FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

3. CAPÍTULO III – TREINAMENTO


Fic: Aprendendo com o Melhor


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Bom pessoal desculpa a demora, mas aconteceram alguns problemas pessoais e não pude estar postando antes, e como o capítulo tende a ser grande porque vou revelar assuntos interessantes aqui. E sim é só uma prévia.



As férias dele estavam indo muito bem. Ele acordava cedo fazia uma corrida pelo bairro de uma hora junto com Hermione, ai as sete da manha eles vão para a academia fazer exercícios por mais duas horas. Depois de comer o café da manha (reforçado por sinal), eles vão para a biblioteca estudar os livros que ela tinha, e permanecem por lá até a hora do almoço.



As férias deles ficaram nessa rotina por três semanas, tempo esse que foi o suficiente para fazer diferença no físico dos dois, e fazer com que a amizade deles se fortalecesse mais.



Na segunda-feira da última semana de férias, durante o almoço chega pela janela três corujas. Duas eles logo reconheceram como sendo as cartas de Hogwarts, e a outra não faziam idéia de quem seria. Essa terceira coruja pousou em frente de Harry e esticou a pata para que o moreno tirasse a carta da li. Eles identificaram o brasão do Ministério, e se perguntaram o que essa carta poderia significar.



Eles resolveram abrir as cartas de Hogwarts primeiro, e qual não foi a surpresas deles, ao olharem as notas do NOM’s.


 


RESULTADO DO SEUS NIVEIS EXTRAORDINARIOS EM MAGIA.

NOTAS PASSAVEIS          


Ótimo (O)      
Excede as Expectativas (E)  
Aceitável (A) 


NOTAS REPROVAVEIS.  

Passável (P)   
Deplorável (D)          
Trasgo (T)      

Harry Tiago Potter    

Astronomia (E)          
Trato de Criaturas Mágicas (E)         
Feitiços (O)    
Defesa contra as Artes das Trevas (M)        
Adivinhação (A)       
Herbologia (E)           
História da Magia (A)           
Poções (E)     
Transfiguração (O)


 


- É não fui tão ruim assim. Mas Hermione, o que significa a nota M? – Diz Harry.



- Eu nunca tinha ouvido falar dessa nota. Ou melhor nunca tinha ouvido falar que alguém tinha recebido essa nota. Ela significa que a pessoa tirou uma nota nível Merlin. É realmente raro alguém conseguir tirar uma nota dessas. É to muito orgulhosa de ser sua amiga. Espera um pouco que eu vou dar uma olhada em minhas notas. – Diz Hermione abrindo a sua carta.                      





RESULTADO DO SEUS NIVEIS EXTRAORDINARIOS EM MAGIA.

NOTAS PASSAVEIS          


Ótimo (O)      
Excede as Expectativas (E)  
Aceitável (A) 


NOTAS REPROVAVEIS.  

Passável (P)   
Deplorável (D)          
Trasgo (T)      

Hermione Joane Granger


 


Astronomia (O)         
Trato de Criaturas Mágicas (O)        
Feitiços (O)    
Defesa contra as Artes das Trevas (E)         
Adivinhação (O)       
Herbologia (O)          
História da Magia (O)           
Poções (O)     
Transfiguração (O)    


Runas (O)


Estudo de Trouxas (O)


 


Quando terminou de ler ela diz a Harry.



- É eu não fui tão ruim assim. – Ao ouvir isso ele pegou o pergaminho de sua mão e começou a ler.



- Você tirou ótimo em praticamente todas as matérias e tem a capacidade de apenas dizer que não foi tão ruim assim. Fala sério. – Falou brincando.



Após passar a felicidade das notas, eles resolvem abrir a carta do Ministério.



À medida que Harry lia a carta Hermione podia ver que ele no começo parecia assustado, e quando terminou de ler podia-se ver uma expressão de raiva em seu rosto.



- O que está escrito ai.



- Leia você mesma. – Disse esticando a mão como a carta para que ela pudesse pega-lá.



Senhor Harry Potter


 


Viemos através de esta informar a abertura do testamento do senhor Sirius Black, que acontecerá na próxima quarta-feira, e sendo o senhor um dos beneficiados, viemos convocá-lo para a leitura de seu testamento, que se realizará no Banco Gringontes.



E gostaríamos de informar de primeira mão, que neste mesmo dia será publicado uma nota no Jornal Profeta Diário, falando da inocência do senhor Black, nas acusações que foram feitas contras ele, acusações essas que o mantiveram preso por 13 anos em Askaban.



Desde já contamos com sua presença.


 


PS Somente a pessoa a quem o testamento faz menção poderá comparecer durante a sua abertura.


 


Elizabeth O’Connor


Setor de Testamentos Mágicos


Ministério da Magia


Londres


 



- Como eles podem fazer uma coisa dessas depois de tanto tempo. – Perguntou Harry, com lágrimas nos olhos.



Hermione sem saber o que fazer, simplesmente o abraça.



- Calma, vai ficar tudo bem. – Diz Hermione sem acreditar em suas próprias palavras.



- Tudo bem, agora eu sei que ele vai ser inocentado, e isso é muito bom para mim. Agora o que me chamou a atenção foi falar do testamento dele, eu não achava que ele teria um, já que parecia não ligar para esse tipo de coisas, não é verdade?



- Você tem razão, mas é uma pena eu não puder ir para a abertura do testamento.



- Mas nós poderíamos ir junto para lá, e enquanto eu participo dessa reunião você comprar o seu material. O que acha?



- Perfeito.



Os dois dias que seguintes passaram de uma maneira muito rápida, mais rápida que o de costume, para o gosto de Harry. Nesse dia ele não conseguiu dormir direito, então ele resolver levantar cedo da cama para se arrumar, e quando terminou desceu para a biblioteca para poder estudar um pouco. E ficou pensando, como é estranho que até o momento o Dumbledore não tinha dado sinal de vida, e com certeza ele estava sabendo do testamento de seu padrinho.



Harry estava tão compenetrado em seus pensamentos que não viu quando Hermione entrou na biblioteca, só percebendo quando sentiu um aroma de perfume floral muito gostoso no ar, e vira para saber de quer pertencia esse cheiro dos deuses.



- Bom dia.



- Bom dia Harry, vejo que acordou cedo hoje.



- É que estou nervoso, não sei o que esperar dessa reunião. E tem outra coisa que está me deixando muito nervoso.



- Me fale então.


- Sabe, eu to achando muito estranho o Dumbledore não ter entrado em contato comigo depois do que aconteceu no fim do ano passado, e mais estranho ainda não ter notícias nenhuma da Ordem, não que eu esteja reclamando, não é isso, só estou me sentindo excluído de tudo que está acontecendo, como que se eu já fosse uma carta fora do baralho. Você consegue me entender?



- Entendo, mas infelizmente eu não posso fazer nada a esse respeito.



- Eu sei. – Apresou a dizer Harry, e diz: - Tudo bem chega de conversas, vá se arrumar que o seu pai daqui a pouco acorda e ele não vão ficar esperando você se arrumar.



- Ok. Estou indo papai. – Ao dizer isso Hermione sai correndo escada acima.



Ao chegarem ao beco diagonal Hermione pega a lista de material de Harry, e diz:


- Eu irei comprando algumas coisas e te esperar na porta do banco para que possamos ir comprar o que faltar.


- Tudo bem. – diz indo em direção ao banco, enquanto via Hermione indo em direção a uma rua paralela à esquerda.


Harry mesmo depois de ter ido tantas vezes ao beco diagonal conseguia se surpreender com o Gringotes, uma construção grande e imponente que ficava no centro do beco diagonal. Ele se dirigiu para lá com passos largos para o banco. Chegando lá ele perguntou ao duende que se encontrava no balcão de informações:


- Eu estou aqui para a abertura do testamento de Sirius Black.


- A sim, por favor, siga aquele corredor à direita, a segunda porta a esquerda, escritório do vice-presidente do banco, Sr. Halk.


- Muito obrigado. – Dizendo isso ele segue as instruções que o duende havia lhe passado, e chega a frente a uma porta de mogno muito bonita.


Após ele bater a porta ele ouve uma voz pedindo para que ele entrasse.


- Bom dia.


- Bom dia, você deve ser o Sr. Potter, estou certo.


- Sim sou eu.


- Bem, sente se nesta cadeira. – disse a indicando uma cadeira que estava de frente para a dele, tendo apenas a mesa para separá-los. – Bem vamos direto ao assunto.


Dizendo isso ele foi até um cofre que estava escondido atrás de um quadro, e retira dele uma folha de pergaminho.


- Eu irei ler para que o Senhor possa ouvir:


Estando em posse de minhas capacidades mentais que:


1º declaro Harry Potter, meu afilhado, como único herdeiro, de toda a fortuna dos Black, assim como as propriedades, estando todos os documentos delas, dentro do cofre da família, sendo que a chave do mesmo deixo em anexo a este documento, pois sei que sendo você uma pessoa justa como seus pais foram, fará um bom proveito desse dinheiro;


2º sendo eu o seu padrinho, e único responsável por ele, deixo anexo a este testamento uma carta de emancipação, para que ele possa dar continuidade a sua vida livremente, como um bruxo maior de idade;


sendo Harry agora um bruxo maior de idade, concedo a ele total acesso ao cofre dos Potter, sendo que a soma da quantia que ali está com a que se encontra no cofre dos Black, o torna o bruxo mais rico da Europa, e conseqüentemente do mundo;


4º gostaria que você fizesse um último favor para seu padrinho, favor este que deixarei claro em uma carta que está dentro do cofre dos Black.


Não tendo mais nada a declarar, encero este testamento


 


Sirius Black


 


Ao terminar de ouvir o testamento ele não pode deixar de não chorar, ele mal chegou a conhecer o seu padrinho e este foi capaz de deixar toda a fortuna de sua família com ele.


- Bem senhor Potter, aqui estão à chave do cofre e a carta de emancipação que o Sr. Sirius deixou para o Senhor. Se puder me acompanhar irei levá-lo até o cofre dos Black e posteriormente o cofre de sua família.


- A sim claro.


Ao dizer isso, ele segue o duende que foi em direção a uma porta que até o momento ele não tinha reparado que ficava num canto da sala.


- Essa é uma parte do banco muito exclusiva, é onde ficam as contas com as maiores fortunas do banco. – disse apertando um botão perto da porta.


E para espanto de Harry, um vagonete de ouro parou em sua frente. Ele entrou logo após o duende, e sem dizer uma palavra um para o outro eles foram descendo cada vez mais. E ao chegar em certo ponto ele sentiu como se tivesse passado por baixo de uma cachoeira, e antes de perguntar alguma coisa o duende diz:


- A queda do ladrão, toda magia, poção e objetos que buscam ocultar uma pessoa que tenta se passar por outra, é desmascarada.


Antes que ele pudesse falar alguma coisa eles param com um tranco. E quando ele olha para o cofre diante dele fica muito espantado, pois nunca tinha visto uma porta como aquela.


Ela tinha mais de três metros de altura de um preto brilhante toda entalhada com a arvore genealógica dos Black, e em volta dela duas serpentes saiam da base da arvore e se encontravam no topo fazendo um arco. E mal teve tempo de olhar a arvore, por que o duende chamou a sua atenção:


- Sr. Potter, poderia colocar a chave na abertura e colocar a sua mão ao lado para que possa reconhecer o novo dono.


- Claro. – Ao fazer isso a porta emitiu um brilho, e começou a abrir. E antes que o duende fala-se alguma coisa ele entra no cofre.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.