FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

11. Nem que seja pela última vez


Fic: Em nenhum outro lugar


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Nem que seja pela última vez


- Eu te amo...- Gina sussurrou no seu ouvido, dando-lhe um beijo molhado na testa, se levantando logo, indo em direção à porta.

- E eu te amo, também...- Harry disse com uma voz fraca, mas que Gina escutara.O que a fez parar e se virar pra ele.

- Harry ...- a menina ainda chorava sua voz saiu um pouco falhada. Ela foi a direção a cama e se sentou onde estava antes. Harry se sentou em seguida. E por segundos eles ficaram ali em silêncio.

- Gina eu vou partir amanhã – garoto olhava a amada com ternura

- Eu quero ir com você! – Gina se impôs , passava a mão no rosto de Harry carinhosamente. Ele logo a interrompeu.

- Não, você fica ! – ele tinha uma expressão séria no rosto

- Harry...?! – ela insistia

- Não!- ele respondeu firmemente.

- Harry, me desculpa por hoje! Eu não te odeio você sabe disso. Eu falei tudo da boca pra fora. E aquilo com o John....- Harry a interrompeu

- Não precisa me explicar, eu escutei o que você disse... Eu não estava dormindo!- a feição do garoto suavizou , podia se dizer que havia até um meio sorriso camuflado.Já Gina ficou vermelha em pensar em tudo que tinha dito, e que ele tinha escutado.

- Harry...! – ela protestou mas sorria ao mesmo tempo.

- Gina, amanhã eu vou. Mas não queria estar brigado com você, eu não agüentaria ir te deixando com raiva assim.

- Deixa-me ir ,Harry! Eu posso ajudar! Eu quero estar ao seu lado- Gina ainda insistia quem sabe poderia ir?

- Gina, eu já disse!! – ele parecia estar zangado, sua mão segurava a dela encima da cama.

- Eu quero Harry! Por favor!!!- Ela já tinha os olhos marejados de lágrimas, um nó se fazia em sua garganta, Que a vontade que ele tinha era de mandar tudo ao inferno, e abraça-la e beija-la, ali mesmo no quarto. Mas ele precisava resistir, era a vida dela que estava em jogo.

- Harry, você me ama?- ela já não conseguia segurar as lágrimas. Harry não conseguia vê-la assim, ele se sentiu péssimo.

- Gina, você sabe que sim...- ele soou carinhoso e obvio nas suas palavras. Sua mão já tocava o rosto da menina outra vez, e ela fechara os olhos em reação.

O silêncio se instalara no quarto, os únicos sons que os dois ainda escutavam era do barulho bem fraco da música lá fora, que pareciam sussurros, e claro, a respiração ofegante dos dois.

- Harry...- ela sussurrou e o garoto acordou de seus pensamentos. Ele a olhou atenta.

- Você acha que o meu ou o seu sentimento vai mudar se ficarmos separados?- Ele não disse nada mas pareceu pensar. Ela já ia continuar a falar quando ele interrompeu.

- Gina, não adianta.... eu não vou deixa-la ir comigo!- ele falou decidido, mas algo no rosto dele dizia a ele que não era aquilo que queria falar.

- Não Harry...-As suspeitas dele se confirmaram

- Eu estou falando de nós dois... do nosso amor.De a gente ficar junto independente se eu for ou não com você...-ela continuou, agora suas mão também acariciavam o moreno, ele tremeu ao toque.

- Gina... eu já lhe disse! Eu vou partir... eu não posso concretizar isso. Seria injusto com você....- Harry queria dizer-lhe o contrário, mas não convinha, essa era a sua realidade, apesar de dura.

- Eu te espero...- Gina tinha uma expressão serena e carinhosa, sua mão ainda passeava pelo rosto de Harry.

- Não! – Harry foi tomado pela surpresa, ele não esperava isso da ruiva, sua mão deixara de acaricia-la. Ele a olhava firme. De repente o moreno se viu pressionando o rosto dela com as duas mãos, com um olhar desesperado como se fosse explicar algo a ela que fosse realmente difícil.

- Gina...- ele começou bem devagar, como se ela ainda fosse uma criança e precisasse de uma clara explicação.

- Você..você não pode me esperar... você precisa viver sua vida , Gina! Precisa me esquecer eu não sou pra você!Você merece muito mais do que isso...! – ele apontou pra si mesmo.- Eu não posso te dar meu amor, porque eu posso estar morto hoje, amanhã...nunca se sabe... A minha vida é imprevisível, eu não quero que faça parte disso, você só ia sofrer, e eu não ia suportar – os dois tinham lágrimas nos olhos.

- Eu não me importo , Harry! Eu te amo!- Ela agora chorava copiosamente e ele a abraçou forte, querendo conforta-la. Como ele podia faze-la sofrer assim..?. Eles ficaram um tempo abraçados, até que Gina levantou o rosto pra ele e sussurrou:

- Me beija... nem que seja pela última vez...- Harry não pensou duas vezes, seus lábios foram de encontro aos dela, selando um beijo quente e macio. O que fez seus corpos tremerem involuntariamente , e seus lábios pedirem mais contato. Foi um beijo apaixonado, cheio de saudade, amor e desespero. Desespero de não saber se aquilo algum dia iria acontecer de novo. E pior, aquele momento realmente podia ser a última vez.

Harry foi quem parou o beijo, mas sem perder o contato com a ruiva.Encostou sua testa na dela, enquanto tateava seu rosto. Olhou-a com todo seu amor, passeando as costas das mãos em sua face, repleta de sardas que ele tanto amava. Gina quebrou o silêncio:

- Eu vou te esperar, Harry...- Ela sorriu para o amado, dando-lhe um beijo estalado nos lábios. Em seguida ela se levantou indo a direção à porta, mas não sem antes olhar o moreno mais uma vez e lhe sorrir, saindo do quarto.

Ron procurava Hermione depois daquela confusão toda, ela tinha sumido e ele não fazia a mínima idéia de onde ela poderia estar.De repente sua visão foi totalmente obscurecida por uma grande quantidade de cabelos ruivos e cheios.

- Tia Muriel! – Rony disse sufocado.

- Roni- qui-to- A tia apertou mais ainda o garoto, afofando suas bochechas logo depois.

- Oh meu querido, que saudade! – Ela ainda o apertava forte.

- Oi ...- Rony estava um tanto sem graça, seus olhos giravam para os lados a procura de uns cabelos castanhos conhecidos.

- Ora, Roniquito...- a velha senhora dera um beijo úmido em uma de suas bochechas , ele reagiu com uma de suas típicas caretas.

- Sua mãe me disse que está com uma namoradinha nova, ham...?!- ela estreitou os olhos para Rony. – Quero conhece-la! – Rony no momento desejava que um enorme buraco se abrisse no chão, onde ele poderia seguramente se esconder, mas isso não aconteceu.

- Tia... eu ..- O garoto um tomate.- Eu preciso ...haa..encontra-la... desculpe...- Rony saiu, a tia não entendeu nada mas se fez de compreensiva.

Por que Hermione tinha sumido daquele jeito?Ela não entendera qual fora o propósito dele?Certamente que não...Mas como ele podia ser tão idiota?! Ele a magoou... depois de tudo fez outra vez! E definitivamente estava tudo arruinado... Será?! ...não ...não podia ser! Ele conseguira em menos de 24 horas estragar o namoro dos dois... Como seria possível... Bom se tratando de Ron e Hermione o impossível não se aplicava...

Tudo que ele queria fazer naquele momento era esclarecer o mal entendido. Não podia acabar assim. Não depois de tudo que tinha dito e ela também . Não depois de ter tido coragem de expor pra ela seus sentimentos e até ele mesmo. Seu amor por ela era maior que tudo, disso ele tinha certeza. Portanto não ia deixar estraga-lo assim desse jeito. “Eu te amo, Hermione” “ Será que vou ter que te provar toda hora isso?” “ É só o que estou fazendo, não fiz outra coisa... e aquele beijo foi um exemplo disso”- Ele pensava, mas não sem deixar de procura-la.

Hermione tinha saído correndo depois daquele beijo, no fundo nem sabia porque razão. A menina estava sentada em uma das mesas, bem afastada. Já era o final da festa, muitos já tinham ido e tudo que ela pedia naquele momento era uma cama. “Nossa que dia” pensou sem deixar de sorrir, lembrando do longo e maravilhoso dia que tinha tido.

Seus pensamentos vagavam em sua mente. Todos os acontecimentos repassavam em sua memória, inclusive o último, o beijo que Rony lhe dera na frente do gêmeos . Ela não gostos daquilo, mas será que tinha sido muito dura com ele?Ela achava que não... Ou será que fora? Tudo bem que aquilo tinha lhe irritado, mas será que não tinha interpretado mal a atitude dele? ... Hermione não chegou a responder sua consciência, seus pensamentos foram interrompidos por uma voz maternal e um abraço caloroso.

- Oh Mione... Estou tão feliz , querida!- Molly tinha a abraçado calorosamente e ela lhe retribuiu ,ao mesmo tempo feliz e sem graça.

- Oh querida, fico tão feliz que você e Ron tenham se acertado!- A matriarca já largara Hermione e sentara ao seu lado. Hermione sorriu verdadeiramente, ficou aliviada pelo o que a mulher disse. Afinal, sua proteção sob seus filhos era extrema, com Fleur a conquista foi difícil.E se Molly não aceitasse o namoro dos dois?Mas quando a morena viu o sorriso radiante da ruiva, não teve dúvida , ela havia aprovado, o que a deixava super feliz com isso.

- Obrigada, Sra Weasley- disse mesmo assim um tanto sem graça. A mulher sorriu com um ar compreensivo e protetor.

- Molly, querida... agora você precisa me chamar de Molly...- continuou sorrindo.

- Obrigada, Sra Weasl... digo... Molly.- aquilo soava estranho para Hermione, mas ela fez a vontade da ruiva.

- Sra...- Hermione já ia sendo vencida pela força do habito, mas logo viu a cara de protesto da mulher, então respirou fundo e disse:

- ... Molly, eu queria lhe dizer que...- a morena foi rapidamente interrompida.

- Querida, não fique tão sem graça na minha presença...- Hermione tinha certeza que se ainda não estava vermelha, teria ficado naquele exato momento.

- A única coisa que penso, é na felicidade do meu filho... e eu sei, eu sei, Mione... que ele só vai ser feliz com você...Eo que me deixa radiante é saber também, que você o ama na mesma intensidade... Eu pude ver enquanto vocês se beijavam...- Hermione tinha o corpo fervendo de vergonha enquanto a ruiva a olhava carinhosamente com um olhar maternal.

- Molly ... eu ...- Hermione não conseguia falar, a mulher já recomeçara seu discurso.

- Querida, eu fico tão orgulhosa de Rony ter escolhido você...Eu nem consigo medir a minha felicidade... de tão grande. Eu sempre soube que daí...- ela apontou para a garota. - ...sairia alguma coisa... Essa tensão toda entre vocês, essas brigas...- Hermione não pôde deixar de sorrir, afinal Molly tinha a aprovado.

- Molly, eu amo o Rony ...e vou fazer de tudo pra faze-lo feliz...- Hermione disse carinhosamente olhando pra ruiva que a retribuiu com um abraço maternal e carinhoso.

- Oh querida... eu amo você... é como se fosse uma filha pra mim.- a mulher já chorava Hermione sentiu os olhos lacrimejando em meio ao abraço.

- Eu também amo a senhora... é minha segunda mãe. – A morena disse com orgulho a olhando nos olhos. A mulher enxugou suas lágrimas e as dela própria para logo dizer:

- Mas que carinha triste é essa? Por que está aqui sozinha, isolada? Onde está meu filho?- Molly perguntou curiosa.

- Eu não sei, nós brigamos...- respondeu desanimada enquanto se ajeitava por causa do abraço.

- Ora...mas já? – Molly tinha um misto de repreensão e divertimento na voz.

- É – A morena continuava desanimada.

- Olha , querida...não fique assim. Vocês irão fazer as pazes , tenho certeza... Tenho que ir agora... Arthur me chama...- a ruiva deu um beijo no rosto da menina e saiu em direção ao marido. Deixando mais uma vez Hermione mergulhada em seus pensamentos, que foram logo interrompidos mais uma vez.

- Hermi-on-nini- Krum vinha em direção a ela que sorriu sem graça.

- Oi , Viktor...

- Estou indo embora,fin me desspedir...- o búlgaro reparou na tristesa da morena e chegou ainda mais perto.

- Ah ... até , então, Viktor. Foi bom te rever...

- Eu digo o messmo... só non fique com essa carrinha , sim?- Hermione o olhou nos olhos.

- Eu sei, Hermi- on-nini! O Pom ama fosse... Dá pra fer nos olhos dele. E nos seus também...- Hermione sorriu diante da declaração de Viktor, não esperava isso dele.

- Tome, esse é o meu nofo endereço... escrefa praa mim, sim? Como amigos, ham?-Hermione pegara pedaço de papel que Krum lhe estendeu e sorriu em gratidão.

- Obrigada, Viktor! Você é um grande amigo...- o búlgaro a abraçou e saiu logo em seguida , a deixando mais contente do que antes.

Ron procurava Hermione em todo o canto e nada. Nem sinal da namorada. Mas de repente a achou, ela estava num canto da mesa isolada. Seu semblante parecia triste, foi o que Rony pensara de imediato. “Não tem importância , eu a faço sorrir novamente” “Eu vou lá, peço desculpas e pronto...” Ron já ia de encontro a ela quando viu Krum se aproximar da mesma com aquele seu ar de” Eu sou o dono do pedaço’. O monstro que morava dentro do ruivo acordara, mas ele nada fez. Não iria ser precipitado,o cara só tinha chegado perto da namorada “DELE”. “Ser precipitado, ta maluco?! Ele chegou perto da minha namorada, ele ta brincando com fogo!”- Rony brigava com sua consciência quando sentiu seu corpo ferver enquanto assistia o abraço dos dois. Ele viu quando o “Vitinho” deu à namorada “DELE” um papel. Quando viu , suas pernas já iam em direção aos dois , mas em segundoos o que existia na sua frente era somente “ela”. Ele já tinha saído.








Nta: Bom eu só posso dizer que estou extremamente feliz com essa fic... o retorno que estou tendo....foram mais de 1000 views . Eu estou radiante com isso!! Não esperava que minha humilde fic, e primeira , pudesse ter tanta gente.. pra muitos pode não representar muito, mas pra mim é uma grande coisa e me deixa muiiiitoooooo feliz.
Quero aproveitar pra agradecer a todos que desde o inicio estão me dando força, idéias e apoio! O meu muito obrigada, a essas pessoas. Eu to aqui... vendo “Pedra filosofal” na tnt, vibrando com a cena do xadrez.... meu Rony lindo ( meu nada, da mione) maravilhoso naquele cavalo. Mas isso não vem ao caso... quero pedir desculpas tb , por ter demorado tanto a atualizar.... Estamos indo pro final , minha gente.... acho que só falta mais um capítulo....Bom, eu tava vendo o final do filme...mas estou de volta pra fazer os agradecimentos pessoais... Gente eu acho esse filme Pedra Filosofal perfeito , não acham?! Que nem o 2 º também é... é do mesmo diretor... espero que seja ele o escolhido pra fazer o 6 º , ele está cotado, precisa ser ele vamos torcer!!!!! Ah sei lá pq se for outro , bem capaz de tirar o OPPUGNO de cena.... eu juro que vou lá na Inglaterra lançar um avada nesse diretor que deixar essa cena de fora....

Mas voltando a fic.... os agradecimentos:

Molly: Obrigada pelo comentário, que bom que gostou do cap... fico tão feliz!!! Eu morro de medo de vcs não gostarem. Gostou da cena do Rony? Que bom..... ele foi um fofo né ... todo corajoso..... espero que tenha gostado desse tb.. Ai e quanto a cena da Gina e do Harry foi outra q eu morri de medo de vcs não gostarem.. ah eu não sou tão má assim..ela tinha que escutar as palavras mágicas..... comente sempre... obrigada bjosss!

Mioneka Malfoy; Obrigada pelo comentário... que bom que gostou... seja bem vinda! Quero ler sua fic sim, quando eu a lê escrevo um comentário, ok? Bjos

MarciaM: Oiii... Márcia já te disse mas adorei conversar com vc!!! Nós no msn... altos papos... depois eu vou querer umas dicas de fic, para uma h/g viciada ok?! Hauhauahauhauhauhau quanto ao seu comentário.. quando eu tava escrevendo esse cap eu pensei emvc... “ Será q a Márcia vai me matar se eu parar agora?” Ai vi seu comentário morri de rir....que bom que gostou fico muito feliz.. viu como sou boazinha?! Obrigada, linda! Bjossss!!!!

Bárbara Malfoy: Jura q você chorou....?! ta brincando neh.. pq se foi num faz isso senão sou eu que vou chorar de felicidade de ter causado isso em você... nossa a declaração da gina... ai que lindo que gostou.....fico radianteeee... pois é... todos precisam de carinho... todos inclusive nosso herói.. se quiser te passo o nome da música que me fez pensar nisso e colocar na fic o nome é “ superman” do five for fighting.. espero que goste da música é linda..obrigada sempre bjoss

Tonks & Lupin: oiii, ai que bom que gostou assim, eu fico preocupada com a opinião de vocês, eu gosto tanto quando as pessoas elogiam e voltam sempre no cap seguinte.. isso é muito gratificante.. abrigada! E a senhorita com o cap novo da sua fic heim.... estou esperando ansiosaaaaaaaa!!!!! Roendo as unhas já! Um beijão


Lorenna Paylla; nossa é a única que está lendo que não está terminada...... meu deus em que responsabilidade vc me meteu... nossa fico tão feliz com comentários assim.. Obrigada pelos elogios,fiquei toda boba.. espero não ter demorado tanto assim.... mas oh já ta on... e já esta acabando daqui a pouco já estará terminada... obrigada sempre bjos

Carlam: que bom que vc gostou.. o ron naoo é um fofo.. mas você tem toda a razão foi isso mesmo que eu queria passar... vc entendeu perfeitamente.. o harry tb ne.. finalmente ja estava na hora.. também acho.. espero não ter demorado tanto...obrigada sempre, bjos

Priscila: ai brigada pelo comentário, e pelos elogioss “ autora vermelha” tudo é complicado quando falamos de Ron e Mione neh.... pois é eles são muito cabeças duras, mas se amam e é isso que importa não? Espero ter respondido tua pergunta... comente sempre, obrigada beijos!

Clow Reed: Oi Rafael... primeiro, adorei ter conversado com vc pelo msn. Muito obrigada pelas dicas, toques... e eu acho que vou conseguir colocar o vídeo la.... poxa senão fosse vc.. tava perdida!!!!! Não sei como agradecer... agora já sei que é possível so falta fazer... bom , que bom que vc ta gostando assim, me deixa tão feliz... eu amo sua fic vc escreve muito bem. Obrigada por tudo ta?! Comente sempre um bjo

Rebeca Ferreira de Lira: o cap está ai , espero não ter demorado tanto.. comente sempre ok?! Bjos

Luis Henrique R. Almeida: Ai que feliz , vc migrou da minha outra fic!!!!! To radiante.. obrigada pelo comentário, comente sempre.. seja bem vindo por aqui! Um bjo



ATENÇÃO:::::
MINHA NOVA FIC “ MEU SOL GIRA EM TORNO DE VOCÊ”

É PÓS HOGWARTS, R/H E H/G

CONFIRAMMMMMMM..... PELOS COMENTÁRIOS AS PESSOAS ESTÃO GOSTANDO O QUE ME DEIXA MUITO FELIZ!!!! Espero todos por lá!!!

Um bjo LiLi

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.