FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

4. Cavaleiro?


Fic: O clã dos Potter e a Feitiçeira...cap. 11 quase chegando...


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

4º CAPITULO


 


Narrado pro Gina


 


O banquete estava esplendido, como sempre. Sabe quando você se sente bem com as pessoas? Pois é , eu me sentia ótima, claro que ainda estava fraca graças o feitiço que fiz pra salvar a vida de meu irmão. Já havia se passado três semanas dês do acidente mas por incrível que parece eu ainda sentia como se o ar estivesse carregado de algo ruim mas eu não sabia o que era.


 


Era frustrante você poder ver o futuro mas não poder mudá-lo, porque tipo assim era meu irmão. Eu desejei com todas as minhas forças naquele trágico dia poder mudar tudo, e deu certo? Claro que não .


 


Porque agente num pode só muda o futuro hen... eu estaria disposta a isso, ou talvez eu realmente pudesse fazer mas não sabia como.


 


Era isso, eu precisava estudar mas. Bom pra começar, é, eu sei que é meio estranho eu saber ler, porque tipo assim no meu tempo mulheres não aprendiam a ler. Mas minha família é meio que diferente. Minha mãe também via o futuro e acho que nós feiticeiras precisamos ser bem esperta ta ligado!!!


 


É meio que difícil ter uma família igual a minha ainda mas quando se tem cinco irmãos.( eu meio que cortei Gui ta gente !!) e se é a filha única e também a caçula. Meu pai me deixa livre pra escolher o que quiser tipo o que quero vesti, ou onde quero ir, e principalmente com quem quero casar. Não querendo dizer nada sabe mas eu já recebe muitas propostas mas recusei todas, até ameaçado meu pai já foi... mas sabe quando você senti que não é o certo?? 


 


Certo não vou mentir pra vocês eu li meu futuro, mas por azar eu nunca vejo o rosto dele, só sei que ele tem um corpinho queridos, de tirar o fôlego...  


 


Bom voltando pro raciocínio...


 


Já se passaram três semanas todos meus irmãos já tinham voltado pra seus castelos e para as esposas também. Menos o Rony que ainda é solteiro.


 


***Fim da narração de Gina***


 


   


 


Arthur, Rony, Gina e seu súditos estavam na incrível sala de jantar do castelo Weasley, a noite esta ótima todos comento até não agüentar mais, um barulho bem alto das conversas como sempre estava tudo normal.


 


Gina estava numa conversa muito agradável com a esposa de um dos capitães da família quando sentiu uma forte dor de cabeça. Aquilo a assustou. Ela nunca tinha dor de cabeças, na verdade nem se lembrava se já tivera uma um dia. Pediu desculpa a senhora ao seu lado e se levantou seguindo apreçado para cima.


 


Quando ainda estava na escada sentiu um enorme calafrio. mas não era como todos os outros, era tão forte que sentiu na hora todos os fios de seu corpo arrepiarem. Era um calafrio diferente de todos, ela já sabia o que significava, ia ter uma premonição.


 


Mas ainda não entendia porque estava sentindo uma coisa tão intensa. Como se soubesse que precisava ajudar essa pessoa. Fechou os olhos se concentrando e veio tudo de uma só vez.


 


Um cavaleiro cavalgando em um enorme cavalo preto. Parava em sua frente e desembainhava a espada, mas agora aparecia outra figura ele estava lutando com movimentos perfeitos. Quem seria esse cavaleiro?


Outra imagens tomou a sena, era um enorme quarto com uma cama tão grande  que a confundiu por um momento. Mas foi quando viu o corpo pálido e sem vida foi que seu coração disparou no peito. Ele estava muito molhado e tinha uma aparecia muito feia. Mas estava rodeado de pessoas que rogavam por sua vida.


 


Na imagens seguida havia um colar em sua mão tão lindo e delicado que a deixou sem palavras , mas agora ela ainda estava com o colar só que não estava mas no misterioso castelo e sim numa humilde carroça que a levava pro seu destino.


 


Ela estava confusa com esses pensamentos. Nunca havia recebido tantas imagens desfocadas ao mesmo tempo, por um minuto se sentiu cansada e se entregou ao cansaço.  A única coisa que a ruiva se lembrava era se afundar numa escuridão imensa.


 


 


 


******


 


 


 


Gina estava no pátio do castelo rabiscando alguma coisa num papel qualquer. Depois da premonição que a ruiva teve era vigiada o tempo todo e isso já estava deixando-a irritada.


 


Rony também estava no pátio, ele e mais uns 10 homens simulando uma briga de espadas. Ele sempre gostava de treinar, na verdade ele era muito bom com as espadas. Ainda se lembrava quando ele foi a primeira vez na guerra, foi tão desesperador. E o alivio de ver ele volta, não tinha nada melhor.


 


Seu pai estava sendo muito cuidadoso com ela recentemente. Ela já estava começando a achar estranho. Ele sempre querendo tê-la por perto como se esperasse alguma coisa ruim.


Na verdade a ruiva tentava ver no futuro, mas não conseguia achar nada. Ela estava meio que travada dez daquela premonição.


 


Uma coisa que também a surpreendia era que ainda não tinha acontecido e já tinha se passado um mês.


 


A ruiva se desviou de seus pensamentos quando Rony se aproximou.


 


_sonhando acordada princesa???


 


_ não... estava só pensando na vida.


 


_ sei. Falou o ruivo desconfiado.


 


_ oh Rony, porque pai esta se comportado desse jeito? Ele nunca foi assim.


 


_ você não devia se preocupar com isso. Ele só ficou muito preocupado com você esses dias. Você sabe como ele é com você.


 


_ sim eu sei que realmente ele tem motivos pra isso, mas esse não é o jeito dele.


 


_ deixa isso pra lá, é que você nos deu um grande susto.


 


_nem eu sei o que esta acontecendo comigo.e fez cara de tristeza.


 


_ hei não pensa nisso. Fez um reverencia e falou. _O que acha da grandiosa feiticeira me acompanhar num duelo? A não ser é claro que ela não esteja em forma para tal ação.


 


_ pois saiba que a feiticeira, aquela que salvou sua vida, pois é, ela mesma, estar em ótima forma.


 


Recusei a espada que me ofereceram.


 


_ agora Rony vai ser sua espada contra meu poder e vamos ver quem vencerá. Sem deixar o ruivo ter tempo ela apontou o indicador para a espada dele e ela começou a se mexer como se tivesse vida própria.


 


_ assim não vale Gina. Você ta trapaceando.


 


_ num to não. De acordo com que ela rodava o dedo a espada também rodava.


 


Rony soltou a espada antes que se ferisse e partiu pro corpo a corpo. Ela fez um grande escudo transparente que Rony bateu e voltou de cara no chão. Mas ele não desistiu, continuou tentando passar enquanto a ruiva dava gargalhadas.


 


_desista ronyquinho.... outra gargalhada.


 


_ não me chame assim!!! Deu um grito.


 


_ Sabe uma coisa legal que quero te mostrar?


 


_não quero nem  saber!!!!


 


_ ah ! vamos lá você vai gostar... levou uma mão no rosto, mas a mão estava fechada em punhos quando abriu e soprou fazendo um biquinho chamas saíram de lá arrudiando  o ruivo. _ essa eu aprende faz pouco tempo.


 


A ruiva fechou as duas mão em forma de bola e quando abriu tinha uma linda rosa vermelha. O ruivo já de pé ficou meio que hipnotizado pela beleza da rosa. Mas Gina não demorou muito e jogou a rosa com força no chão que se transformou numa cobra.


 


A cobra fez menção de  avançar em Rony, mas a ruiva a chamou e na hora a cobra se enrolou em suas mãos...


 


_ cuidado Gina ... o ruiva ia na direção dela.


_ calma Rony, ela é minha amiga...


_ você esta maluca.... ela é uma cobra...


_ e você é um porco e mesmo assim eu convivo com você... e deu um gargalhada...


_ muito engraçadinha... vendo que a cobra já tinha desaparecido o ruivo puxou a irmã e a levantou no ar , fazendo rodas com ela. _ você é muito engraçadinha... mas mesmo assim não sei o que seria de nos sem você...


_que dramático Rony... é claro que eu sempre estarei aqui. Mas por um segundo viu medo nos olhos do irmão._ o que ouve... vocês não estão me escondendo nada né?


_é...é... cla...claro que no..no


_ o que vocês estão escondendo de me...me fale... algo errado?...


_ Gina não é nada grave... pode ficar tranqüila...


_tranqüila? Se você e o papai estão preocupados então é grave...


_ é que... mas o ruivo não consegui terminar, pois nesse estante algo chamou sua atenção atrás de me. Ele gritou me puxando pra perto dele. _ arqueiros....


 


No mesmo instante uma chuva de fechas escureceu o céu, Gina só se lembrava de ver o mesmo cavaleiro preto indo em sua direção com toda velocidade que podia. Assistiu em movimentos lento ele desembainhar a espada e roda o gume em círculos impedindo que as fechas o atingisse.


 


Todos assumiram uma postura rija Rony também desembainhado a espada me defendia se colocando entre eu e o cavaleiro. E com uma voz muito estranha o cavaleiro falou...


_ eu não vim em guerra, apenas desejo consultar sua feiticeira.


_ o que deseja com ela? O ruivo perguntou.


_ apenas uma consulta.


_ se é apenas uma consulta, pode lhe enviar um recado por me, tem minha palavra que darei.


_ eu não tenho tempo para recados, desejo falar com ela, por favor é urgente.


_ me perdoe mas não será possível.


 


O cavaleiro desceu do cavalo ainda com a espada nas mãos. Mas Rony não lhe deu muito tempo, avançou com tudo. Espanto foi a expressão que se via no rosto masculino. Afinal ninguém nunca tinha escapado desse ataque.


 


E assim começou a luta, os dois lutando bravamente, defesas extraordinárias, pode-se dizer que a luta estava quase igual se não fosse pelo fato de Rony estar sem armadura que Le deixava mas exposto.


Com um ranger de espadas o cavaleiro negro dominou o ruivo lhe derrubando no chão e lhe apontando a espada. Todos ficaram espantados com tal movimento. Quem  fosse esse cavaleiro era muito conhecedor das artes da guerra.


 


O cavaleiro continuou com a espada apontada para o pescoço do ruivo e falou.


 


_ não desejo mortes, apenas quero ver a feiticeira.


 


A ruiva não agüentando presenciar tal coisa, se manifestou criando um grande escudo que fez a espada do cavaleiro voar pra longe.


 


Todas as atenções foram direcionadas para ela, inclusive a do cavaleiro.


 


_ eu sou a feiticeiro. O que deseja de me?


_ Gina pare com isso. Você não pode se expor desse jeito. O ruivo falou já de pé ao seu lado.


_ calma Rony eu sei me cuidar.


_ não você não sabe...


 


Mas os dois foram interrompidos pelo cavaleiro.


 


_ eu só desejo pedido. E no mesmo instante abriu o compartimento do capacete e o tirou.


 


Todos ficaram espantados até mesmo a ruiva. Porque ali, naquele momento todos viram cachos longos se juntarem nas costas e um incrível rosto branco, com lábios meio rosados e lindos olhos verdes.


 


Sim era uma mulher, e uma das mais lindas que a ruiva já tinha visto, e sem falar de como lutava bem. Por todo esse tempo ela pensando que era um cavaleiro que ira para Le matar.


 


Mas podia ver na face abatida da mulher que não era esse seu propósito.


 


_ eu me chamo Gina Weasley, e sou a feiticeira deste clã. O que deseja forasteira?


_ apenas desejo sua ajuda.


_ e em que eu poderia ajudá-la?


_ meu irmão... ele esta muito doente, em seu leito de morte, me disseram pelos clãs vizinhos que a feiticeira poderia nós ajudar.


_ que doença é essa? Agora a ruiva estava juntando as partes do quebra cabeça, então era esse homem que ela deveria ajudar, mas como saberia que não é mentira afinal se seu irmão e seu pai estavam preocupados tinham um motivo pra issso. _ e como saberei que não é uma armação contra minha vida.


_ eu apenas posso li dá minha palavra, mas lhe rogo que me ajude, na ultima vez que o vi, esta quase morto e...


O ruivo tomou partido.


_ a feiticeira não pode ajudá-la.


_ mas...


_ não Gina, nós não sabemos quem ela é, e se de fato ela seja alguém que...


_ Rony... eu sei que não é... eu sentir isso...


_ não importa... você não pode arriscar...


_ eu vou ajudá-la... e você não vai me impedir...


_ Gina pense em você, pense no papai, ele é capaz de morrer se algo de mau lhe acontecer.


Gina o abraçou.


 


_ não vai acontecer nada de mau, eu lhe prometo... eu meio que sei o que to fazendo, você precisa confiar em me...


_ eu não deixarei você fazer isso... chamem o rei...


_ você sabe que ele não me impedirá...


_ mas tentará bota juízo na sua cabeça.


 


A mulher que até agora ainda estava calada se pronunciou.


 


_ se me permitem uma palavra, eu tenho um anel com o brasão de meu clã e uma carta escrita pelo meu senhor, eu lhes asseguro que não tem nenhuma emboscada nem nada igual.


_ brasão nem coisa alguma deixará que eu a deixe livre pra ir, Gina eu sei o que você vai fazer, por favor voe ainda estar fraca...


_ eu te amo Rony... diga isso pra papai e meus irmão...


_ eu não vou permitir...


 


Mas foi interrompido por uma grande luz que sugou Gina e a morena e desapareceram, sobrando apenas  tumulto.





N/A: DESCULPE  QUERIDOS É QUE AQUI NA FACU TA MEIO CORRIDO POR SER FINAL DE ANO...

XERÃO PROMETO ATUALIZAR PROXIMA SEGUNDA... XERÃO...

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.