FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

2. A Marca


Fic: HP e Nossa História. 1


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Cap.2 - A Marca


A campainha tocou e Tânia foi observar a porta, fez sinal para Yasmin sair, pois era o namorado de sua mãe. Yasmin viu o jornal encerrar sem voltar para a jornalista no estúdio e se levantou
Indo para o seu quarto.Ligou seu computador e conectou-se a Internet à procura de mais informações sobre os acontecimentos e o achou na primeira página que o seu Internet Explorer abriu:

Cientistas enlouquecem a procura de uma explicação para os acontecimentos e dizem:
‘‘A marca é a única salvação!!’’

Cientistas de todo o mundo se reuniram numa convenção cientifica particular, onde cada um deveria apresentar os resultados de suas pesquisas e, juntos, decidirem uma solução para estes fatos. Após a reunião, a representante dos cientistas Shandel Carter, residente em Nova York, cedeu uma entrevista para os jornalistas de todo o mundo. Esta entrevista deve ser transmitida hoje no jornal da meia-noite, mas com ajuda do nosso tradutor Bruno Gonçalves, a trouxemos em primeira mão para os internautas.

Jornalista – A que conclusão vocês chegaram? -4-
Cientista – Chegamos a inevitável conclusão que estas pessoas realmente são capazes de fazer coisas jamais imaginadas.
J. – E no que consiste esta tal MAGIA?
C. – Como todos sabemos, não usamos 100% de nosso cérebro e, em todos os testes, foi comprovado que estas pessoas com ‘dom’ , por assim chamar, utilizam uma parte do cérebro a mais do que nós.
J. – E eles são perigosos?
C. – Perigosos? (riu)... São piores que isso, imagine seu filho estudando com um destes?... Se ele falasse algo que lhe irritasse, este mutante poderia matá-lo rapidamente, eles são piores que uma aberração.
J. – E, com esta reunião, vocês descobriram uma solução para este problema?
C. – Esta foi a parte mais difícil da reunião, principalmente porque precisávamos de uma solução rápida. Descobrimos, então, que podemos marcá-los, uma marca que ficaria localizada no lado esquerdo do pescoço. Essa localização estaria ligada ao sistema nervoso dessa... Pessoa, e assim que ela tentasse utilizar o lado mutante do órgão, a informação seria impedida de chegar ao cérebro e logo, não poderia realizar esses atos sobrenaturais. Além disso, há também a implantação de um chip, o qual é acionado logo após para que as autoridades fiquem alertas que ele tentou praticar esses atos.
J. – E vocês acham que essa medida dará como certa?
C. – A marca é a nossa única salvação! E a punição da pessoa que utilizar a ‘MAGIA’, por assim dizer, fica a critério das autoridades.
J. – E quando a medida entrará em vigor?
C. – Como não há mais necessidade de guardar seu nome, ela será mais conhecida como operação ‘X-R90’. Ela entrará em vigor esta noite, no mundo inteiro, e se estenderá por toda a madrugada.
J. – E por que a ‘marca’ ficará localizada no lado esquerdo do pescoço?
C. – O mais certo seria na parte de trás, onde passa a medula, mas optamos por um lugar de fácil visualização para as pessoas, para que possam assim se afastar e manter sua própria segurança. Atrás do pescoço, por exemplo, seria muito fácil de se ocultar, principalmente tendo cabelos longos.
J. – Compreendo e graças à vocês poderemos deixar nossos filhos saírem na rua com mais confiança e tranqüilidade. Obrigada e tenha uma boa tarde.

*Entrevista decorrida às 16:50h de hoje


Yasmin, um pouco assustada, fechou a janela da Internet e desligou o computador.

“Isto é o fim de tudo... Tenho certeza.... Pais bruxos não iriam aceitar que seus filhos fossem marcados... Isso pode agravar ainda mais a guerra que já está acontecendo...”.

-//-

- Yasmin, escola!!
- Já estou acordada, mãe.
Yasmin mal conseguira dormir aquela noite, era acordada por sonhos consecutivos em que ela era marcada e todos se afastavam dela... TODOS... Levantou-se e se despiu de suas roupas para tomar um banho, seu corpo suado e seus olhos fundos denunciavam sua noite difícil.
- Min, tem certeza de que você quer ir para a escola hoje?
- Tenho mãe.
Ela tinha de ver, Yasmin tinha de ver se aquilo que ela leu na Internet era verdade, queria sair na rua á procura de alguém que estivesse marcado e,quem sabe, alguém na sua escola tivesse sido, provavelmente aquele garoto que nocauteou Suely no colégio...
Despediu-se de sua mãe e saiu rumo ao colégio, nas ruas cheias do Méier, o bairro do colégio ADN, onde Yasmin estudava. Porém algo estava diferente: as ruas, muitas vezes, cheias estavam desertas e os comércios, alguns estavam abertos, mas a maioria estava fechada. Parecia uma cidade quase fantasma. Percorreu toda a Dias da Cruz de cabeça baixa, virando apenas quando chegou na rua do colégio, onde observou outro fato estranho: a porta do colégio estava quase vazia, mas algo lhe acalmou...

“Eu sempre chego cedo demais, deve ter sido isto... Ainda não deu tempo das pessoas chegarem...”.
-5-
Mas não era bem assim. O sinal de entrada tocou e nem todos haviam chegado, bem menos dos alunos que Yasmin costumava ver estavam lá, nem Camila havia chegado... Subiu para a sala onde encontrou apenas Ronaldo, Priscilla e Vinicius, sentou-se no seu lugar de sempre e, após cumprimentar Ronaldo, abaixou a cabeça para descansar.

“Como tudo isto pode estar acontecendo, tudo tão repentino... Ah, parece que foi ontem que descobri meus poderes, minha mãe ficou tão assustada quando contei... Mas esta catástrofe... Nunca pensei que Voldemort pudesse atingir o mundo tão rapidamente, o Ministério deve estar um caos... Ah, Dumbledore deve estar há beira da loucura com tantos problemas.. Queria tanto estar lá, queria tanto conhecer o mundo dos bruxos, mesmo que em guerra. Mas minha mãe tinha que me proibi,r me impedir de conhecer o lugar o qual pertenço... Mas... Mas...”.

- DROGA! – gritou sem perceber.
Olhou ao redor, haviam chegado mais algumas pessoas na sala, poucas, mas todos a encaravam... Sentiu-se ligeiramente vermelha e voltou a baixar a cabeça. Estava tão cheia de problemas... Vontades... Desejos...
- OI, MIN! – gritou Camila, ao chegar. Yasmin levara um susto tão grande que, com o pulo que deu, quase caiu da cadeira, estava tão absorta em seus pensamentos... - Você deve estar muito feliz... Isto tudo que está acontecendo é tão irreal...
- É, é mesmo... Eu nem consigo acreditar ainda... – disse Yasmin, monotonamente.
- O que houve, bituca? Você está tão pálida...
- Ah, nada... Fiquei tão feliz com a noticia que decidi passar a madrugada inteira na Internet, navegando e agora estou sem força se quer para demonstrar muita excitação. – mentiu descaradamente.
Camila abriu a boca para dizer algo, mas um grito lhe impediu de continuar. Era Tiago David que, sem aviso, correu e pulou nas costas de Camila e, em menos de um minuto, ambos desabaram no chão.
- Machucou? – perguntou Yasmin.
- Ah – disse Tiago – A dor não é comparável com minha felicidade, não mesmo. Se eu tivesse dinheiro, ah... Viajaria para Londres e atravessaria a estação King Cross.
- Não seja idiota, é claro que não é só atravessar a estação! – deixou escapulir Yasmin.
- E como você sabe? – perguntou Tiago.
- É... É...É óbvio, né! JK não faria isso. E se fosse isso, crianças na tentativa de atravessar já teriam descoberto.
- Ah... Mas deve haver feitiços anti-trouxas... E, Mila, você viu o jornal da meia-noite? – Camila que estava se instalando na carteira ao lado de Yasmin, voltou a se reunir com o grupo para responder à pergunta:
- Não foi necessário, assisti a entrevista com Shandel no canal “E” da “DIRECTV”.
- Ah, a Shendel é linda, né?
- Não é Shendel, Tiago, é ShAndel. – corrigiu Camila
- É, e eu vi na Internet... – completou Min. – Vocês viram como é a marca?
- Eu não.
- Ah, mas eu sim! – disse Tiago – Apareceu uma foto deles tatuando um bruxo, coitado, ele foi dopado antes. É um número grande e negro. – Yasmin horrorizou-se - O número corresponde com a quantidade de pessoas que já tiveram sido tatuadas. Ah, e após eles identificarem um bruxo na família, eles fazem testes com todos os seus parentes de sangue ainda vivos. It’s so good!
- O quê? Os bruxos serem massacrados e obrigados a conviverem com desprezo, preconceito e com uma horrível marca no pescoço que lhe impede de usar seus poderes? – estourou Yasmin.
- Não! Claro que não, Min! Estou falando do fato dos bruxos existirem...
- Ah, sim...
- Acho que você precisa de um calmante, isso sim...
A aula foi tão diferente que a hora se passou demasiadamente rápida. Os professores se recusaram a dar aula diante das circunstancias e para uma quantidade tão pequena de alunos. O segundo tempo chegou e chegaram apenas mais 2 alunas: Mariana Evangelista, do BOB, e Thais Contino, melhor amiga de Camila Almeida. Assim que chegou Thais reclamou por nenhuma de suas amigas terem comparecido e se juntou ao grupo para ter companhia e o assunto era sempre o mesmo: Harry Potter, para o tédio de Thais que não era muito chegada ao jovem bruxo.
O sinal do recreio não tardou a tocar e, ansiosa, Yasmin guardou seu material e pendurou sua mochila nos ombros, pois os próximos tempos eram de Educação Física. Descendo para o intervalo, observou que havia bastante gente, reunindo todas as turmas se notava um bom número de pessoas. Yasmin e seu grupo de amigos foram um dos primeiros a chegar ao pátio e assim, tomaram um susto com o que viram.
Um garoto foi empurrado e rolou a escada que levava ao pátio, seus cabelos lisos recaíam sobre seu rosto escondendo-o; atrás veio um segundo garoto, bem menor, correndo para acudi-lo. -6-
Era o Pequeno, pedindo para pararem de rir do garoto que havia sido jogado no chão. Ao erguer a cabeça e afastar seus cabelos lisos, Yasmin reparou quem era... Era Diego e em seu pescoço, do lado esquerdo, havia o número 103 tatuado em números garranchosos e negros... Era a “Marca”.
- Parem seus idiotas... Parem! – dizia o “pequeno” enquanto erguia o irmão.
- Vamos ajudar. – disse Tiago.
- Tá louco? – indagou Contino – Vão achar que somos cúmplices “desse” aí, depois do show que ele deu ontem.
- Eu vou lá. – disse Tiago olhando com raiva para Thaís.
- Me admira você, que adora Harry Potter... Vai ajudar um seguidor de Voldmort. – arriscou Thais.
Sem dar atenção para a colega, Tiago seguiu para ajudar Diego que aparentava ter torcido o pé, logo Camila e Yasmin vieram atrás, deixando Thais Contino apenas na companhia de Mariana.
- Que merda! E nem posso consertar isso com magia... AI! Tá doendo pra caralho! – resmungava Diego.
- Fica calmo... – pediu Camila – Vou chamar um medico.
- Eu não quero um medico trouxa, quero ir para o Plug Life!!
- Que hospital é este? – interessou-se Yasmin.
- É um hospital para bruxos.
- Mas não deveria ser o St. Mungus?
- Ah, não seja ingênua... AI! – reclamou quando Camila tentou enfaixar o pé dele com uma atadura que ela havia conseguido – Isso aí fica lá em Londres, tem um mundo bruxo em todos os países, ou você achava que para eu comprar material teria de saber inglês britânico e viajar para Londres?! AI!!
- Fique calmo, e para de mexer este pé, senão fico impossibilitada de lhe ajudar! – ralhou Camila
Yasmin sentou-se ao lado de Diego, ao pé da escada, pensativa.

“Então, realmente, não existe apenas o Beco Diagonal ou mesmo Hogsmead... Existia mais e um deles estava bem perto de mim...”.

Foi esse o seu pensamento enquanto uma tremenda necessidade de conhecer este lugar lhe enchia os olhos...

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.