FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

14. De partir o coração


Fic: Apple First Season - Summer Just Began - Completa!


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

14o capítulo: De partir o coração


 


 Parece que Pansy Parkinson não é vista desde o fim de tarde de ontem. Já ouvi milhares de boatos e um deles dizia que ela estava saindo com Terrence e Blaise Zabini também. É impressionante, você só precisa dar um pouco de corda e quando menos espera... BUM! Temos uma nova vadia na escola. Colégio interno não parece tão ruim assim quando você não é alvo dos boatos maldosas das meninas que não tem o que fazer e dos meninos que adoram falar da vida alheia. Mas quem é que não gosta de uma fofoca?


 


Gina deitou na cama pesadamente. Sabia que tinha que almoçar, que só teria duas horas até a próxima aula e que tinha dois capítulos pra ler, mas ela precisava tão desesperadamente dormir que nem as crises de Aurora Sinistra, professora de Astronomia, a fariam ir pra aula.


 Dakota entrou no quarto em uma nuvem de perfume. Na última noite, antes de ir espiar o treino, ela e Gina conversaram por quase meia hora. Até Colin, Hayden e Lyss aparecerem e entraram na conversa também. Seria o início de uma amizade? Brooke e Faith entraram no quarto logo atrás de Dakota.


 


- Vocês não vão almoçar não? – Gina perguntou irritada.


 


- O salão principal parece um forno – Faith explicou – E nós vamos esperar esvaziar um pouco – ela deitou preguiçosamente em sua cama.


 


- Eu não vejo chuva a séculos – Brooke comentou – E tudo parece cheio de terra, sujeira. É horrível.


 


- Eu preciso ler o livro que o Burbage me passou – Faith falou.


 


- Quantas matérias você faz afinal? – Dakota perguntou – Porque pelo que eu saiba todo mundo escolhe nove entre as doze que a escola têm. Porque Quadribol só quem está no primeiro ano tem.


 


- Eu faço dez – Faith falou – É uma correria, porque eu não tenho horário livre como os outros. Meus horários estão cheios das oito da manhã até as cinco e meia da tarde. Mas eu gosto de estudar.


 


- Você é tão pirada – Brooke riu – O que você faz?


 


- Poções, Feitiços, Transfiguração, História da Magia, Defesa Contra as Artes das Trevas, Estudo dos Trouxas, Astronomia, Adivinhação, Herbologia e Aritmancia – Faith enumerou – Minhas preferidas.


 


- Devia ter trazido meu mini-pufe – Gina resmungou – Sinto falta do meu bichinho. Não sei porque não trouxe.


 


- Ele é chato, por isso – Faith riu.


 


- É chato mesmo – Brooke concordou – No ano passado eu e a Lyss quase matamos o Arnaldo.


 


- Arny – Gina falou – Ele me fazia companhia.


 


 Gina suspirou. A escola estava sendo uma loucura tão grande que ela realmente queria voltar na última semana de férias. Talvez se não tivesse saído com Terrence Grant, arrumado mais briga com Sonserinos e armado um plano de vingança que tirava suas horas de sono.


 Que mentira! Ela sabe que se voltasse no tempo faria tudo daquele jeito. Ela sorriu. O melhor de tudo era saber que Draco Malfoy andava tão preocupado com o próprio umbigo, que havia se esquecido dela.


Ou talvez não.


 


 ***


 


 Draco fazia flexões, com Scarlett sentada em suas costas. Eles deveriam estar almoçando, mas ninguém mais agüentava o salão principal. As aulas de Herbologia estavam canceladas porque a temperatura lá era alta demais, nas aulas de Adivinhação, agora, todas as janelas ficavam abertas e não tinha aqueles irritantes incensos por todos os lados.


 Eles estavam perto do campo de quadribol, onde as imensas árvores proporcionavam muita sombra. Blaise estava sentado na grama, fazendo mais táticas de jogo em um pergaminho amassado e Terrence dormia. Pansy se recusara a sair do quarto.


 


- Vocês acham que ela vai ficar bem? – Scarlett perguntou enquanto olhava suas feias unhas roídas. Ela tinha que parar com essa mania.


 


- Acho que sim – Draco ofegou – Ela sempre fica bem.


 


- Não dessa vez – ela falou pensativa – Todo mundo sabe que, assim como você, a Pansy é um muro de gelo. Acho que ele está todo partido no momento.


 


- Então coloca no frizzer – Blaise falou, mostrando que estivera prestando atenção na conversa – Você faz cada analogia sem noção.


 


 Bem, Gina realmente falou que o gelo ia começar a se partir. Pansy parece ter sido a primeira a afundar. Ruim pra ela.


 


- Eu to falando sério gente. A Pansy nunca vai se recuperar desse escândalo, vocês já ouviram o que estão dizendo?


 


- Pelo menos já ouvi um monte de gente cantando a música da Weasley – Draco falou com um sorriso maldoso. Seus braços estavam começando a doer – Ela também deve ter gostado... Porque... – ele ofegou – Já sabem o nome dela pelo menos.


 


- Aquela vadia – Scarlett sibilou – Deve estar rindo com as amiguinhas babacas agora mesmo – ela deu uma olhada em Terren, dormindo serenamente – Odeio mesmo aquela garota.


 


 Draco parou, os braços flexionados. Será que Gina Weasley tinha alguma coisa a ver com isso? Ele balançou a cabeça, rindo por pensar em algo tão ridículo. Ela jamais seria tão capaz desse jeito. Afinal, o que ela era além de uma Weasley com péssimo gosto para amigos?


 Ela é uma mulher com vontade de se vingar. E ninguém jamais deve duvidar do potencial de alguém nessas condições. Nem mesmo Draco Malfoy.


 


 ***


 


 Hermione olhou para Hux, conversando com várias garotas. Ele sorria exageradamente para todas elas. O encanto entre os dois estaria quebrando? Harry olhou curioso para Hermione.


 


- Já almoçou? – perguntou.


 


- Já – ela suspirou, dando mais uma olhada em Hux – Quer fazer alguma coisa? Temos um tempo ainda até a próxima aula.


 


- Rony sumiu de novo – ele comentou enquanto levantava – Você acha que ele está com algum problema e não quis nos contar?


 


- Nunca – Hermione riu – Ele não sabe guardar segredos desde que o conhecemos.


 


 É, talvez Hermione precise rever seus conceitos.


 


- Eu preciso começar a fazer o trabalho da Sinistra – Harry falou pra ela, colocando a mão na cintura dela. Foi um gesto amigável, mas Hux, do outro lado do salão, não gostou nem um pouco.


 


- Não acredito que você vai começar a fazer o trabalho com uma semana de antecedência – ela sorriu – Não vai deixar nada atrasado?


 


- Você sabe como é, preciso deixar tudo em dia.


 


 Os dois saíram do salão comunal meio abraçados, parecendo dois namorados. O casal mais bonitinho de Hogwarts. E mais previsível também.


 


 ***


 


- Aquela ali não é sua namorada? – Draco perguntou para Blaise. Ele tinha parado com as flexões, e estava deitado no chão agora – Ela e o otário do Weasley. Estranho, não acham? – perguntou maldoso.


 


- Como é? – Blaise ergueu os olhos – Cadê a Wynter?


 


- Eles parecem suspeitos, não acha? – Scarlett perguntou pra ele.


 


 Blaise levantou, deixando o pergaminho caído na grama. Ele andou apressado até a namorada. Draco e Scarlett trocaram olhares maldosos, pensando provavelmente a mesma coisa.


 


 ***


 


- Alguém pode nos ver Wyn – Rony falou pra ela, enquanto a seguia pelo jardim – Você age como se quisesse ser pega.


 


- Claro que não Rony – ela se virou pra ele, diminuindo o passo – Porque eu ia querer ser pega? Só quero ficar com você em um lugar mais sossegado.


 


 O sol forte quase cegava Rony e ele não percebeu que um irado Blaise Zabini se aproximava deles. Nem ele nem Wynter.


 


- Você contou pra alguma amiga que estamos saindo juntos? – ele perguntou.


 


- Não – ela suspirou – Também não contei que o babaca do Blaise me enganou com a Sorley. Não que eu ligue, claro.


 


 Ah tá.


 


- Então eu vou ser seu segundo até quando Wynter? – ele perguntou, parando de andar – Pensei que fossemos ter uma coisa séria, mas os dias estão passando e você continua saindo comigo e com ele.


 


- Rony eu... – ela começou a falar.


 


- O que está acontecendo aqui? – Blaise perguntou de supetão, pegando de surpresa os dois – Eu estou atrapalhando alguma coisa, Wynter?


 


- Não seja ridículo Blaise – ela sorriu, revirando os olhos numa perfeita imitação.


 


 Ta, mas ele é um Sonserino Wyn. Não vai acreditar em tão pouco.


 


- Não sou estúpido Wynter. Vocês estavam indo para as áreas desertas da escola, não é? Eu quero saber agora mesm...


 


- Ron! – Dominique gritou enquanto corria até ele – Procurei você mi mor.


 


 Rony arregalou os olhos para a francesa. Wynter e Blaise os olharam curiosos. Dominique se virou para Rony e o beijou.


 


- Vocês estão atrasados – ela disse para Rony e Wynter em um carregado sotaque – Estava no corujal esperando.


 


- Desculpe... – ele murmurou confuso.


 


- Viu só? – Wyn sorriu vitoriosa para o namorado. O oficial, digo – Você dando tanto escândalo por nada.


 


- Me desculpe – Blaise sorriu pra ela – Quer dar uma volta?


 


- Claro – ela sorriu – Tchau Rony e Dominique.


 


- E como é Ron? – Dominique sorriu pra ele assim que o casal se afastou – Eu já estou percebendo vocês há muito tempo. É muito feio ser adúltero.


 


- Porque eu nunca acho que você fala inglês? – ele murmurou irritado.


 


- É verdade – ela falou séria – Eu se que você no gosta mui de mi, mas no importa. Salvei você de um flagrante.


 


- Te devo essa – ele sorriu pela primeira vez para ela. Sentindo um pouco de simpatia por ela – E só por isso não vou discutir com você, mesmo se começar a falar em francês.


 


 ***


 


 Gina foi até o corujal e mandou para Zacarias Smith as fotos do último treino. Não tinha visto ele o dia todo, então essa foi sua última opção. Depois de dormir a tarde toda, ela já se sentia preparada para a espionagem da madrugada.


 Desceu as escadas e foi para o castelo, mas seguindo o caminho para a Torre do Relógio. Ela ouviu sussurros e se aproximou devagar, a câmera nas mãos já que podia ser alguma novidade. Desde que começara a espionar a Sonserina, Gina sempre tinha a câmera em mãos. Era prático e certeiro.


 


- Pansy você precisa dar as caras – ouviu Draco Malfoy dizendo – Todo mundo está falando de você, e não é de se duvidar.


 


- Draco eu não posso – ela sussurrou. Gina percebeu que Pansy estava chorando – Eles ficam me encarando.


 


 Peraí! Pansy Parkinson, a princesa Sonserina, está chorando mesmo? Dizem que a última vez que ela chorou foi aos onze anos. Quando levou um enorme tombo na aula de quadribol. Pansy quebrou uma perna e ralou quase todo o corpo, mas quando perguntaram porque estava chorando ela disse que era de vergonha.


 Vai entender.


 


- Deixa de ser ridícula. Boatos são só boatos Pansy... Não dá para evitá-los. Até parece que todo mundo fala bem de você.


 


- Você não entende – ela fungou, Gina espiou – Eles me acham a maior vadia! – ela sibilou.


 


 Gina segurou uma risadinha. Ah, ela era uma vadia mesmo. Pansy estava de partir o coração. Não havia nada de bonito nas suas roupas compridas e no cabelo preso de qualquer jeito.


 


- Pansy eu não vou fazer mais nada por você – ele sussurrou irritado – Você faz idéia de que está andando escondida pelo castelo? Matando aula... Fazendo os elfos levarem comida pra você no quarto.


 


- Me deixa Draco – ela o empurrou levemente – Vou voltar pro quarto. Só fui mandar uma carta pra minha mãe. Tchau.


 


 Draco não respondeu o tchau dela. Encostou a cabeça na parede e respirou pesadamente. Gina guardou a câmera e fez barulho enquanto andava até ele. Ela geralmente tinha medo de se aproximar dele, principalmente porque nunca sabia responder à altura.


 


- Feliz Weasley? – ele perguntou quando ela passou.


 


 Gina parou de andar.


 


- Que foi? – perguntou, virando-se pra ele.


 


- Isso mesmo. Você está explodindo de felicidade, não é mesmo? Todo mundo curtiu com a sua cara de trouxa e agora você está vendo a Pansy desse jeito. Eu sei que você ouviu a conversa.


 


- Você não é tão esperto quando acha, sabe? – ela arqueou a sobrancelha – Não é mesmo.


 


- Corta essa, nós dois sabemos que eu sou – ele a olhou com desdém – Você é uma criança ainda.


 


- Você não é tão mais velho assim – ela cruzou os braços – Você é um completo otário, Malfoy.


 


- Você vem me falar de otários? – ele riu sarcástico – Dá uma olhada nos seus amiguinhos Weasley. Eles sim são otários.


 


- Idiota – ela murmurou com raiva.


 


- Qual o problema? – ele segurou os braços dela, prensando-a na parede – Não vai me dizer que você ama o Terrence e que nós partimos seu coração – disse irônico – Nós dois sabemos que você nunca gostou dele.


 


- Você não pode ter tanta certeza.


 


- Na verdade, eu tenho certeza – ele sorriu maldosamente – Você tem muito pra aprender Weasleyzinha. Não faz nem idéia.


 


- Deixa ela em paz Draco – alguém falou. Os dois se viraram ao mesmo tempo, vendo Harry e Hermione a alguns metros deles.


 


 Draco empurrou Gina rudemente, lançando-a na direção dos dois.


 


- Pode ficar com ela Potter – disse maldoso – Assim você consegue ficar com a garota que chutou e a outra que ainda quer pegar.


 


- Cala a boca Malfoy! – ele retrucou, puxando Gina pela mão – Vamos – ele falou pra ela.


 


- Eu disse que você ainda tinha muito a aprender Weasley – ele gritou as costas dela – Você continua precisando de um herói pra tudo, não é? – Gina se virou e o encarou mortalmente. Draco sorriu sarcástico. Ela foi embora.


 


 


Nota da Autora: Postado girls. Cap duplo pq eles estão bem curtinhos. Muito obrigada pelos coments e comentemmm muuuito agora hein? Postei na Eurotrip tb. Espero q gostem do cap.



beijinhussssssssssssssssssssssssssssssss 


 


 


 


 

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.