FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

3. Descoberta


Fic: Grávida por acaso - Hiatos por enqnto


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Levantou com calma da cama e foi em direção ao banheiro com passos vacilantes. Não tinha conseguido dormir direito, mal conseguiu fechar os olhos e já tinha que levantar e correr para o banheiro com outra seqüência de enjôos. Não sabia o porquê de estar vomitando tanto se mal havia comido o dia inteiro.


Chegou no banheiro e fez sua higiene, voltou ao quarto e se trocou com calma, não queria passar mal de novo. Ligou para Gina e perguntou se ela podia lhe dar uma carona, que a amiga não lhe negou. Pegou sua pasta com seus projetos e se direcionou para o elevador.


Pensou que passaria mal ao entrar no elevador, mas para sua sorte não. Ao chegar à frente do prédio Gina lhe esperava dentro do carro, junto a Harry na direção. Não lhe fizeram nenhuma pergunta, mas lhe garantiram que Rony não havia ficado irritado por ter faltado ao trabalho.


 


- Calma Mione! O Rony entendeu que você não estava passando bem! Quis até ir ao seu apartamento para se certificar que você estava realmente bem! – disse Harry ao perceber que a prima não havia acreditado neles.


 


Respirou fundo quando chegaram ao ateliê que dividia com Gina e Rony. Apesar de ter se formado em Arquitetura seu hobby era pintar, desde criança tinha aptidão para o desenho. Seus pais chegaram a matricula em um curso de desenho e pintura para que ela pudesse ter uma graduação.


Gina e Rony, além de serem irmãos, eram ótimos pintores e escultores. Mas Rony seguiu a careira de arquiteto junto com ela. Assim que Gina terminou a faculdade de artes eles abriram o ateliê para que, não só expusessem seus quadros e esculturas, mas para vendê-los como obras decorativas. Assim que entrou no ateliê Hermione encontrou Rony sentado em sua mesa atento a alguma coisa no computador. Gina se direcionou para sua mesa.


 


- Rony? – chamou Hermione ao se aproximar do ruivo.


- Mione? – surpreendeu-se Rony. – Você deveria estar em casa, não devia?


- Não. – disse Hermione.


- Mas você não estava mal ontem? – perguntou Rony.


- Estava. Bom... Passei praticamente a madrugada inteira vomitando e... – Hermione não pode terminar.


- E o que raios você esta fazendo aqui e não em um consultório médico?! – exclamou Rony.


- Rony! – disse Hermione usando um tom mandão. – Eu já estou melhor e não vou ao médico porque andei comendo demais e meu organismo resolveu descartar as sobras de uma maneira não muito boa!


- Ok, ok, ok, ok eu me rendo. – disse Rony erguendo as mãos para o alto. – Mas a senhorita não vai me faltar domingo no famoso almoço dos Weasley’s hein!


- E eu sou louca pra perder isso?! – disse Hermione sorrindo e dando um beijo estralado no rosto do ruivo e se encaminhando para sua mesa.


 


**********************************************************************


Odiava trabalhar mais depois dos acontecimentos recentes era a única coisa que tinha para se distrair, além de sair é claro. Chegou ao escritório e pegou sua correspondência, seu café e tomou nota dos acontecimentos do dia. Não pode deixar de soltar um gemido de desgosto ao ouvir a palavra Fórum.


 


- Eu não acredito que aquele desgraçado conseguiu adiantar o dia da audiência! – disse Draco furioso jogando alguns papéis na sua mesa e se sentando. – Como ele conseguiu?


- Não sei senhor, mas ao que tudo indica o juiz é amigo do pai dele. – disse a secretária.


- Eu devia saber. – ironizou Draco. – Julie me faça um favor... Chame o irresponsável do meu sócio.


- Sim senhor. – disse Julie saindo da sala.


 


Se recostou na cadeira fechou os olhos e bufou. Como o IDIOTA do seu sócio não havia percebido que o DESGRAÇADO do promotor era amigo do juiz?! Como?! Não que ele fosse um advogado chave de cadeia... Não! Nunca se rebaixaria de tal maneira.


 


- Pediu para me chamar Draco? – perguntou um homem alto de cabelos lisos e sebosos.


- Pedi sim Severus. – disse Draco olhando para o homem. – Como raios você não sabia que aquele promotorzinho chave de cadeia é amigo do juiz?!


- Não sabendo Draco! – defendeu-se Severus. – Além do mais eu estou aqui para cuidar das finanças e não da vida pessoal de cada promotor. – rebateu.


- Não precisa me lembrar que você é um contador Severus, mas eu acho que eu terei que te lembrar que o juiz em si estudou no mesmo colégio que você e no mesmo período ou eu precisarei? – perguntou Draco estreitando os olhos cinza.


- Não Draco. Não precisará. – respondeu Severus.


- Ótimo... Acho que não voltarei mais para cá. Essa audiência deve se estender até a noite. – disse Draco se levantando e pegando os papéis do processo.


- Então até amanhã Draco. – disse Severus saindo da sala do sócio.


- Até. – limitou-se a responder antes de pegar o celular e discar o numero do cliente.


 


**********************************************************************


O dia tinha sido calmo e sem mais problemas com enjôos e tonturas. Estava cansada e com sono, queria mais que tudo ir para sua casa tomar um bom banho relaxante e dormir. Despediu-se de Rony, já que o mesmo iria terminar uma planta para um cliente antes de ir embora, e pegou carona com Gina novamente.


Harry estava um pouco abatido tivera um dia difícil no trabalho. Harry trabalhava na Polícia Londrina como um dos principais detetives, e andava fazendo algumas investigações e descobriu que muitos policiais estavam envolvidos em coisas ilícitas.


 


- Prenderam muitos Harry? – perguntou Hermione.


- Muitos. – respondeu Harry desanimado. – Eu e o Simas nunca vimos tantos policiais e detetives presos em toda a nossa careira.


- Nossa amor! Então a coisa ‘ta feia! – exclamou Gina impressionada.


- ‘ta sim. – respondeu Harry parando o carro na frente do condomínio de Hermione.


- Gente vocês não querem subir? Faz tempo que não tomamos um café juntos. – convidou Hermione.


- Claro. Eu to precisando de uma conversa sobre banalidades depois de um dia como esse mesmo. - disse Harry desligando o carro.


 


Subiram para o apartamento de Hermione e ficaram sentados na cozinha conversando sobre os preparativos para o casamento que aconteceria em breve.


 


**********************************************************************


A audiência tinha sido um sucesso! Draco conseguiu a tempo avisar seu cliente e as testemunhas de que a data havia mudado. Chegou ao Fórum como sempre, nunca deixava transparecer qualquer tipo de nervosismo ou qualquer que seja o sentimento.


Não precisou esperar muito para a chegada de seu cliente e das testemunhas de defesa, mas ao cruzar com o promotor seu maxilar estralou. Nunca foi de guardar rancor por ninguém, muito menos por promotores, já que a maior parte de seus colegas de faculdade eram promotores, mas aquele promotor lhe dava arrepios.


Ao termino da audiência seu cliente o chamou para comemorar a vitória, mas cansado não aceitou. Chegou em casa e encontrou sua mãe sentada na sala assistindo um de seus seriados favoritos sabia que ela estava totalmente focada neles. Um pensamento um pouco sórdido lhe veio e ele resolveu por em pratica.


Com calma e tentando não fazer nenhum barulho retirou os sapatos e foi quase que patinando pelo piso encerado da sala até o sofá onde ela estava deitada. Um sorriso de canto apareceu em seus lábios e como um lince selvagem preparou seu bote.


 


- Se você fizer isso vai apanhar feito um garoto de 7 anos Draco. – a voz de sua mãe saiu meio divertida.


- Não tem graça mãe! – reclamou Draco. – Levei o maior susto!


- Essa era a intenção. – disse Narcisa não conseguindo controlar o riso. – Vem aqui vem. – chamou.


 


Draco parecia um garotinho que tinha acabado de levar uma bronca do pai e corria atrás do colo da mãe. Ele deitou entre as pernas de Narcisa e colocou a cabeça em sua barriga. A mãe começou a fazer um cafuné no filho que fechou instantaneamente os olhos.


 


- Como foi o dia filho? – perguntou ainda fazendo o cafuné.


- Péssimo! – disse Draco.


- Por quê? – estranhou Narcisa.


- Fórum. – respondeu Draco com a voz ficando pastosa.


- Fórum? Mas desde quando você tem uma audiência? – perguntou Narcisa. – Você passou a semana festando.


- O promotorzinho conseguiu adiantar o dia da audiência e quase me pegou de calça curta. – disse Draco erguendo um pouco a cabeça para olhar para Narcisa.


- Hum. – disse Narcisa. – Então você venceu essa. – deduziu.


- Venci é claro. – Draco abriu um sorriso.


- Esse é o meu garotinho... – começou Narcisa.


- Ah não mãe! Pode para. – disse Draco ao perceber o que viria a seguir.


 


Mas Narcisa não parou. Puxou Draco pelos braços e começou a dar vários beijos no rosto do filho que, apesar de não gostar muito, não parava de rir. Draco resolveu inverter a situação e começou a fazer cosquinhas na mãe que revidou fazendo nele. E assim ficaram um bom tempo até não conseguirem mais rir.


Draco foi até a cozinha e fez um lanche pra si, já que a mãe fora comer fora com algumas amigas. Depois subiu tomou um banho e deitou, mas mal fechou os olhos já estava sonhando.


**********************************************************************


- Boa noite Mi. – despediu Gina.


- Boa noite pra vocês dois e se cuidem viu. – disse Hermione em tom de brincadeira.


- Pode deixar mamãe. – brincou Harry. – Tchau.


- Tchau. – disse Hermione ao fechar a porta.


 


Olhou para a cozinha agora vazia e soltou um suspiro, como sentia saudades da Luna. Aquela loirinha avoada resolveu de uma hora para outra fazer a sua tão sonhada viagem para a Amazônia e não havia mandado nem uma cartinha se quer para dizer se estava bem ou não.


Sentia falta dela, principalmente nos últimos dias, mas alguma coisa lhe dizia que ela estava bem. Lavou a pouca louça que tinha ficado da longa conversa com Harry e Gina, aproveitou que era pouca coisa já secou e guardou. Tomou um banho fez sua higiene e foi dormir estava morta. Tinha fechado um bom negócio a tarde no ateliê que estava muito movimentado nesses dias. Mal colocou a cabeça no travesseiro e dormiu, andava muito sonolenta tinha que ir ao médico como Rony havia falado... Mas resolveria isso quando acordasse.


 **********************************************************************


 Os dias passaram que nem um furacão e domingo já havia chegado. Hermione levantou preguiçosamente da cama e foi tomar seu banho e fazer sua higiene. Hoje teria o almoço na casa dos Weasley’s sua segunda família. Uma família bem grande e feliz, adorava quando faziam essas reuniões, pois sentia falta de seus pais e lá se sentia em casa.


 Terminou de se trocar e saiu. Desceu de elevador para o estacionamento do condomínio. Não se lembrava mais como era dirigir, já que nas ultimas semanas só tinha pegado carona com Harry e Gina. Ligou o carro e saiu. Os Weasley não moravam muito longe dali, mas não dava para ir de a pé.


Chegou na grande casa e encontrou o portão aberto e lotado de carros. Os Weasley eram uma família grande, muito grande para falar a verdade. Arthur e Molly tiveram sete filhos: William, Charlie (N/A: eu usei os nomes ‘verdadeiros’ do Gui e do Carlinhos ok?^^), Percy, Fred e George, Rony e, por fim, Gina.


 Saiu do seu carro e foi em direção aos fundos da casa. Antigamente era uma casa meio torta por causa das varias reformas e construções de quartos, mas depois da nomeação de Arthur para ser ministro de relações internacionais da Inglaterra a antiga casa torta agora era uma mansão. Ao chegar no fundo da mansão se deparou com uma garotada espirando água da piscina para todos os lados, conversas e risos também podiam ser ouvidos por Hermione.


- Mione querida! – exclamou uma voz maternal. – Que saudades!


 - Molly! – cumprimentou Hermione. – Também estava.


 - Venha vamos lá pra dentro, depois você fala com eles. – disse Molly.


- Mas porque? – estranhou Hermione.


- Futebol. – disse Molly fazendo Hermione rir.


A matriarca da família levou Hermione para uma cozinha onde se encontrava varias mulheres. Risadas e gargalhadas era soltas, algumas seguravam copos com suco ou refrigerante, outras até bebericavam um pouco de cerveja. Assim que entrou Hermione foi questionada por não ter comparecido as outras reuniões.


- Desculpas mesmo meninas, mas eu não estava muito bem. Passei esse ultimo mês praticamente a reboque. – contou Hermione.


- Porque Hermione? – questionou uma mulher loira.


- Não sei Fleur, só seu que devo ter emagrecido uns vinte quilos. – brincou.


- Mas o que você tinha querida? – perguntou Molly


- Não sei Molly, não fui ao médico. Mas acho que era porque ando comendo demais só isso. – disse Hermione.


- E bota comer muito nisso. – comentou Gina. – sabem aquela lanchonete que faz aqueles cachorros quentes enormes? – todas concordaram e Hermione corou e fez uma careta. – A Hermione comeu um daqueles sozinha.


- O que?! – perguntaram todas.


- Eu falei que ando comendo demais. – desconversou Hermione, mas pode sentir os olhos analisadores de Molly em si. – Algum problema Molly?


- Minha querida quando foi a ultima vez que você...? – perguntou Molly.


- E o que isso tem haver mãe? – perguntou Gina.


- Minha filha eu tive sete filhos! Reconheço uma mulher grávida de longe! – indignou-se Molly.


- Mais no meu caso não é isso Molly! – descordou Hermione. – Até veio...


- Não veio não é? – ironizou Molly.


- Ahn... NÃO! – gritou Hermione pasma. – Ai meu Deus! Não pode ser!


- Gina e Fleur vão aquela farmácia aqui perto e compre o maior numero de teste que vocês puderem e o resto de nós vamos para o antigo quarto da Gina. – disse a matriarca.


 


 


N/A: olha nois aki denovo!!!


Caracaaaaaaaaaaaa eu consegiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!!!


Eu ñ acredito ke eu consegi terminar essi cap hj!


Shuahsuhasuahsuahsush...


 


Hermione: gosto?hsuahsushuash...demorei um poco + posteiii!!!


Danilo: Daaaaaaaaaan vc por akiiii!!nooooosssssss vlw!LOK PERVERTIDA...foi mls se tenhu imaginação fértil!shuahsuahsuhasua...tah postadinhu o cap!^^


Lizaaa: ^^ ke bom ke vc gosto!


Ane e Lyra B. Malfoy: interessante?huuum ta confusa...shauhsaushua...perva?! Oo postei!


Lizzie Riddle: hsuahsuahsuah...pude perceber...viu soh ke o ela eh capaz de fazer pra fik com ele?eeeeh + ele corto o barato dela!shuahsuhasuhs...calma ke tudo vai se esclarece no próximo cap...iiiiiiiiiiiiii flei d+...sauhsuahsuahs...


Rê Malfoy: aaaaaaahn...mando ñ...jusausuashuashuashasu...corpáço neh?shuahsuash...huuum ronronando...uuuuuuiiiiiiiiiiiiiiiiiiii...ushuahsuahsuahsuhas...


Lúh C. P.: aushuashuas...intao leia...ushuahsuasha...eu sei...a gnt pensa ke ele ñ tem sentimento + ele tem!shauhsuahsuah.


Elane Black: postadinhu e segura a curiosidade + um poco ai!shausha


Mione03: vaca!MTO vaca!shuahsuashuash...eh vc tah certa + a Mione eh novata nisso vamos dar um crédito pra ela...bom o Draco...ele...ai...eu...num...vo...conta...shuahsuahsuahsuha


Landa MS: bom ele ñ traiu a Pansy com a Mione...ñ verdadeiramente os dois jah estavam separado qndo aconteceu...+ tbm tava poco me lixando pra ela!uashushuasha...bom Salvação vai demorar um pokinhu + prometo ñ demorar mto...eh soh passar o Enem ai eu posto lah ok???


 


N/B: tah ai o cap gnt!!


Espero q vcs gostem e continuem comentando mtoooo!!!!


Bjao e ateh o próximo cap!!

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.