FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

7. depois de tudo...


Fic: O clã dos Potter e a Feitiçeira...cap. 11 quase chegando...


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

CAPITULO 7


 


 


Harry estava em seu trono resolvendo alguns problemas de seu clã, já havia se passado cinco dias e a feiticeira ainda não tinha se recuperado completamente, agradecia a cada segundo pelo presente. Ele já estava num estagio da doença que tinha perdido todas as esperanças de sobreviver.


 


Foi quando um sonho o fez resistir o Maximo, saber que alguém viria para salva-lo o deixou em alerta, e agora estava o moreno completamente curado impressionando a todos.


 


Todo o reino soube de sua cura, e do estado da feiticeira. Todos oravam por sua alma.


 


 


_ sonhando acordado de novo Harry?


 


_ que susto Draco!


 


_ esta realmente saudável?


 


_ estou, completamente saudável, só o que não me deixa alegre é saber que a feiticeira esta mau por minha causa.


 


_ ela disse que ficaria bem!


 


_ eu sei que ela disse.


 


_ você sabe de tudo que ela disse? Por que tem mais.


 


_ eu... eu sei do que você esta falando, mas não quero tocar nesse assunto.


 


_ você que manda...


 


Mas os dois foram interrompidos pela loira.


 


_ Luna, tem novidades para nos contar? Perguntou Harry nervoso.


 


_ sim, tenho ótimas novidades. A primeira é que...


 


O loiro atrapalhou...


 


_ já sei, a primeira é que a feiticeira já esta bem, e a segunda é que você finalmente aceitou meu pedido de casamento. E soltou um olhar galanteador.


 


_ Harry você poderia dizer para o seu amigo fazer seu pedido para alguém que acredite nele.


 


O moreno olhou de um pro outro, desentendido.


 


_ Harry você poderia dizer para sua amiga me respeitar?


 


_ ah Luna...


 


_ Harry você poderia dizer para ele que eu poupo meu respeito para quem merece.


 


_ Harry você...


 


_CHEGA VOCÊS DOIS... SE QUEREM BRIGAR ARRUMEM UM LUGAR PRA ISSO. Harry passou a mão no cabelo e disse._ certo, o que veio dizer?


 


_ Gina acordou!!!!!!!!!!


 


_ excelente... vamos Draco... o moreno saiu puxando o loiro pela camisa.


 


Chegando ao quarto avistaram a ruiva na cama sentada, menos pálida. Ela estava tomando algo quente fazendo uma careta. E quando os viram entrar sorrio.


 


Os dois entraram e ficaram próximos a cama.


 


Harry sabia que as regras de etiquetas não permitiam que um homem ficasse sozinho no quarto com uma mulher sem serem casados, traria desonra a ela. Por isso levou Draco e luna de velas. Os loiros se sentaram nas poltronas e iniciaram o que parecia uma briga.


 


Harry puxou uma poltrona para perto da cama e se sentou.


 


_ a senhorita esta melhor?


 


_ estou, obrigado por se preocupar. A luna falou o quanto o senhor ficou preocupado comigo.


 


_ bom! Pra começar nada de senhor, me chame de Harry, é como todos me chamam.


 


_ certo, Harry.


 


_ esta forte o suficiente para ficar de pé?


 


_ ainda não.


 


Um silencio se espalhou no cômodo, Harry e Gina se fitavam como se não quisessem perder um detalhe.


 


_ me falaram pouco de você Gina Weasley, por que não me conta mais.


 


_ eu sou a feiticeira do Clã dos Weasley.


 


_ esse foi o pouco que me falaram de você, por que não começa a me dizer por que arriscou a sua vida, para salvar a minha.


 


_ bom, antes de tudo gostaria de pedir que tudo que seja dito só fique entre nós.


 


_ então assim será.


 


_ eu sou uma feiticeira, e tenho muitas visões, sempre que alguém precisa de ajuda, elas aparecem a me, tive uma com sua irmã e você, eu me via ajudando a você, só não sabia quem vocês eram, só sabia que era importante. Então eu decidir ajudá-los, mas minha família não confiou em Hermione, aí tivemos que fugir, foi quando seguir viagem só e enviei sua irmã para tranqüilizar meu pai. E eu conseguir salvá-lo.


 


_ sim, conseguiu. E lhe serei grato por toda minha vida.


 


_ por toda uma vida é muito tempo.


 


_ é o tempo certo. Peça o que quiser. Se quiser riquezas, meu reino lhe darei, apenas deixe-me lhe mostrar minha gratidão.


 


_ acho que gratidão não se demonstra desse jeito, dando coisas de valor. As vezes um simples agradecimento já é o suficiente.


 


_ você é muito sabia pra uma mulher.


 


_ porque? Você ainda acredita que as mulheres só servem para ser protegida e subjugada? Harry soltou uma gargalhada, que fez o estômago de Gina de revirar.


 


_ não... e se conheceu mesmo minha irmã, sabe que ela não parece nada com o tipo de mulher que se protege e se submeti a algo que não quer.


 


_ bom! Ela não parecia mesmo.


 


 


E essas visitas se sucederam durante dois dias, enquanto Gina ainda se recuperava. Como a ruiva já estava melhor de saúde Luna informou que voltaria para sua cabana que tinha sido abandonada esses últimos dias, após a ruiva insistir muito acabou não convencendo a loira que no final da tarde partiu.


 


 


****


 


 


 


Se ouvia de longe o som das espadas se confrontando. O pátio estava cheio, muitos vieram para observar a grande guerreira que deixava qualquer guerreiro com a cara no chão. Ela usava um vestido vermelho que na opinião de todos ficava perfeito nela, com os negros cabelos soltos dava uma imagem de uma deusa guerreira.


 


Só podia ser uma deusa, seus movimentos eram perfeitos. Com o vestido esvoaçando com o vento, com um pequeno decote e os ombros a amostra deixava todos confusos se estavam para observar sua beleza ou sua atuação no duelo.


 


Acima dos degraus, na sombra de uma enorme arvore estava o rei admirando sua convidada, convidada na opinião dele porque na opinião de seu filho estaria mais para prisioneira.


 


E agora estavam eles se confrontando, quase de igual pra igual. O rei nunca tinha visto alguém lutar tão bem, como santos deuses essa mulher conseguia se movimentar daquele jeito com um vestido daquele, era quase graciosos seus passos.


 


E como todos imaginavam a pequena batalha acabou com o príncipe no chão com uma espada apontada no pescoço.


 


_ devo assumir príncipe, que melhorou muito dês da ultima vez que lutamos.


 


_ é mas não melhorei o suficiente.


 


_homens... tão orgulhosos de si que não admitem ser vencidos por uma mulher.


 


_ quando estivermos de igual pra igual aí veremos quem vai ganhar.


Nessa hora o rei se pronunciou.


 


_ meu filho, deve aceitar que estamos meio atrasados quando a esse tipo de treinamento que a senhora Potter foi treinada.


 


_  talvez sim.


 


_ talvez sim? Assuma weasley que você estar errado.


 


_ eu não estou errado, você que é absolutamente irritante com esses seus modos estranhos.


 


_ modos tão estranhos que você estar maluco pra aprender.


 


_ talvez sim...


 


_ você só sabe falar isso ?


 


_ talvez sim...


 


Hermione com o rosto vermelho de raiva se virou para o rei.


 


_  seu filho é irritante, seus modos são irritantes e suas palavras são irritantes... peço permissão para me recolher senhor.


 


_ tão cedo minha jovem? Não vê os olhares tristonhos de minha gente, eles gostam de sua presença.


 


_ todos gostam menos seu filho. E isso me irrita.


 


_ Rony já conversamos sobre isso. Mostre mas da educação que lhe dei.


 


_ não precisa falar comigo com se eu fosse uma criança. Esta bem não insultarei mais nossa prisioneira...  


 


_ convidada...


 


_ prisioneira... viu o olhar que o pai lhe enviou. Certo convidada.


 


Hermione se retirou do pátio e quando estava quase na escada sentiu um braço lhe puxando para as sombras de um corredor. E ouviu a voz que sempre deixava seus nervos em ponto de explodir.


 


_ prisioneira ou convidada? Quem a senhora é agora em meus braços.


 


_ largue-me príncipe.


 


_ já lhe falei que me chamasse de Rony, lembra?


 


A morena se lembrou de quando estava voltando para seu quarto depois do jantar e foi imprensada contra a porta. Foi um insulto a sua moral, completamente subjugada não teve reação nenhuma, quando sentiu os lábios quente e molhado. Um arrepio subiu do baixo ventre ao lembra do toque das mãos do ruivo subindo pelos braços, ombros e descendo pelas costas que mesmo protegida pelo vestido não deixou de se arrepiar.


 


 


_ solte-me, como se atreve.


 


_ eu me atrevo do mesmo jeito que se atreve a lutar contra me, só que essa batalha quem ganha sou eu. E com enorme rapidez diminuiu o espaço entre os dois, e como se tivesse sido enfeitiçada a morena respondeu ao gesto. Enterrando os dedos nos fios de cabelos ruivos gemeu quando o ruivo aprofundou o beijo inserindo a língua  travando uma batalha com a morena até ela ficar sedenta de seus carinhos. Com ousadia Hermione passou as mãos apertando com as pontas dos dedos os músculos do braço de Rony, ele no mesmo tempo ficou mais frenético, a imprensando mais contra o peito.


 


Rony percebendo que seu plano estava se voltando contra si mesmo se afastou bruscamente, com a respiração forte, e para seu horror a morena respirava do mesmo jeito, os lábios estavam inchados dos beijos e os seios parecia que queria pular pra fora do vestindo.


 


Sem agüentar mas vê-la tão afetada quando ele, o ruivo virou nos calcanhares e saiu deixando a morena se condenando por ter respondido tão avidamente seus toques.


 


 


_ o que esta acontecendo com você Hermione, você tem que repeli-lo e não entra no joguinho dele, e que joguinho.


 


************************************


 


 


N/A: gente vocês não estão mandando recados pra me... to tristinha... prometo atualizar logo...


 


bjos...


 


proximo cap será só no castelo /weasley........

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.