FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

8. Naquela tarde


Fic: Anos de Sexo Proibido - Reta final - Capítulo 19 ON


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

N/A:


Oi, galera.


Queria pedir desculpas pela demora. A inspiração desapareceu por completo e eu estava muito sem tempo.MIL PERDÕES.


Eu também queria agradecer a galera q comenta e assim me auxilia a direcionar a história.Vcs sabem q aqui pode tudo: criticar, elogiar, pedir, e etc...


 ____________________________________________________________________________________________


 


-Harry?


 


  -Sim?


 


  Engoliu em seco e disse o que estava tentando dizer:


 


  -Eu sei sobre você e Hermione.


 


 ______________________________________________________________________________________


 


Explicação: o que rola neste capítulo vem antes do cap anterior.


 


 _______________________________________________________________________________________


NAQUELA TARDE


 


  Eles se encaravam seriamente. Sentados naquela cama onde passaram várias tardes durante anos, eles emudeceram. Não estavam se amando. Não estavam felizes. Não estavam admirando o corpo um do outro. Estavam vestidos. Estavam sérios. Estavam discutindo.


 


  -Eu entendo, Hermione. Você acha que gosto disso? Mas eu só estou pedindo um pouco ma...


 


  -Não, Harry. Nós estamos nessa há anos.Eu me sinto suja. Uma verdadeira ordinária.Não me venha pedir mais tempo e paciência. Eu já esgotei os dois.


 


  -Eu sei, mas vamos achar uma saída, nós poderíamos...


 


  -Não! –ela o interrompeu -Já não consigo olhar Rony nos olhos, e nem meus filhos. Eu vou me divorciar. E não vou mais continuar com isso. Está acabado entre nós.


 


  A razão a dominava naquele dia o suficiente para afastá-lo. Aquela culpa sufocadora não poderia continuar. Não agüentaria mais nenhum dia. Mesmo que o amasse, achava que seria mais fácil viver com esse sentimento do que traindo a todos. Que tipo de mãe ela era? Amava seus filhos mais do que tudo, e nunca deixou que nada lhes faltasse, nunca deixou de dar atenção a eles, mas que tipo de exemplo era ela? Era uma adúltera!


 


  -Mas se vai se divorciar, por que vai se separar de mim?-ele perguntou confuso.


 


  -Porque é errado de qualquer jeito. Você é casado e não vou ser sua...-era difícil falar aquela palavra. Dizer em voz alta era concretizá-la mais ainda.- Sua... Amante. Não vou passar a vida sendo a outra de ninguém. Isso tudo já foi longe demais. Nós não somos mais adolescentes. Não podemos continuar assim, desconsiderando a quem vamos atingir. Eu nunca deveria ter deixado isso começar.


 


  Ela levantou e se manteve de costas para ele. Era difícil dizer aquilo olhando nos olhos deles. Nos seus perfeitos olhos verdes.


 


  -Eu vou embora agora. E a partir de agora nos trataremos como se fôssemos apenas amigos. Como antes de tudo. Não ficaremos mais a sós. Quando for preciso que nos vejamos, vamos fingir cordialidade e sorrir, como se nada tivesse acontecido.


 


  -Não! –ele gritou –Não pode simplesmente acabar assim!


 


  -Não só pode como já está acabado!


 


  -Você não pode me deixar assim. Olha, nós vamos consertar tudo, está bem?


 


   Ela se virou e o encarou.


 


  -Não, não vamos. É o que dizemos sempre. E nunca fazemos nada. Somos medrosos isso sim! E você sabe muito bem que isso não mudou. Por isso EU vou tomar uma atitude. Tudo isso é... sórdido... é nojento o que fazemos! Sinto nojo de mim mesma o tempo todo!


 


  -Calma! Por favor!


 


  -Não!-estava exasperada. Gritaria então - Eu não quero mais ter que ser tocada por um homem que não amo e pensar em você enquanto o toco! Não quero mais esconder de todos o que vivemos juntos! Não quero! Não quero estar com um homem e pensar que quando ele vai pra casa ele se deita com outra mulher! Não quero mais nada disso!


 


  -Eu entendo como se sente.


 


  -Será que entende mesmo? Será? –ela ainda gritava. E agora lágrimas escorriam por sua face. – As vezes acho que não compartilha da minha culpa. Que não liga! Não sente vergonha do que fazemos?


 


  Ela voltou a dar-lhe as costas. Podia ouvi-lo respirar agora. Sabia que ele estava processando o que ela havia lhe dito.


 


  -Hermione, olhe pra mim. – ele disse. Ela prendeu a respiração.


 


  -Vamos, Mione. Vire-se e olhe nos meu olhos.


 


  Oh, não. Fraquejaria se o olhasse nos olhos.


 


  -O que há? Quero que olhe pra mim!-ele disse firme.


 


  Pôde sentir que ele se levantava. Virou lentamente. Ele a encarava duramente. Sentiu-se nervosa de repente. Droga! Maldito seja!


 


  -Quero que me olhe nos meus olhos e diga que não me ama e que não me quer mais. – ele disse calmamente.


 


  Ela devolveu o olhar duro.


 


  -Vamos, Hermione. Diga.


  -Eu não posso e você sabe muito bem disso.


 


  Ele deu um passo para frente na direção dela. Ela deu um passo para trás.


 


  -Não! Não venha me abraçar e repetir a mesma droga de todos esses anos! Desta vez é sério. 


 


  -Já pediu o divórcio? – ele disse desanimado.


 


  -Não, vou pedir hoje. Vou aproveitar que Hugo estará na casa dos meus pais. Mas Ronald sabe que nosso casamento está acabado há muito tempo.


 


  -Acho que deveria me sentir feliz por você se separar dele, mas não me sinto. Você não vai ficar comigo.


 


  -Sinto muito, mas Gina não merece nada disso. Se você vai ficar com ela, vai ficar só com ela.


 


  -É que é difícil! Eu não sei como dizer a ela que não a quero mais. Nosso casamento desmoronou também, mas nos acomodamos, e tem também as crianças. Eu não sei se eles entenderiam, e eu não quero que eles percam um dos pais. Eu sempre quis que eles tivessem um lar saudável e harmonioso mais do que tudo.


 


  Ela sabia como ele se sentia em relação aos filhos. Ele teve uma péssima infância e não queria que nada de ruim atingisse seus filhos. Ela também protegia os seus, mas eles iriam entender. Algum dia, pelo menos.


 


  -Eu entendo, mas é assim que vai ser daqui pra frente.


 


  -Tudo bem, Mione.  Se não posso  fazer nada por nós dois...

  Ele a conhecia, e ela estava determinada dessa vez. Ele temeu tanto esse dia. O dia em que ela abriria os olhos e não conseguisse mais manter aquilo. Porque ele sabia que esse dia chegaria, masi cedo ou mais tarde.

 - Mas eu quero que saiba que eu nunca fui tão feliz quanto fui ao seu lado. E que eu te amo muito. E vou amar sempre. Se não larguei Gina foi pelas crianças. Elas merecem que eu cuide delas do jeito certo. Elas precisam de mãe e pai. Gostaria que entendesse.


 


  Ele se aproximou e selou seus lábios nos dela lentamente. Ficaram parados apreciando o contato. Ela se separou.


 


  -Eu também te amo muito. E também vou amar sempre.


 


  Ela virou as costas e saiu.



____________________________________________________________________________________________


N/A: agora é sério! prometo não demorar a postar o próximo

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.