FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

20. Caminhos que se cruzam


Fic: Apple First Season - Summer Just Began - Completa!


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

20o capítulo: Caminhos que se cruzam


 


Não faz nem cinco horas que Hermione e Hux terminaram e ele já foi visto com uma garota em um lugar suspeito. Não se fala de outra coisa no momento. Terrence anda com o coração partido também... Mas não preciso mais dele. Scarlett já viu. Dois corações partidos que vão se encontrar ainda hoje podem ou não serem almas gêmeas. Vai saber... Tudo anda meio confuso no momento. Acho que até eu, pela primeira vez em semanas, estou confusa.


 


 Gina desceu as escadas para o salão comunal. Colin e Dakota riam, pra variar, Hayden estava desaparecido. Rony e Wynter brigavam num canto, Faith acabava de chegar e Harry, Dominique e Hermione conversavam.


 


- Onde você estava? – ela perguntou para Faith.


 


- Biblioteca – Faith mostrou dois pesados livros – Eu precisava deles para acabar meu trabalho. Nossa – ela olhou o relógio que ficava em cima da lareira – Já são sete e meia. Preciso tomar banho e descer para jantar.


 


- Eu espero você – Gina falou –Vou estar ali com o Colin e a Dakota.


 


- Faith você viu o Hayden? – Colin gritou para ela.


 


- Não Colin – ela falou – Estava na biblioteca.


 


- O que vocês dois estão fazendo? – Gina perguntou enquanto se sentava do lado de Colin – Vocês riem o tempo todo.


 


- Eu estava mostrando essas fotos pra Dakota – Colin explicou – Dos Power Rangers – ele riu – Você sabe, ela faz Estudos dos Trouxas então eu estou ajudando.


 


 Gina riu sozinha, lembrando de quando comparara Draco Malfoy e os amigos com os Power Rangers. A lareira estava apagada, e todas as janelas do lugar abertas. Uma brisa suave entrava.


 


- Preciso achar o Hayden – ele falou – Encontro vocês duas no jantar?


 


- Pode ser – elas disseram juntas.


 


 ***


 


- Ele ainda não apareceu – Scarlett sussurrou para Draco – Cadê o Terren, hein Draco? Vai atrás dele.


 


- Scarlett eu já fiz o que podia – Draco reclamou – Estou cansado, tenho treino de madrugada e você ainda reclama?


 


- Mas é um grosso mesmo – ela virou emburrada.


 


 Pansy olhou de relance para Draco. Estava doida pra se encontrar com ele em particular, mas ainda estava traumatizada com toda a história da foto. Por mais que ela quisesse esquecer, as pessoas ainda lembravam.


 


- Vamos jantar – Blaise falou, levantando do sofá – Draco marquei o treino as onze, porque vamos treinar por quatro horas.


 


- Nossa! – Draco respirou fundo. Não via a hora de domingo chegar e o jogo contra a Lufa-Lufa acabar. Depois disso ele ficaria um mês relaxando. Podendo dormir a noite inteira.


 


- Vamos lá – Pansy deu um sorrisinho – Cadê o Terrence?


 


- Você não sabe? – Scarlett segurou o choro – Vi ele e a Weasley juntos.


 


- De novo? – Pansy perguntou, fazendo uma engraçada cara de nojo – Ele não cansa de pegar lixo?


 


 Não disse que as piadinhas tinham voltado?


 


- Eu preciso fazer meu mapa em Aritmancia – Draco falou – Caráter, essas coisas. Isso pelo menos é mais divertido que Adivinhação.


 


- Eu gosto de Adivinhação porque posso dormir – Blaise riu.


 


 Acho que toda a escola pensa como ele.


 


 ***


 


 Rony sentou irritado na mesa para jantar. Wynter continuava achando que ele dava em cima de metade do castelo. Era tão irritante. Hermione e Harry sentaram, cada um de um lado dele.


 


- Cadê a Wynter? – Harry perguntou divertido.


 


- Sei lá – ele deu de ombros – Essa garota é doida.


 


- Olha lá – Harry apontou, fazendo Hermione olhar também.


 


 Ela segurou o choro. Huxley agarrava uma daquelas vadias da Corvinal. Na frente de todo mundo. Como se ela esperasse outra coisa dele depois de um fora daqueles. Pra começar, Hermione não sabe lidar nem com sua relação namoro/amizade com Harry, como é que espera sair com um capitão?


 


- Já vou – ela resmungou, levantando com força.


 


 Algumas garotas olharam curiosas para ela. Morriam de inveja por saber que Hermione vivia rodeada por Harry Potter e Rony Weasley, agora sair com Huxley Rowell foi simplesmente o ápice. Parece que ela caiu de lá de cima. De uma nuvem para o quente chão de um dos pátios da escola.


 


 ***


 


 Dakota ficou só dez minutos no salão principal. Assim que Draco, Pansy, Scarlett e Blaise chegaram, ela saiu. Encostou na parede de pedra, do lado da porta, e cinco minutos depois Blaise apareceu.


 


- Então eu entendi direito? – ele perguntou, a sobrancelha arqueada.


 


- É – ela suspirou falsamente – Você não é um idiota pelo menos.


 


- Não, eu não sou – ele riu e a prensou na parede – Mas posso ser várias outras coisas. Em qualquer lugar que você queira.


 


 Nós sabemos disso Blaise.


 Dakota riu e o puxou pela mão. Os dois andaram por uns dois minutos, em silêncio. Quando achou que o lugar era bom, ela simplesmente parou e o beijou com força. Blaise demorou dois minutos para conseguir tomar as rédeas do negócio.


 Eu disse que ela era esperta.


 


 ***


 


- Onde você se meteu o dia todo? – Lexie perguntou, os braços cruzados de um jeito sério enquanto o encarava – Tenho vontade de socar sua cara – ela suspirou.


 


- Já disse que estava só... Por aí - ele deu de ombros – Não sei porque tanto escândalo Lexie.


 


- Ai estou tão de saco cheio de você – ela falou, andando até a janela. Não havia brisa nenhuma naquele momento e o calor parecia sufocá-la.


 


- Não, não está – ele sorriu divertido, andando até sua princesinha.


 


- De verdade... – ela murmurou – Você me estressa.


 


- Eu sei disso – ele beijou o pescoço dela.


 


 Hayden virou Lexie de frente pra ele, prensou-a contra seu corpo e a beijou com força.


 


 ***


 


 Harry suspirou irritado enquanto ouvia Rony e Wynter brigando. Mais uma vez. Hermione não deveria estar tão chateada com Huxley, afinal... Ela não tinha terminado tudo?


 


- Tudo bem cara? – Rony perguntou para ele.


 


- Acho que sim – ele respondeu, meio confuso.


 


- Bebê – Wynter cutucou o namorado, desesperada por ter se dado conta de que Rony não estava mais dando atenção as suas reclamações – Você enche o meu copo? Estou morrendo de sede.


 


- Claro que sim – ele deu um selinho nela.


 


 Feliz por perceber que a crise havia acabado. Acho que todos nós estamos.


 


- Já vou – Harry disse enquanto levantava.


 


- Vou com você – Dominique, que estava entre Parvati e Lilá, levantou e o seguiu – Porque você não chega e fala a verdade?


 


- Do que está falando?


 


- Você a ama Harry – Dominique lançou um sorriso sonhador para ele – Mas é lerdo.


 


- Não sou lerdo – ele se defendeu – E não estou apaixonado coisa nenhuma.


 


 Um surto de mentira atingiu Hogwarts. Definitivamente.


 


 ***


 


- Tenho uma coisa pra te falar – Lexie disse a Elisha enquanto as duas voltavam para o salão comunal – E isso explica porque não fui jantar.


 


- E o que é? – Elisha perguntou, dando uma olhada para os lados e vendo se encontrava algum amigo para se divertir.


 


 Ela meio que sabia que Lexie jamais faria algo absurdo. Ela era tão... Sonserina.


 


- Estou saindo com o Vaughn.


 


- Hayden Vaughn? – Elisha perguntou chocada. Como é que sua amiga, uma Parkinson, estava saindo com um réles Grifinório? – Isso é uma piada?


 


- Claro que não – Lexie revirou os olhos – Só estamos ficando, você sabe como é. Não quero me envolver.


 


 Ah tá.


 


 ***


 


 Gina suspirou e encarou seu prato de comida. Algo a dizia que um ciclo estava para se fechar. Draco Malfoy conversava com Scarlett e Pansy, rindo levemente de alguma coisa. E sabe? Ele nunca ri.


 


- Você está bem? – Faith perguntou para ela – Parece cansada.


 


- E estou – ela confessou – Ando cheia de coisas pra fazer... Mas isso só vai durar mais alguns dias.


 


- Eu realmente gostaria de saber o que você anda fazendo por aí – Faith falou séria, aquele ar de Hermione se apossando dela – Sabe que é perigoso andar a noite e está me dando o maior trabalho enganar as meninas.


 


- Eu sei me cuidar Faith – Gina sorriu de um jeito estranho – E eu garanto que compensa cada hora que perco.


 


- Se você diz – ela deu de ombros.


 


 Colin e Dakota conversavam aos sussurros. Eles viviam cheios de segredos e Gina meio que sentia ciúmes disso. Ela sentia que Dakota havia roubado seu melhor amigo desde o primeiro ano. Mas não é verdade... Tem Colin pra todo mundo meninas.


 Três garotinhos da Lufa-Lufa cantavam aquela música que fez nossa cabeça na última semana. Aquela que todos têm cantado.


 


- Ela queria tanto, tanto – eles estavam cantando – Ser alguém, alguém... Mas um dia, um dia... Tudo acabou. Gina Weasley seu mundinho falso desmoronou.


 


 É, essa música já começou a virar um problema. É bom Gina fazer todo mundo esquecer-se dela rapidinho... Porque de traída ela passou pra interesseira.


 


 ***


 


- Você acha que ela está solteira? – Simas perguntou para Harry enquanto os dois observavam a gracinha Dominique conversar com Lyss.


 


- Provavelmente – Harry respondeu, se dando conta de que Dominique realmente era um avião – Nunca a vi com ninguém.


 


- Eu to é morrendo de medo de chegar nela – ele assumiu – Você sabe como é, algumas pessoas simplesmente sabem destruir a auto-estima de alguém e uma garota bonita como a Dominique já deve ser escolada nisso.


 


- Hermione ainda não chegou – Harry falou para ninguém em especial.


 


 Ele já estava começando a achar que ela tinha ficado com Hux de novo. Era bem a cara dele, convencê-la a voltar. Simas levantou e quando Harry percebeu, já estava saindo com Dominique do salão comunal.


 Harry encarou distraidamente a lareira apagada, se perguntando quando é que o inverno ia chegar. Ele já estava tão de saco cheio do verão e daquela porra de mormaço. Calma... Ainda tem o outono pela frente.


 


- Acho que só nós dois ficamos por aqui – Lyss sorriu, sentando do lado dele.


 


- É – ele falou desanimado.


 


- Você não está saindo com ninguém, está Harry? – ela perguntou. Olhando o cabelo gracinha dele.


 


- Acho que não – ele falou depois de alguns segundos. É, definitivamente não estava saindo com ninguém.


 


 Lyss sorriu.


 


 ***


 


 Terrence andou como um fantasma pelo castelo. Estava tão magoado com Gina que não queria falar com ninguém. Ela tinha dado seu troco afinal.


 Abriu a porta de uma sala e entrou. Só quando olhou o lugar, iluminado por sua varinha, foi que percebeu que alguém estava ali. Era uma garota, muito linda por sinal, se abanando levemente com um caderno gasto. O cabelo, preso em uma trança, caindo delicadamente pelo ombro. A garota se virou para ele e o encarou.


 


- Desculpe – ele murmurou – Não sabia que já tinha gente aqui.


 


- Ta tudo bem – ela suspirou infeliz. De um jeito que fez Terrence perceber que ela sofria do mesmo problema que ele – Se quiser... Pode ficar.


 


 Ele andou um pouco inseguro até ela. Os dois estavam com o uniforme, ou pelo menos parte dele. Já que era só a camisa e a gravata. A dela era vermelha e dourada, uma Grifinória... Que agradável surpresa.


 


- Então... – ele falou um pouco inseguro – Você quer conversar?


 


- E você? – ela virou o rosto para ele, que estava sentado do seu lado. Terrence viu que os olhos dela brilhavam muito, apesar de não serem claros.


 


 Os olhos mais bonitos que ele já tinha visto. E a sufocante e quente sala tornou-se tão agradável que ele viu que poderia passar a noite ali.


 


 ***


 


 Gina olhou seu relógio e viu que já era mais de duas da manhã. Draco gritava frustrado para Owen e Noah. Blaise mais assistia o treino do que tudo. Desde o grande baque da derrota, ele percebeu que talvez não fosse tão bom assim quanto imaginava.


 Ela tirou do bolso da calça o bilhete que Delilah tinha dado para ela. Como estava rodeada de pessoa na hora, não conseguiu ler. Ela deu uma última olhada no jogo e se enfiou embaixo da arquibancada. Com a luz da varinha, pode, finalmente, lê-lo.


 


 Você está mesmo falando a verdade, não é?


 


- Vamos lá Philip – Draco gritou a plenos pulmões – Será que você não pode simplesmente abrir os olhos e ver o jogo? Mas que porra!


 


- Será que ele é sempre tão educado assim? – ela se perguntou, rindo baixinho.


 


 Viu Draco, girando enquanto procurava pelo pomo e dava ordens ao time. Seu cabelo caiu displicente na testa, não chegando exatamente aos olhos. Ele ia até a nuca... E era um loiro diferente... Não tão claro quanto em seu primeiro ano, mas não tão escuro... Talvez uns quatro tons acima do loiro branco.


 Ela bateu uma foto dele... Pensando que talvez, só talvez, não a mandasse para Zacarias. Ele não iria aproveitar muito a foto de um garoto suado e irritado.


 


- Sempre pela direita – Blaise finalmente se pronunciou.


 


 Gina anotou o que ele havia dito e bateu mais uma foto. A areia fina e branca que ficava embaixo da arquibancada a incomodava um pouco, mas não muito. Ela respirou fundo e olhou o céu, através de uma fresta de madeira. Se perguntando quando todo o calor ia embora... Quando é que o outono ia chegar.


 


- Até amanhã – Blaise anunciou e desceu da vassoura, passando muito perto de onde Gina estava.


 


 Ela prendeu a respiração e esperou. Ouviu passos e dois garotos pararam do seu lado. Como estava acostumada com as vozes deles, percebeu que era Draco e Noah.


 


- Acho que o Blaise trapaceou – Draco falou sério, num tom baixo.


 


- Como é? – a voz de Noah soou chocada.


 


- Isso mesmo... Eu recebi umas dicas cara. Parece que a porra do Zabini comprou o Marcos e o Tony para ser capitão.


 


- Bem, essa seria a única explicação já que todo mundo queria que você fosse capitão.


 


- Então nós precisamos descobrir se isso é verdade ou n...


 


- Vocês não vêm? – Blaise gritou. Os dois meninos pararam de conversar no mesmo instante.


 


- Já vamos – Noah gritou de volta enquanto eles caminhavam até os vestiários.


 


 Gina respirou aliviada quando percebeu que eles tinham ido embora. Sorrateiramente levantou e foi embora. Tinha que dormir... Para encarar as aulas do dia seguinte.


 


 ***


 


 Scarlett olhou frustrada para o relógio. Porque Terrence ainda não tinha aparecido? O time da Sonserina entrou no salão comunal, rindo e falando alto. Pansy já tinha ido dormir e ela estava como uma idiota ali no sofá. Draco e Blaise falaram boa noite quando passaram por ela.


 


- Boa noite – ela resmungou em resposta.


 


 Por fim, ali no salão comunal, sobraram ela e Noah. Ela olhou o garoto, pensando que o conhecia desde sempre. Estava tão de saco cheio de Terrence que não pensou direito quando simplesmente levantou e beijou o garoto. Noah a empurrou levemente, confuso, depois sorriu.


 


- O que é isso? – ele perguntou.


 


- O que você acha? – ela o encarou... Um pouco cansada de joguinhos. Precisava de uma pessoa direta e Noah parecia a opção perfeita.


 


- Ótimo – ele sorriu e a beijou. Ótimo.


 


 ***


 


- É meio frustrante ficar esperando demais – Terrence estava falando – Eu nunca fui de me ligar muito em ninguém.


 


- Eu sou completamente diferente – a garota sorriu.


 


 Eles estavam conversando há horas. Nem mesmo percebeu que todo o castelo estava num silêncio sepulcral. A garota olhou para Terrence com um leve sorriso, pensando que nunca tinha encontrado ninguém tão sincero em toda sua vida.


 


- Três da manhã – ele falou surpreso – Ficamos conversando por horas.


 


- É mesmo – ela riu e levantou – Eu estava precisando conversar direito com alguém.


 


- Sei o que você quer dizer – ele concordou, levantando também.


 


- Precisamos fazer silêncio, por causa do Filch – ela falou e abriu a porta da sala, dando uma espiada no corredor – Parece que não tem ninguém – Os dois se olharam em silêncio por alguns segundos.


 


- Eu vou te ver de novo? – ele perguntou.


 


- Pode apostar que sim – ela sorriu para ele.


 


- A propósito – ele falou quando a viu se virar para ir embora – Sou Terrence Grant, da Sonserina.


 


- Eu – ela se virou, sorrindo mais uma vez – Sou da Grifinória... Hermione Granger.


 


_________________________________________________________________________


 


Nota da Autora: Parabéns atrasado pra Vaamp!! Postado!!!! Att Eurotrip tb. Bom, mais dois caps até o fim. Aí começa a segunda temporada, até agora minha preferida.

Amanhã tenho que trabalhar, então passei aki rapidinho. Um super beijo para as meninas da Campanha Posta Lali (adoooro isso!!!) e todas as outras que comentaram. Sem vcs meu trabalho nao ia significar nadaaaa....

beijinhusssssssssssssssssssssss

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.