FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

1. A megera


Fic: A megera indomável - RxH Cap. 7 ON


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Hermione era uma mulher determinada, corajosa e extremamente prepotente e teimosa. Seu humor intragável e seu azedume eram conhecidos por toda a região.
 


Tinha cabelos castanhos crespos e longos, batiam quase na cintura. A pele era clara e os olhos pareciam duas grandes amêndoas. Era uma jovem muito bonita, embora quase nunca sorrisse e tivesse sempre uma pequena ruga na testa, era muito desconfiada e mandona. Se parecia muito com sua mãe.
 


Ao contrário da maioria das moças educadas e finas, Hermione não fazia a menor questão de andar bem arrumada ou se portar como uma dama. Lutava arduamente pelo direito das mulheres poderem estudar e trabalhar.
 


Era muito inteligente, e graças a sua determinação e teimosia havia conseguido estudar.
Seu pai havia sido inteiramente contra no início, afinal Hermione já era bastante astuta e esperta sem conhecimento, imagina como seria depois de instruída?!
Mas não pode sustentar sua decisão por muito tempo, visto que Hermione não se conformaria e acabaria quebrando a casa toda.

Ela tinha rompantes frenquentes de fúria, e sempre acabava quebrando pratos e vasos. Isso acontecia normalmente quando era contrariada, ou quando seu pai levava algum pretendente a marido.
 


A morena já tinha 19 anos, e seu pai ansiava desesperadamente para que ela se casasse o quanto antes. O grande problema era que Hermione não tinha a menor pretensão de se casar, e afugentava todos os pretendentes, sem exceção.
 


Os rapazes da cidade, embora seu pai oferecesse um belo dote, não pareciam dispostos a enfrentar a megera. Era dessa forma que Hermione era conhecida pelos moradores da cidade.
 


Era uma jovem independente, e apesar de seu pai ser rico gostava de trabalhar e ganhar seu próprio dinheiro. Mas ainda assim, seu pai sustentava a maioria dos seus caprichos.


Depois de muitos discursos incansáveis, acabou conseguindo que o jornal da cidade publicasse seus artigos, os quais eram sempre sobre o fato das mulheres se mobilizarem e lutarem pelos seus direitos.
 


Era muito mal vista pela sociedade por isso, afinal mulheres não deveriam trabalhar, muito menos incentivar as outras a fazerem o mesmo.  As mulheres deveriam aprender a bordar, costurar e cuidar muito bem de sua casa e do seu marido. Coisas que Hermione abominava deliberadamente.
 


Hermione tinha uma irmã mais nova de 17 anos, que era seu oposto. Gina era uma menina doce e prendada, havia se dedicado com afinco a aprender a bordar, costurar e cozinhar, e cuidava de seu pai com muita dedicação. Uma filha exemplar!

E esperava ansiosamente pelo dia em que poderia finalmente se casar. Julgava já estar ficando velha demais. Mas seu pai só permitiria que se cassasse depois de Hermione. E Gina temia que nunca viesse a casar.
 


A menina era ruiva e tinha os cabelos lisos, como os do pai, mas seus olhos eram, assim como os de Hermione, castanhos. 
 


A mãe das meninas havia morrido há muitos anos; e como Hermione era mais velha, mesmo que apenas dois anos, sentia-se responsável por Gina. A irmã era a única que conhecia o lado doce e amável dela.
 


O pai era um homem bondoso, chamado Batista, mas era também muito ligado aos negócios e bastante conservador. Era banqueiro e muito respeitado na cidade.


 


Hermione estava cada dia mais indomável, na opinião de seu pai, e ele estava realmente com medo da reação da filha quando lhe avisasse que havia arranjado outro pretendente para ela, e que ele viria conhecê-la em dois dias.
 


O pretende em questão não era exatamente o que Sr. Batista almejava para a filha, mas visto que nenhum outro homem parecia ter coragem o bastante para enfrentar Hermione, que fosse aquele mesmo, pelo menos tratava-se de um homem honesto. Não era rico, mas poderia sustentar sua filha. E como era um homem do campo e rude talvez conseguisse domar a megera.



 


Ronald Weasley era dono de uma pequena fazenda, a qual não contava com nenhum tipo de luxo. Vivia ali apenas com seus empregados. Seus pais haviam morrido há alguns anos, e como não tinha irmãos ficou tomando conta da fazenda da família sozinho. Seus empregados eram muito dedicados e todos faziam o possível para manter a fazenda e os negócios.

No entanto, os negócios iam mal, e Ronald precisava urgentemente de dinheiro para poder continuar a produção de queijo.
 


Ele conhecia a fama de Hermione, mas isso não o assustava. Na verdade, tinha certeza de que seria muito fácil colocar rédeas na megera.



Ledo engano...

 

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.