FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

4. Capítulo IV


Fic: Depois daquele baile ..


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Hermione acordou cedo por causa do nervosismo. Levantou e foi tomar um banho quente para ver se sua tensão diminuía. No banho, ela ficou olhando pra si mesma e pensando no seu almoço com Rony. Ficou imaginando as inúmeras perguntas que iria fazer a ele e umas estavam no topo: "Por que você foi pra França? Por que você não me disse da proposta? Por que só falou com Harry e não comigo? O que foi que eu te fiz? Você foi embora por minha causa?"
Ela pensou até fazer essas perguntas na lata, mas resolveu fazer isso no decorrer da conversa se tiver uma oportunidade de falar. Mas depois se ele não tocar no assunto? Cada solução pra Hermione tinha um problema a mais. Isso a deixava mais nervosa. Às vezes ficava pensando: " Por que eu quero saber disso? Isso não é problema meu!". Mas a resposta às vezes era imediata: "Mas preciso saber.. Não sei por quê, mas quero saber.. Não, não.. eu sei o por quê, mas não quero admitir.. Não, o que é isso?! Que bobagem!"
Quando eram exatamente três horas e trinta e dois minutos, ela já estava impaciente: "Já está atrasado.. Hermione, isso não é um encontro! Mas, é um almoço a dois.. Mas ele não mencionou "encontro" então não é um "encontro"! Mesmo assim a situação é a mesma! Por que acho isso?!Por Deus.."
A campainha toca. Hermione se levanta devagar pra tentar disfarçar mais a tensão que estava tendo. Ao tocar na fechadura da porta, respira fundo e pergunta:

- Quem é?
- Sou eu, Hermione.. Ronald .
"Ai, é ele!" Abriu a porta bem devagar e encontrou Rony vestindo uma blusa social branca, uma calça jeans, só que com um blazer marrom aberto por cima já que estava fazendo um pouco de frio.. Simplesmente lindo.
-Me desculpe a demora. Mas teve um engarrafamento na rua principal e acabei usando magia para chegar .
- Usou magia? Não precisava! - disse Hermione surpresa com a desculpa de atraso dele.
- Ah, mas já foi feito. Vamos lá então?! – sorriu Rony.
-Está certo.

Hermione fechou a porta do apartamento devagar e desceu as escadas com Rony. Ao chegar à lareira da recepção viu um casal de namorados se beijando no sofá, o que os dois realmente não esperavam. Rony fez uma cara de "E agora?" .. o que eles poderiam fazer é sentar e esperar pra pensar em uma forma de fazer o casal sair da recepção pra poder usar o pó de flu na lareira:

- Rony, e agora? Se esperarmos esses dois saírem, não vamos nem jantar.
-Eu não sei. Você não conhece nenhum dos dois, Hermione?
- Só o menino, mas eu não falo com ele.
- Ei, peraí.. A menina eu estou reconhecendo.. Franciere?!

A menina pára de beijar o rapaz e vira com um tremendo susto ao ver Rony e Hermione olhando os dois no maior amasso. Ela tenta recuperar o ar passa um tempo pra articular uma frase:

- Pro... Professor? -gagueja a menina - O que o se... Senhor está fazendo aqui?
- Ora, esqueceu que eu sou inglês? - disse Rony sorrindo pra garota - Agora eu não sabia que você era inglesa...
- Minha mãe é inglesa, por isso eu estou aqui! - disse a garota envergonhada
-É, estou percebendo... - disse Rony sorrindo - Seu namorado é trouxa? - perguntou Rony em francês.
- Sim. Por quê?
- Porque eu e uma amiga minha precisamos da lareira para usar o pó de flu para podermos sair.
- Amiga mesmo, professor?! - disse a aluna sorrindo - Deixa só as suas fãs descobrirem que o senhor tem uma namorada...
- Assim como a sua mãe, quando souber que você tem um namorado escondido - retrucou Rony fazendo uma singela ameaça do tipo: "Conta o meu segredo que eu conto o seu!”.
- Tudo bem professor.. Mas o meu namorado não pode sair daqui porque os pais dele podem chamá-lo a qualquer hora..
- Então... - Rony olha pra Hermione e fala pra ela bem baixinho - Tem como você emprestar a chave do seu apartamento para eles?
- O que? - disse Hermione baixo - Você quer que eu dê a chave do meu apartamento pra eles dois ficarem namorando na minha casa?
- Oh, Hermione.. É caso de urgência.. Digo a ela entregar a chave para o porteiro!
- Mas Rony.. Se meu apartamento ficar uma zona por causa desses dois, você vai arrumar!
- Ok, me responsabilizo.. - disse Rony pegando a chave de Hermione e entregando a garota - Fica nesse apartamento. Quando for embora, entregue a chave ao porteiro e não bagunce o apartamento está certo?
- Professor, vai emprestar seu ninho de amor com sua "amiga" pra nós dois? O que uma saída não faz...
- Se eu fosse você aproveitava... Às vezes os amores dessa época não serão mais os que você imagina daqui pra frente... - disse Rony olhando pra Hermione que não percebia a conversa
-Eu tenho certeza que eu e o Mike vamos ser pra sempre...
- Torço por você! -disse Rony sério - Agora vai...

O casal saiu em direção ao apartamento de Hermione e ela mal acredita que deixou isso acontecer. Queria dar uma marretada na cabeça de Rony, mas confessa que não tinha outra idéia se não fosse essa. Os dois usaram o pó de flu e foram até uma casa abandonada, onde estava estacionado o carro do Rony. Quando foram até o carro, ainda viam o trânsito engarrafado e Hermione se lembrou das loucuras do trabalho. Rony a fez entrar no carro, sentou no banco do motorista e perguntou:

- Podemos comer lá no Hendel's? Faz tempo que não vou lá...
- Lá é bom. Podemos ir lá sim!
- Mas.. você conhece um atalho pra podermos chegar até lá?
- Heheh, conheço sim.. Vamos dar a volta..

A única coisa que Hermione e Rony conversavam no carro era como chegar até Hendel's. Chegando lá, Rony estacionou o carro e foram pegar a mesa perto da janela do restaurante. Puxou a cadeira pra Hermione sentar e se sentou em seguida. Hermione agradeceu pela gentileza e chegou o garçom com o cardápio na mão:

-Boa tarde, senhores! O que desejam?
- Vamos ver... O que você quer, Hermione? Faz tempo que eu não venho aqui... - disse Rony entregando o menu para ela.
- Bem, já que insiste.. Quero um frango assado com catupiry e vinho branco. - falou Hermione com simplicidade
- Boa escolha senhorita.. Trarei o prato em breve, com licença..

Assim que o garçom saiu, Rony virou pra Hermione e elogiou pelo pedido do prato. Ela sorriu timidamente. Hermione percebeu que se não continuasse a conversa, Rony não iria falar nada então fez uma pergunta:

- Quer dizer que você é professor?
- Por enquanto. Preciso me sustentar! -disse Rony sorrindo e fez Hermione sorrir também - É apenas um trabalho pra poder continuar meus estudos. Não podia ficar muito tempo na casa de Fleur e Gui. Apesar da boa hospedagem, era constrangedor morar com um casal. Daí, eu pedi pra Fleur se não podia dar aulas na escola Beauxbatons. A partir daí eu virei professor de lá...
- Mas não é só escola pra meninas? - disse Hermione surpresa
- Mas os professores são mistos..
- Elas devem te dar trabalho né? - perguntou Hermione sarcástica.
- Ah, um pouco.. - disse Rony tímido por entender a pergunta da amiga - Mas coitadas, sós meninas juntas.. Elas não têm opção..
- Ah, tá! - falou Hermione rindo
- Estou falando sério! - respondeu Rony sorrindo - Sorte que há pouco tempo teve o Torneio Tribruxo lá e sabe como é.. Muitas arranjaram um namorado e tal.. Foi até engraçado.
- Quem venceu o Torneio?
- Foi Drumstrang. Victor Krum agora é diretor de lá não é?
- Sim. Ele se tornou diretor antes de casar.
- Você foi ao casamento não é?
- Sim. Fui a madrinha...
- Ah então, eu achei uma parceira com experiência da coisa! - falou Rony rindo - Eu também fui convidado por Milarie.
- Você a conhece?
- Sim. Ela é professora de lá também. Aliás, foi lá que começou o romance deles...
- Por que você não foi ao casamento?!- perguntou Hermione curiosa
- Porque.. - Rony deu uma pausa pra responder.

Enquanto pensava na resposta, o garçom chegou com os pratos e interrompeu a conversa. Ambos comem calmamente. Hermione deixa sem querer um pouco de catupiry cair na sua roupa e sorri e Rony rindo se levanta pra limpá-la. A sujeira ficou um pouco acima do busto e Rony limpa calmamente pra Hermione. Ela começou a sentir um arrepio estranho e Rony, percebendo o nervosismo da garota, levanta a cabeça e olha nos olhos dela. Rony levanta a mão que estava limpando na roupa e leva a boca de Hermione que estava um pouco suja. A troca de olhares desperta um constrangimento entre eles, mas Rony limpa suavemente a boca da garota. Ao terminar, Rony volta pra seu lugar e diz um pouco constrangido:

- Cuidado com esses molhos. Eles são difíceis de sair...
- Obrigada Rony.. - disse Hermione tímida.
Continuaram a comer em silêncio. Pagaram a conta e foram pro carro e continuaram em silêncio. Rony liga o rádio e pro ironia do destino estava tocando uma música conhecida pelos dois:

" I won't talk
I won't breathe
I won't move till you finally see
That you belong with me "

- Essa música.. -suspirou Rony que parou de falar.
- Foi tocada na formatura da gente - lembrou Hermione ao escutá-la
- É, foi mesmo.. Estou me lembrando agora - falou Rony em um tom baixo

Continuaram em silêncio e a música continuava a tocar. Hermione sussurrava a música bem baixinho, enquanto Rony não dava nem um chiado. Ao chegar ao apartamento, Hermione pegou a chave e Rony a seguiu pra ver se os meninos tinham feito bagunça. Estava impecável como ela deixou. Hermione ficou surpresa. Rony volta a porta e tenta se despedir:

- Bem, eu já estou indo.. Nem deu pra gente falar sobre o casamento né?
- Depois a gente combina. Temos um pouco mais de um mês pra isso.
- É verdade.. Bem, estou indo... Boa noite! - disse Rony, antes de dar um beijo na bochecha de Hermione.

Podia sentir o perfume dela de perto, assim como ela sentia o dele. Não puderam resistir e os dois se abraçaram. Foi suave mas, ao mesmo tempo, intenso . Acho que foi pra compensar todos os abraços que eles não deram durante os estudos em Hogwarts. Hermione ficou hipnotizada pelo perfume dele que fechou os olhos ao sentir aquela conhecida sensação estranha, porém, deliciosa. Só que ela não percebia que ele sentia também a mesma coisa. Rony ao perceber que podia acontecer mais alguma coisa, quebra o abraço devagar deixando um desgosto pra Hermione.

- Bem, até outro dia! Tchau, Hermione...
- Tchau.. - disse a garota fechando a porta.

"Por Deus! O que foi isso?! Ele me abraçou.. ". Suspirou Hermione que foi até a sala e sentou na poltrona. Ela mal acreditava que tinha ficado nesse estado ao abraçar Rony. O perfume dele foi causando uma certa hipnose, e a garota não sabia se ia resistir por tanto tempo somente com aquele abraço. Achou que por todo esse tempo foi o que ela realmente evitava. Abraçava o Harry e os outros meninos normalmente, mas não fazia isso ao Rony. Às vezes ela mesma se achava estranha porque ela não fazia isso. Mas nunca podia admitir a timidez ao tentar isso com ele. Sempre dizia "bom dia" ou "boa sorte" a distancia quando na verdade queria abraçá-lo como fazia a qualquer garoto. Mas não adiantava. Cada tentativa ela se sentia tímida e sensações saiam no seu corpo ao abraçá-lo.
Hoje foi muito mais intenso do que ela imaginava. Ela desejava que o tempo parasse naquele momento. A forma, o carinho como ele fez aquilo foi tão explícito que a fez flutuar: “Nossa, por que estou pensando assim? Hermione, você está maluca!”.
Hermione foi até seu quarto e viu que sua cama estava um pouco bagunçada. "Era só que me faltava! Vou matar Rony!" Ao mencionar o nome dele, Hermione sente o perfume dele preso na sua roupa e volta a sentir as sensações.Entrou para o banho pra poder passar os pensamentos e em seguida ter uma bela noite de sono. Ao se deitar, Hermione se lembra de um importante detalhe: “Nossa, me esqueci da pergunta que ia fazer pra ele... Ah, mas deixa pra lá... Tenho muito tempo pra isso..". Depois disso, ela tornou a adormecer.



* tradução¹: "Não vou falar/Não vou respirar/Não me moverei até que você finalmente veja/Que você pertence a mim" - trecho da música "True" do Ryan Cabrera.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.