FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo



______________________________
Visualizando o capítulo:

9. Capitulo 9


Fic: A Caricia do Vento. - Concluida - Dramione


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

O rosto dele se aproximou mais, o bafo nauseante entrando-lhe pelas narinas. Ela desviou a cabeça no último segundo, e os lábios dele não tocaram os dela, apenas roçaram-lhe a face. Mas o homem não pareceu notar.
 
Os braços dele apertaram-na ainda mais enquanto suspirava ao seu ouvido.
 
- Não pode imaginar como estou feliz hoje, meu bem.
- Está? - retrucou ela, imóvel. Por mais que tentasse, não conseguia se descontrair, envolvida pelos braços dele.
- Quando coloquei aquela aliança no seu dedo, hoje à tarde, todo um mundo novo se abriu para mim - comentou ele, cismando. - Você não sabe o que é não ter dinheiro, Hermione. A minha vida inteira tive que lamber o saco de alguém para progredir, tive que fazer o trabalho sujo dos outros. Estou cansado de arranjar prostitutas para aqueles filhos da puta ricos do hotel. - Hermione empalideceu ante esse comentário distraído. - Agora, com você, todo esse tipo de vida pertence ao passado. Jamais terei que fazer isso de novo.
 
O sangue fugiu do rosto dela, depois voltou velozmente, manchando-lhe as faces de vermelho, como se ele a tivesse esbofeteado. Hermione Granger estava começando a se dar conta de que havia um bocado de coisas sobre Ronald que desconhecia.
 
- É, não terá - disse ela, quase sufocando com as palavras.
 
A mão dele vagueou pelos ângulos finos da omoplata antes de baixar para a cintura fina e a curva do quadril.
 
- Você não tem apenas um rosto bonito, tem um corpo fabuloso, também. Tem sido uma tentação esperar até esta noite para possuí-la - declarou Rony, grosseiramente.
os braços dela haviam estado rigidamente grudados no corpo. Então, Hermione os ergueu para forçar um espaço entre os dois, depois soltou-se do abraço.
 
- Rony, quero conversar. - insistiu a morena.
- Não há mais tempo para conversa. - Ele lançou um olhar zombeteiro pelo seu corpo mal coberto. - Esta é a nossa noite de núpcias... pela qual ambos esperamos e ansiamos. Jamais conheci uma garota tão ansiosa para perder a virgindade como você. Não posso acreditar que esteja ficando com medo.
- Não é isso. Só acho que devemos conversar.
 
Ela tentou manter a voz calma e razoável, lutando contra as dúvidas que inundavam sua mente.
 
- O que há com você? - Ele franziu a testa, puxando-a pelo cotovelo para virá-la para si. - Há semanas que vem querendo que eu faça amor com você.
 
Hermione procurou evitar que ele a tocasse.
 
- Não há nada comigo - protestou.
 
O olhar dele baixou para o braço, ao notar que ela procurava se soltar da sua mão.
 
- Mas você gosta que eu a toque - disse ele. - Isso a excita. Lembra-se!
 
O rosto que Hermine já considerara bonito havia se modificado, de alguma maneira. Não sentia nenhuma excitação, nenhum estimulo na carícia dele. Não compreendia essa mudança na sua reação, do mesmo modo que não compreendia a mudança em Ronald Weasley.
 
- Nervosismo de noiva. - Hermione tentou levar na brincadeira as suas apreensões. - Tenha só Um pouquinho de paciência comigo, Rony.
- Ah, não. - A boca se retorceu provocando uma aparência desagradável. - Não vai dar uma de "esta noite, não" comigo. Há muito tempo que anda me provocando.
 
Brutalmente, puxou-a de volta para seus braços.
 
Segurou a curva arredondada do traseiro e apertou a carne macia da nádega.
 
Forçou os quadris a se ajustarem à sua rigidez de macho, o tecido fino da camisola fazendo o papel de uma segunda pele. Uma onda de nojo subiu à garganta de Hermione, um bolo nauseante que quase a sufocou.
 
- É isso que você está querendo, não é?- murmurou Rony com a voz rouca. - Porém não acha próprio de uma dama admiti-lo, não é?
 - Não é isso - insistiu Hermione.
 
Tinha perfeita consciência da sua natureza apaixonada, e recordava a capacidade que Ronald tinha de excitá-la. Só que dessa vez ele não parecia preocupado em estimular o seu desejo.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.