FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

6. Revelados


Fic: ACERTANDO AS CONTAS


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Capítulo 6 – Revelados.



_Ainda não entendo porque nós temos que ir ao modo trouxa, Weasley! – Harry discutia com Rony pela quinta vez.

_É simples Potter – o ruivo bufou impaciente – você e a agente Parkinson estarão seguindo o suspeito desde o momento do embarque. E o suspeito é trouxa!

_Ta... e eu não entendo outra coisa. – Harry ia continuar mas foi impedido por um Rony nervoso.

_Olha aqui, se você tem problemas com sua missão sugiro que comunique seu chefe. – Rony falou levantando-se e sendo seguido por Harry no corredor.

_A questão é que Alex Marshall não é burro. – Harry insistia seguindo o ruivo – ele vai perceber que estamos seguindo-o.

_Isso deve ser discutido com o Malfoy e... – Rony abria a porta da sala de Draco, mas parou de falar abruptamente ao ver o que ocorria no escritório do loiro – O QUE ESTÁ ACONTECENDO AQUI?

_Weasley, eu... – Draco falava embaraçado pelo susto e Gina, que antes estava em seu colo, tentava inutilmente ajeitar os cabelos.

_QUE DIABOS VOCÊ ESTÁ FAZENDO COM A MINHA IRMÃ? - perguntou um ruivo furioso.

_Calma Rony. – Gina falou prostrando-se na frente do namorado – nós podemos explicar.

_Explicar? Você... ele... há quanto tempo? – o ruivo disse tentando se acalmar. Não era prudente zangar-se com sua irmã deste jeito, ela já era adulta. (N/A: A voz da razão do nosso amado Roniquito! Rs)

_Alguns meses. – Draco falou – não sabíamos como contar. O erro foi meu.

_O que está acontecendo aqui? –Mione falou entrando e olhando para os outros nervosamente.

_Gina e o Malfoy. Juntos. – foi tudo que Rony conseguiu dizer.

_Como ele descobriu? – Mione perguntou a Gina.

_Você sabia? – Rony enfureceu-se.

_Saber eu não sabia, mas desconfiava. – ela respondeu e antes que o
marido protestasse – não poderia te contar algo que não tinha certeza, não é.

_Certo. Mas agora o problema é outro. – ele virou-se para Draco. – quais as suas intenções com a minha irmã? – perguntou feito o irmão protetor que ele era.

_Ai, Rony. Pare com isso – Gina disse entediada – eu já sou adulta, sabia?

_E eu ainda sou seu irmão mais velho, sabia? – ele respondeu num falsete imitando a voz da ruiva, que bufou. – então Malfoy? Estou esperando.

_Podem nos dar licença? – Draco falou aos demais – preciso conversar com o Weasley. – e todos saíram, menos Gina. – você também amor. – Rony bufou ao ouvir o modo como ele chamou sua irmã.

_Mas... ah, está bem. Eu saio. – Gina disse indo até a porta – mas grite de precisar de ajuda. – ela saiu rindo. Draco riu também, mas parou assim que avistou a cara de Rony.

_Estou realmente surpreso. – Rony disse alguns segundos depois de todos terem saído cortando o climão que se instalou na sala.

_Surpreso? – Draco perguntou sem entender.

_O que foi você chamando a minha irmã de... amor? – o ruivo riu.

_Qual a graça Weasley? – Draco perguntou emburrado.

_Isso. Você nem consegue me chamar pelo nome e acha que pode ter algum envolvimento sentimental com a minha irmã? – Rony falou às gargalhadas.

_E o que você tem a ver com meu ‘envolvimento sentimental’ com a Gina? – Draco perguntou alterando-se.

_Tem que eu sou irmão dela. Mas isso você já sabe. – Rony falou sério.

_Sei e sinceramente não me importo. – o loiro gesticulou.

_Não se importa? Tem certeza? – Rony perguntou ligeiramente perplexo.

_Onde está querendo chegar? – Draco perguntou irritado.

_No ponto que você terá que entrar para esta ‘adorável’ família, os Weasley. – ele enfatizou bem o sobrenome - Ou você pensa que pode se envolver com a Gina sem nenhum tipo de ‘compromisso’?

_Eu não lhe devo satisfações, mas ainda assim vou lhe falar: minhas intenções são as melhores. Pode acreditar. – o loiro confessou a contragosto.

_E COMO você espera que eu acredite nisso? – Rony perguntou alterado.

_Olhe. – Draco dizia mas parou e puxou uma caixinha pequena de veludo negro de uma das gavetas de sua mesa – abra. –ele disse e Rony quase caiu para trás na cadeira ao ver o tamanho daquele brilhante.

_Malfoy? Está me pedindo em casamento? – o ruivo perguntou num misto de pânico e risadas.

_Você não seu anormal! –Draco riu – sua irmã. E então? Você deixa eu me casar com ela?

_Bom, se você acha que pode me comprar com este anel... eu vou pensar. – o ruivo disse por fim levantando-se da cadeira. – mas de qualquer forma a decisão é dela. – disse saindo por fim.


***********


_Mione, eles estão demorando muito – a ruiva torcia as mãos nervosamente, e antes da morena responder puderam ouvir a voz de Rony.

_... mas de qualquer forma a decisão é dela.

_Até que enfim você saiu. – Mione falou impaciente.

_O que houve? Draco está bem? Se você o machucou eu... – Gina nem terminou de falar, pois o loiro saiu da sala.

_Eu ainda estou vivo. – ele falou rindo.

_Seu noivo está inteiro Gi, pelo menos por enquanto. – Rony disse sério.

_O que você quer dizer com isso Rony? – Mione perguntou abruptamente.

_Que a Gina ainda tem mais 5 irmãos pro Malfoy enfrentar. – ele riu
quando o loiro ficou pálido de repente.

_Draco? Você está bem, amor? – Gina perguntou segurando-o pelo braço.

_Sim, eu tô legal. – ele disse recuperando-se (ou tentando pelo menos) – onde está o Potter?

_Na sala dele. – Mione respondeu. – quer que o chame?

_Não precisa. Diga-o para ir pra casa. A viagem de amanhã será longa. – o loiro disse entrando no escritório novamente e sendo seguido pela ruiva.


***************


_Draco, você está bem?

_Sim, é só que... – ele hesitou – eu tinha me esquecido.

_Esquecido? Do que? – ela perguntou sem entender.

_Do restante dos seus irmãos... – ele falou ainda pensativo.

_E qual o problema?

_Acho que nosso casamento nunca irá acontecer. – ele falou seriamente.

_Casamento? Que casamento? - “Acho que ele ficou maluco!” ela
pensou enquanto Draco tirava a caixinha de veludo de dentro do bolso.

_Virgínia Molly Weasley... – ele começou e ela arregalou os olhos levando as mãos à boca – quer casar comigo?

_Draco, eu... SIM! Lógico que sim! – ela falou com lágrimas de felicidade nos olhos o abraçando.

_Eu amo você, minha melhor agente. – ele falou no ouvido dela, fazendo-a rir.

_Eu também amo você. – ela disse beijando-o – melhor agente, é?

_Com certeza. – ele disse num sorriso sexy. (N/A: ai Deeeeeeeeeeeeus!!! Ainda morro com ele!)

_Que a Pansy não te escute então. – ambos riram.



********************


_Com licença. – a cabeça morena de Mione apareceu de repente na porta.

_Entra, Mione. Pode entrar. – Harry falou distraído enquanto lia uns pergaminhos.

_Ãhn... – a morena estava embaraçada. Fazia anos que não ouvia seu apelido da boca de Harry, seu ex-melhor amigo.

_O que foi Sra. Weasley? – ele falou aparentemente sério a fitando com interesse – aconteceu algo?

_Malfoy disse para ir pra casa. – ela falou num tom formal e distante.

_Porquê? – ele perguntou.

_Disse que você e a agente Parkinson precisam estar descansados para a missão amanhã.

_Sim, claro. Só vou terminar de ler isso aqui – ele apontou para alguns pergaminhos na pasta encima da mesa – e já vou. – ele disse e ela fez menção de sair – Ah, obrigada pelo recado. – ele agradeceu e ela sorriu sem jeito.


****************

_Pansy? – Rony disse enfiando a cabeça no escritório da morena.

_Fale. – ela respondeu de costas para o ruivo.

_Malfoy mandou você ir pra casa. Disse que precisa descansar para a
missão de amanhã. –Rony falou e a olhou intrigado – Você está bem?

_Sim, obrigada por perguntar – ela mentiu com um sorriso e Rony fingiu acreditar.

_Bom, era só isso. Boa sorte amanhã. – o ruivo disse saindo da sala.

_Ok. – foi tudo que a morena conseguiu responder antes de aparatar em seu apartamento.

Chegando lá todo o vazio que sentia em relação a sua missão veio-lhe a mente. E o silêncio daquele apartamento não ajudava a manter sua mente longe de certas lembranças...



***FLASHBACK***


_Preciso falar com você. – Gina disse num tom de voz urgente enquanto invadia a saleta do café do departamento.

_Hei, vai com calma aí Weasley. – Pansy disse tentando salvar seu copo de café da ruiva alvoroçada.

_Adivinha quem está vindo pra cá? – a ruiva disse com um brilho estranho no olhar.

_Não faço a mínima. – a morena respondeu enquanto uma outra morena, desta vez com cabelos mais enrolados e longos, adentrava a minúscula saleta.

_Potter.

_O que tem o Harry? – Mione perguntou bebericando seu café.

_Tem que este canalha está voltando para Londres. – a ruiva comentou demonstrando certa insanidade. (N/A: exagerei... ^_^).- vem ajudar nas investigações sobre o Expresso.

_E? – Pansy perguntou desinteressada.

_Bom, eu não sei vocês, mas eu ficaria imensamente feliz em ver este idiota se dar mal pra variar.- a ruiva disse sorrindo.

_Do que exatamente está falando Gina? – Mione perguntou preocupada.

_Vingança. – ela foi curta.

_Quê? –Pansy perguntou visivelmente sem entender. (N/A: para os leigos... BOIANDO)

_Depois de tudo que eu sofri por causa dele, bem que eu gostaria de vê-lo se ferrar.

_Ah, tá. Harry Potter, o maior conquistador do século, se ferrando por causa de um rabo de saia? – Pansy ria enquanto falava – você só pode estar brincando.

_Não, não estou. E quem te disse que ele vai se ferrar por um rabo de saia? – Gina perguntou num sorriso travesso.

_Então? – Mione perguntou gesticulando para a ruiva prosseguir.

_Será por três. – ela foi simples.

_Três? Que três? – Mione perguntou.

_Nós Granger. – Pansy foi quem respondeu – ainda não entendeu o plano desta ruiva maluca?

_NÓS? – Mione praticamente gritou de surpresa – mas eu sou casada, lembra cunhada? – ela enfatizou bem a última palavra.

_Eu sei disso. – Gina apressou-se em explicar – você será só o chamariz.

_Chamariz pra você por em prática este plano ridículo? – Mione disse já saindo. – Não mesmo.

_Lembre-se do que ele lhe fez e veja se foi ridículo! – Gina foi atrás dela e Pansy as seguiu.- você se lembra Mione, eu sei que ainda guarda uma mágoa enorme por ele ter feito aquilo.

_Sim, guardo, mas e daí? Foi há tanto tempo... – Mione a olhava com os olhos quase lacrimejantes. – e ainda dói lembrar como ele foi um canalha.

_Vamos para a minha sala. – Pansy as guiou – estamos em evidência neste corredor.

_Você não pode dar pra trás. Não pode Mione. – Gina praticamente implorou, já dentro da sala de Pansy.

_Vingança não era o lema da Grifinória. – Hermione comentou casualmente.

_Ah, não. Vai começar... – Pansy disse debochada.

_Mas – prosseguiu a castanha ignorando a frase da Pansy – ele merece uma lição.

_Vai nos ajudar? – Gina perguntou com expectativa. E Pansy observava a resistência de Hermione.

_Desembucha Granger – Pansy disse sacudindo a castanha pelos ombros.

_Sim, eu vou. Agora pára de me sacudir. – ela falou e Pansy soltou-a constrangida – e qual motivo você tem para querer se vingar do Harry, Pansy?

_Odeio gente duas caras. – ela respondeu simples e as outras duas entreolharam-se.




***FIM DO FLASHBACK***


_Como eu consigo me meter nestas furadas? – a morena perguntava antes de recolher algumas roupas pelo quarto e dirigir-se até o banheiro. – algo me diz que esta missão não sairá como previsto.



******************


N/A: Oláááá!!!
Depois de séculos, estou aqui atualizando. Rs Não me matem, ok. Comentem bastante que o próximo cap chega logo, logo... para me redimir, um trecho do próximo cap:

As respirações estavam lentas e sôfregas. Os batimentos cardíacos de ambos eram descompassados. Os corpos estavam se aproximando vagarosamente. Os lábios quase juntos.

Bjus

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.