FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

5. Deserto


Fic: In Transition - Part Bônus, Explicações e Outras Viadagens


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

-- CAPÍTULO CINCO --


Deserto






- Que ressaca, droga! - resmungou Addison massageando a têmpora enquanto jogava algumas almofadas no chão para se apoiar.


- Eu te avisei para não exagerar. - a voz de Guga saiu ainda num tom compreensível.


- Onde vocês enfiam suas varinhas? - disse Kate – Tome – estendeu um cálice a ela – Eu sabia que algumas de vocês com certeza iriam estar de ressaca hoje, então fiz uma poção.


- Bah – Gina falou – Com tanta mordomia que temos aqui, às vezes até esqueço que magia existe.


- Obrigada, Kate, você é um anjo – murmurou Addison aceitando a poção.


- Falando em poção... - começou Kate – Guga tem que escolher a striper, não?


- Bem lembrado! E aí, o que vai ser senhorita Jones?



***



- Obrigada. - disse ela ao receber o copo de cristal do Elfo. Tomou um gole – no canudinho – do suco e ao sentir o delicioso gosto da maçã e do leite em pó recordou-se da sua infância. Havia uma elfa doméstica designada apenas para tomar conta de si e de seu irmão e ela sempre trazia esse suco à base de mamão, maçã, cenoura e leite em pó para os dois. Hellen nunca fora uma real defensora dos direitos dos Elfos, mas sempre os tratara bem, ao contrário de seu irmão, que sempre desrespeitava a pobre diaba. Sorriu com as memórias de infância e abriu os olhos. Percebeu, então, que Alex estava no cômodo ao lado.



Hellen caminhou até o aposento ao lado e espiou por sobre o ombro a colega, sentando-se no braço do sofá. Sorriu ao perceber a atividade dela. Pelo menos havia acertado no presente.




- Estou feliz que tenha gostado do livro. - Alex levantou os olhos e se deparou com o sorriso agradável de Hellen para si. Seus cabelos sedosos e brilhantes caiam suavemente por sua pele clara e ela parecia mais linda do que nunca.


- Yeah... - fez ela marcando a página com a própria mão – É incrível. Você acertou em cheio, obrigada! Addie dá bons conselhos no quesito presentes.


- Na realidade, Addie não me ajudou a escolher.


- Não? Então como...?


- Digamos que eu notei que você tem um poster gigante dela sobre a sua cama – semi-nua, aliás – acrescentou com um sorriso.


- Ela não está seminua.


- Não está completamente vestida, tampouco.



- Hm. Mas eu tenho várias outros posteres sobre a minha cama.


- Ah, nessa parte Addie realmente me ajudou. Admito.


- Addie é uma graça.

- Sim. - Silêncio. - Hellen?


-Hm?


- Sabe aquele papo todo de “um novo romance” e tudo aquilo?


- O que é que tem?


- Você não quer começar a tentar desde já? - Alex sussurrou no ouvido da outra.


Hellen riu.


- Você é impossível!


- Eu estou falando sério.


- Alex... até poderia ser... se você fizesse o meu tipo. Mas você não faz.


- Como assim? - Alex entrou em choque. Nunca tinha ouvido isso em sua vida. - Isso não faz sentido! Eu sou o tipo de qualquer mulher. - disse mais para si mesma do que para a outra.


- Vai me dizer que por trás dessa aparência um tanto quanto... hm, pegadora? e pervertida – sem ofensa - há uma garota romântica e sensível?


-Hmr... bem... não. Mas você devia experimentar mesmo assim.


- Quando foi seu último relacionamento sério? - Silêncio. - Viu? Eu quero um relacionamento e não um caso, Al. Não é você.



- Yeah... tem razão. Mas por você, baby – ela se aproximou mais – Eu posso ser romântica e sensível.


Agora os rostos das duas estavam bastante próximos e não havia nada nesse momento que Alex quisesse mais do que beijar os lábios pequenos e rosados de Hellen que, por sua vez, encarava os olhos escuros da outra atentamente.


- É uma proposta tentadora.


- Então não recuse.


- Eu...


- Aaalex! - começou Addison em tom zombeteiro – Hora de tirar a roupa!!



- Hora de quê? - Alex se assustou, assim como Hellen, ambas estiveram tão longe com sua pequena conversa que esqueceram que as outras colegas existiam e agora elas pareciam estar todas no quarto.


- Guga escolheu você. Para o strip. - explicou Kate



- Guga o QUÊ?


- E o feitiço se vira contra o feiticeiro... - murmurou Hellen zombeteira para que somente Alex escutasse.


***



- Ah, vocês não estavam falando sério. - continuou Guga



- É claro que estávamos! O que você achou?


- É inapropriado – argumentou a Capitã.


- Não seja brega, Guga. - pediu Amelie.


- É... não é nada de mais. - disse Addison – Ande logo.


- Hmm... - murmurou Guga.




Ela analisou suas opções: Hellen estava fora do jogo.

Bom... então havia Kate –e ela era realmente bonita, sua pele bronzeada destacava-a das outras. Mas Kate havia sido super legal com Guga, não merecia ser obrigada a isso.

Havia Amelie, mas provavelmente Addison faria tantos comentários maldosos que o evento se tornaria uma guerra.

O mesmo ocorreria se fosse o inverso.

Então restavam Alex e Gina.

Alex não estava presente no momento, mas Guga sabia muito bem o quão sexy e irresistível a garota podia ser para as outras meninas, embora não fosse assim tão atraente para Guga.

Gina se encontrava no mesmo cômodo que elas, mas a garota estava deitada no divã apenas observando e sorrindo para as colegas. Guga observou-a e respirou fundo. Gina era um caso sério e a deixava incrivelmente desconfortável as vezes, não por ser alguém desagradável, pelo contrário, mas Guga ficava ligeiramente acanhada perto da outra e não conseguia evitar isso, por mais que tentasse ficar séria. Os cabelos ruivos e longos de Gina caiam por sobre seu ombro e seus olhos cintilaram quando ela virou a cabeça e encontrou o olhar de Guga, que imediatamente os desviou, sem graça, porque quando Gina olhava pra ela, parecia que a garota podia mais do que apenas ler sua mente, mas sua alma. Além de tudo isso, Gina era muito atraente também e o desejo de vê-la nua cresceu repentinamente em si. Seria uma experiência e tanto.


- Wth Jones!?! - murmurou baixinho para si mesma.


- Quê? - perguntou Addison chamando a atenção da Capitã para o fato de que ela estava sendo observada atentamente.


- Alex.


- Uau! - Kate riu – Se revelando, capitã? - brincou ela.


- Ah... - fez Addison.


- Você parece decepcionada. - disse Kate.


- Al é minha melhor amiga, já a vi nua milhares de vezes... - ela balançou a cabeça tristemente -... mas mulher pelada nunca é demais! - completou com um sorriso malicioso. - Bom, vamos falar com ela.



- Prepare-se, Capitã! - falou Amelie com uma piscadela seguindo Addison porta afora.


- Ah, Guga... - Addison parou antes de sair – Não se esqueça de trazer seu presente de natal! Você vai precisar.


- Ahm? - Guga forçou a memória tentando se lembrar do que Addison estava falando – Do que...? - mas ela parou no meio da frase, pois o olhar e o sorriso malicioso de Addison fizeram-na entender do que ela estava falando – Ora, sua...!



***


- Mas por que eu? - Alex estava de braços cruzados e tinha uma tromba no rosto a qual Hellen achou realmente fofa.


- Guga é a tarada e é a mim que você pergunta?


- Affs! –'


- Ok, garotas. Vamos logo com isso. - Guga chegara ao quarto. - Kate? Você quer assistir também?


- Oh, não... - ela ria de Alex batendo o pé no chão freneticamente – Eu queria o prêmio se fosse algo interessante... sem ofensa, Al. Mulher pelada? Obrigada.


- Ok, ok... Kate sai. - concordou Addison se jogando no sofá preguiçosamente.


- O que você está fazendo? - perguntou Alex.


- Nos acomodando para o show. - explicou Gina.


- Nada disso!!! - resmungou Alex pegando Addison pelo braço e tirando-a do sofá. - Vocês todas saem. Só Guga fica.



- Safadinha! - brincou Kate e Alex fez um bico ainda maior. - Tá bom, tá bom... parei!


- Se você pensa que vai nos expulsar daqui – começou Amelie, mas não teve a chance de terminar pois fora arrastada para fora do quarto por Alex.


- Ok, ok, ok... já te vi pelada mesmo! - desdenhou Addison tomando rumo.


- Quem desdenha quer comprar, Clint. - disse Alex com um escárnio mal humorado.


Todas as garotas, exceto Guga, se retiraram do quarto e Alex fechou a porta. Virando-se para Guga, um silêncio estranho se instalou entre ela e a capitã deu um sorriso amarelo.



- Bom, já que não tem jeito... vamos acabar com isso logo.


- Noooossa, Jones! Assim você fere o meu orgulho. >.<


- Não, não, não... desculpe!... Não é isso. É só que... é constrangedor.


- Nem me fale. Eu queria assistir um strip, não fazer um –'


- Por que nós não conversamos e damos o tempo... fingimos que estamos fazendo o jogo e...?


- Nem pense nisso!!!! - Addison abriu a porta antes mesmo de Guga completar sua ideia e revelou todas as companheiras do time com o ouvido grudado na porta.


- FORA! - berrou Alex.


- Hm... ok. - disse Guga acomodando-se no sofá e dando um sorriso que ela pretendia que fosse seguro. - Vamos fazer isso.



-OMFG, como se faz um strip? Eu sou do tipo que assiste, não do tipo que faz... merda.



Alex virou-se para Guga e tentou se lembrar de como as peitudas asiáticas /deanwinchestermodeoff/ faziam geralmente e quanto mais lembrou, mais perdida ficou. Ela sempre fora o tipo que assistia strips, nunca que fazia. Se ao menos tivesse escutado o tutorial de sete passos que Addison havia feito um dia... Ok, ela tinha que começar de algum jeito. Então ela suspirou firmemente, e levou a mão a sua blusa.


- Isso vai ser constrangedor.




***




Tudo o que Gina conseguia pensar era no que devia estar acontecendo entre Guga e Alex nesse exato momento. Embora se esforçasse, ela não conseguira se concentrar na conversa das amigas e sentia uma irritação crescente. Ela não ousava admitir para si mesma, mas ficara decepcionada quando Guga escolhera Alex. Sim, Alex era linda e sexy – sorriu ao lembrar desses detalhes interessantes sobre a outra-, mas Gina sabia que também não era de se jogar fora e provavelmente era quem Guga havia visto menos partes do corpo. Por que escolher Alex ao invés dela? Será que Guga tinha algum interesse na morena? Claro que isso não era da conta de Gina e que Guga tinha o direito de escolher qualquer uma e nenhuma razão especial para escolher Gina, mas isso não acalentava os pensamentos da outra nem por um minuto.


- Pára com isso, Weasley – se repreendeu baixinho balançando a cabeça para espantar os pensamentos.


Gina levantou os olhos decidida a participar da conversa das outras, mas no momento em que o fez, as garotas calaram-se porque a porta do salão se abriu e todas as atenções se voltaram pra ela. Guga apenas suspirou e foi se sentar ao lado de Hellen.


- E...? - perguntou a loira.


- Hm...


- Sem falsa timidez, por favor.


- Hellen --'



Segundos depois as atenções se voltaram para a porta novamente e uma Alex completamente normal passou por ela.


- Que foi? - intimidou os olhares encarando-a.


- Já vestida? - provocou Addison – Rapidinha você, não?


Alex fez um gesto obsceno para a melhor amiga e jogou-se imediatamente no chão, apoiando a cabeça no divã onde Gina estava.


- Você é uma chata. - disse a ruiva – Todas queríamos ver você nua. Além disso – sorriu maldosamente – Eu venderia meu fígado para ver como a senhorita se saiu de mulherzinha.


- Mulherzinha é a mãe, Weasley. - disse a morena emburrada.


- Sinto muito, Al – disse Amelie diplomaticamente – Mas depois de hoje, não há ninguém aqui mais mulherzinha do que você. E aí, pronta para arranjar novas lingeries?


- Bem pensando, Mel! Temos que comprar uma cinta liga para Young, bate aqui! O/ - fez Gina


- Calem a boca, vocês duas.



Alex fez um bico involuntário e voltou seu olhar para o outro lado do lugar. Ela estreitou os olhos ao vislumbrar uma cena estranha: Kate estava ajudando Addison tomar alguma coisa em um cálice e as duas estavam conversando baixinho, cheias de sorrisinhos.


- O que deu na Clint e na Montgomery?


O humor de Amelie mudou instantaneamente,



- Não sei, mas acho que Kate resolveu mesmo trocar de time. - disse a loira com uma voz estridente.






- Eu acho que... - Alex tentou defender a amiga, mas nesse mesmo momento Kate riu de algum comentário feito pela outra e apoiou a mão em sua coxa, ambas ainda rindo.



- Alex, me beija! - Amelie chamou-a de volta para a terra.


- Quê? - ela virou-se para a outra sem entender. Alex totalmente ocupada com uma aberração e Amelie propunha uma segunda?


- Me beija. Agora.


- Mas...


Alex não teve tempo para falar mais nada, Amelie agarrara-se em si surpreendendo-a totalmente. Nos primeiros segundos, Alex manteve as mãos para cima sem entender nada, mas logo o espanto passou e ela correspondeu. Gina abriu a boca e tentou se decidir se ria ou ficava em choque.


- What the...? - Addison cuspiu a poção que Kate estava lhe dando e arregalou os olhos para a cena.



- Que foi, Ad—? - mas Hellen virou-se também e entendeu o porquê da exclamação de Addison.


- Nossa. - disse Guga baixinho.


Hellen olhou para baixo e respirou, então olhou para Amelie e Alex se agarrando mais uma vez.


- Que foi? - Guga percebeu.


- Nada... é só que eu pensei que... - ela parou e analisou a cena mais um pouco – Não, nada. Deixa pra lá.




***


- Ansiosa?


- Todas estamos.


- Yeah, vai ser um jogo difícil. O adversário é muito bom.


- É, eles são.


- Mas nós vamos ganhar.


- Nós sempre ganhamos.


- Você não vai comer?


- Não estou com fome.


- Mas você precisa se alimentar. Vai ser um jogo difícil e —


- Você já disse isso. E eu já disse que não estou com fome.


- O que há com você?


- Nada.


- Como nada? Você está monossilábica.


- Porque você não está falando nada interessante.


- Addison!


- Que foi? - ela virou os olhos para Alex e fez a cara mais entediada que conseguiu. Os olhos azuis pálidos transmitiram um gelo que cortou qualquer interesse da outra de manter uma conversação.


- Ok. - disse Alex levantando-se e atirando o pano de prato na cadeira violentamente.


- Por que você está tratando ela desse jeito? - defendeu Amelie irritada – Ela está tentando falar com você desde o ano novo e você só responde assim!


- Ninguém pediu sua opinião, Lamartine. Se você quer defender aquelazinha, TUDO BEM, mas vá fazer isso perante um juiz. Eu não quero ouvir argumento de advogada nenhuma.


- Ridícula! - murmurou a loira antes de retirar-se.


Addison pegou uma banana no cesto de frutas e começou a comer com uma expressão distante. Todas as outras a observavam perplexas em absoluto silêncio mortal.


- Que foi? - perguntou ela como se não houvesse acabado de discutir  sem a menor razão com duas companheiras de time.



***

Estavam há 47 horas no jogo. Já havia amanhecido, escurecido, chovido e amanhecido outra vez. E, sim, estava sendo um jogo bem difícil. Aparentemente nada passava por Belmonte. O que só era equilibrado pela marcação fortíssima das artilheiras do Harpias. A noite não demoraria a cair novamente e Hellen não havia visto sequer um brilho distante do pomo. As Harpias estavam preocupadas. Até quando agüentariam?

- KATE, NO DIREITO! – Gina gritou.
Kate provavelmente não a ouviu. Juan Pablo havia marcado 160 a 80.

- E Juan marca para o Tarapoto! Weasley com a goles. Lança para Lamartine que desvia de Martinez. Clint. Ela mira no aro esquerdo, Belmonte se adianta. Faz a finta. BOA! Belmonte defende.

O jogo está complicado, senhoras e senhores. Os times estão demonstrando garra e desejo pela vitória. Qual deve ser a estratégia do Harpias para reação?

Young rebate o balaço. Apolina desvia. Jones pega a sobra e... uh! Quase!
Morgan esta a procura do pomo. Carmeliana faz o mesmo. Não demonstram sinais de terem visto a bola dourada.
Weasley recua e Lança para Montgomery. Clint. Perde para Martinez. Juan Pablo. Gol do Tarapoto!
Estamos chegando a 48 horas de jogo e Jones deve pedir tempo. Será o quarto da partida. Vale lembrar que a cada 12 horas contínuas em uma parida os times têm direito a uma pausa que pode chegar até duas horas.


***

- Ta foda, Guga. – Alex sentenciou se jogando no banco do vestiário.

Todas estavam mortas. Gradativamente foram enfileirando as vassouras em seus suportes e imitando o gesto de Alex.

- Precisamos de uma estratégia. – Hellen estava pensativa.
- O goleiro. Precisamos tirar o goleiro da jogada. – Addison estava tão séria quanto nunca.
- Alex, Guga... Vocês precisam derrubar aquele Belmonte. Assim não poderemos marcar. – Amelie fortaleceu. – Addison está sendo muito visada pelos artilheiros, não ta livre... Gina e eu sozinhas não-
- Eu sei me virar sozinha, ok? – Addison cortou. – Guga, é no goleiro que temos que nos mirar.
- Não passa nada por ele... – Kate estava absorta.
- Nunca foi assim... Estamos voando mais. E isso ta cansando... – Addison analisava a situação. – Fazemos uma jogada perfeita, mas precisamos chegar as três no campo adversário pra marcar... O contra-ataque é rápido... Simplesmente-
- Eu sei. – Guga finalmente falou. – Os artilheiros e a apanhadora não têm exatamente talento. Mas os batedores e o goleiro sim.
- Acreditem, estamos tentando derrubar aquele escroto desde o começo. – Alex estava bebendo água. – Mas sempre aparece um batedor pra desviar. Eles sabem que precisam defender Belmonte.
- E se nós... – Gina se pronunciou e todas a olharam. – Olha... Hellen pode fingir que viu o pomo, as atenções vão todas pra ela... Os batedores não vão arriscar. Eles vão marcá-la. Nesse momento Guga e Alex miram Belmonte.

Guga estava com a boca levemente aberta. Afinal Gina não tinha dito nenhuma besteira. Todas particularmente caladas observavam a capitã refletir.

- É isso. – Guga falou levemente concentrada como se imaginasse as cenas a sua frente. – Hellen, Finta de Wronski, ok? Se tivermos sorte ainda pegamos a apanhadora. Gina, Addie e Mel, - Gina reparou que não foi chamada de “Weasley” - cada uma com um artilheiro. Quero Belmonte livre pra mim e pra Alex. E Alex... Dopplebeater.
Alex sorriu.
- Sério?
- Nunca falei tão sério na vida. – Guga respondeu finalmente dando um meio sorriso.


***

- E os jogadores estão de volta depois do recesso. Como será que os times vão se portar? No ar as equipes já se movimentam.

Clint com a goles. Essa menina é uma verdadeira águia voando. Juan fica para trás. Weasley. Clint. Lamartine. Elas se formam em v. Uma jogada sempre usada pelo Harpias. Voam em direção à área do Tarapoto. Os artilheiros não alcançam. Será que Belmonte vai dar conta de 3? Lamartine com a goles segue na direita. Os batedores acompanham a jogada. Por trás dos aros Belano rebate o balaço na direção de Lamartine, vai acertá-la na cabeça provavelmente. Uh. Clint entrou na frente. Ela está caindo...

Addison fora acertada no estomago. Ao cair, foi socorrida por Gina. Amelie perdeu a goles preocupada. A equipe de medibruxos já estava preparada para receber a artilheira. Guga voou até as duas.

- Ela vai ficar bem? – Guga perguntou a um medibruxo. Estava séria.
- Guga... – o jogo. – Gina chamou sua atenção. – Volta. Eu me certifico aqui. Vai. – Guga acenou com a cabeça.

- E a capitã retorna ao campo. Vamos torcer para que não seja nada grave com Clint. Nesses poucos minutos Tarapoto marcou mais 8 vezes. Sem duas artilheiras e uma batedora, o time aproveitou a oportunidade. Vejam, Weasley está voltando.

- Ela vai ficar bem? – Amelie perguntou pra Gina.
- Vai. Mas ainda ta desacordada. Vamos jogar, ok? Não podemos fazer nada por ela agora.

Amelie acenou com a cabeça. Estava visivelmente abalada com o acidente de Addison. E isso pareceu desestruturar o time inteiro depois de toda estratégia no intervalo.

- Mas o que é isso? Parece que a solução para o Tarapoto é nocautear o time adversário! Morgan foi atingida. Ela segura o braço. Talvez tenha quebrado.

- Filho da mãe! – Alex berrou mirando um balaço no batedor que atingiu Hellen. Ele foi atingido no rosto e o sangue não demorou a escorrer. Pra variar, Alex quebrou mais um nariz.

- HELLEN! – Guga gritou. – SAI DO CAMPO!
- GUGA, PORRA. EU POSSO JOGAR!
- HELLEN, VOCÊ NÃO VAI JOGAR ASSIM...!
- GUGA, EU VOU SAIR, SÓ ME DÁ MAIS 2 MINUTOS.
- 2 MINUTOS? VOCÊ NÃO VAI ACHAR O POMO EM DOIS MINUTOS.
- CONFIA EM MIM!

- Com o time desfalcado, o Harpias tenta reagir. Weasley e Lamartine fazem boa jogada. Estão na área. Passam por Juan Pablo... Uou, finalmente: ponto para o Harpias! 250 a 110!
Os batedoras cobrem. Juan Pablo com a goles. Weasley não alcança. Martinez recebe... Passa por Montgomery que se adiantou e GOL do Tarapoto!

Morgan viu alguma coisa. Ainda há chance de reação para o Harpias. Ela está descendo a toda velocidade. Carmeliana segue junto. Sim, elas viram algo. Os batedores do Tarapoto acompanham o lance de perto. Eles querem mesmo desfalcar o Harpias.

Alex e Guga se olharam. Sabiam que era esse o momento de agir. Gina e Amelie estavam marcando os artilheiros na própria área. Belmonte precisava ficar sozinho.

- O balaço rebatido por Cadi sobra para Jones. Young está se aproximando da capitã a toda velocidade. MINHA NOSSA!

O que aconteceu foi muito rápido. Primeiro Hellen, que não havia visto pomo porra coisa nenhuma, seguiu com a finta de Wronski até o fim, atraindo não só a apanhadora, quando os batedores adversários. Quando chegou ao limite do chão, o braço quebrado não permitiu que fizesse uma manobra para se recuperar e acabou colidindo. Carmeliana, que percebeu antes que era uma jogada para tentar derrubá-la, guinou sua vassoura para cima.
Paralelamente a isso, Alex e Guga rebateram o balaço ao mesmo tempo para lhe imprimir maior impulso, produzindo um contra-ataque de grande impacto que foi certeiro no rosto de Belmonte. O goleiro desmaiou na hora. Bateu a cabeça novamente em um dos aros e caiu.

- Agora eu acho difícil uma reação do Harpias. Mesmo sem Belmonte, a apanhadora está fora de jogada...

- GINA! - Guga gritou. – RÁPIDO, VOCÊ VAI SUBSTITUIR HELLEN.

- Uau, Weasley está vestindo a braçadeira de apanhadora. Como todos sabem, o apanhador, ou seja, o jogador principal,  pode ser substituído por um de linha, caso o mesmo esteja impossibilitado de continuar. Há registros de que Weasley tenha jogado na posição no time da Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts.

De volta ao jogo, Weasley sobrevoa o campo. O placar está 300 pro Tarapoto Tree-Skimmers e 140 pro Harpias de Holyhead. Sem Belmonte, Martinez cobre a área do gol e Lamartine tenta se esquivar de Juan Pablo e Belano.

Montgomery com a goles. Ela sai da área. Lamartine encosta. Lamartine. Montgomery acompanha. Recebe. Passa por Belano. Lamartine. Montgomery. Se aproximam da área. Montgomery cruza. É ponto para o Harpias!

Jones rebate o balaço que mirava Montgomery de volta aos aros.
Carmeliana está voando rapidamente. Weasley em sua cola. Sim, o pomo está ali! Weasley encosta. Estão lado a lado. Como é rápida a jogadora do Holyhead! Weasley assume a dianteira e estende o braço.

Percebendo a disputa pelo pomo, Alex gritou:

- MEL! SAI!

Amelie viu que Alex voava em direção a goles que estava caindo após um longo lançamento de Martinez. Era isso o que estava acontecendo? Alex rebateria a GOLES?

“WTF? ? ? ?”

- SAAAAAAAAAAI!

Amelie saiu e Alex rebateu a goles. A bola vermelha foi lançada com toda velocidade pelo ar. No momento em que cruzou o aro central do time adversário, Gina fechou a mão entorno do pomo.

- OK, eu estou pronta para o meu close up. - Alex falou para si quase não acreditando.

Demorou alguns segundos até todos entenderem o que havia acontecido. A explosão de alegria na torcida do Harpias fez com que uma realidade feliz caísse sobre os ombros do time. De um jeito que não saberiam explicar haviam ganho a partida. Com 2 jogadores a menos, esgotadas e abaladas, o Harpias de Holyhead estava na final.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.