepiados, a maneira de se exibir como apanhador, se gabando de ser o melhor de sempre, fazendo os outros garotos olhar pra ele torto e as garotas suspirar, a maneira como ele a olhava, com aqueles olhos castanho-esverdeados, tão lindos… pensando assim, largou um suspiro… num instante, como que despertando de um transe, olhou para o pergaminho em que estava escrevendo e viu que, da palavra automóvel, tinha feito um desenho da cara de Thiago.
“Droga”, pensou ela, enquanto fazia com que o pergaminho ardesse. “Eu não posso… eu o odeio, eu o odeio…”, repetia para si mesma, até que adormeceu…




Thiago estava deitado na cama, com as mãos na nuca. Pensava nas marotices a fazer e nas que já tinha feito. Pensava e ria. E, ao pensar nelas, abanava a cabeça ao se lembrar das detenções. Ah, como era difícil fazer aquilo sem magia… e, ao pensar nisso, vinha à sua mente os gritos, as brigas e os tapas de uma certa ruivinha, de olhos verdes… ainda se lembrava como a tinha conhecido… aqueles cabelos cor de ferrugem, as sardas espelhadas pela cara, aquele génio, resumindo, uma garota adorável, pensava, enquanto ria. O grande problema foi quando ela recusou sair com ele… aí, deu bronca. Começou a andar atrás dela, insistindo, roubando beijo, e, consequentemente, ouvindo grito, levando tapa… mas valia a pena. Ela tinha se tornado numa linda mulher. As sardas tinham dado lugar a uma pele perfeita, os cabelos já não pareciam ferrugem, cheiravam a lírios, e tinham cor de fogo, um fogo que ele via nos olhos dela, cada vez mais verdes, cada vez mais lindos…
“Ah, Lily… você ainda vai ser minha… só minha…”




Sirius pensava em Eliza enquanto olhava a lua, da janela do quarto. Aquela garota era demais… todas as outras garotas se ajoelhavam a seus pés, mas ela não. Ela era difícil. E isso, pensava ele, lhe dava gozo. A princípio era só isso, era um desafio pra ele, uma espécie de troféu, conquistá-la. Mas agora não. Era muito mais. Não sabia dizer se eram os seus cabelos pretos, cor da noite, que navegavam em seus sonhos, ou seus olhos, azul-glaciar, que brilhavam quando ria, ou seus lábio tão perfeitos, carnudos, ou até mesmo o seu nariz, perfeito, empinadinho… ou, quem sabe, o perfume a jasmim que ela deixava ao passar…
“Ah, não Sirius… deixa de bobeira… ela é apenas uma garota…”
Mas no fundo, no fundo, ele sabia que era muito mais que isso. Ela não era uma garota, ela era A garota.
“Tou ferrado…”




A mesma lua era vista por Eliza… no seu olhar, aquela imagem era reflectida. E a sua luz, enigmática, a encantava… enquanto recebia aquela luz, fechava os olhos e pensava num garoto. O único garoto que tinha jurado para si mesma nunca gostar… tudo neles era diferente… pareciam vir de Universos paralelos… o apelido era o oposto, a maneira de pensar e ser não tinha nada a ver, tinham idades diferentes (poucos meses os separavam), ele era puro-sangue e ela filha de pai bruxo e mãe trouxa, até a cor dos olhos, que, mesmo ambos sendo azuis, tinham tonalidades diferentes… apostava até que suas formas animagas seriam rivais… apenas duas coisas tinham em comum: serem ambos Grifinórios e a cor dos cabelos… com este último pensamento, ela riu. Abriu os olhos e olhou a lua mais uma vez.
“ Porque é que tem que ser assim? Porque não pode ser diferente? Porque é que nós dois não somos diferentes? “, pensou ela, enquanto uma lágrima rolava pela sua face…







esse cap ta meio pequinininho, mas... eu tava mortinha pa escrever.... e teve k ser logo a seguir ao anterior, pra dar algum sentido, ne?
espero k gostem, s n gostarem, digam...
mas comentem, pleaze....
respondendo aos comentariux, n e preciso retribuir, eu apenas escrevi o k pensei!!!! mas muito obrigado na mesma... kuanto à liz, ela e meio assim, muito impulsiva, e por isso as vezes se ferra... mas no fim... he he
obrigada pelos comentariux
muitos beijuxxx

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.