FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo



______________________________
Visualizando o capítulo:

18. Sem dúvidas


Fic: NC-18 - O obscuro segredo de Harry Potter


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

O dia seguinte foi cheio... no quarto ficaram somente Harry, Hermione, Neville, Snape e Madame Pomfrey.
 
Todos foram proibidos de participarem do curativo de Harry, pois era preciso concentração e eles precisavam treinar. Desde o acidente com Harry estavam todos dispersos, preocupados com o amigo e sentindo falta dos dois nos treinamentos.
 
O processo não foi nada fácil para Harry, embora seus ferimentos estivessem bem melhores ainda havia músculos e pele a serem fechados. Snape e Neville trabalharam exaustivamente na preparação do pó, mais concentrado e eficaz.
 
O corte do ombro estava ainda um pouco aberto, mas nada comparado ao corte da coxa, que fora bem mais grave. Harry pediu para que começassem pela coxa então. Hermione segurou sua mão, mas ainda assim a dor foi lancinante , ele não se debateu, estava lúcido, mas a dor era praticamente insuportável.. ele sabia da pressão que estava exercendo na mão de Hermione mas não conseguiu afrouxar o aperto... as camadas de músculos se fechavam como se fossem costuradas magicamente e a pele se fechava sem deixar vestígios a não ser uma cicatriz fina e vermelha que sumiria em pouco tempo.
Snape misericordiosamente parou um pouco para que ele pudesse se recompor e começou a trabalhar no ombro, deixando a parte pior da coxa por último. Ele não deu um pio, só se percebia que ele estava com dor pela respiração alterada dele.
 
Uma nova pausa, Hermione enxugava o suor que escorria do rosto e do corpo dele. Ela murmurava palavras encorajadoras para ele e sufocava de vontade de chorar somente de vê-lo naquele estado... tudo por culpa dela... só dela.
 
Dumbledore a chamou num canto enquanto Snape, Neville e Madame Pomfrey acalmavam Harry.
 
---- Hermione, querida... você tem um poder raríssimo nas mãos.. um poder que pode tirar a dor de quem se ama, sem transferi-la para ninguém.... isso é magia antiga... e andei fazendo minhas pesquisas e esse fenômeno ocorre só com pessoas como você e Harry, onde o amor é incondicional.... só há um problema...
 
---- Problema????
 
---- Sim.... ele continua sentindo dor ... e isso não era pra acontecer.... seu toque era pra tirar toda dor dele... toda...
 
---- Mas professor, não sei o que fazer...
 
---- Algumas das razões para que o encantamento não funcione em sua totalidade são porque o coração da pessoa que o aplica não ama mais tanto o objeto de desejo, no seu caso o Harry ou se sente culpada pelo ferimento causado... então gostaria que fosse sincera comigo senhorita.. qual das opções está bloqueando seu feitiço???
 
---- Sem dúvida nenhuma a segunda professor.... Eu amo Harry... mais que qualquer pessoa possa imaginar....e..
 
----- Se sente culpada por não ter falado antes do seu casamento com o Sr. Paul, não é isso??
 
Ela começou a chorar e disse:
 
---- Se ele não tivesse sabido por Rony, daquela maneira, naquele dia, naquela hora.. ele não estaria assim...
 
Dumbledore se aproximou e disse:
 
----- Você não tem culpa.... seu amor é maior que sua culpa.... e sei que és inteligente demais para poder perceber isso. O amor sobrepuja a culpa... agora pense se você vai querer que Harry sofra a pior dor dele até agora, ou se a senhorita realmente vai fazer o que toda mulher apaixonada faz....
 
---- Amar sem culpa.. ela disse.
 
----Eu sabia que entenderia. E Hermione, a recíproca é verdadeira, Harry tem o mesmo poder sobre você... depois é melhor explicar o mecanismo para ele...
 
x/x/x/x/x/x/x/x/x/x/x
 
Ela voltou para o quarto e Harry estava curioso para saber o que acontecia atrás das cortinhas.
 
---- Podemos continuar Severo. Pronto Harry? Disse Dumbledore olhando para seu pupilo favorito.
 
----Sim...
 
---- Hermione.... agora se concentre em tudo que te falei e vamos continuar.
 
Harry involuntariamente contraiu o corpo prevendo a dor que viria, Hermione estava com as mãos sobre seu peito e o olhava diretamente nos olhos.. e a dor não veio... Snape se assustou e continuou rapidamente o trabalho, onde até o osso continuava exposto.. ele não entendia... era para Harry estar desacordado ... era o pior ferimento que Snape já vira em sua vida.. e nada... os músculos se fechavam e os vasos sanguíneos eram restaurados, a pele finalmente se fechou totalmente...
Snape olhou para Dumbledore que estava extasiado mas não fez nenhuma pergunta. Nem Harry. Ele agora podia flexionar a perna e mexer o braço... estava meio enferrujado, mas olhava para seu corpo e não via mais a carne exposta.. somente uma cicatriz incrivelmente longa em todo seu lado esquerdo.
 
---- Bom, acho que agora podemos dar privacidade ao Harry que provavelmente vai querer, sem dúvida nenhuma, tomar um banho relaxante, e creio que não vamos precisar mais deste tipo de banheira... disse Dumbledore fazendo um aceno de varinha e sumindo com a banheira de imersão de dentro do quarto e substituindo por um tapete persa e um  sofá confortável.
 
Hermione, vendo a troca de mobília disse:
 
---- Professor, posso perguntar algo????
 
----Claro minha querida...
 
---- O senhor tirou minha cama daqui enquanto eu cuidava de Hary??? Ela disse baixinho ao diretor.
 
---- Acontece que os quartos desta ala têm vida própria.. me parece que a cama percebeu que não foi usada uma única vez e resolveu desaparecer.... a senhorita quer uma outra?? Eu posso conjurar uma outra em segundos...
 
---- Não..... não professor.. eu acho que está bem assim.. talvez Harry ainda precise de ajuda e eu... bom.. vamos deixar assim por enquanto. Disse ela sem graça.
 
----- Foi o que pensei. Disse o diretor sorrindo para ela.
 
 
Xx/x/x/x/x/x/x/x/x/x/x/x/x/x/xx//x/
 
Harry estava de pé quando Hermione entrou. Ela teve que segurar seu suspiro... ele estava nu, andando na maior tranqüilidade em sua direção... apesar das cicatrizes ele era um homem lindo.
 
---- Vai me contar o que aconteceu, depois da sua conversa com Dumbledore?  Disse ele acariciando o rosto dela.
 
Ela o abraçou e disse:
 
----Vou.... mas depois de pagar minha promessa.....
 
---- O banho.. disse ele beijando-a na boca...
 
Ela sem fôlego respondeu:
 
---- O banho.... disse ela sentindo ser guiada para o banheiro e ouvindo um encantamento para fechar a porta.
x/x/x/x/x/x/x/x/x/x/x/x/x/x//x
 
-----Fiquei sabendo que semana que vem chegarão reforços.... da nossa época, disse Gui a Carlinhos, e da época de vocês... disse ele apontando para Rony e Draco.
 
---- Reforços??? Quem??? Disse Rony curioso.
 
---- Não tenho nem idéia.. sei que virá Peter, um amigo nosso que se tornou curandeiro nos Estados Unidos e também Louise e Lucy... as gêmeas da nossa turma que trabalham com artefatos antigos bruxos. Ambas moram no Cairo.
 
---- Fleur vai ficar uma onça.. ela sabe que você namorou Lucy??? Disse Carlinhos rindo.
 
---- Sabe... nós a encontramos em nossa lua-de-mel atrasada.... um pesadelo.
 
x/x/x/x/x/x/x/x/x/x//x/x/x/x/x/x//x/x/x
 
---- Como será que está tudo lá em cima??? Será que Harry está agüentando firme???  Disse Gina para Fleur.
 
---- Eu não vi como ele estava.... disse ela com seu sotaque bem melhor...
 
---- Não faz idéia... nunca vi aquilo na minha vida. Disse Luna triste.
 
---- E Mione, coitada.... nunca a vi assim tão acabada. Tadinha...
 
---- Mas com sorte hoje ele melhora... Snape vai aplicar aquele pó nele não vai???
 
----Vai... acho que dói tanto nele como na Hermione....
 
---- Porque ela está lá com ele e vocês não???
 
Luna olhou para Gina e disse:
 
---- Longa história... depois que isso passar a gente te conta.. agora vamos, está na hora de almoçar. Disse Gina se levantando da grama e se dirigindo para o castelo.
 
x/x/x/x/x/x/x/x/x//x/x/x/x/x/x
 
Harry a puxou delicadamente para o banheiro. Toda sua força estava de volta.. ele só não podia ficar apoiado na perna machucada, estava dolorido... ele foi arrancando a roupa de Hermione sem pedir permissão.
 
Ela ofegava.. cuidava para não machucá-lo.. mas passeava as mãos pelos cabelos dele trazendo-o para um beijo selvagem.... ele gemeu quando conseguiu remover o sutiã dela deixando a pele dela exposta em contato com a sua.
 
Ele tirou a calça dela com habilidade, a arrastou para o chuveiro, ligou a ducha e a deixou somente de calcinha branca. Ele passeava com os lábios agora pelo pescoço dela, dando leves mordidas e dizendo coisas incompreensíveis... ele a pressionou contra o azulejo dentro do box... a água quente fazia o vapor dançar ao redor deles...
 
Ele desceu até os seios dela e sugou-os vagarosamente, torturante... a língua dele dançava entre um e outro. Hermione gemia alto e puxava a cabeça dele contra ela.
 
---- Mais.... isso Harry.. ela gritou quando ele sugou com mais força o mamilo dela.
 
Ele sorriu e olhou-a bem nos olhos.... ela era a própria imagem do desejo.. a boca  entreaberta, como se um grito de prazer estivesse congelado em seus lábios , sua boca estava vermelha, seu pescoço também.. ele tinha que fazer a barba.
 
Ele olhou para o corpo dela como se a devorasse. Ela era maravilhosa.... a calcinha branca agora estava praticamente transparente e aquela visão teve uma efeito avassalador nele. Ele gemeu à mera visão do triângulo transparente no meio das pernas dela. Ele já não sentia mais nenhuma dor... e como também tinha seus truques na manga...
 
Ele se abaixou com cuidado, beijando o ventre dela e tirou sua calcinha vagarosamente, apreciando ela se contorcer contra o azulejo. Ele passava a mão pelas nádegas dela, fazendo-a gemer, suas mãos escorregavam para o meio das pernas dela, tocando a parte interna das coxas, fazendo Hermione delirar. Ele pegou uma perna dela e colocou sobre deus ombros e a beijou inteira até chegar onde ele queria... ela ansiava por isso.. ela sonhara com isso.. mas nada era tão sexy,  como ver Harry ali, agachado... no meio de suas pernas... e isto fez a outra  perna bambear. Ele a sustentou e disse:
 
----Apoie-se em mim querida .... assim... ele disse quando ela colocou as mãos nos ombros fortes dele.
 
Ele subiu os beijos para a parte interna das coxas dela e chegou ao centro de sua feminilidade.
 
Hermione gritou o nome dele.. ele era mestre no que fazia... e o que estava fazendo com ela

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.