FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

4. Só um tempo


Fic: A Vida de Remus, Tonks e Norah - revisando e HIATUS .


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Capítulo 4
Só um tempo

Tonks levantou-se e foi até a sala onde a filha mostrava uma boneca a Hagrid. Pelo fato de ser metamorfomaga, rapidamente estava pronta com os costumeiros cabelos coloridos. Remus acompanhou a mulher até onde estava o velho amigo da família. Hagrid com o passar dos anos e com as torturas da guerra, havia realmente envelhecido muito. Seus cabelos cheios já eram bastante grisalhos, o rosto já não era mais tão redondo. Rugas grandes e o rosto mais oval.
- Olá Hagrid! Que cara é essa?
- Ah.. Olá Nymphadora! – disse ele não muito animador.
- Hum... eu vou buscar um chá pra nós! – disse Tonks.
Remus ficou ali observando a expressão. Remus que não fazia muitos rodeios da situação, logo perguntou o que se passava com o homem.
- Pois também vou ser sem rodeios com você. A notícia que trago de Hogwarts não é nada boa. Ontem mesmo Min.. Minerva falou-me a respeito que gostaria que você a substituísse na escola, como diretor de Hogwarts, quando ela não pudesse mais.
- Pai olha aqui! – Norah tentava voltar a atenção a si, enquanto fazia levitar uma almofada.
- Filha... Agora você não pode atrapalhar... sente aqui. – disse ele puxando a menina para seu colo.
- Nossa minha filhinha! – gritou Tonks que vinha com uma bandeja com bule e xícaras. E óbvio, ela deixou cair. – Você fez sua primeira magia! Que lindo! E sem varinha! – ela beijava a filhinha emocionada.
- Ai, mãe! Para de me lamber! – dizia ela, mas ficava feliz por finalmente fazer as pazes com a mãe.
- Nympha, agora o assunto é sério, então se você e a Nori resolveram ficar amiguinhas agora, saiam daqui e vão se divertir em outro cômodo, eu e Hagrid temos assuntos sérios a tratar. – disse Remus em tom repreensivo.
- Ok... ficamos bem quietinhas. – disse Tonks piscando o olho pra filha, que de forma recíproca também o fez.
- Bem Tonks, a Minerva disse que queria que eu a substituísse em Hogwarts, segundo Hagrid. – informou Remus. Tonks, pensativa e com o olhar baixo respondeu:
- Eu já sabia. Eu só não quis dizer nada antes. – ela disse quase chorando. – É isso que você veio dizer? Hein, Hagrid?! A Minerva vai abandonar de vez sem nem lutar pra viver? – falou Tonks num tom de xingamento.
- Nymphadora! Acalme-se. É pior que isso. Minerva veio a falecer esta manhã! Você acha que ela teve tempo? Você acha que ela teve tempo de “lutar pela vida”? – disse Hagrid já com lágrimas nos olhos. – Ela, e o pobre Harry. Não posso nem me lembrar, o garoto nem se quer pôde pensar em se salvar...
Tonks caiu no choro declaradamente. Remus abraçou a mulher e tentou consolá-la. A filhinha veio trazer um lenço pra mãe. Como era difícil acreditar no que estava acontecendo. Nem a magia era capaz de poder salvá-la de um tumor cerebral, tampouco a medicina trouxa de Hermione.
- Eu não quero atrapalhar, só vim avisar das formalidades, e do desejo de Minerva, que você mesmo já sabe Tonks. Lupin, se você puder aparecer em breve em Hogwarts, serei grato. – disse Hagrid levantando-se para sair.
- Ei! Hum.. Por que Minerva não nomeou Snape como seu sucessor? Era o óbvio, não era? – disse Lupin.
- Hum.. o desejo dela não podemos questionar, mas pelo que sei Severus era vice-diretor, e vai continuar sendo vice-diretor, mas ele mesmo não quis assumir a escola agora, nem sei por quê. – terminou Hagrid.
- Está bem então. Estarei em Hogwarts o mais breve possível. – disse Lupin ainda abraçado em Tonks.
Tonks tinha Minerva como uma vô que sempre esteve ao seu lado, ajudando-a principalmente quando começou a lecionar em Hogwarts, a confortou durante as perdas da guerra, e agora, ela não tinha essa bondosa senhora para estar ao seu lado, teria que prosseguir sozinha, levantar a cabeça e prestar homenagem a essa grande mulher e diretora de Hogwarts, Minerva McGonagall.
Ela tomou um demorado banho, metamorfoseou seus cabelos para um castanho escuro, mais discreto. Remus tentou explicar para a filha o que estava acontecendo, a menina nunca tinha presenciado uma morte a qual ela já pudesse entender o que se passava.
- Minha filha, eu sei que a sua primeira magia merece comemoração, mas hoje nós vamos ter que lidar com um acontecimento muito triste, e que não pode ser ignorado. – disse Remus como sempre explicativo com a filha.
- Mas pai, por que a mamãe ficou tão triste, essa senhora que morreu era tão importante assim? – perguntou Norah.
- Sim minha filha. Ela era importante pra todos nós, foi uma grande heroína nos tempos de guerra. – disse ele.
- Ta bem pai. Eu vou lá guardar a minha boneca, eu espero que vocês dois estejam prontos para a gente ir pra escola da mamãe. – disse Norah se impondo.
Remus ficou observando o quanto Norah era parecida com Tonks. Aquele jeito meigo de impor as coisas que parecia não atingir nada nem ninguém. Não demorou muito para chegarem juntas mãe e filha. Resolveram aparatar em Hogsmeade, que além de ser mais ser mais seguro, era um meio de transporte mais rápido. Norah nunca tinha aparatado. Ao encalço da mãe. Ela experimentou a nova e mais esdrúxula sensação da sua vida, segundo ela mesma.



Ao chegarem em Hogwarts, encontraram alguns ex-alunos que muito admiravam a professora e diretora. Lupin logo assumiu o cargo de diretor da escola tomando conta da situação. O corpo da mulher iria ser enterrado próximo do de Dumbledore, de acordo com a sua própria vontade. Hogwarts estava se tornando um cemitério. Alvo Dumbledore, Harry Potter e agora, Minerva McGonagall.
Norah, que pouco entendia sobre a morte, ficava encantada com a escola, o castelo, a floresta e tudo mais que rondava a escola. Os Weasley, os Malfoy, que agora tinham motivos para andarem juntos, Draco e Gina estavam casando dentro de um mês, também estavam em Hogwarts para prestar homenagens a ex-diretora.
O enterro na certa foi muito triste. Não foi tão chocante quanto a morte de Dumbledore, porque foi uma morte natural, vinda com o tempo. O que fazia o alívio de todos, era o fato de não ser uma guerra que havia levado aquela mulher. Lupin tinha a cabeça cheia de preocupações. Depois de tanto tempo sem aparecer em Hogwarts, ou ouvir qualquer coisa a respeito da escola, teria que assumir uma grande responsabilidade: A diretoria.
Hogwarts sempre fora uma escola muito bem dirigida, e por pessoas que dedicavam realmente todo o seu trabalho a ela. Mas Remus tinha uma família para cuidar, e tinha a sua vinícola. Não que isso fosse um problema, era só algo a mais pra fazer.
- Pai! – chamou Norah olhando para o lago dos sereianos enquanto as pessoas se cumprimentavam e conversavam tristemente. – Vem aqui!
- Que foi minha filha? – perguntou ele.
- A gente vai morar aqui agora né? – perguntou ela.
- É acredito que sim.
- Eu ouvi você falando com aquele senhor grandão sobre isso. – disse ela referindo-se a Hagrid.
- É, é sim.
Foi uma curta conversa sobre o assunto com a filha, mas que fez ele pensar no quanto a filha entendia as coisas com facilidade. Só era muito teimosa, como quando no dia em que descobriu que teria um irmãozinho. Ciumenta? Sim, isso também.

Voltaram pra casa, aquela talvez fosse a última semana deles vivendo ali. Os planos de festas com os Weasley, e também com os pais de Tonks, aquele jantar planejado, tudo seria adiado. Respeito, luto. Chegando em casa, jantaram a costumeira e boa comida de Remus. Norah, que agora era amiga da mãe, pediu que ela lhe contasse uma historinha, aquela, que ela não terminou de contar.
- Mãe, por favor! – pedia a garotinha. – conta aquela história que você não terminou!
- Hum.. tá! – disse Tonks meio desanimada, mas puxou a garotinha pra seu colo, e começou. – Hum.. bem.. onde paramos?
- Na parte em que a Barbie se olha no espelho e ele diz que a mais bela é a Cinderella. Agora continua né mãe! – reclamou.
- Tá então, a filha mais velha da madrasta, Barbie, trancou Cinderella na mais alta torre do reino! Cinderella chorou por muito tempo. Enquanto isso Barbie se preparava para receber o convite do grande baile do Reino de Camelot. – contou Tonks.
- Ai... aposto que ela vai ficar linda, enquanto a Cinderella vai ficar um bruxa! – disse Norah.
- Humhum... mas continuando: Devido ao grande alvoroço no reino, Cinderella logo ficou sabendo do grande baile. Na noite do grande baile, que Cinderella tanto queria ir, não pôde. E com tanta vontade que ela pedia para sua fada madrinha, para ir ao baile, sete anõezinhos lhe apareceram para realizar seus desejos. Transformaram suas longas tranças em um formoso vestido, uma vassoura que ali havia em um "conversível" cor-de-rosa da Barbie, e uma linda estrela que havia no céu fora transformada em um lindo par de sandálias de plástico da última moda. – continuou Tonks.
- Mas mãe, eu também quero umas sandálias dessas de plástico! – disse Norah.
- Tudo bem. Um dia você vai ganhar, mas agora mocinha, você vai pra cama, porque temos muito o que fazer amanhã. Ok? – falou Tonks.
- Ah.. – reclamou e baixou a cabeça, mas foi.


Tonks chegou no quarto, e encontrou Lupin na cama, com um ar sério e preocupante. Tentou conversar com o marido, mas decidiu deixá-lo sozinho pra pensar. Era o que ele precisava: um tempo para organizar as idéias.


************************************************
Humhum... Vocês podem levantar as mãos para o céu, sim EU POSTEI. Aleluia!

hehehe
Mas ahh eu to tri sem tempo pra escrever, que é o principal. Mas to tentando, a química só me atrapalha... hehehe mas agora passei nas provas.. to qse no 3° semestre...falta pouco! hehehe

Agradecimentos especiais:

Isabela Bichara: Obrigada por estar lendo, você uma autora tão brilhante (sim a tua fic é o máximo, sou muito sua fã!)

Ana Bolena Black: Obrigada por estar lendo também, os seus comentários são ótimos, e você é uma ótima escritora, amo a sua fic! Continua postando hein?!

Mary-Jane Wood: Obrigada, seus comentários são muito engraçados...hehehe

Gude Potter: Menina... tu escreves caps. tão grandes que eu nem consigo acompanhar mais a leitura! hehehe eu sou lerda mesmo... mas as tuas fics são maravilhosas você é uma ótima escritora! =]

Maria Luiza Araújo: Prometo que vou melhorar os caps! Não pretendo decepcioná-las!

Mih Black: Minina! Thanks pelos comentários! =] Beijos!

LaLa Potter Malfoy: Eba! \o/ Você lendo a minha fic? Que honra! =] Ah... posta vai! =]

Rebecca Travaglia: Calma, calma... já tô postando!

Tia_Voldie: Huhmu.. adorei o seu comentário... foi muito criativo, e eu ri bastante!


**** Humhum.. fico mto feliz cm seus comentários meninas! Continuem assim! E os leitores que não comentam também sintam-se beijados!
Um beijão pra todos! E ótima leitura!

Ah... se é que alguém ainda está lendo, finalmente, pelo cap. passado, peço desculpas... eu sei que ele ficou uma merda... eu a partir de agora, não posto mais songfic se eu num tenho certeza de que vai dar certo! ehehhehe beijão, boa leitura, e esse cap.. eu definitivamente espero que ele de uma melhorada no padrão da fic!
=]

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2021
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.