FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

19. capitulo 18


Fic: Farsas Draco e Mione finalmente cap 23


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

-foi só um feitiço,fica tranqüila sangue ruim,eu não toquei em você,você não me interessa- Draco disse isso e bateu a porta.Falar aquilo lhe incomodava,porque não era o que ele realmente queria  dizer.Draco Malfoy nunca fora bom em auto controle e agora estava sendo testado ao Maximo.Ele havia tomado uma decisão quando acordou:iria agir normalmente e brincar com a confusão dela,assim ele evitaria se envolver com a castanha,e se tivesse ele acabaria por esquecê-la.Mas  sorte,também não era seu ponto forte.


Foi divertido no inicio ver ela desesperada e confusa,foi divertido brincar com a situação e até muito fácil se controlar.Então ela viu a marca,e tudo mudou.Porque Malfoy reconheceu o brilho nos olhos da garota:ela estava assustada,espantada,ela estava com medo dele.E aquilo nem um Malfoy conseguiu agüentar.Ele falou coisas que possivelmente a machucariam,bateu a porta,saiu da casa e então se sentiu completamente perdido no meio da multidão do beco diagonal.


Passado o choque inicial,Hermione começou a pensar com clareza,por mais que detestasse o loiro tinha que admitir que ele tinha a salvado e cuidado dele em seu momento de surto.O mundo dá voltas,ela pensava,agora era ele quem a ajudava quando ela precisou.Seus amigos ,se ainda os tinha,estavam longe,e fora Malfoy quem esteve ao seu lado.Mas não era tudo culpa dele?Talvez.Por mais que tentasse ela não conseguia mais vê-lo com os mesmos olhos.Ele continuava sendo um babaca,mas talvez um babaca mais humano.


Saiu do quarto decidida a agradecer o sonserino quando notou uma coruja se debatendo em uma das janelas,reconheceu o animal como a coruja dos Weasleys,havia duas carta em uma de suas patas.


“Querida Hermione,


Espero que esteja bem,Sabemos que devido aos últimos acontecimentos você se sinta um pouco desconfortável em nossa casa,mas desejamos que esqueça isso e compareça ao casamento de Gui e Fleur.Esperamos você aqui.


  Atenciosamente,


Sr. Sra.Weasley”


“Mione,


Me Mande noticias amiga.Como anda a cobrinha albina?Ok,parei,mas ainda não sei o que você viu nele Mione.Tá tudo bem com você não está?Se ele te fizer algum mal  me diz que vou no mesmo segundo ai e quebro a cara dele!


Vou te deixar a par das noticias,daqui a dois dias é o casamento da Fleuma,e ela está mais insuportável do que de costume.Eu beijei o Harry mais uma vez!


Ah...e ainda tem o testamente o Dumbledore,ele te deixou alguma coisa,mas o Rony não quer te dar.Eu já falei como o meu irmão é idiota?


Bom,eu ainda espero que tome juízo e saia daí e volte pra toca,mas você quem sabe.


Beijos da sua amiga Gina”


Hermione riu com a carta da amiga,mas ficou intrigada.Dumbledore havia deixado algo para ela em seu testamento?o que seria?Ela deixou as cartas em cima da poltrona e se dirigiu a cozinha para preparar um almoço descente quando foi surpreendida por Malfoy que acabava de entrar na sala ensopado de chuva.


 


-Oi- murmurou a castanha um pouco sem graça.


-Oi- ele acenou com a cabeça.


-por que está tão molhado?-ela perguntou para puxar algum assunto.


-Corria na chuva- ele respondeu simplesmente.


-Faz isso sempre?


-o que?


-Correr na chuva?


-Faço.


Então por alguns minutos eles ficaram em silencio apenas olhando um para o outro.Draco achava graça da tentativa de conversa da garota e Mione só conseguia pensar em como lindo Draco ficava com os cabelos molhados e desalinhados as vestes cinzas ensopadas.


-Quer alguma coisa Granger?-ele perguntou com um sorriso torto- Ou só está me admirando?


-Quero- ela respondeu sem conseguir tirar os olhos dele


-O que?-ele perguntou com uma das sobrancelhas levantada


-Te agradecer-ela sorriu- por ontem-Ela parou um pouco e olhou pro chão.Depois de pensar um pouco ela levantou a cabeça e disse com um esforço notável-E me desculpe pela minha reação.-Ela voltou a abaixar a cabeça um pouco ruborizada.


-Ah..era isso.Está agradecido então,e desculpado-ele disse e se virou em direção ao quarto.-Ah...Granger?


-Sim?


-Se arrume, vamos almoçar fora hoje ok?Acho que ainda precisamos de um pouco de divulgação-ele torceu a boca de forma que Mione não conseguiu identificar se era um sorriso ou não.


-Por mim tudo bem,aonde vamos?


-Um pequeno restaurante no Beco diagonal,algo simples e bem movimentado,e te deixarem longe do álcool dessa vez-ele riu da própria piada,mas ao ver a cara enfurecida da castanha,continuou -Ok,comentário dispensável.Esteja pronta daqui a vinte minutos Granger- e dizendo isso sumiu na porta mais próxima.


Hermione não demorou muito para se arrumar,vestiu um dos vestidos novos ,um azul marinho com corte delicado,na altura dos joelhos ,um pouco decotado e com detalhes em branco,uma capa comprida e pouca maquiagem.Já havia mais de 30 minutos que ela tinha terminado de se arrumar e Malfoy ainda não tinha saído do quarto.


 Quando finalmente Draco saiu do quarto vestia mais uma vez com vestes negras,o cabelo estava penteado da mesma maneira como sempre,e um sorriso no rosto.Hermione tentou ignorar o sorriso e comentou cheia de sarcasmo:


-Ora,ora...Se não é a cinderela...você demorou mais de meia hora para se arrumar Malfoy


-Cada vez mais simpática Granger -ele disse com um sorriso irônico- Acho que a sua convivência comigo anda lhe fazendo muito bem.


-Só não entendendo porque tanta demora se você se veste sempre igual,vestes negras,o mesmo penteado,o mesmo tipo de sapatos...


-Ei,agora você quer me ensinar noções do moda?E só para saber isso que eu visto custa uma fortuna Granger e está na moda,uma trouxa como você não entenderia


-Pelas calças de Merlin Malfoy!Você parece minha tia Agustina falando assim!-Ela disse caindo na gargalhada


-Anda logo Granger -Draco fingiu uma postura irritada,mas segurava-se para não rir.Afinal ele não demorou tanto tempo só para pensar,ele apenas precisava resolver alguns detalhes de seu plano,porque certas coisas estavam fugindo de seu controle.


O restaurante como Draco dissera,era um lugar simples e lotado,porem aconchegante,com lareiras e paredes de tijolinhos vermelhos e poltronas confortáveis .Eles ocuparam uma mesa próxima a janela e a um pequeno jardim de inverno.


-É um lugar bem legal, bastante bonito- A garota comentou para puxar conversa


Ele sorriu- É,tem o que nós precisamos,fofoqueiros.Aqui está cheio de fofoqueiros.


-Ah...claro -Mione suspirou desanimada - para o nosso teatrinho.


-Granger,você precisa se animar,para que o “nosso teatrinho “ dê certo.Não é tão difícil,afinal você está almoçando com o cara mais lindo de toda Hogwarts- ele disse sorrindo confiante e apontando pra si mesmo.


-Você deveria procurar um pouco de modéstia,Sr.”gostosão Malfoy” –ela riu ironicamente


- Bom,sorrindo está melhor,mas não utilize toda essa ironia sabe-tudo,porque não lhe cai bem,não depois de passar uma noite inteira delirando e chamando por mim- O loiro levantou uma das sobrancelhas e deu um sorriso torto.


-O que você disse?-ela perguntou levemente irritada


-o que você ouviu Granger,ontem a noite,você delirava-Ele falou de forma tão convincente que até ele mesmo poderia acreditar.


-Eu...eu...delirava?O que foi que eu falei?-A garota sentiu as fazes queimarem,estava ficando vermelha de vergonha.


-Hm..vejamos,algo como “eu amo o Malfoy” Ele é tão gostoso” “ai...eu me derreto com aquele loiro” “Mas como o mundo é cruel,uma perfeição como aquela jamais irá me querer” “por Merlin ele é o maior gostosão” – Era uma cena bastante cômica.Draco imitava de maneira exagerada um suposto delírio de Hermione,e a garota por sua vez espumava divida entre a raiva e a vergonha.


-Eu não disse isso Draco Malfoy- A garota tentava manter uma postura séria.


-Você disse,Hermione Granger,Você disse sim,disse até mais,mas não vou repetir o resto para não te constranger- ele disse com uma cara sacana


-Eu desisto Malfoy.Por que você tem que ser tão babaca?É claro que eu não falei nenhuma dessas mentiras- Agora ela estava realmente irritada- Nem sequer te acho bonito.


-Não precisa mentir Granger,você pode até não ter delirado essas coisas,mas não negue o fato de que me acha terrivelmente lindo.


-Você é muito presunçoso,Malfoy.Quem te disse que eu te acho lindo ou qualquer coisa do gênero?


-Isso,cara Hermione,eu posso provar-Então Draco se aproximou perigosamente do rosto da garota e lhe beijou.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.