FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

6. Five


Fic: All Star. SM


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________



 



 


Capítulo 5
Ou All Star Vermelho 


Tudo aconteceu rápido demais. Me soltei de Sirius e olhei para o meu lado esquerdo, de onde viera a voz, para ver quem era.

Lógico que não era pra mim. Fala sério, quem iria falar isso pra mim, se eu não tenho e nem nunca tive um namorado?


O que eu vi, foi meu irmão caindo no chão depois de ter levado um soco forte. Bem forte mesmo. 


- Ryan! – eu berrei assustada enquanto ia até ele para ajudá-lo. Ou melhor, tentava, porque Sirius me segurou e foi até ele no meu lugar. Só que nesse meio tempo, meu irmão já tinha se levantado e revidado o soco, e uma briga começou. E só não durou muito porque Sirius junto de James seguraram meu irmão e o outro cara, que logo reconheci ser o tal de Edgar que me foi apresentado mais cedo.


Sirius puxou meu irmão para fora do salão e eu o segui, enquanto James ainda segurava o outro cara.


Logo vi que Sirius nos levou para a cozinha, onde também havia alguns casais se agarrando e bebendo.


- Saiam daqui. – Sirius disse numa voz muito autoritária. Eu nunca o tinha visto falar desse jeito. Ele jogou meu irmão numa cadeira e continuou com o mesmo tom de voz. – Fique aí.


Enquanto Sirius se afastava, eu percebi um corte na testa, no canto do lábio de meu irmão e que suas bochechas estavam muito vermelhas.


- Ryan, o que aconteceu? Porque aquele cara fez isso? – Sirius voltara e me entregou um monte de gelo enrolado num pano, que eu logo encostei no rosto de Ryan. – Obrigada, Sirius.


- Ele mexeu com a namorada do Bones. Foi isso que aconteceu.


- O quê? – eu e Ryan falamos ao mesmo tempo e imediatamente parei de encostar o gelo em seus machucados.


- Ex-namorada, Sirus. – Emmy entrou na cozinha como um furacão. Estava irritada, isso era claro. Mas quando olhou para o meu irmão, sua raiva pareceu se extinguir. – Ai meu Deus, me desculpe Ryan. Edgar é muito ciumento. Era, na verdade. Eu rompi com ele, mas ele não quer aceitar isso.


Ryan não disse nada. E Sirius, confuso, perguntou:


- Sério, Emmy? Porque não foi o que ele tem dito para o time de futebol inteiro.


- É mesmo, Sirius? E o que exatamente ele tem dito? – a raiva de Emmy voltou, enquanto ela encarava Sirius com uma curiosidade que se misturava a sarcasmo. Parece que até Sirius se intimidou.


- Que... – ele hesitou, enquanto via as sobrancelhas dela levantarem.- Que vocês estavam indo muito bem, sabe? E que... bem, que você implorou para ele não te deixar e...


- O QUÊ?! – Emmy não deixou Sirius terminar a frase. Apenas saiu da cozinha pisando forte. Provavelmente para acertar as contas com o tal de Edgar.


Eu levantei meus olhos e encontrei o olhar de Sirius. Desviei prontamente, para continuar ajudando meu irmão com seu machucado. A tensão que havia entre Sirius e eu era clara. Pelo menos no meu ponto de vista. E provavelmente no do meu irmão também:


- O que está acontecendo? – discrição nunca foi o forte de Ryan.


- Nada, Ryan. – me segurei para não perguntar o famoso “Porquê?”. Ele já me havia trazido problemas suficientes para uma noite só. Afinal, Sirius tem uma namorada, ficante ou sei lá o quê. Que seja. Ele tinha a Alisson – por mais megera que ela fosse.


Meu irmão não perguntou mais nada. Mas eu sabia que quando eu chegasse em casa, o interrogatório ia começar.


- Ry, - ele me olhou. – O que você fez pra aquele cara te bater?


- Eu... eu beijei a Emmy. – meu queixo caiu.


- Meu Deus, eu sabia que você gostava dela! – eu disse sorrindo.


Ryan não sorriu. Apenas encarou o chão.


- Acho que é melhor irmos pra casa. – falei enquanto pegava meu irmão pelo braço para levantá-lo. -  Você consegue dirigir?


Ryan assentiu, mas Sirius nos impediu: - Tem certeza? Algum dos caras pode te levar e depois eu levo sua irmã.


- Não tem problema, eu mesmo levo. – há, só em sonhos que Ryan deixaria Sirius me levar pra casa. Ainda mais depois daquele dia em que ele me levou de moto e meu irmão quase me matou.


xxx


- Okay, o que diabos aconteceu entre você e o Black? – Ryan começou o questionário no momento em que subimos as escadas de casa.


- Nada, porquê?


- Vocês estavam agindo daquele jeito.


Franzi as sobrancelhas.


- Daquele jeito? Que jeito é esse? 


- Você sabe... daquele jeito! – meu irmão disse sem saber explicar direito. Eu o incentivei a continuar, porque realmente não estava entendendo o que ele queria dizer. – Daquele jeito que algumas pessoas ficam depois que se beijam, sabe?


Senti meu rosto esquentar quando ouvi o final da resposta de Ryan. E eu sabia que isso não passaria despercebido.


- Eu não acredito! Vocês se beijaram? – ele perguntou surpreso.


- Essa definitivamente não é a conversa que eu esperava ter com meu irmão. – meu pensamento saiu em voz alta, e Ryan começou a rir. Eu o olhei. Não sabia mentir pra ele. E comecei a contar sobre os acontecimentos da festa.


xxx


- Ai meu Deus, vocês não sabem o que aconteceu ontem! – Dorcas chegou atrasada e eufórica na sala de aula segunda-feira, sentando ao meu lado.


- Bom dia pra você também! – eu falei sorrindo.


- Bom dia. – ela respondeu educada, como sempre. – Saí com o Remus ontem! Nós fomos ao cinema, mas infelizmente, tive de assistir o filme, porque ele em nenhum minuto tentou me beijar! – ela falou indignada, e eu ri junto de Lily e Emmeline. – E depois ele me levou para jantar. Foi tão romântico! – ela terminou com um olhar sonhador.


- E quando ele te levou pra casa, ele te beijou? – Lily perguntou, e era exatamente isso que eu ia perguntar.


- Hm... não. – Todas nós olhamos decepcionadas e surpresas. – Eu beijei ele, na verdade. Remus é muito tímido.


Todas nós rimos, enquanto Dorcas contava mais detalhes da noite anterior.


xxx


- O que você pensa que está fazendo? – A nojentinha da Alisson me abordou no banheiro, antes do horário de almoço.


- Lavando as mãos, caso você não saiba o que é. – tentei passar por ela em direção a porta, mas ela me impediu, com sua bolsinha roxa. Levantei o rosto para encará-la porque ela estava usando aqueles saltos caríssimos, e isso gerava uma grande diferença de altura entre nós, devido ao All Star vermelho que eu usava hoje.


- Olha aqui, garçonete – ela frisou bem o nome que ela me chamara no meu primeiro dia de aula. – É melhor você ficar bem longe do meu namorado, senão você vai se arrepender.


- Uau, que medo. – minha expressão era impassível, mas eu ria por dentro. – Não gosta de um pouquinho de competição, princesa? – A última parte eu falei apenas pra irritar ela, não que eu estivesse realmente competindo com ela.


Ela riu: - Se isso fosse uma competição, você já teria perdido há muito tempo. – eu a imitei, rindo também.


- Quer apostar? – e saí do banheiro, rapidamente antes que toda a coragem que possuía no momento fosse embora.


xxx


Não contei às meninas sobre o que aconteceu no banheiro. Nem ao Ryan. Eu tinha de arrumar um jeito de sair dessa confusão que eu me meti sem querer.


Por isso, evitei Sirius o máximo que pude a semana inteira. Ia para a biblioteca nos intervalos com desculpa que precisava alugar um livro, ia para o banheiro, e tudo que falei com Sirius durante a semana se resumia a “oi”, “tchau” ou “te vejo por aí”.


E meus dias de trabalho no Luke’s continuavam iguais. Entregando pedidos ao Johnny, limpando as mesas, o de sempre.


- Hey, Marlene – Luke me chamou, enquanto eu limpava o balcão. – Você já pode ir embora, se quiser. Tenho certeza que o movimento até mais tarde não vai ser tão grande assim.


- Okay, obrigada Luke! – fui até o banheiro dos funcionários e troquei de roupa. Depois de uns 10 minutos, saí e Johnny me chamou:


- Querida, acho que você tem uma visita. – Visita? Deve ser o meu irmão, pensei. Mas não era. Tamanha foi minha surpresa de ver Sirius encostado no balcão.


Acho que por uma fração de segundo, parei de respirar pelo susto que levei. Respirei fundo, enquanto sentia o fluxo de sangue bombeando pelo meu corpo rapidamente. Ignorar. Isso que eu deveria fazer. E o teria feito, se quando passei por ele sem olhá-lo ele não tivesse me segurado pelo braço.


- Lene. – eu me virei, ainda com ele me segurando. - Eu tentei falar com você a semana inteira.


- Hm, é. Eu andei estudando muito. – Lie. Era a pior desculpa que existia, mas a única em que consegui pensar no momento.


- Certo. Então... eu queria conversar sobre o que aconteceu na festa sábado. – Ah não. Eu sabia que isso ia acontecer.


- Nós conversamos, dançamos e meu irmão levou um soco. Só isso. Sobre o que teríamos que conversar?


- Sobre o que quase aconteceu enquanto dançávamos. Na verdade, eu quero conversar sobre isso.


- Nada aconteceu, Sirius. – Lie again. Estou surpresa com o número de mentiras que estou contando. Soltei-me dele e saí do Luke’s. A chuva que agora caía me pegou de surpresa, não tinha reparado que estava chovendo. Mas eu não ia voltar lá pra dentro. No way.


Coloquei os braços em volta de mim mesma, para me proteger, inutilmente, do frio que estava lá fora. Mas nem o frio ou a chuva impediram Sirius de vir atrás de mim.


- Lene, por favor. Nós temos que conversar! – bufei irritada, e revirando os olhos, virei para encará-lo. Seus cabelos já estavam pingando e a camisa branca do uniforme que usava estava colada em seu corpo. Meu rosto começou a esquentar. 


- Não temos o que conversar, Sirius. – e me virei novamente para continuar meu caminho, mas ele me impediu de novo, desta vez me puxando.


- Por favor, não foge de mim, Lene.


- Quem disse que eu estou fugindo de você? - eu perguntei o encarando séria.


- Você! Que tem me evitado a semana inteira! – Shit. Ele percebeu. Se bem que, qualquer um perceberia. Eu não estava sendo muito sutil quanto a ignorá-lo.


- Sirius, esquece. Aquilo nem deveria ter acontecido. – eu disse, já ficando cansada de toda essa conversa. Ele abriu a boca para dizer algo, mas parou. Acho que realmente não tinha mais nada a ser dito em toda essa história.


Ele voltou até sua moto, enquanto eu retomava o meu caminho de volta para casa. Até que o vi parar ao meu lado em sua moto, estendendo um capacete para mim. Encarei por vários segundos, olhando dele para o capacete e para ele mais uma vez.


- Melhor que tomar chuva. – ele disse dando um sorriso torto, ainda estendendo o capacete para mim. Suspirei, e aceitei. Mas não sem antes dizer:


- Se meu irmão descobrir isso, nós já éramos. – ele riu. E fez um gesto como se alguém estivesse fechando algo e jogando a chave fora.


- Vai ser nosso segredinho. – ele disse meio segundo depois que sentei atrás dele. Coloquei o capacete sentido meu rosto ferver mais uma vez, e ele acelerou a moto. E desta vez, não berrei.




N/A:
Ok, demorei muito (como sempre), e o capítulo desapontou todos vocês. Podem falar, ele ficou horrível. Mas se eu colocasse tudo que eu estava imaginando agora, não ia ter mais fic. :x


Anyway, gostaria de agradecer a todos vocês que ainda acompanham a fic, apesar de eu demorar séculos para atualizá-la. Obrigada, gente. De coração. Por enquanto o capítulo fica sem música porque essa semana vou viajar então, fico sem internet!  Por isso estou postando bem rapidinho. (:
Beijos!

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Lana Silva em 11/09/2012

UOOOOOOOOOOOOOL tipo nossa senhoraaaaaaaaaaaa amei ameiiiiiiiiiiiiiiiii, só fiquei meio assim com a Lene O.O tipo ela meio que tá certa, ele tem namorada então não dá para ficar muito menos pensar nele, mas a ficante, namorada ou sei lá o que ela é dele ,é muito idiota.
Amei tudo mesmo *-*
beijoos! 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.