FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

14. Natalie Weasley.


Fic: ACERTANDO AS CONTAS


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________





_Natalie Weasley? Mas como assim? –Gina perguntou olhando de Draco para Rony, que estava com uma expressão indecifrável no rosto.

_Mas ela estudava em Beuxbatons, o que faz aqui? – Rony perguntou abruptamente.

_Como assim? – Pansy perguntou ao ruivo.

_Você sabe quem é Rony? – Gina perguntou ainda tentando forçar a memória.

_Claro que sei... e você também. – ele falou categórico.

_O nome não me é estranho, mas eu não me lembro...- Gina falou pensativa.

_Como não? Uma garotinha magricela, ruiva e muito pentelha que ficava me chamando de Titio Rrrrrrony! – ele falou rindo.

_Tá falando da... daquela Natalie? – a ruiva perguntou perplexa. – mas como...

_Como ela poderia estar na Inglaterra? – o ruivo terminou a sentença da irmã – isso eu também gostaria de saber.

_Ela veio de um intercâmbio. Mais uma novidade do Ministério. – Draco falou aborrecido – é formada por Beuxbatons.

_Ok. – foi tudo que Gina e Rony conseguiram dizer.



Todos os outros apenas observavam as caras de incredulidade dos irmãos, mas nada comentaram. Após mais alguns avisos e a reunião acabou. Todos iam saindo quando uma pergunta, que ainda martelava na cabeça de Gina, foi feita, mas desta vez pela boca de Rony.


_Quando a novata chega, Malfoy?

_Na Segunda-feira. Via flú. – o loiro respondeu simples – e um de nós deverá ir buscá-la.

_O Rony fará isso. – Gina intrometeu-se abruptamente, com as orelhas vermelhas – não é Rony?

_Claro... – ele respondeu estranhando a atitude da irmã – eu pego a garota. – ele disse e saiu da sala deixando Draco e Gina sozinhos.

_O que aconteceu? – Draco perguntou calmamente analisando a expressão de quase ódio da esposa.

_Nada. – ela respondeu numa voz aguda.

_Virgínia, você às vezes me assusta! – ele comentou com um sorriso de canto de boca.

_É muito bom que você se ‘assuste’ com esta novata, para o seu próprio bem. – ela falou com o dedo indicador na cara do loiro, que se assustou.

_Está com ciúmes? – ele falou querendo rir – não acredito que está com ciúmes desta ninfeta...

_Esta ‘ninfeta’ ?? Que intimidade é essa com a Natalie? – a ruiva perguntou num surto de raiva. (N/A: Tadinhu do Draco... kkkk)

_Eu nem conheço a garota! – ele falou defendendo-se – Virgínia, controle-se.

_É melhor VOCÊ se controlar a partir de segunda-feira, pois o sofá da sala não é tão confortável. – ela disse isso e saiu batendo os pés e a porta, deixando um loiro estupefato para trás.

_Que houve com ela? – ele perguntou para as paredes, numa expressão de choque.



**********Sala da Pansy***********



_No que tanto você pensa, Harry? – ela perguntou ao ver o moreno segurar o riso.

_Na Gina. – ele falou e continuou explicando quando uma morena o olhou prestes à matá-lo – é que ela ficou realmente surpresa com a chegada da sobrinha... você não notou a cara dela?

_Na verdade não... estava prestando atenção na reunião, sabe. – ela comentou ligeiramente aborrecida.

_Acho que ela ficou com ciúmes... – ele comentou.

_Ciúmes de uma pirralha? A Gi é muito madura para isso, Harry. – ela desdenhou.

_Bom, se a ‘pirralha’ for tão bonita quanto ela era na mesma idade, então acho que ela pode estar enciumada, sim. – ele comentou e observou um dedo muito próximo do seu rosto.

_Escuta aqui, Potter! – Pansy bradou furiosa com o dedo na cara dele – se você ousar se engraçar pra cima dessazinha eu juro que nunca mais você verá seu filho, ouviu bem?

_Ei! Pra que isso tudo? – ele falou tirando o dedo dela da cara e segurando-a pelos ombros – eu já disse que só tenho olhos pra você, minha ciumenta.

_Ciumenta, eu? Você está louco... – ela comentou livrando-se dele e sentando-se na cadeira atrás da escrivaninha.

_Querida, você sabe o que eu sinto por você, não é motivo para todo este estresse... – ela ia retrucar, mas ele foi mais rápido – e o fato de ainda não estarmos casados, é só porque você continua me enrolando.

_Eu não estou enrolando. – ela defendeu-se – só estou esperando o Adam crescer mais um pouco, amamentar dá trabalho, deixa os seios doloridos e o vestido de noiva ficaria ruim com o corpo que eu estou.

_Seu corpo é perfeito! – ele falou embasbacado com a atitude dela.

_Já foi, antes do bebê... mas agora... bom, eu ainda estou um pouco gordinha, então quero emagrecer um pouco mais, ficar linda no dia do meu casamento, ok. – ela explicou.

_Bom, eu não vou discutir isso com você. – ele suspirou cansado – por mim é só marcar a data e pronto. Mas você é quem sabe. – ele falou isso saindo da sala, deixando um Pansy pensativa para trás.



********* Sala de Rony **********



_E porque não, Mione? – ele perguntou pela vigésima vez à uma Mione completamente alterada.

_Porque eu não quero você sozinho com ela! – ela falou aos berros.

_Isso está ridículo...

_Tá me chamando de ridícula agora, Sr. Weasley? – ela falou num tom que pareceu mais magoado do que enraivecido.

_Não, eu não disse isso. – ele falou passando a mão nos cabelos – Mione, pára um pouco e me escuta – ela o fez – Natalie é minha sobrinha, e só. Da última vez que a vi ela nem tinha um dente da frente, porque você está tão vermelha?

_Por nada, Weasley. Por nada. – ela falou rangendo os dentes.

_Weasley? Desde quando eu sou Weasley pra você, querida? – ele perguntou ligeiramente apavorado – Hermione, o que está havendo?

_É... que... – ela falou e começou a chorar. Rony levantou-se abruptamente e ajoelhou-se na frente da esposa. – eu estou com medo, é isso.

_Medo? De que? – ele perguntou enxugando um lágrima do rosto dela.

_De que você me troque por uma garotinha de 17 anos...

_De onde você tirou esta idéia maluca? Eu nunca trocaria você.

_Mas é que eu estou gordinha, por causa da gravidez, você sabe que meu corpo não será o mesmo, sabe também que eu não terei a mesma vitalidade de uma mulher mais jovem, sabe que nosso casamento entrará em crise e...

_Mione, pára! – ele falou erguendo o rosto dela – você não está falando coisa com coisa. É melhor você se acalmar agora, ok.

_Promete que não vai me deixar?

_Lógico. Eu amo você, sua doida. – ele falou arrancando um pequeno sorriso da esposa.



******* Minutos mais tarde, sala de Draco Malfoy********



_Malfoy, desculpa ir entrando assim, mas precisamos conversar e... – Harry dizia adentrando a sala do loiro para deparar-se com uma jovem ruiva muito bonita - Ah, desculpe. Eu não sabia que tinha visitas. – ele falou observando a visitante de modo familiar.

_Entre, Potter. – o loiro disse – estava mesmo pra te chamar. Esta é nossa nova companheira de equipe: Srta. Natalie Weasley.

_A filha do Gui, não é? – ele comentou enquanto apertava a mão da ruivinha. – e como está seu pai?

_Bem, meu pai está muito bem Sr. Potter. – ela falou numa voz de jovem mulher, mas sem nenhum sotaque.

_Você não era francesa? – Harry comentou estranhando a falta de sotaque.

_Sim, mas falo inglês fluentemente, meu pai me ensinou bem a língua. – ela falou num sorriso sensual.

_Ok. Ahn, Draco não acha melhor chamar os outros? – Harry perguntou com as bochechas ligeiramente rosadas.

_Sim, é o que ia fazer quando você entrou. – o loiro disse levantando-se, mas ao fazer isso a porta se abriu atrás de Harry, revelando uma Gina embasbacada.

_Er... olá. – ela falou incerta para a visitante. – me disseram que você só chegaria na segunda-feira, Natalie. – ela falou olhando diretamente para o loiro, que sentou-se outra vez.

_Sim, mas preferi chegar antes, para conhecer a cidade. – ela explicou – você é minha tia, não é? – ela perguntou observando os cabelos longos de Gina.

_Oh, é claro. Esqueci que se passaram tantos anos. Virgínia, prazer. – ela se apresentou deixando Draco e Harry espantados pelo modo como Gina disse o nome de Batismo.

_O prazer é todo meu. – Natalie disse educada – e onde estão os outros? – ela perguntou virando-se para Draco, que já estava com medo até de olhar para a novata.

_Eu vou buscá-los – Harry disse, mas a porta do escritório do Malfoy abriu-se novamente – er, Oi Luna.

_Oi, Harry, Gina – ela falou olhando para a ruiva – Draco – cumprimentou o loiro – e você deve ser a novata. – falou olhando para Natalie, com um sorriso amistoso.

_Na verdade meu nome é Natalie. – ela falou um pouco rude – e você é?

_Ah, com certeza eu não sou Natalie. – ela falou fazendo graça da pergunta da ruiva, que não gostou muito – minha mãe teve piedade de mim...

_Er, Luna, que tal irmos chamar as outras? – Gina falou puxando a loira pra fora da sala.



Já afastadas da sala de Draco, Gina permitiu-se soltar um suspiro indignado. Luna estranhou o comportamento da amiga, na verdade a loira não estava entendendo absolutamente nada, quem era a jovem afinal, e qual o motivo para Harry e Draco ficarem tão ‘mudos’ dentro daquela sala. Estas eram perguntas que martelavam na cabeça da loira enquanto caminhava junto da amiga até a sala de Pansy e Mione.


_Prepare-se. –Gina falou para Pansy muito séria. Hermione, que estava na sala da morena, levou um susto com a entrada repentina da ruiva – a guerra está próxima.

_Guerra?- a morena pulou espantada.

_A novata chegou – Luna falou calmamente observando as reações das amigas.


A reação foi a pior possível. Gina estalava os dedos com força. Pansy olhava para todos os lados, parecendo tentar controlar-se para não lançar um Avada em alguém e Mione estava em estado de choque. Luna sentiu qual era o problema ali. Insegurança.


_Meninas, por favor. – a loira começou a falar – vocês estão incomodadas com aquela garotinha, não é?

_Ela não é nenhuma garotinha, Luna, você viu. – Gina falou fazendo bico.

_Mesmo assim, vocês deviam dar menos crédito para a ruivinha. – Luna mostrou o óbvio.

_Isso é porque você não a conhece. – Gina interveio – ela é filha de Fleur, precisa dizer mais alguma coisa?

_A Gina está certa. – Mione disse levantando-se – ainda me lembro quando os homens babavam por aquela ¼ veela.

_E por ser filha dela, vocês vão escorraçar a garota? - Luna perguntou incrédula.

_Não faremos nada, por enquanto. – Pansy afirmou segura.

_Vocês realmente acham que algum dos ‘meninos’ vai dar bola para esta garota? – Luna perguntou tentando pôr algum juízo na cabeça das amigas – francamente!

_Você não lembra como eles ficavam quando aquela loira nojenta passava? – Gian questionou.

_Isso foi há muito tempo. Não sei porque dar importância...

_Vai ficar do lado dela? – Mione perguntou.

_Lado? Isto não é uma guerra! Parem com isso. – Luna ordenou. – vocês estão agindo como adolescentes.

_Bom, pode ser que você tenha uma pouco de razão. – Pansy disse olhando para baixo – Temos que conhecê-la antes de fazer qualquer coisa... vamos logo pra sala do Draco.


As quatro assentiram e caminhavam lado a lado no corredor que dava para o escritório do chefe, Draco Malfoy. Quem as visse de longe pareciam uma gangue pronta para desmontar o primeiro brutamontes que se pusesse no caminho. Com exceção de Luna, que mantinha no rosto uma expressão sempre alegre, as demais estavam extremamente sérias.


_Lembrem-se do que a Di Lua disse – Pansy falou antes de abrir a porta – vamos manter a cordialidade, pelo menos.

_Ok, mas se ela der encima do meu marido... – Hermione ia falando, mas Gina a cortou.

_Calma Mione, você está grávida, não pode se aborrecer. – Gina falou rápido.

_E além disso eu tenho certeza que vocês estão exagerando. – Luna falou com a mão na maçaneta, girando-a – ela não poderia....



A loira pareceu engasgar ao entrar na sala e deparar-se com ninguém menos que a ‘garotinha’ ruiva quase no pescoço de seu noivo, Blaise Zabini, que tinha acompanhado-a até o Ministério. Draco e Harry arregalaram os olhos de susto ao verem as respectivas mulheres paradas na porta. Blaise foi quem se recuperou primeiro.


_Er, esta é minha noiva, Luna Lovegood. – ele disse livrando-se da ruivinha e aproximando-se de Luna estrategicamente.


_Vejo que conheceu meu noivo. – Luna comentou com um sorriso que contrastava com as faíscas que saíam de seus olhos.

_Oh, sim. Ele é realmente um encanto. – Natalie disse sorrindo meigamente – estávamos falando sobre a cidade.

_Verdade? – Luna indagou ainda sorrindo – bom, Hogsmeade é um ótimo lugar para se conhecer. Você deveria aproveitar o tempo livre até segunda...

_Sim, estávamos combinando do Blaise me mostrar o povoado. – ela falou animadamente, enquanto Draco via o amigo se encolhendo.

_Blaise? Vejo realmente que ficaram bem... amigos - Gina disse intrometendo-se na conversa – mas infelizmente Natalie, o Sr. Zabini é um homem muito ocupado.

_E com o casamento tão próximo – Pansy aproveitou a deixa – fica impossível arrumar tempo para se fazer de guia turístico.

_hum... – Natalie fez que pensava – então eu preciso de outro guia. – comentou olhando furtivamente para Draco.

_Er, não dá pra mim. – o loiro apressou-se em dizer – tenho muitos compromissos e reuniões, desculpe-me.

_Tudo bem, e que tal você tio? – ela virou-se para Rony, que estava quase petrificado.

_Eu... bem... – o ruivo estava obviamente tentando arrumar uma desculpa.

_Acho melhor que você venha comigo. – Pansy falou de repente, antes que a garota lançasse sua rede encima de Harry – vocês sabe, mulheres são sempre melhores companhias em vilarejos cheio de lojas femininas.

_Pansy está certa. – Harry disse rápido – homens não gostam muito deste tipo de passeio, eu por exemplo detesto.

_E de você gosta? – ela comentou mordendo o lábio inferior ligeiramente.

_De ficar em casa com meu filho, por exemplo. – ele a cortou e Pansy sorriu por dentro. “1X0 filhinha... vou te mostrar com quem vocês está se metendo.” a morena pensava.

_Então, onde está hospedada? – Draco perguntou tentando ser amistoso, porém Gina lhe deu uma olhada que faria qualquer Hipogrifo se curvar, de medo.

_Em um hotel próximo, até encontrar algum apartamento para alugar. – ela comentou fazendo-se de coitada.

_Neste caso, você poderia... – mas o que ela poderia ninguém nunca soube, já que Hermione cortou o marido de forma ágil.

_Poderia continuar sua procura... bom agora que todos se conhecem, vamos voltar às nossas atividades, sim. – ela falou olhando para Draco, esperando uma atitude do chefe.

_Sim, estão dispensados. – ele falou e todos iam saindo menos Gina, Pansy e Natalie.

_Mais alguma pergunta? – Gina perguntou à sobrinha.

_Sim, você então é a irmãzinha preferida do meu pai, não é?

_Na verdade eu sou a única irmã dele. Porque? – perguntou sem entender onde a sobrinha queria chegar.

_Ele sempre disse que você era agradável... só estou constatando... o quão... certo... ele está. – ela falou desagradavelmente, virando-se para Pansy em seguida– bom, eu gostaria muito de conhecer o povoado.

_Então vamos. – a morena apressou-se em dizer antes que a ruiva explodisse – preciso ir à Gringotes de qualquer forma.

_Até segunda, Draco. – ela disse e saiu com Pansy em seu encalço.

_’Até segunda, Draco’ – Gina a imitou com uma voz fina – olha aqui, Draco Malfoy, ou você impõe respeito à esta garota, ou então EU farei isso, fui clara?

_Como água. – ele disse aproximando-se da esposa – ora querida, pare com isso. Você sabe que eu amo você... – ele falou dando pequenos beijos no pescoço da ruiva. – que eu só tenho olhos para você...

_É bom, que você tenha além de ‘só olhos’ pra mim, querido... – ela falou afastando-se e saindo porta afora.

_O que eu fiz desta vez? – ele perguntou-se.





*********No povoado, Hogsmeade*********



_Então, o clima daqui é sempre frio assim? – Natalie perguntou servindo-se de cerveja amanteigada, no Três Vassouras.

_A maioria do ano. - Pansy disse entediada – Natalie, perdoe-me a indiscrição, mas... você tem namorado?

_Na verdade, não. – ela falou quase engasgando com o líquido.

_Na verdade não? Que tipo de resposta é essa? – Pansy pergutnou intrigada.

_Do tipo que eu estou à procura... – ela falou simples encarando a morena – mas o meu tipo geralmente é complicado.

_E qual seria seu tipo? – a morena perguntou preparando-se para a resposta.

_Gosto de homens mais velhos, esses meninos da minha idade não me atraem...

_Bom, isso pode ser perigoso. Nem sempre um homem mais velho está sozinho. – Pansy comentou sutilmente.

_E qual o problema nisso? – Natalie perguntou. – nada pode impedir quando existe amor entre alguém, não acha?

_Tenho certeza. Só é preciso saber lidar com a inveja, intriga, você sabe o que é isso, Natalie?

_Intrigas? Não, eu não faço idéia do que está falando... – ela comentou concentrando-se mais uma vez no copo à sua frente.

_Achei que você fizesse... – Pansy disse venenosa.

_Eu? Você está louca... no bom sentido da palavra é claro. – ela apressou-se em dizer.- eu nunca me envolvo em intrigas.

_Bom pra você. – Pansy comentou seca. “É muito bom mesmo pra você, querida.” - vamos?

_Sim. Tenho mesmo que voltar ao hotel, estou cansada.

_Ok. – foi tudo que Pansy conseguiu falar antes de sair do bar e ganhar as ruas do povoado, junto da mais nova preocupação em sua vida.



****************************************


N/A: Então, gostaram da minha PO???
*corre das maldições imperdoáveis*

Matei a curiosidade de alguns??
Quem quer matar essa Weasley levanta a mão!!! \o

COMENTEM pro próximo chegar logo, ok.

Bjusssssssssssssss




Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.