FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

8. O Belo Adormecido


Fic: Harry Potter e O Enviado da Luz


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Capítulo 7 – O Belo Adormecido

No dia seguinte, Hermione já havia acordado e seus ferimentos curados, mas mesmo assim Madame Pomfrey não permitiu que ela saísse, e só deixou que Harry e Isaías entrassem porque eles tinham insistido muito, e ficou sabendo de tudo que havia acontecido no lago.
- Então foi isso que aconteceu – terminou de explicar Harry.
- O Rony me salvou? – perguntou Hermione vermelha – E por minha causa ele está desacordado?
- Não exatamente – disse Harry retirando o jornal, que relatava o que aconteceu no lago, de cima da cama e se sentando do lado dela – Eu prefiro que o Isaías explique.
- Bem, Mione, você deve se lembrar daquele sonho que tivemos juntos.
- O que falamos com Galadriel? – perguntou se sentando.
- É – continuou Isaías – Acredito que o que ela disse seja verdade, e eu tenho certeza que os incidentes que aconteceram Harry e com Rony sejam o despertar do Poder deles.
- Eu encontrei um livro – disse Harry tirando o pequeno livro que brilhava em Gringotes do bolso – Descendentes Divinos, por Lílian potter.
- Sua mãe? – perguntou curiosa Hermione.
- É. Ele fala sobre a lenda dos Descendentes Divinos, que seriam guiados pelo Enviado da Luz para derrotar o Enviado das Trevas e os titãs que foram derrotados pelos Deuses do Olimpo.
- Interessante – comenta ela já folheando o livro.
- Precisamos descobrir um jeito de falar com Galadriel. Não podemos ir lá, é muito perigoso – disse Harry olhando Rony que ainda estava desacordado.
- Vou procurar um jeito – garante Hermione.
- O que vocês ainda estão fazendo por aqui? – perguntou Madame Pomfrey – Vamos! Saiam! Deixem os meus pacientes descansarem.
- Tá, tá. Já tamo indo – responde Isaías saindo, mas não sem antes passar pela cama de Rony, que ainda estava desacordado e apertar sua mão.
Quando todos haviam saído, inclusive a irascível madame Pomfrey, Hermione se levantou e foi até Rony.
- Ah, Rony – disse segurando a mão dele com as suas – Seu burro, tinha que ter brigado por minha causa? – disse abraçando-o, e sentindo seu corpo arrepiar ao tocar o dele, levantando o rosto e ficando a centímetros de sua boca... acabou por beija-lo.
-M-mione – disse ele com a voz embargada e fazendo-a pular pra trás. (Mó Belo Adormecido)
- Rony! Você acordou! – exclamou ela abraçando-o apertado.
- Mione. Você está bem!? – disse abraçando-a também, meio que para ter certeza que ela estava ali com ele, e olhando bem no fundo dos seus olhos.
De repente ela se afasta totalmente vermelha.
- O que deu em você? – perguntou Hermione fingindo-se de irritada – Quase que você morre tentando me salvar!!!
- Você não estava irritada quando me acordou – disse ele sorrindo marotamente enquanto se levantava – Mas respondendo a sua pergunta... O que você esperava que eu fizesse? Queria que eu ficasse paradão lá, olhando meu a... er... minha amiga morrer!?
- Amiga? – disse ela sorrindo também – Não foi disso que o Harry falou quando me contava a história...
- Não?
- Não.
- É, sabe, talvez eu tenha dito outra coisa, como...quem sabe...de...
Mas Hermione não deixou ele terminar de falar. Na realidade, eles estavam tão perto um do outro que nem precisou muito esforço para Hermione fazê-lo calar com um beijo.
Rony não estava acreditando que aquilo estava acontecendo com ele. Mas ele não estava louco o suficiente para largá-la, assim tão cedo, então a puxou de encontro ao peito e aproveitou o momento.
- Sabe, Mione, talvez eu realmente tenha te chamado por outro nome... Eu não lembro qual... mas eu não saberia viver sem você.
- Nem eu.
- Seja minha namorada. Não consigo mais ficar longe de você depois de bancar o Belo Adormecido...
- É claro que sim seu boboca...

****************************************

- Espero ter feito o certo contando para ela o que aconteceu. – falou Harry sentando-se na cama – Já tive problemas demais com o Rony sem ser por isso.
- Hehehe. – riu baixinho Isaías – Tenho certeza que sim.
- Como você tem tanta certeza?
- Segredo. – disse Isaías se sentando com as pernas cruzadas na frente da janela que mostrava a floresta proibida e os caminhos de água que saiam do lago para dentro dela.
- Hunf! – resmungou Harry – Boa noite, Isaías. – terminou apagando a luz
- Boa noite. – disse Isaías olhando-o e falando baixo – Zeus e Poseidon já foram, agora faltam os outros.

*****************************************

- Hem, hem! – fez a Enfermeira Pomfrey quando encontrou Rony e Hermione se beijando
- Er, Madame Pomfrey... - começou Hermione
- Acredito que os dois já estejam bons para estarem assim. – interrompeu sorrindo – Mas vocês deveriam estar dormindo. Andem logo, vão dormir
- Sim, senhora. – disseram os dois pulando nas camas e se cobrindo.
- Boa noite garotos. – disse Madame Pomfrey apagando as luzes com um feitiço e fechando a porta com outro.

****************************************

No dia seguinte, metade dos alunos já estava tomando café quando Rony e Hermione chegaram desfilando de mãos dadas para a mesa da Grifinória, fazendo o maior rebuliço nas mesas.
- Alguém me belisca. – falou Harry sendo prontamente atendido por Gina – Ai eu tava só brincando.
- Desculpe
- Porque a surpresa Harry – perguntou Rony sentnado-se na frente do amigo. – Você e sua boca grande foi responsável por isso.
- Er, pelo menos vocês estão juntos.
- Ele está brincando Harry. – disse Mione pegando a mochila e pegando um livro. – Aqui está Harry
- E então?
- Sua mãe era impressionante e pra mim, pó pior que pareça, esta história é verdade.
- Que história? – perguntou Gina
- A do sonho Gina – falou Harry olhando Isaías – O que vpcê acha?
- Acho que temos que reunir os descendentes como falar com Galadriel. – falou com a voz baixa Isaías
- Eu também acho. – disse Thiago – Mas, ...
- Mas? – perguntou Isaías
- O Malfoy também estava lá. – falou olhando para o sonserino que fazia piadas do namoro de Rony e Mione
- Ah! Ele não irá. Não enquanto a Lyra não der um jeito nele. – disse Isaías – Então vamos nos reunir hoje depois das aulas na sala precisa. Mas agora temos aula de poções. – disse Harry se levantando

**********************************

A masmorra onde as aulas de poções aconteciam estava ainda mais escura e fria apesar de os fogos dos caldeirões estarem acesos e fazendo a água borbulhar. Logo após todos estarem sentados o Prof. Snape chegou.
- Silêncio todos. – disse raivosamente Snape enquanto andava segurando o braço esquerdo e fazendo sua capa negra esvoaçar fazendo-o parecer o costumeiro morcego – O que estão esperando? Comecem a fazer suas poções. As instruções estão no quadro e nos livros e eu quero um frasco de cada grupo ao final da aula.
- Ele não é muito simpático né? – perguntou Isaias para Harry que estava dividindo a mesa com ele Rony e Mione
- Não mesmo. – respondeu Rony cortando uma tira da lagarta morta e dando para Harry que preparava a poção
- Desde quando você corta tão perfeitamente? – pergunta Harry olhando a tira
- Desde que começou a namorar a Hermione? – perguntou rindo Isaias
- Há há há. Seus ogros, vão dançar com um trasgo montanhês! – disse Rony se segurando para não sorrir
- Por mais interessante que o namoro de seus amigos seja, Sr Lion, a poção Veritasserum é extremamente difícil e exige silêncio e concentração
- Que eu me lembre não tem isso escrito nas instruções. – Disse indiferente Isaias enquanto lia o livro
- Mas Eu estou dizendo. – disse nervoso Snape
- Foi o Sr. Mesmo que disse para seguir as instruções. – disse Isaias
- Mudei de opinião.
- Esta bem professor. Agora o Sr. Poderia nos dar licença para continuarmos a poção? – perguntou Isaias pegando a faca nas mão de Rony e cortando talhas finas da madeira de veritas.
- Hunf! Acho bom o Sr. Começar a ter modos Sr. Lion. – sussurrou Snape para Isaias antes de sair esvoaçando sua capa negra até o outro lado da sala
- Seboso. – resmungou Harry olhando Snape
- Harry! – exclamou baixinho Hermione – O que vocês estão fazendo? Querem perder pontos da Grifinória?
- Ele não vai tirar pontos enquanto pudermos desconcertá-lo. – disse Isaias pegando algumas folhas e jogando no caldeirão
- Sei. Disse Rony voltando a cortar tiras de salamandra. – Ei Harry e o time de quadribol? Já começou a planejar os testes?
-Não. – disse Harry baixando a cabeça – Sinceramente eu sou louco de acertar ser capitão com tantas coisas para fazer. O time, Voldemort, os descendentes, Malfoy, G..., a AD.
- Sim. – interrompeu Hermione percebendo a cara de Rony – O que você decidiu sobre a AD?
- Por enquanto ela continua, pelo menos estaremos treinando contra Voldemort.
- Neste caso devo começar a preparar as aulas de animagia. – disse Isaias – Elas podem ser depois das da AD?
- Claro! – exclamou Hermione.
- Pronto. Acabamos a poção, agora so esperar ela ferver 30 minutos e podemos por nos frascos e levarmos ao Snape.
- Bom, eu vou avisar aos outros descendentes para irem a sala precisa no fim das aulas.
- Certo.

***********************************

O resto do dia foi extremamente chato, após as aulas duplas de feitiços os garotos fizeram os exercícios pendentes e foram assistir os novatos na primeira aula de vôo. Quando anoiteceu eles subiram até o 7º Andar no corredor onde a porta da Sala Precisa aparecia.
- Só espero que eles não demorem a chegar. – disse Rony sentando no chão
- Pode se levantar. – disse Harry – Lá vem eles.
- Estamos atrasados? – perguntou Lyra ajeitando o cabelo
- Não. Chegaram bem na hora. – disse Hermione sorrindo
- E lá vem o tirado. – disse Isaias rindo
- Tirado? Eu? – pergunta Felix gingando
- Acho que todos estão aqui. Os gêmeos só chegam no meio do ano e o Malfoy. Bem. Teve avanços Lyra?
- Se você considerar, ele fugir sempre que me vê, é estou progredindo. – sorriu ele fazendo positivo com o polegar
- Certo então vamos lá! – disse Harry fechando os olhos e andando de um lado pra o outro pensando “Eu preciso de uma sala com livros ou coisas que falem sobre métodos de conexão a distância”
- Uau! – disse Rony ao entrar na sala que tinha livros em prateleiras que chegavam a tocar no teto e diversas poltronas e mesinhas espalhados pela sala.
- No que você pensou Harry? – perguntou Hermione
- Um lugar onde pudéssemos pesquisar métodos de conexão a distância, mas eu acho que eu exagerei.
- Bom. – disse Isaias pegando um livro – Só um pouquinho. “Telefone a Evolução da Economia:”. É realmente este é O lugar.
- Certo. – disse Harry antes de sentar numa poltrona – A Hermione deve ter dito o porque de estarmos aqui, mas eu prefiro repetir. Desde o dia em que nós todos sonhamos com Galadriel e ela disse que nós somos os descendentes divinos. É por isso que estamos aqui, para pesquisarmos um modo de falar com ela e sabermos mais sobre isso.
- E então? O que vocês estão esperando? – perguntou Gina que já carregava uma pilha de livros. – Mãos a Obra!
- É isso ai! – gritou Luna ainda perdida
No entanto esta animação não durou muito, logo estavam todos cansados e sem nenhuma disposição. Diversos livros espalhados desordenadamente pela sala onde apenas Harry, Hermione e Isaias continuavam insistindo na procura.
- Vocês não desistem né? – perguntou Felix debruçando sobre o livro que ambos liam.
- “A persistência leva a vitória.” – respondeu Harry mostrando uma foto de um desenho numa parede e vários escritos estranhos
- Harry, o que exatamente é isso? – pergunta Rony confuso para ele que simplesmente aponta pra Isaias
- Isso é Kaji, uma língua antiga muito usada por ninjas feiticeiros no Japão. – disse Isaias voltando a ler
- E o que ele diz? – pergunta Hermione enquanto todos se juntavam ao redor deles.

“Espelho de Luz
O espelho de luz é um feitiço originário da Idade Antiga, da região das montanhas da Grécia onde as servas do Deus Apollo se comunicavam com ele após inalarem uma fumaça química preparada cuidadosamente por uma virgem, facilmente encontrada já que as sacerdotisas de Apollo deviam ser apenas para o Deus e portanto virgens.
Após diversas pesquisas junto a algumas sacerdotisas foi revelado que este feitiço só pode ser realizado sem varinhas, pois estas não agüentariam o nível de magia que seria usado para a realização do feitiço.
Tentativa de diversos bruxos provaram que este feitiço pode ser realizado apenas por N pessoas competentes e que a fumaça usada pelas sacerdotisas era apenas necessária quando a comunicação era com os Deuses, não sendo necessária para outros intuitos.
Para realizar este feitiço é necessário um espelho de corpo bacias com água ao redor dos espelhos e que as pessoas capazes de fazê-los alinhem-se corretamente e façam os selos abaixo citados na ordem correta.

(Imagens não funcionaram aqui)

Deve-se fazer este feitiço fazendo com que o chakra do seu corpo expandasse por dentro do circulo de bacias de água.”

- Por acaso vocês tão achando que algum de nós é capaz de realizá-lo? – pergunta Hermione um tanto zombeteira
- Parece que você não conhece tão bem as pessoas daqui Hermione. – disse Isaias olhando a todos – Três de nós fariam isso facilmente caso tivessem controle do seu chakra, mas apenas um pode fazer isso agora. Eu.
- Mas Isaias você vai perder muita energia. – fala Juliana
- Não se preocupe Juli. Estou preparado. – diz Isaias pensando “Isso porque ela não sabe que são necessários os 3 juntos.”
- Se você insiste em fazer isso. Precisaremos achar um lugar melhor. Um local onde ninguém entre alem de nós e onde possamos fazer isso calmamente.
Minutos passaram mas todos ainda estavam pensando em um lugar..através de um silencio pesado.
- Harry. Existe um lugar. – disse Thiago – A Sala dos Fundadores.
- Mas é claro! – exclamou Harry
- Vamos pessoal. Encontramos o lugar. – respondeu Isaias pegando o Mapa do Maroto das mãos de Harry e os guiando desviando de professores e fantasmas.
- Harry você lembra tudo? – perguntou Isaias quando ficaram frente a frente com a estátua de Hebe
- Claro. – disse ele coçando a cabeça
- Harry.. – disse Hermione olhando o Mapa
- Eu lembro, eu lembro.
- Ai, ai, Harry. – disse Thiago passando a frente da estátua que se mexeu e o olhou - *Oráculo dos Deuses*
Após dizer a senha a estátua acenou positivamente levantou e abriu espaço para eles entrarem em um corredor estreito que os guiou para um grande salão com diversas estátuas de Deuses e semi-deuses. Thiago se dirigiu para frente da estátua de Zeus e disse – *Olimpo* - A estátua de se levantou e seguiu até uma tapeçaria que se abriu mostrando uma grande escadaria pela qual todos subiram.
- Uau! – disse Rony ao observar o grande salão(Descrição no Cáp4)
- Bem-vindos A Sala dos Fundadores. – disse Harry
- é tão magnífico quanto o livro dizia. – disse Isaias chegando próximo ao quadro de Godric Gryffindor que sorriu e balançou a cabeça cordialmente.
- Como vocês sabiam deste luga? – perguntou Luna
- Segredo. – disse Harry piscando o olho
- É acho que o lugar é bom. Pelo menos por enquanto, afinal não podemos usar este local durante muito tempo.
- Porque não? – perguntou Gina
- Se nós tivermos que treinar aqui provavelmente este lugar viria a baixo, assim como Hogwarts.
- Pessoal. Depois conversamos sobre isso. – disse Harry – Nós não sabemos o que ira acontecer quando falarmos com Galadriel, mas eu aconselho a todos que estejam preparados para uma bomba.
Após um silêncio, onde as mentes deles estavam funcionando a mil por hora Isaias falou.
- Acho melhor irmos, já esta tarde e não tenho condições de fazer este feitiço hoje.
- Você esta certo. – disse Harry – Amanha quem ainda quiser falar com Galadriel, esteja aqui as vinte horas em ponto.
- Harry e o Mapa do Maroto? – perguntou Hermione
- Não há ninguém a vista, apenas Madame Norra no salão principal. Nada demais. – disse Harry olhando o mapa e parando em um ponto na Sonserina que indicava Draco Malfoy.
- O que houve Harry? – perguntou Isaias olhando também
- O Malfoy está impaciente, andando de um lado para o outro.
- Parece que as investidas da Lyra estão dando efeito. – disse Isaias rindo.








N/A(Zay_Lion): AI pessoas ! Não me matem!! Eu sei que este capítulo não ta la essas coisas, ma ele precisava ser assim....por favor me perdoem!! Pra aliviar minha barra com vocês que devem estar furiosos, eu vou postar o capítulo 8 hoje de noite ou amanhã....enquanto digito o nove que ainda nem terminei.. :P bom era só isso! Xau e comentem porque apenas votar não é o suficiente!


N/B(Lyra Byrnison): Oi pessoas lindas!!!! Espero a compreenção de todas pelo descaso do meu nobre colega...mas, não o matem, se não ele não escreverá o resto :P
Agradeço imensamente por todos os comments de vcs...e para Nath Malfoy Prepare-se. Terás uma overdose de Malfoy no proximo cap.
Ps.: A partir de agora Isaías será Zay definitivamente porque é mto chato digitar Isaías :P. Enfim. è só procês n estranharem...
Bjinhos

Divulgação de nova fic:
http://www.floreioseborroes.com.br/menufic.php?id=7461
Harry Potter e o Lago Adormecido
Entrem, leiam e comentem!!

Recomendado por mim zay_lion :P

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.