FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

12. CAPITULO DOZE


Fic: Atração Ardente - Concluída


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

 


CAPITULO DOZE


 


Na manhã seguinte, Harry já havia descoberto o endereço, o número do telefone e do celular de Lorraine Burrows.


- Obrigada, vou ligar. - disse Gina.


Mas Lorraine não estava atendendo ao telefone. E ela entendia bem o porquê.


- Sra. Burrows, meu nome é Gina Weasley. A senhora não me conhece, mas eu conheço Draco, Draco Lucio Malfoy. E gostaria de ajudá-la. Por favor, me ligue. - Gina deixou seu número, mas Lorraine não ligou.


Duas horas mais tarde, Gina ligou, dessa vez para o celular. Para o seu alívio, Lorraine atendeu rápido.


- Alô?


- Senhora Burrows?


- Não dou declarações à imprensa.


- Eu não sou... - tarde demais. A ligação fora cortada. Frustrada, Gina tentou novamente e escutou a mensagem gravada. Então, decidiu enviar uma mensagem de texto.


- Draco fez a mesma coisa comigo. Posso ajudá-la. Ligue-me, por favor. Rose Carter.


Passaram-se três horas antes de Lorraine telefonar.


- É Gina Weasley quem fala?


- Sim. Lorraine Burrows?


- O que você quer comigo? - A voz da outra mulher soava exausta. Como se estivesse deprimida e esperasse qualquer armação.


- Eu só preciso falar com você. O que está acontecendo com você aconteceu comigo, há quatro anos. Temos negócios diferentes, mas foi o mesmo golpe.


Após alguns instantes de silêncio, Lorraine perguntou:


- Lucio?


- Draco, como eu o conhecia. Podemos nos encontrar para conversar em algum lugar?


A voz de Lorraine afiou-se:


- Como posso saber se isso não é uma armação? Que você não é uma repórter?


- Investigue-me. Vá até a biblioteca, peça para ver os jornais locais.


Ela deu a data.


- Você verá as reportagens. Gina Weasley, vendedora de roupas usadas e curadora de museu.


- E por que está me ligando?


- Por que quero que ele pare de fazer essas coisas. E gostaria de poupar-lhe o que aconteceu comigo. Pois, acredite-me, o que acabou de acontecer ainda não é o pior. Vá e pesquise na biblioteca. Pense bem e me ligue quando decidir.


Lorraine ligou dez minutos depois de Harry chegar ao apartamento de Gina.


- Eu li as reportagens. Podemos nos encontrar? - A voz dela tremia.


- Quando e onde? - perguntou Rose. Lorraine deu o nome de um bar não muito longe de onde Gina morava.


- Ok, encontro você lá dentro de meia hora. - Quando ela desligou, Harry perguntou:


- Era Lorraine?


- Sim, marcamos encontro num bar. - Ele cruzou os braços.


- Você acha uma boa idéia encontrar alguém que nem conhece em um bar a essa hora da noite?


- Não sou nenhuma coisinha frágil, treinei artes marciais. Posso cuidar de mim mesma.


- Contra assassinos com soqueiras de metal? Mesmo que você fosse faixa-preta, eu não a deixaria correr esse risco. Vou com você.


- Ela espera a mim. Irá se assustar se vir você.


- Então eu fico numa mesa separada. Onde eu possa olhar você.


Quando Lorraine Burrows entrou no bar, Gina a reconheceu das fotos no jornal. E parece que com Lorraine se deu o mesmo, pois foi direto para a mesa de Gina.


- Obrigada por me encontrar. - disse Gina servindo um copo de vinho a ela. - Bem, antes de começarmos, preciso lhe dizer que não estou sozinha.


Os olhos de Lorraine abriram-se espantados.


- O quê?


- O rapaz que me acompanha é um advogado. Ele está sentado a nosso lado. É meu... é o irmão da minha melhor amiga. Ele não me deixou vir sozinha, no caso de alguma armação de Draco... Bem, melhor eu contar a você a história toda.


Lorraine suspirou.


- Se você diz que ele é um advogado, então é melhor que se reúna a nós.


Gina acenou para Harry e o apresentou a Lorraine. E então contou tudo o que já tinha dito a Harry na noite anterior.


- Sei como é. Quanto tempo leva para tirar a mancha de seu nome. As pessoas ainda duvidam de mim. - finalizou Gina.


- Sinto-me tão estúpida. - disse Lorraine. - Quarenta e dois anos, divorciada. Lisonjeada por aquele jovem rapaz me convidar para sair. Alguém tão bonito como Draco poderia ter qualquer garota e havia me escolhido! Acho que devo ter sido um alvo fácil.


- Ele provavelmente deve ter feito a mesma coisa com várias mulheres pelo país todo. Aposto que não fomos as únicas.


- Então, como vamos interrompê-lo? - Harry interveio.


- Aconselho você a ter um bom consultor financeiro a seu lado. Alguém com quem Draco não tenha tido ligações. Faça uma verificação do seu crédito. E instrua o consultor a checar cada acordo que você tenha assinado desde que conheceu Draco. Se ele fez com você o que fez com Gina, a discrepância irá aparecer logo. E tenha bastante cuidado com a segurança de sua casa. Eu vou representá-la no tribunal.


- Mas você nem me conhece. - Lorraine franziu a testa.


- Eu conheço Gina. Iremos atrás dele e o faremos pagar por aquilo que fez, seja quem for a sua equipe de advogados, eles não vão conseguir me vencer no tribunal.


Gina sabia que ele não estava se gabando. Era uma declaração de intenções.


- E eu irei testemunhar. - disse Gina com tranqüilidade. - Se isso contribuir para ajudar o seu caso, dou o testemunho do que aconteceu comigo.


Após deixarem Lorraine na porta do prédio dela, Harry levou Gina em casa.


- Você está sendo incrivelmente corajosa. Não deve estar sendo fácil para você reviver tudo isso.


- Não quero que ele continue aplicando golpes. Não há outro jeito.


- Não será fácil, especialmente no tribunal. Eles examinarão os registros e os advogados de Draco tentarão desacreditar você. Se você testemunhar, pode ser que eu não pegue o caso sob a minha responsabilidade. Seria conflito de interesses por estar envolvido com você. Mas ainda posso supervisionar o caso. O advogado utilizará os meus argumentos.


Ele esfregou a ponta de seu nariz na ponta do nariz de Gina.


- Essa é uma das coisas pelas quais eu te amo, Gina. Você é inteligente, trabalhadora e corajosa. Imagino agora que não deve ter sido fácil para você ter de reconstruir toda a sua vida.


Congelada ela estava e congelada ficou. Ele havia falado em amor?


Ele murmurou docemente.


- Eu te amo, Gina.


Oh, Deus do céu! Ele falara em amor.


- Você não pode.


- Tarde demais.


Ele se sentou no sofá arrastando-a para o colo.


- Harry, eu...


- Não diga nada. Sei que você tem problemas em confiar. Entendo. Depois de tudo o que aconteceu, isso não surpreende. Eu sou um homem paciente.


Ela zombou.


- Harry Potter, você nunca foi paciente. Reclama sempre das secretárias falando abobrinhas.


- Ah, mas isso é no trabalho...


- Você também não tem paciência com Luna.


- Estou melhorando, graças a você. Ela disse que você exerce uma boa influência sobre mim, atualmente.


Gina relutara um pouco em contar a Luna, mas surpreendentemente, Luna havia reagido bem.


- Gina, queria que se mudasse para a minha casa. Assim poderia garantir a sua segurança.


Ela meneou a cabeça:


- Não vou deixar que Draco e sua corja me assustem e me coloquem para fora de casa novamente. Não arredo pé.


- Está bem. Não vou discutir. Mas quero que me prometa uma coisa: a qualquer momento que ficar preocupada, você vai me ligar, mesmo se for de madrugada. Se ficar assustada, me ligue.


Isso significava ter de confiar nele.


- E, já que insiste em ficar aqui mesmo, por favor, permita-me tomar medidas extras de segurança.


Ela arregalou os olhos.


- Você acha que ele pode vir atrás de mim?


- Quando ele se der conta de que é você que está alertando Lorraine... mas talvez ele seja muito covarde para fazer isso por si mesmo. Ainda assim, não quero que você corra, nenhum risco.


Ela se lembrou da noite quando encontrou seu apartamento todo revirado. E de tudo o que aconteceu depois. Um arrepio percorreu-lhe o corpo. Ela não queria passar por tudo novamente.


- Ok, tomaremos medidas extras de segurança. - Harry fez algumas ligações. - Já está tudo decidido. Me dê a sua chave e amanhã estará tudo providenciado.


Ela ficou muito feliz por tê-lo a seu lado.


 


 


 


Agradecimentos especiais:


 


issis: relaxe garota, não precisa se preocupar que eu não levei a mal o que você disse. Eu também sou um leitor e sempre quero ver as fics atualizadas o mais rápido possível, por isso entendo. Mas espero que tenha gostado desse capitulo, ele é bem interessante. Beijos.


 


Vanessa Vianna: Bem Vinda ao mundo dos leitores, ou melhor, a Floreios e obrigado por entrar na minha fic, um beijão pra você e sua amiga. Que bom que gostou da fic, é uma pena que você já a tenha pegado perto do fim, mas chegou na melhor parte da fic. Beijos.


 


Ginny M. W. Potter: Capitulo interessante esse, espero que tenha ajudado a entender o que vai rolar agora. O Harry está loucamente apaixonado pela Gina, mas eles ainda vão enfrentar alguns obstáculos além do Malfoy, que é um verdadeiro canalha. Beijos.


 


Bianca: que bom que gostou da capa, achei que a foto dele representava bem o tipo que ele faz na fic, igual a ruiva. Realmente esses pequenos detalhes vão dar muito o que falar ainda, mas as coisas estão começando a se encaminhar, principalmente o lance do passado da ruiva. A Luna não é tão irresponsável como a família acredita, pois ela estava fazendo faculdade escondido da família, as coisas entre o Harry e a Gina vão explodir na festa da empresa em que ele faz parte. Beijos.


 


Feh Potter: com certeza que o Harry é bastante esperto, ele sabe lidar muito bem com as coisas, afinal ele é um excelente advogado. Espero que tenha gostado do capitulo novo, as coisas estão começando a se encaixar, mas em breve a relação dos dois vai explodir. Beijos.


 


 

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.