FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo



______________________________
Visualizando o capítulo:

9. Você Não Está Só


Fic: Os Novos Marotos 2 Sobrevivendo a Faculdade


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Respostas dos Coments::

Vanessa Lupin

Kitai:: Posteiiiiiiii \o/
Amy:: Ela postouuuuuuuu \o/
Cold:: VIVA A KIKIIIIIIII \o/
James:: POSTADOOOOOOOOO \o/
Johnny:: ELA POSTOU!!!! \o/
Miguel:: POSTOU!!!! \o/

Nane Potter


Kitai:: Eu? o.O Má com o Jamesito? Eu não...u.u quem brigo com ele foi a Melanie! Ah e o que não mata deixa mais forte ^^
Amy:: Realmente a Kiki sabe ser malvada -.-
Cold:: EU que o diga!
James:: Se sofrimento deixa mais forte eu acabei de vira o Acelino Popó Freitas -.-
Johnny:: o.O realmente... Kiki sabe ser cruel =X
Miguel:: Concordo... =X
Kitai:: ISSO POR ACASO É UM COMPLÔ? ¬¬

pollyana

Kitai:: PEQUENO o.o
Amy:: Eu acho que ela qué um cap de 40 pags de word =X
Cold:: HEY minha irmã não é retardada ¬¬
James:: Tadinho de mim =~
Johnny:: Nada a declarar =X
Miguel:: Tudo o que eu disser pode ser usado contra mim ^^"

Mady Potter

Kitai:: Que bom que você gostou xD /me eternamente grata!
Amy:: Ama o Cold? ô.ô Leva pra você! Te dou de presente ainda com uma fita rosa choque enrrolada no pescoço!
Cold:: ¬.¬ Não gostei da brincadeira Filhote de Duende! -.- Enfim.. ME AMA? xDD Eu sei que sou perfeito ^^ Sobre eu e a Maya... Hã.. Bem... Passado... -.-
James:: Eu e Melanie somso passado.. =~
Johnny:: Realmente o que o pai do Miguelito 'tá fazendo aqui é um mistério que nem eu sei! Só a Kiki mesmo pra saber!
Miguel:: Eu não quero ser filho dele de novo! =/

Dani W. B.

Kitai:: pode ter certeza que você já virou uma amigona viu! Ehehe... E responder os coments não é perda de tempo pra mim não, eu adoro eheheh.. Fico muito contente por gostar das minhas fics! Sobre eu ter deletado 3 fics, bem é o seguinte, algumas não estavam tendo muita "atenção" e eu num tenho muito tempo se é que você me entende.. Resolvi deletá-las por falta de tempo mesmo, deixar as que recebem mais "atenção" assim eu posso att com mais rapidez a essas. Sobre a sua fic, pode mandar pro meu e-mail kitai_black!hotmail.com será um prazer ler e dar a minha opinião ok? Só num sendo o casal D/G que eu fico feliz =X AHAUhAU Beijão!
Amy:: Virou minha fã? Sério? Huruuu \o/ E isso aí! Mulheres no comando! Eu amo muito meu maninho, ele é lindão xD Sobre levar a Madonna embora, por mim pode levar! -.-
Cold:: Assim você me magoa profundamente Baixinha -.- Sobre eu e meu espelho bem... Sabe como é né? Poisé isso mesmo ^^"
James:: Ehehe brigadão pelos parabens, esse cap também vai ter música, espero que você goste dessa, mas foi eleita pelo Cold...
Johnny:: Meu senso de humor é o melhor, negro mas o melhor ehehe... Sobre estrangular a autora ¬¬ ás vezes ela merece ^^
Miguel:: Eheheh.. perdão é que ás vezes o Cold e o James falam pelos cutuvelos e eu quase não consigo falar -.-
Kitai:: 8 é seu numero favorito? O meu é o 4 e o 7 xD
Cold:: CLARO QUE O BEIJO FOI PERFEITO! EU QUE TAVA BEIJANDO!!!
Amy:: Menos Madonna, menos -.-
James:: Quer ser nossa advogada? *-* Ótimo! Mas... Hã... De graça né? ^^

Carol PAD

Kitai:: *-* Que bom que gostou! xD
Amy:: *cora furiosamente* Não sei de que beijo você tá falando
Cold:: *cora levemente* EHeheh... Eu beijo bem né? xD Sobre beijar a grama ¬.¬ NÃO EU NÃO GOSTEI =~
James:: Err. a Rach me consola mesmo =X
Johnny:: Gostou? Eu também gostei eheheh xD E a Sam, bem... Er... =X
Miguel:: A Cenourinha eu posso até escutar mas o Blásio... -.- Não obrigado!

Guida Potter

Kitai:: Eheheh.. Que bom que amou ^^
Amy:: Não sei de que beijo você está falando =X
Cold:: Eu sei qual é! Quer que eu te mostre Tampinha de Danoninho?
Amy:: ¬¬ Não obrigada Madonna! -.-
James:: Pobre de mim u.u~
Johnny:: Não irei me suicidar, juro solenemente que não \o/
Miguel:: Sou? Ehehe.. Brigadão! ^^


Beatriz Lupin

Kitai:: Ahhh mentira! Primeira vez que comenta? Devia ter comentado antes, essas criaturas amam responder coments e inclusive eu eheheh.. Fico muito feliz que vc esteja gostando da segunda temporada! Me manda o nome das sua shorts preu le e comenta ok? SOh num sendo D/G que eu fico grata ^^"
Amy:: Sobre a Maya.. Eu gosto dela!
Cold:: Eu não tenho nada a declarar! -.- Só sei que se você me ama eu também te amo ^^
James:: Concordo plenamente, eu não mereço tanto sofrimento =~
Johnny:: Poisé.. a Sam... *-* ela é linda né? mas eu ainda amo minha Deusa Nipônica =/
Miguel:: Poisé, pobre de mim =~


Ana_loveharryandhermione

Kitai:: Poisé você maguou o coração dele AHuAHAU
Amy:: Eu nem tenho pena AHuaha.. Pode deixar que eu dou um corretivo nele!
Cold:: Você me magoa profundamente, mas eu respondo pq nenhuma mulher deve ficar triste xD Todas devem sorrir
James:: O Coldezito anda tão romantico o.O
Johnny:: A Amy tem inspirado ele =X
Miguel:: Realmente =X

*PaH*

Kitai:: Concordo plenamente com você AuAHAU Já tava passando da hora!
Amy:: Bem feito pra Madonna, beijou a grama lalalala
Cold:: SERÁ QUE NINGUÉM VAI ESQUECER DISSO? ù.ú
James:: NÃOOOOOO AhAUaHUAUHuA Sobre eu e a Mel.. Hã... Eu e a Rach hã.. Poisé...
Johnny:: AuAHAUhA PObre do Listras =X
Miguel:: Tava gostoso o beijo Listras? =X

Bih Granger

Kitai:: Ainda bem que gostou do cap ehehehe
Amy:: o.O perfect? Perfect sou eu! -.-
Cold:: Eu sou perfeito ;} A Maya, bem... Desisti, agora só quero saber de uma certa filhote de duende! Mas eu ter que ralar não gostei não!!!
James:: Eu e a mel, acho que não tem mais volta u.u~
Johnny:: Já to vendo surgir um triangulo amoroso =X Amy, Maya e Cold =X
Miguel:: Meu pai.. =/

Fred L. Weasley

Kitai:: Boa pergunta, bem.. Não faço idéia! Isso responde? o.O AHuahau
Amy:: Eu e a Madonna? NEM PENSAR!!! -.-
Cold:: Também te amo filhote de anão -.-
James:: Eu e a Mel... Nem sei o que falar =/
Johnny:: Pela Lana? É quem sabe...
Miguel:: Concordo, meu pai é um imbecil -.-

Carolina Xavier

Kitai:: Obrigada por aumentar o ego deles 1000 vezes -.-
Amy:: Eu ficar com a Madonna? Pensarei no seu caso ^^
Cold:: TODO MUNDOO GOSTA DE MIM TANANANANA... Pode deixar que a Tampinha de Chambinho e eu ficaremos juntos, palavra de maroto! xD
James:: Eu e a Mel? Quem sabe.. =X
Johnny:: EU SOU LENTO?????? o.O Tá um pouquinhu eu sei que eu sou.. -.-
Miguel:: Eu ainda amo minha cenourinha =X

aRwen potteR

Kitai:: Já mandei pro seu e-mail xD Que bom que gosta da fic!
Amy:: Que figuras amorosaS? o.O
Cold:: EU e você minha Duende da Xuxa ^^\/
Amy:: ¬¬ A cala essa boca Cold! Pode deixar que acordarei ele todas as manhas de um modo bemmmm carinhoso, se é que você me entende! ^^"
James:: poisé aquela coisa horrorosa tá viva -.- Ninguém merece!
Johnny:: Realmente! -.-
Miguel:: A aula dele até que é boa =X
* Miguel recebe 5 olhares assassinos*

Julinha Potter

Kitai:: Mas todo namorado briga!
Amy:: Eu e a Madonna não somos namorados e brigamos! -.-
Cold:: Não somos namorado pq você NÃO quer -.-
James:: Pobre de mim =~ Só sei de uma coisa... O Cold e a Amy se amam \o/
Johnny:: Concordo com o Pontas
Miguel:: Brigar é bom pq tem reconciliação xD

Danny Evans

Kitai:: Ciumes deles? AHauHAU Leva eles pra casa =X A Katty não está fazendo nada se vc não percebeu...
Amy:: O.O raiva de mim não né?
Cold:: A Maya mereceu! -.-
James:: Agente só fez o que elas fizeram conosco ué!
Johnny:: concordo, nós não fizemos nada demais!
Miguel:: Eu não tenho nada a declarar! =X

Julynha Black

Kitai:: o.O é ele voltou AHuaHUA
Miguel:: Pensei seriamente nesse feitiço, masss.. fazer o que né?
Amy:: Vc sabe ser cruel que nem eu ^^"
Cold:: Fiquei até com medo depois desse coment =X
James:: Somos 2
Johnny:: Somso 3 o.O



MUITO BEMMMMMM, Agradeçam a Julynha Black que ficou me pertubando no msn pra att esse cap, hauahuaha... espero que gostem! Ahh e nãããooo se acostumem! Beijão!


Você Não Está Só

Você Não está Só

- E então eu fui beija-la e ela esquivou, acabei beijando a grama -.-
- AHuiAHAUIhAUIhauiAUIahuiAHUIAhuiaHAUIh

Uma explosão de gargalhadas era escutada no apartamento número 204, onde quatro rapazes faziam uma reunião amigável e tomavam cervejas amanteigadas.

- Não vejo nenhuma graça! – Cold cruzava os braços e colocava os pés sobre a mesinha.
- Ah Coldezito, mas eu vejo, e MUITA GRAÇA! AHuAHUAhAU – Johnny chorava de tanto rir.
- Sabe, eu pagava para ver a cena em que o Cold dava um beijo bemmm gostoso na grama! AhuAHuAhAU – James acompanhava o amigo.
- Pra quem detestava Amy La Blanck o nosso Listras parece bem apaixonado! Ahuahauha – Miguel continuava rindo.

Pela primeira vez Cold corara furiosamente, ele nem sabia o porque de ter contado aquilo para seus amigos, além do mais seria motivo para tirarem sarro dele durante um bom tempo. A verdade era que Amy La Blanck estava o enlouquecendo.

- Vocês poderiam parar de rir e ajudar um amigo necessitado? – O loiro fazia bico.
- Tudo bem Zebrinha, tudo bem! Nós vamos tentar parar de rir! – James tentava ficar sério, mas logo explodindo em gargalhadas.
- Bando de desocupados...

Cold levantara-se caminhando até a geladeira, tirando uma garrafa de cerveja e largando-se no sofá novamente.

- Parece que essa garota mexeu mesmo com você Listras... – Miguel comentava ficando sério.
- É... – Cold bebia a cerveja.
- Olha Listras, a Amy é legal... – Johnny apoiava. – Pelo menos você não vai ficar sofrendo aí pela Maya...
- HEY! Estamos falando da minha irmã! – James cruzava os braços.
- Sua irmã ou não ela fez o Coldezito ficar magoado, da mesma forma em que a Melanie te fez um buraco do tamanho do mundo em seu coração! – Miguel falava num ar dramático.
- Ok, me convenceu! – James girava os olhos.
- O problema, é que... – Cold começava. – Acho que ‘tô gostando mesmo dela...
- E isso é um problema? – James erguia ambas sobrancelhas.
- O QUE VOCÊ ACHA PONTAS????
- Acho que num é problema nenhum! – James expreguiçava-se. – A Amy é loira, você também é! Ela é narcisista, você também é! Ela sabe ser insuportável, você faz isso freqüentemente... Vocês são perfeitos um para o outro!
- Pontas eu juro que se você não fosse um veado e meu melhor amigo eu te socava até a morte!
- Mas o Pontas tem razão Cold! – Miguel falava risonho. – Você e a Amy são bem parecidos, e você por mais que xingue, brigue e quase a mate, ‘tá na cara que está apaixonado!
- ISSO POR ACASO É UM COMPLÔ CONTRA A MINHA PESSOA???
- Zebra amada, você está gamado! – Johnny completava.
- Iiihh, eu hein! Ô povinho do papo ruim! Eu vou indo nessa, dar uma volta! Vocês têm o que? Merda na cabeça? Eu e a Tampinha de Yakult, apaixonados! Rá! É mais fácil eu ser filho da Shakira!

Ele saíra pela porta a batendo logo atrás de si, deixando os três as gargalhadas, a porta novamente se abriu e ambos encararam o loiro de sobrancelha erguida.

- Esqueci, eu não preciso sair! EU ESTOU NO MEU APARTAMENTO!

E tornara-se sentar no sofá. James dera alguns tapinhas no ombro do amigo, os quatro acabaram gargalhando juntos.

- Mas parece que não foi só o Listras que teve um dia difícil... – Johnny começava olhando para Miguel.
- Ela te contou foi? – Miguel franzia o cenho.
- Minha irmã apenas disse que vocês brigaram...
- PARA TUDOOOOOO!!!!!! OS MEUSSS CHAVEIRINHOS FOFINHOS BUNITINHOOOSSS BRIGARAMMMM????? – Cold berrava e fazia uma cara cômica.
- Desde quando eu e Sophie somos os seus chaveirinhos? – Miguel controlava o riso.
- Desde que vocês são fofinhos, bonitinhos e da vontade de guardar no bolso e levar pra casa! – Cold terminava pomposamente fazendo todos girarem os olhos.
- E aí Miguel? Por que vocês brigaram?
- Sophie veio com um papo que eu e ela não temos nada em comum, que eu combino demais com a Katty, e blá, blá, blá...
- É... Ela pegou pesado... – Cold olhava sério para o amigo. – Mas venhamos e convenhamos, você e a Katty parecem gêmeos!
- Listras...
- Sim Miguelito?
- Cala a boca!
- Calei!
- E para completar meu amado dia, meu pai apareceu!
- MEU PAI TAVA AQUI E VOCÊ NÃOOO ME CHAMOU???? – Cold berrava.
- Cold... Eu acho que o Miguel está falando do pai dele mesmo! – James falava sério.
- Ah tá... – Cold sentava-se. – É que já me acostumei em dividir minha família com o Miguel...
- O que ele queria Miguel? – Johnny interessava-se
- Não faço idéia! – O maroto dava os ombros.
- COMO NÃO FAZ IDÈIA???? O SEU PAI APARECE DEPOIS DE 10 ANOS E VOCÊ NÃO FAZ IDÉIA DO QUE ELE QUERIA FALAR COM VOCÊ? VOCÊ FICOU DOIDOOOOOO?????
- Cold, eu realmente agradeceria se você parasse de berrar no meu ouvido! – James falava girando os olhos.
- Ah, ok... Foi mau Pontas!
- Eu não iria falar com ele! – Miguel se justificava. – Ele me expulsa de casa quando eu só tinha 10 anos e acha que agora pode aparecer na minha faculdade querendo dar de bom pai?!
- É, ô povinho doido esse viu! – Cold colocava os braços atrás da cabeça. – E então? Alguém tem mais alguma tragédia diária para contar?
- Briguei com sua irmã de novo... – James falava sério.
- Ah tá, grande novidade! – Cold ria nervoso. – O dia que vocês pararem de brigar vai surgir porquinhos azuis caindo do céu!
- Menos drama Cold! – Johnny ria. – Eu tive um excelente dia!
- Pelo menos você! Eu tive que beijar a grama! Ê vidinha mais ou menos viu! Vou te contar...

Eles ficaram ali sentados conversando durante mais algum tempo, e logo foram para seus quartos e adormeceram devidamente, James ainda ficara fitando o teto por um tempo, ele e Melanie estavam de mal a pior, suspirou fundo e a imagem de Rachel lhe surgiu a cabeça como um tufão, ficou a pensar na morena até pegar no sono e adormecer devidamente.

O dia amanhecera nublado e um tanto frio, Miguel levantou-se da cama e tomou um bom banho, trocou-se e ficou a fitar-se no espelho, não conseguia tirar da cabeça as palavras de seu pai, isso estava o deixando louco, respirou fundo e apanhou a mochila sobre a cama.

- BOM DIA MIGUELITO!!!! – Cold o saudava sorridente.
- O que você faz aqui? – Miguel ria.
- Vim te ver hora mais! – O loiro sentava-se no sofá. – O Pontas foi até a biblioteca pegar um livro que ele tava precisando e o Pulguento foi levar umas roupas pra lavanderia...
- E você ficou sem ninguém para preparar um café da manhã não foi?
- ADIVINHOU! – Cold mostrava seu sorriso eu-tenho-32-dentes-na-boca.

Miguel riu e foi até o armário da cozinha, começara a preparar uma omelete enquanto Cold ficara sério e encarava o amigo.

- Você está bem Penas?
- Na medida do possível...
- Olha... Eu não sei bem o que você ‘tá sentindo agora, mas acho que a Sophie poderia te dar um bom apoio...
- A Sophie está me empurrando para outra mulher Listras!
- Ela só ‘tá insegura cara! Sei lá, vocês estão noivos, deve ser nervosismo, medo de ter perder...
- É, talvez seja isso...

Miguel colocava a omelete na mesa e sentava-se, logo ele e Cold começaram a se servir, ficaram em silêncio por alguns minutos, como se estivessem respeitando o espaço do outro.

- Você não ficou curioso querendo saber o que ele tinha a te falar?
- Listras eu... – Miguel suspirava derrotado. – Fiquei. Mas não quero falar com ele...
- Aprenda a perdoar Miguelito, bem eu vou indo nessa...
- Encontrar com a Amy?

Miguel sorria abertamente enquanto Cold lhe lançava um olhar assassino, murmurou um “Num tá mais aqui quem falou”, Cold fez um aceno com a mão e saíra do apartamento. Miguel ficou encarando a porta por um instante, talvez ele tenha pegado pesado demais com Sophie.

Cold andara pelos jardins olhando de um lado para o outro, se perguntava onde aquela baixinha estaria, encostou-se na árvore e ficou olhando para o céu. Amy estava certa, não era apenas um beijo e algumas palavras que fariam ela ser “a garota” dele, e nem ele mesmo sabia o porque de querer tanto a loirinha a seu lado.

- Ok, já está saindo fumaça da sua cabeça! É melhor parar de pensar! – Uma voz feminina e risonha dizia ao lado dele.

Cold sorriu de leve e olhou para o lado, ela estava lá, sorridente e linda, sem nem esperar um segundo a puxou pela cintura a colando em seu corpo e a beijando ternamente.

- Realmente pensar é ruim, agir é melhor... – Ele falara separando-se dela.
- Hey! Eu não tinha deixado você me beijar! – Ela fingia indignação.
- Eu também não deixei você me beijar ontem!
- Que seja! – Ela dava os ombros. – E então Madonna? Estava pensando em quê?
- Você...
- Ah... Tá... – Amy corara levemente. – E cadê o resto da gangue?
- Respondo se você me responder onde está a sua... – Ele ria de lado.
- Bem, a Sam entrou em uma bela discussão com uma tal de Lana Lee, elas estão brigando a mais ou menos meia hora, cansei de concordar com tudo que a Sam diz e vim andar um pouco. A Katty está lendo lá no lago e por fim a Rach foi até a biblioteca pegar alguns livros...
- Miguel estava no apartamento dele, Johnny foi a lavanderia e James até a biblioteca, e eu estava por aí... Tem planos para hoje a noite?
- Acho que isso não te interessa... – Ela ria de lado.
- Bem, no meu caso não me interessa mesmo, te interessa isso sim...
- O que você quer dizer com isso?
- Nada...
- Ah qual é Britney! Fala aí!
- Deixa de ser curiosa ô Tampinha de Danoninho!
- Mas eu quero saber!
- Vai ficar querendo!
- ME FALA MADONNA!
- Nem pensar! – Cold ria. – Esteja ás 11:30 na janela de seu quarto e você vai saber!
- MAS EU QUERO SABER AGORAAAAAA!!!
- Vai ficar querendo!

Cold a olhara risonho e correra com Amy logo atrás dele, parou subitamente e a jogou nas costas, Amy ria enquanto ele fazia cócegas nela.

Na biblioteca uma garota de cabelos negros e pele branca, um pouco baixa ficava frente a uma prateleira de livros.

- Esse sim... – Ela apontava com a varinha colocando um livro sobre uma pilha flutuante. – Esse não... Esse sim... Esse não... Esse...
- Depois eu que sou maluco... – Uma voz falava a suas costas.

Rachel dera um grito escandaloso derrubando a pilha de livros inteira no chão, escutando um monte de “SHIIII!!!” em seguida.

- Você quer me matar do coração Potter? – Ela sussurrara.
- Bem, eu não tenho culpa de você estar tãããooo concentrada em “Esse sim, esse não...”.
- Bobo! – Ela ria abaixando para pegar os livros.
- Ficou sabendo da Amy e do Cold?
- É... Eu sabia que mais cedo ou mais tarde isso aconteceria...

Ele pegara o resto dos livros dela e ambos caminharam para uma mesa sentando-se em seguida.

- Você parece meio abatido... – Rachel comentava arrumando alguns livros.
- Briguei com a minha ex ontem...
- Humm... Ainda gosta dela?
- Estaria mentindo dizendo que não...

Rachel deu um suspiro triste, James a olhou de lado e passou a mão pelos cabelos rebeldes, a garota continuou arrumando os livros em silêncio, James abaixou a mão para ajuda-la tocando na mão da garota que ergueu os olhos para ele.

- Rach, se eu dissesse que não sinto mais nada pela Melanie eu estaria mentindo... – Ele falara sério.
- Tudo bem, eu não tenho nada haver com isso mesmo...
- Não Rach, você... Você tem haver sim! Eu... Eu tenho pensado muito em você, mas não acho certo ficar com você ainda amando outra pessoa.
- Então porque você não tenta a esquecer comigo! Se pensa em mim quer dizer que tem sentido algo por mim James!
- Eu não quero te ver sofrer!
- Não vai me fazer sofrer! Você é que está sofrendo nesse momento e nem se dá conta disso! Porque não faz que nem o Cold e tenta ser feliz com outra pessoa?
- Rach eu...
- Olha eu ‘tô ocupada agora, depois conversamos!

Ela largara os livros na mesa e saíra da biblioteca, James olhou para os livros e suspirou fundo, começou os arrumar e os levou até a mesa da bibliotecária.

- Vai levar esses todos?
- Sim, minha amiga esqueceu...

Seguiu rumo ao prédio de Rachel, ela teria que escuta-lo, e dessa vez nem que tivesse que lançar um silencio nela, ele falaria tudo o que tinha para falar.

Lá estava ele, Johnny Weasley, voltando sorridente da lavanderia do Campus, havia levado tanta roupa suja para lavar que a atendente disse que era para ele ir buscar no dia seguinte, não via a hora de chegar em seu apartamento e degustar de um belo café da manhã feito por Miguel, olhava atentamente para a faculdade, mal podia que estava ali, no curso para inominável, vendo tantos bruxos inteligentes, bruxas bonitas e vendo Lana e Sam quase se matando....

- Mas o que raio é aquilo ali? – Ele se perguntava perplexo correndo até as duas mulheres que mais pareciam duas leoas.

- ESCUTE AQUI WOOD! POUCO ME IMPORTA QUEM VOCÊ É!
- ESCUTE VOCÊ LEE! VOCÊ NÃO É A DONA DO MUNDO!!!
- Hã... Meninas?
- O QUE É??? – As duas viraram-se instantaneamente para um Johnny encolhido.
- Posso saber porque estão brigando?
- Não te interessa! – Respondera Lana mal educada.
- Olha como trata os outros Lee!
- Fica na sua Wood!
- Fica você na sua Lee!
- Ok, façamos assim, Lana fica na dela, Sam na dela e eu na minha, aí TODO MUNDO FICA FELIZ! – Johnny sorria abertamente recebendo olhares assassinos. – Ok, não foi boa idéia...

As garotas voltaram a se encarar, Johnny poderia jurar que estava vendo faíscas saindo dos olhos de ambas, as encarou assustado até que Lana virou de costas e saíra andando murmurando coisas inaudíveis. Suspirou derrotado e olhou para Sam que ainda tinha o cenho franzido.

- Vamos Weasley, estou com fome e quero tomar um bom café da manhã!
- Hã... Você é quem manda! – Ele respondia um pouco assustado, a seguindo.




Sophie acordara cedo naquela manhã, nem acreditava que tinha brigado com Miguel, era tão estranho brigar com ele, resolvera fazer uma caminhada ao redor do lago, andava em passos lentos e vacilantes, olhou para o lado e viu: Katty sentada sobre um tipo de lençol alaranjado lendo um livro. Katty era muito bonita e isso a ruiva tinha que admitir, respirou fundo e se aproximou calmamente.

- Olá... – Ela falara pouco animada.
- Olá! - Katty abaixava o livro e sorria animada. – Sente-se!

Sophie sentara ao lado da morena, suspirou fundo e olhou para o lado, ela não mandaria Katty se afastar de Miguel e muito menos falaria que ela estava dando em cima de seu noivo.

- E então? Vai me mandar sair de perto do Miguel ou não vai? – Katty sorria bondosamente.
- Como você...
- Olha, está escrito na sua testa que você não gosta da minha amizade com ele, não vou mentir para você dizendo que sinto apenas amizade por Miguel, gosto dele de verdade, no entanto ele gosta de mim como amiga, e isso para mim é o suficiente. Miguel é apaixonado por você Sophie, e sinceramente não sei o porque de você estar tão preocupada...
- Me desculpe... – Ela falava a encarando.
- Tudo bem! Gosto muito de você... – Katty falava risonha. – Mas acho que tem um certo maroto ali com um buquê de flores te procurando...

Ela apontara para perto do lago, Miguel estava lá procurando alguém com o olhar segurando um enorme buquê, Sophie só conseguiu sorrir de orelha a orelha, deu um beijo estalado na bochecha da morena e saira dali correndo abraçando seu maroto por trás.

- Ainda está bravo comigo? – Ela sussurrou no ouvido dele.
- Por que eu estaria? – Ele virava-se para ela dando o lindo buquê de Lírios. – Desculpe por ontem...
- Pensarei se vou desculpa-lo! – Ela fazia cara de pensativa.
- Ok... Então eu posso dar essas flores para outra pessoa enquanto você pensa...
- Eu já desculpei! – Ela pegava o buquê das mãos dele.
- Interesseira! – Ele sorria a puxando para um beijo.

Katty olhava aquilo tudo de longe, sorriu consigo mesma e fechara o livro.

- Sejam felizes...

Caminhou por algum tempo sozinha, ela gostava de ficar assim ás vezes era o melhor remédio. Viu um rapaz alto de cabelos castanhos arruivados frente a seu prédio, caminhou calmamente até ele e sorriu.

- Olá Josh!
- Olá Katty… - Ele sorria bondosamente.
- Pensei que estava cuidando dos dragões...
- É estava, é que... Eu recebi uma carta essa manhã, decidi vir para cá.
- Uma carta? Da sua noiva?
- Não... – Ele falava tristemente. – Do Sr.La Blanck...
- Do pai da Amy?
- Você sabe que Kevin foi meu melhor amigo, não sabe Katty?
- A Amy comentou algo parecido... Por acaso o encontraram?
- De certa forma sim...
- Não vai me dizer que...
- Kevin foi encontrado morto na madrugada de ontem...

A garota ficou sem falas, o irmão de uma de suas melhores amigas falecera, Josh parecia não saber o que falar também, não sabia como agir, seu melhor amigo estava morto e ele nada poderia fazer.

- Eu vou até minha noiva, quero da a noticia pessoalmente a Amy...
- Enquanto aos pais dela?
- Estão no Ministério, eles querem respostas...

Beijou a testa da garota e saíra de frente ao prédio com as mãos nos bolsos, Katty limpara uma lágrima que caíra de seus olhos, respirou fundo, teria que ser forte naquele momento.

A Campainha do apartamento 101 tocava sem parar, Rachel estava no banho, não podia acreditar que alguém podia ser tão inconveniente de tocar a campainha mais de vinte vezes seguidas, saiu do chuveiro apanhando uma toalha rosa bebê, colocou em volta do corpo e saíra de lá xingando mentalmente quem ousava perturbar seu banho. Abriu a porta com força e abriu a boca ao encara James Potter parado com uma pilha de livros flutuantes atrás de si.

- Hã, eu posso entrar? – Ele falava com as bochechas rosadas.
- Hum, tá claro... Entra... – Ela abria passagem para ele. – Só vou colocar uma roupa, um instante...

Correu para dentro de um quarto fechando a porta, James deu uma olhada ao redor do apartamento, muito belo e organizado, com muitas fotos espalhadas, fotos das Lilux tocando, delas unidas, de Rachel acenando, Amy mostrando a língua. Depositou os livros sobre a copa, e ficou a olhar uma foto onde Amy e Rachel gargalhavam e tomavam sorvete.

- 25 de abril do ano passado... – Rach aparecia com um blusão escrito Durmstrang e apanhava o porta retrato da mão do maroto. – Não me lembro de ter tido um dia mais feliz do que esse...
- Você e Amy são bem amigas...
- Sim, desde que nascemos, Amy é minha irmã casula praticamente! – Ela sorria levemente. – Vejo que trouxe meus livros, obrigada...
- Não vim apenas trazer os livros, vim terminar uma conversa que você fugiu! – Ele falara sério.
- Eu não fugi de nada!
- Eu quero tentar esquecer a Melanie! E não existe pessoa no mundo que eu mais queira esquece-la do que com você Rach... Mas eu não quero te magoar...
- Eu não tenho medo de me arriscar James!

Ela sorriu abertamente para o maroto o puxando para um beijo feroz, ele quase desequilibrara e caíra no chão quando ela o puxara, mas logo a enlaçou pela cintura e a encurralou na parede, ele não conseguia pensar em nada além daquele beijo. Rachel arrancara a camisa azul clara que ele usava, e ele já havia arrancado o blusão da durmstrang, ela sorria dentre o beijo. Caminharam ainda se beijando em direção ao quarto da garota e James fechara a porta com o pé, não existia nada no mundo que iria atrapalhar aquele momento.


Já eram 11:29, Amy estava lá encostada na janela de seu quarto recordando-se da cena em que ela e Cold pegaram Rachel e James, ambos estavam tomando banho juntos quando Amy e Cold entraram no apartamento querendo pegar alguns livros e Cold disse que iria usar o banheiro, ao entrar lá uma grande surpresa. Eles nunca haviam rido tanto da cara scarlett dos amigos como naquela noite. Suspirou fundo, e olhou para o céu.

- Boa noite... – Cold aparecera na janela dela a fazendo levar um tombo de susto.
- COLD MALFOY VOCÊ QUER ME MATAR???
- Não sei porque se assustou se sabia que eu ia vir a esse horário... – Ele ria de lado.
- É impressão minha ou você esta flutuando? – Ela erguia a sobrancelha vendo o maroto de pé do lado de fora da janela.
- Vem comigo que eu te mostro! – Ele oferecia a mão que fora aceitada de bom grado.

Amy olhou e vira que ele estava em pé sobre a vassoura, sentou-se atrás dele e escutou um “Segure firme Tampinha!”, segurou-se na barriga dele e voaram para o alto, a brisa gelada em seus cabelos lhe davam um ar inexplicável de liberdade, Cold ria durante o passeio, ao chegarem nas nuvens Cold parou com a vassoura e sentou-se de lado, Amy abriu um lindo sorriso e o encarou.

- Nossa como o Sr. Madonna é misteriosooo...
- E você gosta disso Srta.Pintora de Roda Pé! – Ele piscava galante.
- Aqui é tão lindo... – Ela comentava olhando de cima todo o campus da faculdade.
- Não tão lindo como eu, mas da pro gasto!
- Você sabe estragar o clima! – Ela girava os olhos.
- E eu sei que você gosta disso também! – Ele a beijava carinhosamente.
- Vai ter que fazer mais que isso Cold! – Ele ria.
- Eu sei, mas quem disse que é só isso que eu vou fazer Amy?

Ficaram ali abraçados olhando o campus, as estrelas, era bom ficar ali, mesmo com um e o outro se alfinetando era bom estar um ao lado do outro, ela descansou a cabeça no ombro dele e acabou por dormir ali mesmo, Cold a colocou no colo e seguiu em direção ao apartamento dela, entrou no quarto e a depositou na cama a cobrindo e beijando sua testa.

- Boa noite Tampinha de Yakult!

Sorriu e subiu na vassoura indo em direção a seu apartamento.
Amy se remexeu na cama e abriu os olhos, levou a mão a testa e sorriu, levantou-se e saiu do quarto, estava com sede. Caminhando até a cozinha deparou-se com Amy, Sam, Katty e Josh sentados na mesinha.

- Ok, que clima é esse? – Perguntou risonha.
- Amy, é melhor se sentar... – Rachel enxugava algumas lágrimas e sentava a amiga.
- O que tá pegando?
- É sobre seu irmão... – Sam falava tristemente.
- Encontraram seu irmão na madrugada de antes de ontem, mas infelizmente o encontraram morto, sinto muito Amy... – Josh falava n uma voz rouca e magoada.

Ela ficara ali estática, sem saber o que falar o que fazer, os olhos azuis derramavam lágrimas grossas, Katty abraçou fortemente a amiga enquanto Rachel afagava os cabelos loiros da mesma.

- Não... – Ela murmurara tristemente.


Cold acordara sorridente, pouco lhe importava da tempestade que caía lá fora, ele queria ver sua Pintora de Roda Pé, ele mal podia acreditar que estava apaixonado por Amy, James até havia acordado assobiando naquela manhã.

- E aí Listras, vai tomar café da manhã lá no ap do John e do Miguelito?
- Não dessa vez meu amado Veado! – Cold sorria abertamente. – Vou levar a Tampinha de Yakult para tomar café da manhã comigo!
- Uhhh alguém está apaixonado...
- Uhh alguém ontem estava pelado no banheiro com uma garota chamada Rachel!
- Ah cala essa sua boca sua Zebra dos infernos! – James tacava uma maçã em cold que abaixara na mesma hora.

Cold gargalhou e saíra dali deixando um James corado e furioso para trás, andava alegremente pelo campus e subiu no prédio de sua loira, parou frente a porta dando três batidas alegres. Rachel abriu a porta com uma cara magoada.

- Bom dia Rach... – Ele falara sério. – Algum problema?
- O irmão da Amy foi encontrado morto... – Rachel falava tristemente.
- Como ela está? – o maroto já entrava no apartamento.
- Trancada no quarto, não quer ver ninguém...
- Ela precisa falar! Se não vai ser pior! – Cold bufara e batia na porta do quarto da garota. – Amy abra essa porta!

Bateu durante alguns minutos sem receber resposta, olhou significativamente para Rachel que estava séria, respirou fundo e saiu dali, correu até o apartamento de Miguel e quase colocou a porta para baixo.

- Preciso de uma pena e um pergaminho!
- Listras você ‘tá bem? – Johnny falava sério.
- Depois eu explico! Me ajudem caramba!

A tempestade continuara a cair do lado de fora, o loiro pegara um violão e começara a escrever algo no pergaminho, enquanto os outros foram para a aula ele ficara lá na mesa da cozinha do apartamento de seus amigos escrevendo algo sem parar. Amy estava deitada em sua cama, não queria ver ninguém.

O final de semana já havia chegado, Amy havia saído de seu quarto na quinta feira, não estava tão alegre como antes não conseguia desabafar com ninguém, e só por muita insistência de Rachel que ela fora até a festa da faculdade, mais uma festa sem motivo onde todos embebedavam. Achou estranho não ver Cold desde que saíra do quarto, talvez ele tivesse até desistido dela, ela não sabia responder, a única coisa que ela sabia era que James e Rachel estavam de namoro sério, e que Johnny estava no meio de um fogo cruzado entre Lana e Sam. Katty parecia ter ficado muito amiga de Sophie ambas viviam conversando. A festa para ela estava um saco. Viu James dar um beijo na testa de Rach ao mesmo tempo em que Miguel e Johnny caminharam para o palco.

Todas as atenções foram para lá, para o palco, onde um loiro aparecera e se colocara frente ao microfone, Amy o encarou séria, não sabia o que estava acontecendo e isso a incomodava muito.

- Eu estou aqui pagando esse mico, porque eu quero dizer para vocês que eu estou apaixonado... – Cold começava risonho arrancando gargalhadas de muitos ali. – Amy... Eu acho que você me fez gostar mesmo de você e... Eu quero que você seja a minha garota, eu quero que você conte comigo... Eu te amo Amy La Blanck...

Muitas garotas ali levaram a mão a boca e deram gritinhos entusiasmados, Amy deu um meio sorriso e ficou a fitar o palco, Cold colocara a guitarra negra nas mãos e começara a tocar, cada maroto fora para seus equipamentos, a música iria começar.

Cold levara a boca em direção ao microfone e sua voz saíra doce e calma, ele começara a cantar uma linda melodia, e Amy sabia que aquela música era apenas para ela.


When you feel all alone
(Quando se sentir só)
And the world has turned it's back on you
(E o mundo lhe der as costas)
Give me a moment please to
(Dê-me um momento por favor)
tame your wild wild heart
(para acalmar seu coração agitado)
I know you feel like the walls
(Sei que se sente como se estivesse)
are closing in on you
(encurralada entre paredes)
It's hard to find relief
(É difícil encontrar alívio)
and people can be so cold
(as pessoas são tão frias)
When darkness is upon your door
(Quando a escuridão bate a porta e)
and you feel like you can't take anymore
and you feel like you can't take anymore
(você sente que não agüenta mais)


James, Johnny e Miguel em ambos lugares levaram a boca a outros microfones cantando o refrão junto ao loiro, aquela música dizia extamente como ela se sentia, sentira as mãos de Rachel lhe abraçando por trás.

Let me be the one you call
(Chame apenas por mim)
If you jump I'll break your fall
(Se pular não a deixarei cair)
Lift you up and fly away with you into the night
(Vou levantá-la e juntos voaremos pela noite)
If you need to fall apart
(Se precisar desabafar)
I can mend a broken heart
(Posso cuidar do seu coração)
If you need to crash then crash and burn
(Se precisar desmoronar então solte-se)
You're not alone
(Você não está só)

James e os outros afastaram novamente do microfone e só a voz calma de Cold emanava, Maya de longe observava a cena tristemente, caminhara até Amy se colocando ao lado dela, Amy a olhou de lado e Maya sorriu.

- Cold é uma boa pessoa, cuide bem dele...
- Se ainda é apaixonada por ele deveria ir atrás dele e não me jogar nos braços dele mesmo... – Amy falava voltando atenção ao palco.
- Cold é mais feliz com você Amy... – Ela sorriu tristemente. – Cuide bem dele...
- Eu cuidarei...

Maya dera as costas e saira da festa, Amy olhava atenta para o palco e sorria.

When you feel all alone
(Quando se sentir só)
And a loyal friend is hard to find
(E for difícil achar um amigo leal)
You're caught in a one way street
(Se estiver num beco sem saída)
With the monsters in your head
(Com monstros no seu pensamento)
When hopes and dreams are far away and
(Quando esperanças e sonhos se acabarem)
You feel like you can't face the day
(E não conseguir encarar o dia)



Mais uma vez os três marotos se juntaram ao refrão, Cold olhara nos olhos de Amy, ela sentira um grande frio na espinha, sentira seu estômago despencar, talvez ela também estivesse apaixonada pela “Madonna”, aproximou-se em passos lentos até a beira do palco sem desviar o olhar um segundo se quer.

Let me be the one you call
(Chame apenas por mim)
If you jump I'll break your fall
(Se pular não a deixarei cair)
Lift you up and fly away with you into the night
(Vou levantá-la e juntos voaremos pela noite)
If you need to fall apart
(Se precisar desabafar)
I can mend a broken heart
(Posso cuidar do seu coração)
If you need to crash then crash and burn
(Se precisar desmoronar então solte-se)
You're not alone
(Você não está só)

Cold olhou para baixo, riu docemente para Amy e fechara os olhos.


Because there has always been heartache and pain
(Sempre haverá sofrimento e mágoas)
And when it's over
(E quando tudo acabar)
you'll breathe again
(Você vai respirar de novo)
You'll breath again
(Vai respirar de novo)

Cold tomara mais uma vez o microfone somente para ele, parou de tocar a guitarra e oferecera a mão para Amy, ela aceitou a mão e subira ao palco ficando ao lado do maroto, ele cantava para ela, apenas para ela! Ele esquecera do resto da platéia, ficou ali olhando aqueles orbes azuis cristalinos, estava se perdendo neles a cada segundo que se passava.

When you feel all alone And the world has turned its back on you
(Quando se sentir só e o mundo lhe der as costas)
Give me a moment please
(Dê-me um momento por favor)
To tame your wild wild heart
(Para acalmar seu coração agitado)

Cantara sua parte e a beijara, recebendo uma enorme salva de palmas e escutando um Johnny indignado dizer que ainda tinha um último refrão. Sorriu dentre o beijo e separou-se dela.

- Quer ser a minha garota?
- Só se você sempre for a minha Madonna! – Ela ria de lado.
- Posso pensar em seu caso! – Ele a beijara mais uma vez apaixonadamente.

Ele se sentia completo e feliz, não havia nada que o alegrasse mais naquele instante.


N/A:: Iai gostaram do cap: O Nome da música é Crash And Burn do Savage Garden, baixem e escutem com a fic! Vale a pena! Beijãoo!!!

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.