FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

8. Ciúmes e revelações


Fic: Em nenhum outro lugar


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Ciúmes e revelações


O jardim dos Weasley estava irreconhecível . Desde a porta da casa até ao altar, o chão estava tomado de flores, mostrando o caminho que a noiva percorreria. Nos dois lados da trilha encontravam- se fileiras de cadeiras forradas com um tecido branco e fino. Mais a frente o altar improvisado era um tablado também branco que continha um arco de flores com cores variadas. Mais adiante ,à esquerda ficavam mais cadeiras com mesas redondas, muitas delas envolta de algo que parecia um palco baixo branco , e também redondo , que serviria de pista de dança.

Os convidados chegavam e logo se sentavam nas cadeiras . A senhora Weasley que já estava no altar , acenara para os meninos indicando o lugar que deveriam se sentar. Harry foi o primeiro a entrar na fileira de cadeiras, Ron já ia o seguindo quando viu Hermione em sua direção , e recuou dando passagem à menina que retribuiu com um sorriso , o deixando vermelho.

Sr Weasley , Gui e o mestre de cerimônias também já estavam no altar . O trio estava sentado num silêncio absoluto, quando do outro lado do jardim alguém gritara na direção deles.

-Hermi-o-nini ! – disse Krum com expectativa, acenando para Hermione.

-Krum !- Ela sorriu alegre e acenou também.

Foi como se alguma coisa escamosa e peçonhenta tivesse fincado as garras no estômago de Ron, fazendo- o revirar. Suas orelhas rapidamente coraram de raiva, enquanto sua mão direita se fechara , como se preparasse para um soco.

-Que idiota!- murmurou Rony mais pra ele mesmo do que pra alguém , não impedindo que os amigos o escutassem. Harry abafou um riso e Hermione o olhou com reprovação.

-O único idiota aqui é você , Ronald ! – retrucou a menina firmemente , evitando o olhar nos olhos . Harry novamente abafou um riso quando o mestre de cerimônias pigarreou, em sinal que a cerimônia estava para começar.

Uma música suave começou , todos se levantaram olhando pra trás . Harry fez o mesmo quando de repente sentiu um golpe no coração , fazendo seu corpo estremecer de frio . O garoto congelara ao ver o que estava na sua frente, uma miragem, ele pensou a princípio,mas não, era Gina. A ruiva estava linda como ele nunca tinha visto antes, vestida num vestido pérola tomara que caia, luvas brancas, seus cabelos presos a um coque que nas pontas soltavam cachinhos vermelhos.Foi quando então Harry tivera uma sensação que nunca teve antes, se desgarrou do mundo que estava e começou a pensar que ele era o noivo e Gina a noiva que caminhava sob as flores. Em reação, esboçou um sorriso e suspirou feliz com aquela sensação, quando algo o puxou para a realidade.

-Harry , senta a noiva já passou-disse Hermione puxando o amigo pela roupa para que ele se sentasse mais rápido.

Logo Harry o fez , vendo só agora a noiva que estava muito bonita também, mas que seus olhos não se atraiam , eles brilhavam somente por uma certa ruivinha que jazia ao lado da senhora Weasley com um buquê nas mãos.

A cerimônia foi muito cansativa ao ver dos garotos. Os noivos trocavam os votos sorridentes, já a senhora Weasley chorava abraçada ao marido . Eles ainda estavam quietos em seus assentos quando a cerimônia acabou . Percebendo isso , Hermione se levantou , os meninos a seguiram saindo das cadeiras. Mas Rony logo percebeu que não gostara da direção que ela tomara, e isso se confirmou quando escutou uma voz familiar com um sotaque que ele definitivamente odiava.

-Oi Hermi-o-nini.- disse o búlgaro abraçando a menina. – Que saudade de você,como está linda!- continuou Krum a abraçando mais forte ainda.

-Também senti saudades, Viktor! Como está?- disse a garota se afastando do abraço e o olhando atenta.

Rony soltou um grunhido ,que na verdade ninguém conseguiu identificar o que foi.

-Olá, Haa-rry!- Krum falou estendendo a mão a Harry que retribuiu .

-Olá ,Krum! – respondeu meio desajeitatado depois que viu o sorriso de Hermione pra ele em protesto.

- Como vai, Pom? – disse Vicktor olhando pra Ron fazendo o mesmo gesto que fizera com Harry.

-Bem ! – retrucou o ruivo olhando diretamente pra Hermione , logo depois virando as costas e saindo.

O garoto começou a caminhar e a olhar todos envolta.Todos com sorriso radiante e expressões saudosas.

-Roniquinho, chega aqui!- gritou Fred atrás de Ron, que o fizera olhar pra trás .Fred estava com um olhar malicioso , olhar esse que o irmão conhecia bem. Sabia que era um sinal de que estava aprontando algo.

-Prove um desses, Roniquinho- o ruivo disse a Ron oferecendo-lhe um copo. Ele aceitou, e logo reconheceu o que era.

-Isso é whisky de fogo?- perguntou ansioso.

-Sim irmãozinho- Fred respondeu com um sorriso maroto.Ron firmou mais ainda as mão no copo e o virou apressadamente , como se fosse um copo d’água.
-Calma cara, isso não é água não.-falou Jorge que chegava na hora.

-Onde arranjo mais desse ? –perguntou Ron ansioso.

-Bom, subornamos aquele garçon ali.Diga que é nosso irmão e ele te servirá a vontade.- disse Fred dando um tapinha nas costas do irmão mais novo,sorrindo marotamente.

Ron foi em direção ao garçon e quando Gina chegou pra falar com ele, deu as costas e saiu. Harry chegou logo em seguida e notou a aflição da menina.

Harry a olhava admirado , queria lhe falar tantas coisas . Quando de repente algo o puxou pra realidade . Gina não estava sozinha, tinha um garoto ao lado dela, parecia mais velho.

-Harry, esse é um amigo, John! – disse a menina encabulada.

-Oi – ele só conseguiu responder isso, algo dizia que aquele cara não o agradava muito.

-Muito prazer Harry, eu sou John Becker.- o garoto fora mais educado


-Eu sabia !...É o tal...que era apaixonado por ela...!” –ele pensou furioso.

-Muito prazer John , eu sou Harry Potter –ele disse dessa vez aparentemente mais calmo,mas que por dentro tudo fervia.

-Bom, acho que vou procurar o Rony.- disse logo virando as costas, tentando disfarçar o que sentia. Gina sorriu ,entendendo o que havia acontecido ali.

A pista já estava lotada, a maioria jovens, inclusive os noivos. Rony já estava aproximadamente no seu quinto copo de Whisky de fogo, sozinho numa mesa. Ele olhava as pessoas dançando felizes ,até que seus olhos pararam nuns certos cabelos castanhos, que apesar de presos, balançavam de um lado para o outro . Movimento que o hipnotizava e o levava para um mundo perfeito. Rony caiu em si, quando viu que algo naquela cena estava errado. Ela estava dançando sozinha? Não. Com ele...

-Peraí, ela está dançando com o Krum !- Rony disse isso se levantando, quando sua cabeça doeu. Tinha exagerado no Whisky de fogo, naquela hora um arrependimento bateu. Ele não sabia da onde tinha vindo forças, nem coragem, pra que ele fosse em direção ao casal que estava olhando a pouco.Mas continuou a caminhada até que parou em frente a eles.

-Hermione!- ele gritou furioso. Ela não deu atenção.

-Hermione! – dessa vez gritou já puxando o braço da garota.


-Que isso , Ron! Me solta! Você ta me machucando! – disse assustada olhando pra ele.

-Hei cara ! Você não escutou o que disse?- perguntou Krum furioso com um olhar de ódio pra Ron.

-E você não se mete! O assunto aqui é entre ela e eu. – retrucou furioso também com seu olhar de ódio.

-Eu preciso conversar com você ! – ele disse sério olhando nos olhos de Hermione.

-Ah Ronald! Você teve tanto tempo pra conversar ! Não vê que EU estou OCUPADA! Peraí .. Você andou bebendo?- Hermione já gritava chamando atenção de todos.

-Bebi sim, mas não estou bêbado. Eu preciso falar com você , agora! – ele soltou um olhar desesperado pra Hermione.

- Ta – ela disse e saiu dali com ele se afastando de onde estavam.

-Fala, Ronald! – ela falou arqueando uma das sobrancelhas

-Hermione... eu – ele começou a ficar vermelho, pegando na mão dela.

-Você o que?- ela perguntou quase inaudível , parecia que tinha perdido as forçar com o contato dele. Ele meio que suspirou e se calou de novo. Rony tentava achar as palavras certas em sua cabeça, mas era tão difícil pra ele dize-las . Sua cabeça rodava as palavras lhe escapavam. Ele não sabia o que fazer. Ela estava ali esperando que ele falasse , era sua chance. Única e talvez última. Ele precisava falar.

-Ronald?!- Hermione disse enfurecida.

-RONALD! Eu não vou ficar aqui a vida toda! Diga de uma vez o que você tem pra falar!

Ele estava desesperado, foi como a boca dele não mexesse, as plavras não conseguiam sair . Ele estava travado. Então Hermione voltou a falar.

-Ta bom, Ronald! Olha, eu não vou ficar aqui a vida toda. Alias eu já perdi muito tempo da minha vida com você. Então, desembucha logo o que você tem pra me dizer, porque eu quero voltar pra pista. O Viktor está me esperando. Pela primeira vez em muito tempo, Rony falou:

-Você não vai voltar pra lá ! – disse furioso agarrando o braço dela de novo.

-Ah... não? E por que? – ela puxou o braço de volta e o desafiou.

-Porque eu não quero ! – ele disse sério e enfurecido.

-E por que você não quer?- ela o desafiou mais uma vez.Ele se calou outra vez.

-Ah quer saber? Tchau, Ronald! – ela disse aos gritos e deu as costas.Ele se desesperou mais do que nunca naquele momento. Não podia deixar ela escapar, ele tinha que falar agora, senão poderia ser tarde demais. Ele não soube explicar,mas uma força sobrenatural tomou conta dele, juntou com uma coragem inesplicável.Ele foi em direção a ela e gritou:

-Porque eu sou apaixonado por você ! Eu sempre fui, Hermione. Sempre foi você....mais ninguém ! Nem Lilá...nem nenhuma outra . A única mulher no mundo pra mim é você!!! ....Eu te amo ..Mione! E é por isso...é por isso que eu não quero que você volte pra lá!- Rony estava aos gritos , suas palavras vieram num tom de desespero, aquilo era uma necessidade pra ele. Ele precisava pôr tudo pra fora , dizer a ela o que sentia.

Foi tudo muito rápido, ele gritou e depois ficou parado olhando pra ela. Os olhos dos dois se encontraram em um segundo , e no outro ela vinha em disparada ao encontro dele. Hermione se jogou em seus braços e o beijou apaixonadamente . Parecia que tinham esquecido que aquilo era uma festa. Rony a segurou pela cintura e não a largou por nada.Já Hermione prendia seus braços na nuca dele firmemente, com medo que ele escapasse. O beijo durou longos minutos.

Depois de muito tempo os lábios perderam o contato. Ron encostou sua testa na dela, e lá ficaram se olhando , como se não acreditassem que aquilo tivesse acontecido. Eles sorriam um pro outro como se conversassem por telepatia , e soubessem o que cada um queria dizer naquele momento.

-Mione, me desculpa por tudo! Eu fui um idiota esse tempo todo. Eu ...eu sai correndo naquele dia porque... eu tive medo, Mione! Tive medo de me expor, de me expor pra você! ...Eu tive medo de a ...de amar você...- Ele respirou fundo, estava muito encabulado.- Eu tive medo de admitir isso pra mim mesmo.-o garoto estava tenso, gaguejando, queria falar tudo muito rápido mais não conseguia...mal conseguia olha-la nos olhos.

-Ron! – Hermione tentava falar pela primeira vez em muito tempo, mas logo foi interrompida por ele.

-Olha , Mione! Me desculpa! Você não merece isso, não merece ter passado pelo que fiz você passar... Aquilo com a Lilá em Hogwarts, foi idiotice minha, eu queria me vingar de você ! A Gina , ela tinha me dito que você tinha dado uns amassos no Krum... e que eu era o único que não tinha beijado ainda...Eu MORRIII de CIÚMES!! Eu fiz aquilo , mas me arrependo! Me perdoa, Mione! Por favor! Diz... diz que me perdoa, Mio...- o menino nem respirava de tão tenso e desesperado e foi interrompido pelos dedos de Hermione que o calaram. Ela não podia acreditar. Ron lhe pedindo desculpas, por tudo que ele a fez passar? Não ... não podia ser verdade. Era uma ilusão! Não era o Ronald Weasley que ela conhecia... aquele que tinha o emocional de uma colher de chá.

-Shiiiii... Não fala mais nada, Ron . Deixa eu te falar uma coisa- a garota disse carinhosamente olhando pra Ron e respirou fundo, buscando forças pra o que precisava falar.

- Eu sou completamente apaixonada por você ,Ron ! Eu sofri muito, eu sei! Mas também você sofreu, não sofreu? Essa história toda do Viktor no 4° ano e depois...Mas não vamos nos ligar a isso mais, tudo já foi tão doloroso... Estamos em guerra ,Ron! Isso é tão triste, mas o amanhã pode não existir... e aí.. – o olhar de Hermione era terno e carinhoso.

- Então você me perdoa?- Ron a interrompeu.

-Se você me perdoar... – Hermione respondeu acariciando o rosto de Ron com as costas da mão. Ron a beijou docemente.

- Mione, posso te perguntar uma coisa?- ele parecia apreensivo . Ela levantou uma das sobrancelhas , e em seguida ele sorriu e falou:

- Quer namorar comigo? – ele perguntou ficando mais vermelho ainda , como se fosse possível.

- Claro que quero!!!- ela disse enlaçando os braços no pescoço dele e o beijou em seguida.

Ela nunca na vida tinha sentido algo parecido com aquela sensação. Uma sensação de felicidade plena. Ela se sentia em casa com Ron ao seu lado. Nada era mais importante do que aquilo , aquele era o seu lugar.

O beijo parou mais uma vez, quando ainda abraçados Ron falou:

-Olha, pra compensar o tempo perdido, você pode me pedir qualquer coisa- ele disse e sorriu.

-Qualquer coisa mesmo?- ela sorriu marotamente. Ron se arrependeu do que falara naquele instante.Mas agora não tinha como retirar.

-Vamos dançar? –ela perguntou e ele fez uma de suas caretas típicas.

-Nem adianta Ron ! Você disse qualquer coisa !- ele só respondeu com uma cara que dizia : “Se não tem jeito mesmo eu vou né? Fazer o que?”- ela sorriu e o puxou pela mão.

E pensar que a única coisa a se fazer desde o início, era escutar o som mais alto de todos. O amor não dito.






NTA: OLÁ GENTE!!!! EU DEVO MIL DESCULPAS A VCS!! NUNCA FIQUEI TANTO TEMPO SEM ATUALIZAR!! MAS TÁ AQUI O CAP 8!! COM MUITO CUSTO..ELE FOI DIFÍCIL DE FAZER... ATÉ PORQUE SOU EU QUE TENHO A IDÉIA ,ESCREVO E AINDA CORRIJO... ENTÃO É UM POUCO PESADO. MAS NÃO DESISTI , ESTOU AQUI!!!! E NÃO SAIO MAIS... PRA QUEM ACHOU QUE EU IA DESISTIR AQUI ESTÁ A PROVA!!!!! =)... só estou um pouco triste pq ninguém tem comentado mais... comentem genti!!!!! eu gosto tanto quando sei o que vcs estão gostando ou não!!! Quem é autor de fic sabe disso!! obrigada àqueles que acompanham... agradeço tb as meninas que comentaram no último cap ...é tão gratificante isso... vcs nem imaginam...!!! bOM, acho que é só!!!

COMENTEMMMMMMMMM!!!!!!! e até ao nove!!! prometo não demorar tanto dessa vez!!! beijos

LiLi ( Liz)

obs: Gente hoje estava lendo aqui, e vi alguns erros tentei consertar, bom desculpe qualquer coisa. Mas se ainda tiver erros depois me falem, não gosto de escrever errado ou coisa parecida. Estou prevendo que postarei o próximo capítulo no final de semana, avisarei a todos! um beijo.



Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.