FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

17. Saindo de controle


Fic: Apple First Season - Summer Just Began - Completa!


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

17o capítulo: Saindo de controle


 


 Domingos nunca foram meus dias preferidos, pelo menos não até esse. O dia está se arrastando numa confusa seqüência de acontecimentos. Começo a me perguntar se eu realmente sei onde estou me metendo, porque por um momento tudo pareceu sair do controle. Mexer com gelo é bem mais perigoso do que imaginei no começo e uma enorme rachadura, a mesma que atingiu Pansy, está vindo na minha direção.


 


 Gina nem mesmo se importou com o irmão e Wynter, ao contrário de todo o salão comunal da Grifinória. Ela desceu as escadas, dois degraus de cada vez, e rumou para o jardim. Se Hermione estava ali alguém tinha forjado uma carta para Hux e ninguém com boa intenção faria isso.


 


- Gina! – Colin gritou quando a viu passando, ela nem mesmo ouviu – Vão indo na frente – ele falou preocupado para Dakota e Hayden – Encontro vocês depois.


 


 Ele começou a correr na direção de Gina. Podia sentir que alguma coisa muito ruim tinha acontecido, ou estava acontecendo. Gina atravessou todo o jardim principal, chegando até a metade da trilha para o campo de quadribol.


 


- Parem! – alguém gritava.


 


 Gina, com o coração acelerado continuou correndo, até finalmente ver o que estava acontecendo. Quatro pessoas chutavam Hux, e ele se contorcia de dor no chão. Os agressores não a viram.


 


- Parem com isso! – ela gritou assustada.


 


- Que porra é essa? – um deles olhou na direção da voz, deparando-se com Gina – Vamos cair fora. Grifinórios.


 


- Vamos! – outro falou e os quatro saíram correndo – Ainda não acabamos com você Rowell! – ele ameaçou antes de sumir na escuridão do lugar.


 


- Gina! – Colin gritou pra ela – Espera!


 


- Hux – ela murmurou, caindo de joelhos na grama – O que aconteceu com você Hux? – ela segurou a cabeça ensangüentada dele – Huxley fala comigo.


 


- Gina? – ele murmurou, dolorido – Não vi quem foi.


 


- O que aconteceu? – Colin se ajoelhou do lado dela – Quem é?


 


- Hux – ela falou, chorando silenciosamente – Quatro garotos estavam batendo nele Col... Precisamos levá-lo pra enfermaria agora mesmo.


 


- Vem – Colin falou calmamente, puxando-a pela mão – Eu faço o feitiço e o ergo – ele deu uma olhada em Hux – Não viu quem foi? Nem de qual casa eram?


 


- Não – Hux gemeu.


 


- Vamos Colin – Gina o apressou, ainda chorando.


 


 Colin pegou sua varinha e ergueu Hux no ar. Gina segurou a mão livre de Colin e os dois marcharam para a entrada principal do castelo.


 


 ***


 


- Então é por isso que você andava sumindo tanto? – Harry perguntou, divertido e surpreso, para Rony – Porque não contou pra mim e pra Hermione?


 


- Eu sei lá – Rony falou, sem conseguir esconder seu sorriso – Tudo aconteceu bem de repente e eu fiquei com medo de ouvir um sermão da Hermione.


 


- Eu não daria um sermão – Hermione se defendeu – Só ia tentar colocar um pouco de juízo na cabeça de vocês dois – ela olhou Wynter – E seu namoro com o Blaise? Quando foi que acabou?


 


- Há vinte minutos – ela falou – E não acabou bem.


 


- Eu e Zabini nos atracamos – Rony explicou – Acho melhor, pelo menos por enquanto, não andar desprevenido por aí.


 


- Vocês são uns irresponsáveis – Hermione murmurou.


 


- No liga Hermi – Dominique falou, esquecendo o xadrez e se sentando do lado de Hermione no sofá – Os dois parecem realmente se gostar, então o que vai fazer? E o Zabini logo esquece.


 


- Eu não contaria com isso – Hermione falou séria – Blaise Zabini é uma cobra e não vai descansar enquanto não se vingar.


 


- Eu também acho isso – Harry sentou do lado de Hermione, fazendo-a ficar entre ele e Dominique – Nós vamos ter que tomar cuidado, pelo menos por enquanto.


 


- Eu não acho uma boa idéia eles ficarem juntos – Hermione falou.


 


- Todo pensamos isso – Dominique deu uma olhada em Rony e Wynter, que no momento falavam com Neville, Simas e Parvati.


 


 Eles pareciam felizes, e meio apaixonadinhos, mas sabe de uma coisa? Eu não acho que isso vá durar muito. A pergunta é... Vai ser um namoro de verão? Lembrando, é claro, que temos mais uma semana até o início oficial do outono.


 


 ***


 


 Lexie saiu de perto de Elisha sem que ela pudesse ver, e começou a procurar por Hayden. O encontrou no segundo andar, sentado no corredor e conversando com Dakota. Ela olhou emburrada para os dois.


 


- Eu sei lá – Dakota ia dizendo – A Gina parece legal, mas as outras três são meio nerds demais, entende? Na minha outra escola eu só tinha uma amiga mulher, é meio difícil pra mim lidar com outras pessoas.


 


- Você é bonita demais pra ter amigos – ele falou rindo, mas aquela era a maior verdade do mundo.


 


- Acho que eu já vou – ela levantou e ajeitou a saia – Vê se você descobre o que aconteceu com o Colin depois.


 


- Pode deixar – ele sorriu pra ela. Assim que Dakota virou o corredor ele olhou na direção de Lexie – Eu já vi você Lexie.


 


- Você é muito descarado mesmo – ela o olhou indignada – Que história é essa de ficar dando em cima dessa garota?


 


- Lexie... – ele olhou malicioso pra ela – Você é mesmo muito bravinha - ele levantou do chão – Não sabia que Sonserinas podiam ser tão... Ciumentas?


 


- Ciumenta? – ela revirou os olhos – Se olhe no espelho Hayden. Eu sou uma Parkinson, as pessoas imploram pra ficar comigo.


 


- Então é por isso que você gosta de mim – ele a puxou pela cintura, prensando-a contra seu corpo e a parede – Porque eu não imploro, eu faço! – Hayden a beijou.


 


 ***


 


 Draco acordou com uma horrível dor de cabeça. Continuou de olhos fechados, tentando escutar os sons do lugar. Já sabia que não estava no seu quarto.


 Lembrou do jogo... Sua última lembrança era o pomo, e em seguida uma dor dilacerante se espalhando por todo seu corpo. Ele passou lentamente a mão pelo lençol. Estava na enfermaria, pode perceber pelo lençol vagabundo que usavam lá.


 


- O que foi que você fez? – alguém sussurrou.


 


- Nada – outra pessoa, uma mulher, respondeu.


 


- Então como é que você soube que isso estava acontecendo, Gina? – Draco abriu os olhos e espiou os dois.


 


 Eles estavam duas camas de distância. Gina estava sentada na cama, chorando, Colin estava em pé.


 


- Porque eu sabia – ela resmungou, em meio a um soluço.


 


- Gina você está saindo com o Huxley? – Colin soou chocado. Draco deu um sorrisinho irônico – Caramba, ele está saindo com sua melhor amiga.


 


- Eu não estou saindo com ele – ela sibilou – Deixa de ser idiota Colin. Eu sou amiga do Hux, por isso soube que ele tinha marcado um encontro com a Hermione... Mas quando falei com a Hermione, ela disse que não tinha encontro nenhum.


 


- Ele vai ficar bem, não se preocupe – Colin colocou a mão no ombro de Gina – Vou avisar a Hermione e a irmã do Hux, Zéllie. Já volto... Você vai ficar bem?


 


- Vou sim – ela sussurrou.


 


 Draco fechou os olhos e esperou o barulho da porta da enfermeira, o sinal de que Colin já tinha ido embora. Ele levantou e andou sorrateiramente até ela, os pés descalços no piso frio. Ele parou de frente pra ela e a encarou.


 Gina estava chorando, os olhos excessivamente vermelhos e inchados.


 


- Qual o problema criança? – ele perguntou, cruzando os braços.


 


- Ah Malfoy! – ela resmungou, olhando o chão – Pelo menos hoje me deixa em paz vai?


 


- O que aconteceu? – ele ergueu o rosto dela com a mão, os olhos frios – Porque é que o Rowell está internado e o que você tem a ver com isso?


 


- Eu não preciso de dar satisfação – ela empurrou rudemente a mão dele. Gina levantou da cama – A propósito, ótimo jogo Malfoy.


 


- Você está feliz, não é? – ele a encarou, uma sobrancelha erguida – Pansy está escondida no dormitório por causa daquelas fotos idiotas, Blaise e eu nos ferramos com o jogo, e você está de novo com o Terrence.


 


- Não estou – ela falou séria.


 


- Vocês dois sumiram na hora do jogo – os olhos dele estavam perigosamente pretos – Seus amigos podem ser idiotas, mas como você vai aprender com o passar do tempo, eu não sou.


 


- Sim você é – ela sorriu maldosamente. Um sorriso deslocado no rosto da Gina antes de Terrence, mas que nessa Gina ficou perfeito.


 


- Está pagando pra ver? – ele perguntou as costas dela.


 


- Estou – ela se virou pra ele, mais uma vez aquele sorriso.


 


 Draco observou Gina ir se sentar do lado de Huxley. Pela primeira vez ele não viu só uma criança, a Weasley chorona menor... Não. Ele viu uma garota de verdade, muito mais parecida com ele do que podia supor. Se ele usasse o que aprende em Aritmancia, teria certeza de que eles eram mesmo parecidos.


 


- Como ele está? – Madame Pomfrey apareceu na sala, carregando algumas poções – Precisamos curar o inchaço e todos esses cortes pelo rosto.


 


 ***


 


 Blaise sentou no chão. Estava na Torre de Astronomia, onde realmente esperava não encontrar ninguém. Toda sua cabeça girava e ele finalmente entendeu que tinha estragado tudo. Na sua primeira chance de ficar em primeiro lugar... A primeira vez que ele tinha conseguido algo na frente de Draco.


 


- É Blaise... – ele suspirou – Você ferrou tudo.


 


 Sim! Você ferrou tudo.


 


 ***


 


 Scarlett não agüentou mais esperar e decidiu que, se Terren não ia até ela, ela ia até Terren. Entrou no quarto sem nem se importar com Noah e Philip, que podiam muito bem estar pelados.


 


- Preciso falar com você – ela disse direta, olhando pra ele.


 


- Vocês não podem ir lá fora, não? – Noah perguntou – Vai Terrence... Eu to super a fim de dormir depois da derrota de hoje.


 


- Vocês levam quadribol muito a sério – Terrence reclamou enquanto levantava da cama e colocava uma camiseta de qualquer jeito. Ele encarou Scarlett e saiu do quarto, sendo seguido por ela – O que foi?


 


- Você e a vadia voltaram? – ela perguntou, encostando na parede de pedra do corredor – Fala a verdade.


 


- Não – ele mentiu – Não voltamos Scarlett e ela não é vadia. Pare de dizer isso.


 


- Quando é que tudo começou a dar errado? – ela suspirou – Quando é que estragaram a reputação da Pansy e ferraram o jogo dos meninos? Agora você some sem parar e eu fico sozinha.


 


- Você não fica sozinha – ele revirou os olhos, nem um pouco a fim de escutar as reclamações da sempre exigente Scarlett – Tem a Roxana, Millicent e Stacie. Eu sempre te vejo com elas.


 


- Não é a mesma coisa – ela falou – Esse ano começou completamente errado, nada mais dá certo. Eu quero que tudo volte a ser como no ano passado.


 


- Não seja ridícula Scarlett – ele falou com um leve sorriso – As coisas estão iguais sim. Nós estamos em aula há quanto dias?


 


- Estamos em Hogwarts há dezesseis dias – ela falou – E não negue. As coisas estão saindo do controle sim.


 


- Prometo que vou tentar fazer tudo voltar ao normal. Começando pela Pansy, vou falar com ela ainda hoje... Depois Blaise.


 


- Tudo bem – ela sorriu um pouco – Eu só queria saber Terren... Quando é que tudo começou a dar errado?


 


 Será que ela realmente precisa de uma resposta?


 


 ***


 


- Então ele vai ficar bem? – Zéllie perguntou enquanto espiava o irmão, que dormia profundamente em uma cama.


 


- Vai sim senhorita Rowell, ele só precisa de descanso.


 


- Dumbledore tem que descobrir quem fez isso com ele – Hermione falou indignada – Será que até aqui não vamos ter segurança?


 


- Vocês precisam ir embora – Madame Pomfrey falou para todos – Já passa das dez da noite e ele só vai acordar amanhã cedo.


 


- Vamos – Harry segurou a mão de Hermione – Amanhã cedo você vem ver ele.


 


- Tudo bem – ela suspirou e apertou a mão de Harry – É que foi tão horrível o que fizeram com ele Harry. Alguém tem que ser punido. Mas... Quem foi?


 


- Preciso avisar meus pais – Zéllie falou para Colin – Você acha que é melhor eu esperar o Dumbledore ou já posso fazer isso agora?


 


- Melhor esperar – Colin falou, passando amigavelmente seu braço sobre o ombro dela – Você tem que falar com cuidado, pra não assustar seus pais.


 


- Quando vou poder ir? – Draco perguntou tediosamente assim que Madame Pomfrey foi até ele – Já estou cansado de ficar aqui.


 


- Você é mais forte do que imaginei – ela deu uma risadinha, ele revirou os olhos – Deveria acordar só amanhã, mas já me parece completamente curado. Ainda assim, vai ter que passar a noite aqui.


 


 Draco olhou irritado para a enfermeira, depois parou seus olhos em Gina. Ela estava longe da aglomeração de pessoas, encostada na parede e olhando tudo. Parecia triste demais pra ser só uma amiga e naquele momento ele teve certeza de alguma coisa tinha acontecido.


 Todos começaram a sair da enfermaria, ela foi a última.


 


- Pare de me olhar pervertido – ela murmurou quando passou por ele.


 


- Isso está só começando – ele lançou um sorriso estranho pra ela. Um sorriso perigoso e que mostrava o interesse de Draco.


 


- Vai se ferrar! – ela falou e andou até a porta aberta. Deu uma última olhada em Draco e saiu.


 


 Ele escutou o baque surdo que a porta fez ao bater. Ainda tinha um sorriso nos lábios. Caramba! Isso está ficando cada vez mais interessante.


 E perigoso.

_______________________________________________________________________________________________

N/A - Postado! Perdoem a demora toda. Estava enrolada escrevendo Eurotrip. Já estamos no cap 17 da fic hein? Daqui a pouquinho segunda temporada. É isso...Queria agradecer todos os coments. Como essa temporada vai até o cap 22 eu nao garanto muita action, mas vai acontecer. Agora a segunda temporada é outra coisa...

Espero q gostem do cap e nao deixem de comentar...

beijinhusssssssssssssssss

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.