FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

1. Poçao dos Herdeiros


Fic: A Pocão dos Herdeiros (Atualizada)


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Era o começo do sexto ano, Harry continuava triste com a morte de Sirius, na verdade ele havia decidido nunca mais falar no padrinho para diminuir a dor que sentia. Hermione nunca havia perdido ninguém que amava, mas sabia que a decisão de Harry não estava certa, daquela forma ele sofreria mais, ele tinha tomado uma decisão covarde. Mas a garota não ousava tocar no assunto com ele, ela ainda se lembrava de como ele ficava quando estava com raiva e isso era o último que ela queria. Eles estavam na aula de poções, Snape como sempre fez a sua entrada e todos ficaram em silêncio. O professor de poções tinha um sorriso que fez os alunos da grifinória tremerem. -Ano passado foi um ano meio agitado, mas houve alguns acontecimentos que me deixaram de bom humor. –começou Snape com a sua voz cortante. Snape encarou Harry por um longo período, o que fez Harry tremer de raiva. -Vou formar duplas, e vocês irão fazer a poção dos herdeiros, antes vou alertar que é uma poção muito complexa e que mexe com o tempo. Podemos dizer que ela só é ensinada em faculdades bruxas, mas o diretor insistiu que vocês deveriam aprender esse ano poções mais poderosas.
-Sr Potter com o Sr Malfoy, Sr Weasley com a Srt Parkinson, Sr Goyle com a Srt Patil, Srt Granger com o Sr Zambine...
Snape continuou a formar duplas, grifinórios ao lado de sonserinos.
-Alguém pode me dizer para que serve a poção dos herdeiros? –perguntou Snape.
Hermione foi à única que levantou a mão mais como sempre, Snape ignorou a garota.
-Já deveria imaginar que não soubessem.- zombou o mestre de poções astutamente. –Essa poção, se vocês fizerem certa, mostrará o seu futuro filho ou filha... Olhem no livro do que vão precisar e comecem a fazer. –mandou Snape.
Parvati e Lilá ficaram com os olhos brilhando, mas o resto dos alunos ficaram sem entender, quem tinha inventado aquela poção tão idiota?
-Francamente, poderíamos está fazendo uma poção de melhor utilidade do que essa! –resmungou Hermione baixinho.
-Concordo com você, Granger. –disse Zambine com um sorriso clássico de um sonserino.
Todos começaram a fazer a poção e Hermione começou a achar agradável a companhia de Zambine, ele não era tão odioso quanto Malfoy.
Os dois foram os primeiros a terminarem, então ficaram conversando um pouco.
-Pelo jeito é bastante comum entre os sonserinos ter esse ar sarcástico. –disse Hermione.
-É da nossa natureza. –brincou o sonserino dando de ombros.
Zambine era muito bonito, tinha o cabelo castanho escuro e olhos verdes escuro que faziam qualquer um admirar. Hermione fez uma comparação mental dos olhos de Zambine com os olhos de Harry, ambos eram verdes mais havia uma nítida diferença. Os olhos do seu amigo eram verdes vivos e brilhantes enquanto os de Zambine eram escuros e misteriosos.
- Tempo esgotado! Peguem suas poções e bebam. –mandou Snape.
Parvati levantou a mão rapidamente.
-Hum... Com qual idade os nossos futuros filhos vão aparecer? –perguntou a grifinória interessada.
-Isso depende da pessoa que bebe. –respondeu Snape cruzando os braços. –Agora bebam!

Ao lado de Malfoy apareceu a imagem meio desfocada de um garotinho de sete anos de cabelo loiro platinado e olhos castanhos claros. Ao lado de Harry apareceu a imagem meio desfocada de um bebê, ele tinha cabelo negro que nem os de Harry mais ele estava dormindo por isso Harry não podia saber qual era a cor dos olhos do menino.
-Ei Potter, quem deve ser a doida que vai ter um filho seu, heim? –disse Malfoy tirando onda com a cara de Harry.
-Cala a boca!-retruco Harry
Ao lado de Hermione apareceu a imagem bem nítida de uma menina de três anos, de cabelo castanho bem claro com algumas mechas loiras, com olhos cinza azulado, o cabelo da menininha era bem liso formando uns cachos no final.
-Granger você vai se casar com um loiro! –disse Zambine rindo.
-E você com uma ruiva. –disse Hermione apontando para a garota sentada ao lado de Zambine, era uma garota de 16 anos, com o cabelo ruivo curto e olhos verdes escuros.
-Nunca eu odeio RURIVAS!-falou Zambine vermelho
-Acho que o seu conceito vai mudar. –disse Hermione rindo do garoto
-Com tanto que a minha futura mulher não seja uma Weasley! Tudo bem. –disse Zambine sério.
Depois de alguns minutos as imagens sumiram e Snape deu 10 pontos para a sonserina pela perfeita poção de Zambine e 5 para Hermione (Os dois fizeram as poções juntos mais vocês sabem como o mestre de poções é justo).


-Francamente, essa poção é tão idiota! Como uma poção pode mostrar uma parte do futuro? Não dá para acreditar que o prof Snape realmente nos ensinou essa poção! Nós poderíamos ter aprendido a fazer a poção da verdade, ela é bem complexa... –disse Hermione assim que se juntou a Rony e Harry.
Malfoy estava um pouco atrás do trio, juntamente com Zambine e os seus capangas. Ao ouvir o que Hermione tinha dito, o rapaz concordou intimamente Malfoy estava um pouco atrás do trio, juntamente com Zambine e os seus capangas. Ao ouvir o que Hermione tinha dito, o rapaz concordou intimamente.
-A Mione até que foi divertido!-disse Rony.
-Rony, a sua poção nem estava certa. –repreendeu Hermione fazendo Harry da um pequeno risinho.
-É mais foi muito divertido ver os futuros descendentes de quem conseguiu fazer a poção. –falou o ruivo rindo-se.
-Aposto que foi! –disse Hermione irritada.
-Eu não sabia que você tinha quedinha por loiros. –disse Rony bem baixinho no ouvido da garota.
Hermione se irritou muito com isso.
-Me poupe, Rony.-disse a garota zangada.
Rony não agüentou e começou a ter um ataque de risos.
De repente eles ouviram um choro bem infantil, que estava vindo de perto da escada. Eles se aproximaram e deram de cara com uma garotinha de três anos.

-O que você faz aqui? –perguntou Zambine que tinha visto a garotinha. –Ui Granger, sua filhinha não quer voltar para o seu tempo. –disse o sonserino com um sorriso divertido.
A garotinha levantou o rosto e encarou as pessoas que estavam na sua frente, apesar de ser muito nova ela sabia reconhecer a sua mãe, apesar desta está um pouco diferente.

-Mamãe! –murmurou a garota abraçando as pernas de Hermione.

Hermione corou levemente e olhou confusa para Rony e Harry.

-Você deve ter feito alguma coisa na poção para que a sua descendente não tenha desaparecido. –disse Zambine tentando sufocar a risada.
-Você quer dizer que a nossa poção tinha algo errado, não é mesmo? Onde está a sua filha, heim? –perguntou Hermione acidamente.
Zambine parou de ri completamente. Isso que dava rir da desgraça dos outros.
-Oi papai. Hum... Pelo o que entendi você fez uma poção que saiu errada e agora eu estou aqui? Bem me desculpe mais eu não tenho tempo para isso. Preciso me encontrar com o Zack! –disse friamente a garota de cabelo ruivo curto.

Não me chame de pai! Você tem a minha idade. –reclamou Zambine surpreso. –Pare de rir Malfoy.
Malfoy estava achando aquilo tudo muito engraçado, a sangue ruim da Granger tinha se ferrado.
-Mas espera aí todas as imagens desapareceram na sala do Snape, então como elas estão aqui? –perguntou Zambine confuso.
Harry estava abobado, como que aquilo estava acontecendo? O rapaz sentiu pena da sua amiga, mas com certeza as coisas iriam se ajeitar.
-Mamãe... O que ta acontecendo? Quero voltar para a mansão! –disse a garotinha com lágrimas nos olhos.
Hermione piscou várias vezes antes de colocar as idéias no lugar.
-Acho que apenas precisamos falar com o Snape, já ouvir falar sobre isso! Essa poção mexe com tempo e outras coisas mais... Espero que a vinda delas não prejudique em nada o futuro, também teremos de comunicar o ocorrido a Dumbledore. –disse Hermione recobrando a compostura.
-Titio Severo?- disse a garotinha baixinho.
Ninguém ouviu o que a garotinha tinha dito estavam mais preocupados com o que fazer.
-Ei Granger! Pobre dessa garotinha vai ter uma mãe sangue ruim! Mas pelo o que ela disse você vai fisgar um ricaço é? Que tipo de feitiço você vai fazer para que ele te note? –falou Malfoy tentando tirar Hermione do sério.
Hermione colocou a garotinha nos braços, o que deixou a pequena bastante feliz e encarou Malfoy.
-Me faria o favor de guardar os seus comentários para você? –reclamou Hermione séria.
-Eu não vou obedecer a uma sangue ruim.
A menina que tinha colocado o rosto no ombro de Hermione e fechado os olhos, os abriu e virou o rosto para Malfoy.
-Papai... Por quê você ta falando desse jeito com a mamãe?- perguntou a pequenina curiosa.
Diante disso todos que os cercavam ficaram completamente sem fala.
-O que você disse? –perguntou Malfoy nervosamente.
-Vamos para casa? Cadê o William?Eu não gosto daqui. –disse a garota fazendo biquinhos prestes a chorar.
-Quem é William? –perguntou Malfoy fazendo esforço para falar.
-Papai quero ir para casa! –gritou a garotinha saindo dos braços de Hermione e pulando para os braços de Malfoy.
-Eu não sou seu pai! Não posso ser! Tem alguma coisa muita errada aqui! –dizia Malfoy em estado de choque segurando a garota.
-Mamãe... O que ta acontecendo? Quero voltar para a mansão! –disse a garotinha com lágrimas nos olhos.
Hermione também não estava em estado melhor.
-Hum me desculpe interromper esse assunto familiar mais faço das palavras da pequena Malfoy, as minhas. –disse a ruiva seriamente. –QUERO IR PARA CASA IMEDIATAMENTE!
Todos colocaram atenção na ruiva.
-Não tenho nenhuma dúvida que essa aí é minha filha. –brincou Zambine cansado. –É melhor resolvermos isso logo, vamos Granger e Malfoy, se mexam.



*Bom essa é a mkinha primeira fic espero q vcs gostem comentem!

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.