FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Próximo Capítulo :: Próximo Capítulo :: Próximo Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

1. Por você


Fic: Pura Inspiração-The Malfoys parte5 29.10.2010


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________





     Estava ali. Sentada. Naquela praça  trouxa. De branco...


O mundo nunca lhe pareceu tão cinza... sem os seus olhos cinzas. Era como estivesse sozinha no mundo... suas lágrimas caiam sofridas pelo seu


rosto redondo. Lembrava de cada momento com ele. Mesmo não querendo esquecer. Seu corpo sem o dle paracia morto e sem vida. ela olha para céu e vê-lo cinza. "Por que as coisas sempre fazem o favor de lembrá-lo? será que não percebem? eu estou sofrendo! Ela não o merece! Por favor! faça Algo que eu não lebre dele! Maldito Lúcius! Foi ele... eu vi a carta." - Ela lembra de cada letra escrita por uma letra rude num pergaminho pardo. Depois de Draco foi embora ela viu a carta na escrifania dele e toda amassada.


   " Você nunca irá ficar com uma Sangue-Ruim! Você né um Malfoy. E Malfoy's não se julgam a baixar o nivel, pincipalmente por causa de uma Sangue-Ruim Maldita. Eu ja achei sua noiva. Francesa e de Sangue puro. O que eu fiz com os Pais dela não vai ser um terço que irei fazer com ela se você continuar com essa Sangue sujo nojenta. Além de acha-la, irei torturá-la lentamente. até mesmo você , Meu  filho, podera ouvir os Gritos dessa vadia.


     L..M."


Maldito! e no mesmo dia ele terminara com ela. dizendo que ela corria perigo. e foi embora.


sentada no chafariz colocou as mão na boca e percebeu que estava tremendo. olhara para o céu novamente e gritou. Gritara tão alto que até os pombos do parque levantaram vôo.


" Eu odeio amar ainda você Malfoy. Mesmo o Rony me oferecendo o noiva e eu aceitando. Eu sempre me odiarei por isso.  e não Há nada no mundo que eu possa negar tal hipocrezia e aceitar. Terei que dizer 'sim' para Rony. Mesmo querendo Dizer isso a você!"


- SEU DESGRAÇADO! IDIOTA! IMBECÍL! - Grita. ela sentido seus soluços mais forte do que ela pudesse aguentar. Como é um ruim, sofrer por Amor.  Por causa do amor! "Maldito Dumbledore! Ele sempre falou do Amor, e da Força que ele tinha. Mas nunca disse o quão desgraçado era esse amor. Que me mata por dentro e me consome a cada dia."


lágrimas caiam como cascatas. e como um filme que quizesse tortura-la passa o dia que se conheceram.



[ passado é em Negrito. E normal é presente. e itálico normal é o pensamento dela no presente, e itálico em negrito são os pensamentos dela no passado.]


Estava andando em Hogmead  sozinha querendo ficar um pouco longe dos outros. entrara numa rua nublada e sem se importara ela continua andando sentindo o vento gélido tocar-lhe a face rosada. ela se sente voando, mas com os pés no chão. E sorri mordendo os lábios. " Nada melhor do queficar sozinha."


Guando vê na sua Frente alguem sentado num banco. saberia que não poderia vê a pessoa se ela estivesse com roupas claras; ele estava com terno todo de preto, apoiando o corpo nos joelhoes segurando um jornal. ela ouve Algo. " Isso foi um soluço? Ele esta chorando?".


Ela chega mais perto e percebe que aqueles cabelos escuros eram loiros. Juntando um Pouco de coragem, senta no lado dele.


- quem é o des... - ele olha para pessoa do seu lado e vê Hermione do seu lado. com a face rosada pelo frio com um olhar de indagação. - o que faz aqui Granger? Deve está feliz por me vê chorando. - ele olha para ela. " eu nunca vi os olhos deles assim. Vermelhos de tanto Chorar."


- eu nunca irei ficar feliz por ver o rosto de alguem chorar por tristeza, Malfoy. - então ela vê na manchete do jornal a notícia de terem encontrado o corpo de Narcisa Malfoy morta. e entede o sofrimento dele.


Ele continua chorando. ela ja não sabia o que fazer. nem o que pensar. então, antes que pudesse esperar ja estava falando. Sem mesmo pensar.


- era sua mãe.E ainda não deixou de te amar, pode ter certeza de que ela nunca queria sentir, ou vê você chorando assim. - ele olçha para ela. Hermione se sente intimidada e olha para frente. quandoouve a voz rouca dele lhe dizer:


- Como você sabe disso? - " não era para eu sentar naquele maldito banco nunca!


- quando eu era pequena. Eu vi, pela primeira vez, um cadaver. E era meu primo. Ele só tnha 6 anos, minha idade na época. Ele estava ali. Pálido e com um terno muito bonito. Mas, sem vida. Meus tios eram tão ricos. que nem o própio filho era importante. Meu primo, Victor, era meu melhor amigo. E sem e dizia que eu tinha sorte porter pais que me amavam e que sempre iriam me amar. Ao contrário dele. - uma lágrima caia do rosto dela. Draco também olhava para frente. - Dois anos depois, eu cai num poço. Eu já estava cansada de me debater para conseguir respirar e quase incociente. Meu corpo doia tanto por causa da água gelada. fui resgatada por bombeiros. Quando acordei, não vi ninguem na sala infantil da quele hospital. e então. comecei a chorar porque meus pais não estavam ali comigo, meu pai e minha mãe entraram como um tufão pela porta. nunca me senti tão feliz em toda minha vida.


- e que isso tem haver comigo Granger? - pergunta ele com a voz um pouco mais recuperada pelo choro.


- minha mãe só dizia que ela estava ali. Sempre que me amava e que eu não precisava mais Chorar. Depois eu li numa reportagem que mesmo mortos as pessoas conseguem nos ouvir. quando voltei para casa depois de ser liberada pelo médico. Eu vi meu primo. 'Você estava Certo! eles me Amam.' eu disse. ' Seus pais fizeram d tudo para te proteger mione. Pais que amaam realmente seus filhos querem protegê-los a qualquer custo.' disse Vitor a mim. E desapareceu.- ela olha para Malfoy. - Sua mãe te ama. Nunca queria ver-te sofrer.  - e sorri.


   apartir daí, Draco e Hermione começaram a ser amigos. Se encontrarem nos lugares mais inusitados. Seis meses depois, assumiram seu namoro. Após esse fato, a carta de Lúcius Chega.


   Vendo que estava anoitecendo, ela vai para casa. onde é surpriendida por um pedido de Rony.


\*/


Será que tinha como ficar mais Triste do que isso?  estava em seu próprio casa ento. Forçado. E com Alguem que não amava e que nem lhe amava. Mas estava animada quando entrara no salão com um buquê de Rosas brancas e cor-de-rosa. Sabia que nunca amariam alguem como Astória, rica, Perua e com uma mentalidade fútil. Quem amava estava na Inglaterra. Cansando-se com Rony Billius Weasley. Forçou um sorriso. só estava ali Poir que queria proteger Hermione de seu pai. que continuava foragido. mas sabia que estava casando. sabia tambem que sua verdadeira amada nunca iria te perdoar.


  Pegou na Mão de Astoria que usava um lindo vestido rosa com um decote avantajado e sorria radiante.


Queria por tudo para de pensar em hemione. mas isso era impossível.


Quando o 'padre' perguntou a ele ele disse 'sim' altomaticamente.


Sabia que nunca iria ser um cara feliz. Sem ela. Posr que nunc se sacrificara por alguem.


"So ela Para que eu troque minha vida que poderia ser feliz com ela para um vida infeliz sem ela. Mas, nunca me perdoaria de vê-la Morta. Por minha causa."




\*/  


 




N/A: fiz essa fic atrasa para ir pro meu curso. rsrs mas, osbrigado por lê. A parte de Hermione Foi inspirada na música My immortal de Evanescence e a parte de Draco foi em forgive me de Evanescence também. minhas inspirações vem com as músicas então postarei rápido. beijos.


Srta. Rouge.


 

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Próximo Capítulo :: Próximo Capítulo :: Próximo Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.