FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

3. Novo Amigo


Fic: Volta para o Passado


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

As aulas mais legais eram as de Poções a professora que dava ela era muita justa e atenciosa, seu nome era Layka ela era a chefe da Corvinal, e o professor mais odiado pelos alunos (exceto é claro os alunos da Sonserina) sua casa era o professor Jonh Eyre. Lílian logo percebeu como Tiago era bom em transfiguração, Remo era bom em Astronomia, Pedro não era bom em nada, sempre precisava de ajuda, a professora McGonagall ralhava bastante com ele, Lílian gostava muito de feitiços, todos possuíam dons especiais.
No dormitório de Tiago estavam Remo, Pedro e Sirius Black. Black parecia odiar Tiago, pelo seu carisma, talvez, pelos seus amigos, pela sua inteligência, talvez por todos estes motivos juntos. Eles eram muito parecidos, orgulhosos, determinados, teimosos e muito inteligentes. Black o odiava, assim como Tiago odiava Black. Sirius batia em Snape ou em quem ele não fosse com a cara, sempre que dava na telha, mas geralmente ele era provocado. Por essa e por outras ele já havia visitado a sala de Dumbledore mais de uma vez, isso só em menos de um ano, já levara inúmeras detenções, e a Grinfinória se ralava, graças ao quadribol que estava indo bem dava uma força para recuperar os pontos perdidos.
As aulas de DCAT eram em conjunto com Sonserina. Os alunos da Sonserina eram insuportáveis, mas nenhum tanto quanto Severo Snape, ele era muito inteligente, sabia muito sobre magia, era um dos melhores alunos do ano. O que Snape não sabia era que mesmo sendo chato e de se achar um monte, ter um narigão, sua inteligência levantava “pontos” no ver das meninas. Lílian não gostava dele mas também não desgostava, ele era o tipo que não chamava muito a atenção das garotas.
Um dia na aula de transfiguração, a professora Minerva tinha saído para falar com o professor Dumbledore e Sirius sem mais nem menos deu um soco na cara de Tiago, que estava falando de sua chances de ser incluído no time de quadribol no próximo ano, e é claro que Tiago respondeu na mesma moeda. Eles se esbofetearam, a turma pedindo para eles pararem, mas isso certamente não aconteceu, Lílian, Jane estavam desesperadas assim com Remo, Pedro que tentavam separa-los. Não demorou para a professora Minerva voltar, e logo queria saber o que tinha acontecido. Tiago estava com boca e o nariz sangrando, cheio de hematomas, mas Sirius não estava muito diferente, com o supercílios cortado o que provava que ambos eram muito fortes. A Professora Minerva os levou direto para Dumbledore, que os perguntou qual o motivo da briga apesar de ele ter uma idéia e sabia o quanto eles se odiavam, Tiago logo foi se defendendo, dizendo que sem mais nem menos recebeu um soco e que ele não ia ficar apanhando sem dar uma resposta à altura. A conversa se prolongou até que o Sirius disse que estava cansado e precisava ir a ala hospitalar. No fim professor Dumbledore os levou para a ala hospitalar e levou a Madame Pomfrey para um canto de deu algumas orientações, deu uma olhada nos dois que se olhavam com ódio, se dirigiu para a porta e saiu da sala.
Madame Pomfrey vinha com uma caixa que parecia ter algumas ataduras e remédios.
- O que foi que você fizeram agora? Bom já que o diretor me mandou não curar este cortes e hematomas como mágica terei que fazer isso a modo trouxa.
- O QUÊ?- Os dois gritaram juntos
- Foi o que vocês ouviram, agora deixe me ver qual de vocês esta mais machucado para eu começar, e eu acho que vocês terão que ficar aqui pelo menos três dias. E por favor prestem atenção no que eu vou fazer para poderem ajudar um ao outro quando eu não puder atende-los, pois tem uma onda de gripe muito forte no colégio, inclusive a professora Sinistra esteve aqui em busca de algum medicamento.
Tiago e Sirius se olharam como se aquilo fosse um pesadelo.
- Bom, Potter, parece que você tem mais o que curar, por favor fique quieto enquanto limpo seu rosto.
Tiago que não pretendia ser o primeiro tirou o rosto dizendo:
- Ele não me bateu mais do que eu bati nele!
Black abafou o riso.
- Não seja bobo Potter, venha aqui.
- Não ele primeiro estou vendo ele esta mais machucado do que eu.
- Potter, deixe Madame Pomfrey tratar você, sua cara esta mais feia que geralmente. - disse Sirius com uma voz suave.
- Obrigada Black.
- De nada.
- Você nunca se olhou no espelho?- disse Tiago irritadíssimo.
Depois de muita discussão e Sirius achando muita graça, que Tiago de não gostou nada de ter apanhado um pouco mais que Sirius, Tiago deixou que Madame Pomfrey cuidasse de sua cara.
Na manhã seguinte Lílian, Anne, Jane, Remo, Pedro e Narcisa foram ver como Tiago estava.
- Professor Dumbledore não deixou que curassem vocês com mágica? Por quê?
- Não sei, mas espero sair daqui logo.
A conversa não demorou muito por que Madame Pomfrey chegou para mandá-los embora, dizendo que aquilo era um ala hospitalar e não um bar ou qualquer outra coisa parecida, e que os pacientes deviam descasar.
Pela tarde Madame Pomfrey que estava ocupadíssima com alguma coisa mandou que um trocasse as ataduras do outro.
- O quê? - De novo gritaram os dois.
- Eu não vou repetir, e se não o fizerem pode infeccionar e a situação de vocês piora.
Foram alguns minutos em silencio, o choque dos dois foi grande até que Sirius disse.
- O Potter você ouviu, as coisa vão piorar se não fizermos isso então, vamos logo.
- Prefiro que infeccione a ter meus curativos trocados por você.
- Não seja idiota vem cá.
- Olha se me acontecer alguma coisa, o único culpado vai ser você.
- Igualmente.
Eles trocaram os curativos com cuidado como se fosse para eles mesmos, bem no fundo eles gostavam um do outro. E começaram a conversar, e acabaram descobrindo uma forte amizade que duraria... sabiam que podiam confiar um no outro, apesar de terem se odiado tanto durante o tempo que não se conheciam direito. Durante toda tarde eles conversaram, riram, tinham virado muito amigos. O que era bom. Pela noite as garotas e Remo estiveram na ala hospitalar, mas...
- Só por cinco minutos hein...
Sirius e Tiago falavam um com o outro como grandes amigos, eles descobriram que não poderiam viver sem o outro. Todos gostaram de ter mais um amigo, e Sirius também gostou.
Com apenas um mês se passara e com a chegada de Sirius a turma pregava mais peças nos outros, coisa que eles já faziam antes mas com menos intensidade.
**
Uma coisa estranha que acontecia e que ninguém sabia explicar, era que Remo sumia uma vez por mês, eles achavam que Anne sabia mas ela não disse nada, trocava de assunto quando este tema aparecia, eles já haviam perguntado a Remo claro, mas ele dizia que precisou ir para casa, ele contava muitas histórias, eles não levavam muita fé mas não diziam nada. O que era, eles não haviam descoberto ainda. Bom este era um fato que a turma desistiu de perguntar a ele e a Anne.
O natal se aproximava Lílian havia preferido ficar na escola assim como Jane e Sirius. Todos os outros iriam voltar para casa. Anne e Remo iam passar o Natal em casa, assim como Pedro, Tiago ia visitar a avó que agora morava na França, Narcisa ia para a Espanha. Portanto só iriam ficar três pessoas da série na escola.
No dia de natal Lílian desceu do dormitório direto para o almoço, ela havia dormido muito. Só estavam na sala comunal da Grinfinória Sirius e Jane, que estavam jogando um pouco de xadrez, que parecia estar animado, Jane e Sirius estavam rindo muito. Quando ela se aproximou eles subitamente ficaram calados, e ela desconfiou.
- Do que vocês estavam rindo?
- Das bobagens que Sirius fala, do que mais? E Lílian obrigado pelos sapos de chocolates.
- De nada e obrigado pelo diário.
- Ah! Lílian valeu pelo boné.
- De nada todos os garotos ganharam um também, e obrigado pelos feijoenzinhos.
- De nada.
- Há quanto tempo estão ai?
- Uma hora talvez.- disse Sirius distraído e tiram o bispo de Jane.
- O que vamos fazer depois do almoço?
- Quem sabe uma volta pelo lago?- sugeriu Jane, num tom de riso que fez Sirius rolar de rir.
- Tá, qual é o problema de vocês? Não param de rir, e fazer comentários sem nexo, alguma tem.
- Não, de verdade não é nada. - falou ela olhando para Sirius.
- Mas falando sério a idéia do lago não é ruim.
- Sirius tá muito frio.
- Vocês não vão me contar o que esta acontecendo, né?
- Nós só podemos contar a que acontece, como você quer que a gente conte o que não aconteceu?- disse Sirius muito sarcasticamente.
- Vou fingir que eu acredito.
Lílian olhou o fim do jogo deles e depois foram almoçar. As mesas tinham sido encostadas por não ter muita gente, o que geralmente acontecia. Quando eles se aproximaram Dumbledore disse sorridente com sempre.
- Feliz Natal para vocês!
- Feliz Natal!- disseram os três em coro.
O almoço estava delicioso.
Os dias se passaram e eles nem perceberam, Tiago e os Lupim’s voltaram um dia antes das férias acabarem. As aulas recomeçaram e eles estavam muito contentes, Tiago parecia mais animado, Pedro sempre no seu canto, mais quieto, mas também não deixava de ajudar a pregar peças nos outros.
O tempo foi se passando e no próximo sábado seria a final de quadribol inter. casas, e eram Grinfinória X Sonserina, o time da Sonserina era muito bom mas o da Grinfinória era melhor. Sábado todos se dirigiram para o campo de quadribol. O time da Grinfinória o ano que vem precisaria de no mínimo três jogadores novos, pois dois deles acabariam a escola este ano, e um estava lesionado, foi um sufoco achar um apanhador para a final. O jogo estava esquentadíssimo, Grinfinória liderava por cinqüenta a dez, se o apanhador da Grinfinória pegasse o pomo agora ela seria campeã, mas não foi a apanhador da Grinfinória que deu um mergulho, mas sim o da Sonserina, e graças ao batedor da Grinfinória que mandou um balaço direto ao apanhador que quase o derrubou da vassoura, e o pomo foi perdido de vista de novo. Agora Grinfinória estava sessenta pontos na frente, cem a quarenta, de repente se viu o apanhador substituto da Grinfinória entrar num mergulho que o outro apanhador não teria chance de alcança-lo, pois sua vassoura era pior, por fim ele pega o pomo, Grinfinória vence foi um explosão, toda a torcida estava aos berros, muito contente, quando Dumbledore entregou a taça então, a professora McGonagall estava muito contente. A festa na torre da Grinfinória foi até altas horas, quando já eram quase duas da manhã o monitor chefe, mandou todos para cama, isso levou pelo menos uns quarenta minutos.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.