FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

7. "Luna, precisamos conversar"


Fic: Sempre haverá um amanhã


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

N/A: gente me perdoem, sinceramente, eu pensei em me livrar da fic pq as aulas tinham começado, mas agora eu vou terminar a fic sim! Não sei quantos capítulos ainda vai ter, mas eu prometo terminar! É uma questão d honra agora! Mas se eu continuar vcs vão comentar bastante né?!
Amo mt vcs nuss, q falta me faz escrever esta fan fic!

Capítulo 7 ( finalmente ):

“ Luna, precisamos conversar”




Cedrico acordou com um peso em suas pernas e abriu devagar os olhos, estava em uma sala muito iluminada, em uma cama macia e muito quente, mesmo vendo apenas borrões de cores, ele identificou imediatamente que estava na Ala Hospitalar.
Ajeitou-se e sentiu uma dor ofuscante em seu peito, havia uma bandagem e ela estava muito molhada com uma coisa que parecia sangue, uma mão delicada e macia o empurrou lentamente de volta para a sua cama, em seu travesseiro.

- Calma Cedrico, você ainda não está totalmente curado. - a voz parecia trazer Cedrico de volta ao mundo real e tudo entrou em foco, em sua frente estava sentada na sua cama hospitalar, Luna Lovegood, ela parecia totalmente curada, mas examinava com cautela o peito nu de Cedrico que estava enrolado em bandagens muito fortes.

- Luna? Como nós viemos para cá? – Cedrico congelou ao se lembrar pelo que ela passara, parecia totalmente sadia, sem nenhuma lembrança do que ocorreu com eles na sala a precisa, Malfoy, será que ela se lembrara do que ele a fez?

- Olha, sinceramente eu só me lembro que eu entrei em uma sala no sétimo andar, depois alguém lançou em mim a maldição “impérios” e eu me senti muito estranha, passado isso eu não me lembro mais de nada, só que alguém me achou e me trouxe para cá. Logo depois sentiram a sua falta e foram te procurar pelo castelo te acharam assim, neste estado, desmaiado, foi um alvoroço aqui na enfermaria, você passou uma semana dormindo! Mas você tem certeza que está tudo bem com você?

- Tenho, eu acho, mas eu estou sangrando muito, cadê madame Pomfrey?- falou Cedrico depois de sentir uma pontada aguda de dor no corte.

- Ah! Ela está lá fora, parece que Newille Longbutton caiu no lago negro e está sendo jogado pelo o ar, pela lula gigante, acho que ela foi lá ajudar.- falou Luna calmamente, como se fosse normal cair em um lago enorme e ser jogado de lá para cá por oito tentáculos.

Cedrico abafou um riso, ele e toda a escola sabia das trapalhadas do garoto que cursava o quinto ano em Hogwarts

.- Isso não é engraçado. – censurou Luna, mas com um sorriso nos lábios.

- É eu sei. – falou Cedrico olhando Luna com uma expressão diferente. E ela, ligeiramente corada, se virou para um balcão que havia atrás dela e pegou duas bandagens.

-Pronto agora nós vamos trocar essas... aiiiii! – Luna escorregou em uma poça de suco de abóbora que havia no chão e caiu bem em cima de Cedrico que estava deitado na cama, este sentiu o peso de Luna em seu corte deu um grito de dor.

Luna sentiu um cheiro muito bom que emanava de Cedrico. Como ele poderia ser tão cheiroso mesmo dormindo por duas semanas? Rapidamente ela colocou as duas mãos sobre o peito de Cedrico e deu um leve impulso para se levantar.
Ela estava totalmente descabelada e com as vestes desarrumadas quando voltou a falar:

- Mil desculpas Cedrico, mesmo, me desculpe !- gaguejou Luna uma lágrima nos olhos.

- Luna, calma, eu estou bem, não precisa se descontrolar deste jeito!- Cedrico começou a pensar, Luna estava realmente muito preocupada com ele e isso era muito bom afinal, ele, Cedrico, ainda gostava muito de Luna, mas estes pensamentos foram levados pela voz de Luna que saiu fraca e abafada:

- Mas e se o seu corte abrir de novo?! Por Mérlin! Como eu sou desajeitada!

-Ele não vai abrir novamente Luna,e você só escorregou numa poça, isso poderia acontecer com qualquer um!- falou serena, a voz de Cedrico, tentando conforta Luna.

- Ok, então, acho que vou chamar madame Pomfrey você com certeza não gostaria de ser enfaixado por alguém que quase lhe fez mal. - falou Luna triste e deu as costas para Cedrico.

-Ei, Luna! Volte aqui! Você vai fazer isto porque com certeza a madame Pomfrey está muito ocupada resgatando Longbutton do fundo do lago!- falou Cedrico com um tom de voz sarcástico.
Luna se virou, parecia estar analisando se o que Cedrico dissera era verdade ou apenas uma brincadeira, depois de um tempo ela falou:

-Tudo bem, então espere que eu vou pegar as bandagens de novo.- falou Luna sorrindo.

-Cuidado com a poça!-brincou Cedrico.

-Sei,sei.

Meia hora depois, Cedrico estava com a cabeça no colo de Luna que terminava calmamente de enfaixar o seu peito.

- Sabe você até que enfaixa cortes muito bem. Quando não está se jogando em cima das pacientes é claro. – falou Cedrico aparentemente gostando muito do toque das mãos de Luna em seu peito cortado.

-Muito engraçado Sr. Diggory, madame Pomfrey me chamou aqui para cuidar de você por ela achar que eu sei cuidar bem dos pacientes, agora fique quieto que eu já estou terminando.

- Sr.Diggory? eu gosto mais de Cedrico mesmo, entende, é questão de amizade.- falou Cedrico .

- Eu queria muito ser medibruxa sabe, deste pequena eu gostava de cuidar dos outros.- Luna continuou como se não ouvisse o que Cedrico dissera.

-Céus, o Sr. Mungus vai virar de pernas pro ar! – falou Cedrico, fingindo indignação.

- De tantos bruxos que vão querer ser medicados por você, é claro. - acrescentou ele ao ver o olhar aborrecido de Luna.

-Ok, já terminei aqui- falou Luna e com estas palavras tirou a cabeça de Cedrico do seu colo e pousou ela muito devagar em seu travesseiro.

- Se você não se importar Cedrico, eu já vou indo, está na hora do jantar e eu não quero ir dormir sem comer nada.- falou Luna já se virando para ir embora.

-Ei! Luna!- chamou Cedrico se lembrando de Malfoy e que ele precisava ser punido, por ter jogado a maldição em Luna e depois por ter abusado dela, mas Malfoy tinha contatos do lado de fora de Hogwarts e todo mundo sabia disso, comensais da morte, era esse o mal que Draco poderia lançar sobre as famílias dele e de Luna. Se relembrando de como Luna sofrera quando o seu pai havia sido atacado ele resolveu não fazer nada contra Malfoy temendo que Luna sofresse ainda mais. E por fim, ela não se lembrou de nada que havia acontecido com ela não é mesmo? Não se lembrou que fora Malfoy que jogara a maldição nela, nem de nada que aconteceu depois.
Pensando no bem de Luna, Cedrico apenas deu um sorriso muito doce e acrescentou:

-Muito obrigado por tudo mesmo, boa noite.

-Ah! Que é isso, não foi nada, boa noite e vê se descansa ta?!-falou Luna retribuindo o sorriso.

-Ok, vou tentar Xau!

-Bye.


Luna saiu da Ala Hospitalar pensando em como Cedrico era maravilhoso, conseguia fazê-la se sentir confortável mesmo em momentos muito sem graça.
Mas, ela não podia gostar dele, podia? Ele tinha o seu mundo no qual ela não fazia parte, ele apenas fora gentil nada mais. Mas aqueles olhos cinzentos envolventes e tão profundos...
Ela vez um movimento rápido, como alguém que queria espantar moscas para acabar com aquelas lembranças, varrer-las para longe.
Neste momento ela tinha alcançado a entrada do salão principal e viu de relance, Harry e Gina cochichando muito rápido na mesa da Grifinória, Gina parecia aborrecida e Harry confuso fazia o tempo todo gestos com as mãos muito rápido, parecia uma discusão.
Quando Luna chegou perto da mesa Gina fez um sinal com a cabeça, mostrando a Harry quem havia chegado.

-Oi Harry, tudo bem?-perguntou Luna, dando um selinho em Harry o que parecia aborrecer Gina ainda mais.

- Luna, precisamos conversar. -falou Harry secamente.

-Ok, pode mandar!-falou Luna animadamente.

-Não, aqui não - murmurou Harry dando uma olhada em Gina que parecia muito satisfeita.

-Ok, vamos então. –falou Luna insegura, não estava gostando disso.

Continua...

N/A: E aí? Gostaram? O que será que o Harry Quer falar com a Luna?
Mandem críticas, sugestões e elogios claro!
Vou postar o próximo capítulo o mais rápido possível ok?
Tchau e b-jus
Ass: Joana

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.