FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

4. O Florescer do Botão


Fic: Um conto de amor HG Aviso


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

        Classe e beleza, duas características específicas da festa dos Weasley, segundo Harry. Ele, Rony e Hermione adentraram receosos no salão, porém não ficaram por muito tempo, a quantidade de pessoas que havia ali dava mais segurança para os garotos, a chance de serem reconhecidos reduziu significativamente.
- Não pense que deixei de notar o quão graciosa está Hermione. – Rony falou hipnotizado com a garota.
        De fato Hermione estava diferente do habitual, não que Harry não a achasse bonita, pelo contrário, apesar de ser sua amiga não deixava de notar o quanto era bela. Essa noite Hermione tinha um toque especial, vestia um vestido cuja tonalidade era um laranja discreto e sua alça caia pelo seu ombro, seus cabelos estavam presos em um coque, novidade tanto para Harry quanto para Rony, a menina geralmente usava os cabelos soltos e tampavam uma parte de seu rosto.
- Eu gostei do seu cabelo assim. – Rony ainda não conseguia tirar seus olhos da menina.
- Gentileza sua notar, aliás, o cabelo foi um conselho de uma amiga. – Hermione se lembrou de Gina.
- Então é uma garota de grande inteligência. - Rony falou fazendo Hermione corar.
        Rony agiu estranhamente, nunca em todo o tempo que Harry o conhecia havia presenciado tal atitude, talvez Lupin estivesse certo ao dizer que grandes amores começam com uma boa amizade.
        Harry notou que uma moça se aproximava sorridente, era loira e usava um vestuário muito exagerado, seu vestido rosa berrante dava náuseas só de olhar.
- Olá convidados, já possuem um colar do amor? – ela ergueu colares com pedras de pingente para eles, que negaram com a cabeça – É uma brincadeira do baile, cada um de vocês receberão um colar, os das meninas de um formato e dos rapazes de outro, poderão dá-lo a quem desejar, escolham alguém que esquente o coração de vocês e o entreguem, sorte de quem for retribuído em sua entrega.
        Harry percebeu que a garota olhou profundamente para Rony, fato que foi notado também por Hermione que ficou com uma expressão de chateação.
- Adorei seu vestido. – a menina disse para Hermione, antes de se afastar do trio.
- Menina estranha, se não me engano deve ser a Lilá Brown, ela estava junto a Gina quando a conheci, acreditem podemos viver muito bem sem ter contato com ela. – Hermione falou esquecendo de esconder o possível ciúme.
- Se é amiga da Gina deve ser legal. – Rony falou deixando Hermione mais zangada – Não sei o por quê fala isso, você mesma disse que a Gina era muito gentil e bondosa, ela não andaria com qualquer pessoa. – pelo jeito Rony não notou o quanto a menina havia afetado Hermione.
- Será possível que não consegue notar as coisas, até mesmo quando estão a sua frente. – Hermione cruzou os braços indignada.
        E como era típico de ambos uma discussão começou. Por mais que tentassem não conseguiram envolver Harry na briga, o jovem estava alheio à pequena “guerra” que sempre ocorria com os amigos, procurou algum indício de Gina pelo salão, se quisesse realmente se divertir nesse baile teria que dançar com a menina. A tarefa foi bem complicada, tirando o fato de saber que ela era ruiva, não obtinha nenhuma informação a mais, os cabelos da jovem eram difíceis de se encontrar, mas ainda existia uma boa quantidade de ruivas pelo reino.
        De tanto procurar, Harry não percebeu que a briga havia cessado e a aproximação de Cho, quando se deu conta do detalhe pode apreciar melhor sua futura noiva, seu vestido azul ajudava ainda mais a destacar sua beleza.
- Vejo que é um homem ousado, teve mesmo coragem de vir a um baile ao qual não foi convidado, e se me permite sua presença não é nem um pouco bem-vinda, exceto para mim. – ela lhe ofereceu uma taça de vinho.
- Não tenho medo de desafios e o prêmio por minha ousadia me agrada muito. – Harry aceitou a taça.
- O senhor Weasley como sempre, atrás do Harry.
- E a senhorita como sempre, tão gentil. – Rony falou, fazendo Hermione dar uma risada, assim chamando a atenção de Cho para ela.
- E você quem é?
- Essa é a senhorita Hermione Granger, a melhor amiga que eu poderia encontrar. – Harry a apresentou, Cho não demonstrou a mínima felicidade em conhecer alguém tão importante na vida de Harry.
- Sou Cho Chang, a futura esposa de Harry. – ela disse sem ao menos cumprimentar Hermione.
- É um prazer conhecê-la. – Hermione deu um sorriso que não foi retribuído.
- Certo, então se quer tanto o prêmio é melhor correr atrás da Gina. – ela cortou Hermione antes da garota iniciar mais algum dialeto – Vou ao encontro de meus pais.
- Continuo a achando bem esquisita, pelo que parece ela não gostou muito de mim. – Hermione falou.
- Já disse que é coisa da cabeça de vocês, então Hermione vamos procurar a Gina?
- Dessa vez terá que encontrá-la sozinho, eu já me envolvi demais, na verdade não gosto nada dessa história, não será legal se a Gina se magoar.
- Não precisa se preocupar tanto Mione, é só uma dança e depois ela não vai me reconhecer mesmo.
- Ainda assim peço para ser prudente e esquecer essa história. – Hermione o aconselhou – Agora se me derem licença, vou ver se encontro algum conhecido.
        Sem Hermione seria mais complicado encontrar  Gina dentre as ruivas do salão, sua última esperança era Rony, apesar de fazer um tempo que Rony não tinha nenhum contato com a irmã, não acreditou ser possível que não a reconhecesse quando a visse. Eles percorreram uma boa parte do gigantesco salão até que Rony avistou uma garota, era ruiva, usava um vestido amarelo e desengonçada, Harry olhou para o amigo em espécie de pedido de ajuda, tomou coragem e resolveu encarar a estranha Gina.




        Gina estava parada observando o baile pelo segundo andar, estava escondida atrás de uma parede, tentava tomar animo para participar da fabulosa festa que sua mãe preparou, ela ajeitou sua máscara e se dirigiu para o salão. A primeira pessoa que avistou foi Dino, ele foi ao seu encontro com um grandioso sorriso.
- Como sempre, minha noiva é a mais bela de todas. – ele a cumprimentou beijando sua mão.
- E você está muito elegante Dino. – ela apenas sorriu.
- Finalmente posso entregar isso a quem merece. – ele retirou um colar de seu pescoço e o entregou a Gina, a garota o analisou e viu que continha um cristal em forma de cone e de textura lisa – Vejo que já entregou o seu a outro. – ela o fitou sem entender – As damas também receberam os seus para entregar a outra pessoa.
- Na realidade eu ainda não peguei o meu. – ela falou desconcertada – Eu irei procurar quem o está entregando. – ela se retirou com essa desculpa.
        Por onde passava Gina viu pessoas trocando esses colares, com toda a certeza essa era uma idéia de Fleur, sua cunhada era sempre muito criativa, apesar de Gina a achar extravagante e fresca, tinha que admitir que sua idéia havia contagiado os convidados. Ao que parecia sua aparência estava agradando a muitos, sempre havia pelo menos um cavalheiro que lhe oferecia seu colar e a enchia de elogios, não era de se espantar, era muito bela e estava incrivelmente vestida, o verde do vestido que usava dava um atraente contraste com seus cabelos vermelhos, que tinham duas partes da frente puxadas para trás e presas em um pequeno coque, enfeites de minúsculas flores davam um ar mais angelical para a menina.
        Estava complicado passar pelas pessoas, sua família não teve problema em relação aos convidados, a garota percorreu muito o salão até encontrar um conhecido.
- Senhorita Granger devo elogiá-la, está encantadora.
- E eu não poderia deixar de dizer o mesmo a você Gina, não achei que fosse me reconhecer com esse disfarce todo.
- Você pode tentar se vestir do que quiser, mas nunca conseguirá esconder esse sorriso contagiante. Vejo que não sou a única que pensa assim, veja só quantos colares conquistou. – Gina observou o pescoço de Hermione.
- Gina, querida eu estava te procurando por toda a parte, aqui está seu colar, entregue ao jovem que fisgar seu coração, ou seja, o Dino. – Lilá entregou o colar a Gina, esse tinha a forma oval e de uma cor bege – E quem é essa moça, a qual ainda não fui devidamente apresentada?
- Não a reconhece Lilá? Ela é a Hermione Granger, a moça que conhecemos no mercado. – Gina se conteve para não rir do espanto da amiga.
- Ah sim claro, e quem são aqueles dois jovens que eu vi com você na entrada? – ela mudou sua expressão para o desprezo que Hermione conheceu no mercado.
- Aqueles são meus primos que vieram da Escócia, como meus pais não puderam vir, e eles se desculpam muito Gina, eu achei que poderia convidá-los, espero não ter nenhum problema.
- De forma alguma, seus convidados são meus convidados, espero conhecê-los.
- Aposto que eles também ficariam encantados em conhecê-la. – Hermione estava sem graça por mentir para Gina, mas Harry era seu melhor amigo e não poderia deixá-lo em uma situação ruim contando a qualquer Weasley que ele estava no baile.




        Gina ficou um determinado tempo com Lilá e Hermione, depois se separou delas para procurar Dino e lhe entregar seu colar. Sua busca foi em vão, Dino não se encontrava em lugar algum, cansada de procurar Gina resolveu se ater aos detalhes do salão, sua mãe não poupou dinheiro na preparação, rosas brancas enfeitavam as escadas e pilastras, as mesas eram forradas por um pano amarelo e os bordados cor de ouro.
        Em cima de uma mesa que seguia até a parte de trás da escada, havia um enorme dragão de gelo, seu corpo era do tamanho da mesa e ocupava todo o espaço. Curiosa sobre o enfeite Gina foi ao encontro do dragão, ela tocou levemente a escultura de gelo,  deslizou o dedo pelos olhos do dragão até notar que do outro lado havia alguém fazendo o mesmo que ela, não conseguia enxergar a pessoa direito, pois a escultura era muito alta. Ela poderia ter se dirigido a outro lado para ver quem era, mas algo a puxou para o lado oposto, a pessoa pareceu se divertir com a brincadeira já que fez o mesmo que ela. Gina procurou por uma brecha no dragão de gelo, porém a única que tinha a obrigava a se abaixar, seu parceiro fez o mesmo, poderia não ver seu rosto devido a máscara que o rapaz usava, mas sabia que seus olhos eram de um verde intenso, que brilhavam como esmeraldas. Gina optou por tomar o caminho correto e retornou a cabeça do dragão sendo seguida pelo rapaz, quando conseguiu vê-lo melhor sentiu um tipo de frio na barriga, o garoto lhe estendeu a mão, ela sorriu e quando estava quase a ponto de tocá-la, Lilá apareceu.
- O filho dos Malfoy deseja dançar com você.
        Devido ao choque Gina não pode se soltar de Lilá, que a puxava para longe do jovem de olhos verdes.




        Harry tentou seguir a garota dos olhos amêndoas, mas a perdeu de vista quando esta se adentrou no aglomerado de pessoas, se desesperou ao ver que se separaria dela sem ao menos ter trocado uma palavra. Parecia totalmente insano, nada importava somente aquela jovem, seu coração estava aos pulos a cada segundo que a menina vinha a sua mente.
        Ele a procurou por horas até que na sacada a encontrou, ela olhava o céu perdida em seus pensamentos.
- Por um segundo pensei que não a veria mais, sabe se esconder muito bem.
- Não me escondi de você, apenas não me senti a vontade para dançar com o Malfoy. – Gina se alegrou ao ver que era o rapaz de olhos verdes.
- Compreendo sua escolha, o Draco é realmente uma pessoa indesejável. – ele se encheu de felicidade quando viu a garota sorrir – A senhorita ainda me deve uma dança, a menos que esteja exausta de convites. – Harry voltou a erguer a mão.
- Será um prazer aceitar esta dança. – Gina tocou com leveza a mão do jovem.
        Harry pode ver como é bom flutuar, ser domado pelo frescor do cheiro que a menina emanava, não havia sentido tais sentimentos por nenhuma outra moça, que todos os outros pegassem uma passagem só de ida para o infinito, para ele só aquela delicada flor lhe importava. Assim que pararam, ele retirou seu colar do pescoço.
- Pode achar bobagem essa brincadeira, mas não dormirei essa noite se não saber que esse colar pertence à senhorita. – ele olhou para o pescoço da jovem e percebeu que seu colar não seria o único – Para diferenciá-lo de todos os outros, peço tomar a liberdade de marcá-lo. – do seu bolso ele tirou uma corrente e destacou um pingente em forma de sol, detalhadamente trabalhada em uma madeira escura, colocou em seu “colar do amor” e pôs no pescoço de Gina.
        Gina procurou em meio aos outros colares o seu, como o pescoço do rapaz também continha bastantes colares ela pegou a idéia de marcá-lo, de sua mão retirou uma pulseira de ouro com bolas de pérolas penduradas e o prendeu ao seu colar dando-o a Harry.
- Sinto que seria um desperdício guardar o colar sem que o entregue a verdadeira pessoa.
- Eu seria atrevido se lhe pedisse para ver seu rosto?
        A garota permitiu a aproximação do garoto a sua máscara, após retirar Harry só pode pensar em uma coisa: se os anjos tivessem rostos, com absoluta certeza teriam a face dessa bela dama. A jovem colocou as mãos em seu rosto e delicadamente retirou sua máscara, as amêndoas dos olhos da garota brilharam em combinação com o largo sorriso. Sem medo de levar um tapa ele se aproximou do rosto da menina, passaria noites em claro se não experimentasse o gosto dos lábios da linda ruiva. Para satisfação de Harry ela não recuou, mas por falta de sorte ou talvez o destino não permitisse, a loira que quase a levou dele apareceu novamente fazendo o lindo anjo se afastar ofegante.
- Gina não vai acreditar quem teve o atrevimento de invadir a festa? – Lilá olhou de Gina para Harry, seus olhos se arregalaram.
- Você é Gina Weasley? – Harry perguntou com uma expressão mais assustada que Lilá.
- Sim, é um prazer, eu sei que devia ter me apresentado mais adequadamente antes, mas...
- Gina, ele é Harry Potter, ele e seu irmão Rony entraram sem serem convidados, eles vieram com aquela Hermione, eu avisei que essa garota não prestava...
        A voz de Lilá foi sumindo em sua cabeça, só poderia ser uma brincadeira de mau gosto, não era justo que esse rapaz fosse um Potter.
        Suas dúvidas foram comprovadas por Rony e Hermione, que apareceram logo em seguida.
- Más notícias, temos que sair por essa sacada mesmo. – Rony puxou o amigo que ainda olhava descrente de sua falta de sorte para Gina.
- Eu não irei pular uma sacada Rony, sairei pela porta. – antes de sair ela se dirigiu à Gina – Eu sinto muito.
        Gina pode observar Hermione sair e depois se dirigiu a sacada, onde pode ver Harry e seu irmão correrem para o portão, o garoto deu uma última olhada para Gina, que a fez perder a noção pelo ocorrido.



* Aos que aguardaram curiosos espero que tenham gostado do encontro do Harry e da Gina...
* Continuem comentando....
* Bjusss
* Bye

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.