FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

2. Voltando ao tempo - 1ª parte


Fic: NC-18 - O obscuro segredo de Harry Potter


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

VOLTANDO AO TEMPO PARA MELHOR ENTENDER A "FUGA DE HARRY" 

As comemorações estavam por toda parte, a única parte ruim da coisa, era que o St. Mungus estava lotado de pessoas feridas, e o engraçado que apesar de feridas elas estavam felizes. Até o clima do hospital era de certa forma festivo. Harry estava feliz e irritado. Hagrid, contra sua vontade o fizera ir ao hospital, devido à gravidade de seus ferimentos.. ele estava nervoso..

Rony e Hermione estavam menos machucados, estavam na enfermaria... o clima entre os Weasleys era estranho... um filho morto em batalha.... mas estavam todos ali. Harry queria se livrar logo daquela cama e daqueles curandeiros e ir atrás de todos, de alguma forma, se adiantasse, pedir desculpas aos Weasleys por Fred.. aquilo dilacerava sua mente. 

Ele passou a mão pela cicatriz e ela agora era fria.... fria como gelo. 

O curandeiro veio examinar um ferimento particularmente profundo que ele tivera no tórax, ele estava sendo examinado e bandagens estavam sendo colocadas quando ele ouviu gritos no corredor 

---- Escute aqui enfermeira.. eu vou entrar, nem que tenha que te estuporar.. vou ver Harry e nada vai me impedir de fazer isto entendeu???? a voz de Hermione era poderosa. 

Harry riu, e a dor no peito aumentou. A porta do quarto se escancarou e Hermione veio toda desajeitada com um curativo na cabeça e o braço em uma espécie de tipóia e avançou para ele. O curandeiro estava até meio perdido com os gritos da garota segundos atrás e havia parado de tentar fechar o corte de Harry. 

Ela avançou para ele e dise: ---- Por Merlim, você está muito machucado Harry... tá doendo? Disse ela com os olhos assustados... Harry tentou puxar o lençol para cima mas foi impossível, ela havia se sentado em cima do lençol na beira da cama. 

--- O Sr. já tentou o pó de candamarcensis ??? ela perguntou nervosa 

----- Srta. primeiro tentamos os procedimentos normais do hospital, este pó é raro e é usado em cirurgias somente... e em casos extremos!!! Ela ficou vermelha e mexendo numa bolsinha minúscula que tinha pedurada junto ao quadril disse: 

---- E isso não é extremo????... Escute aqui, pode não parecer... porque ele é meio idiota quando se trata da vida dele, mas isso deve estar doendo demais... e acho que não temos tempo para terapias alternativas....  

---- MIONE - gemeu Harry --- Fica quieitinha e deixa ele trabalhar.... ela sabia que ele estava com dor. 

---- Harry já passei por coisas demais hoje, eu VI você morrer hoje, e tudo que menos precisa hoje é sentir dor.. então: 

---- Petrificus Totalis - ela apontou a varinha para o curandeiro que caiu duro no chão 

----- MIONE - você enlouqueceu??? Ele tentou se levantar mas foi inútil .Gemeu e ficou branco de dor e o corte começou a sangrar profusamente. Hermione já estava com um vidro com um pó na cor ocre e pediu para que ele ficasse deitado. 

Ele obedeceu, mas não saiu uma palavra da boca dele, ela removeu a atadura que o curandeiro havia colocado e todo unguento que ele havia colocado ali e limpou a ferida com cuidado. Ele a olhava , perdido em pensamentos.... 

---- Agora fiquei quieto.... toma morde isto aqui.. ela passou o que tinha sido a "camisola de hospital dele"  esse pó de candamarcensis é eficaz mas dóis pra burro. Ele obedeceu, ainda mudo e sem saber onde ela havia conseguido aquilo. 

---- Acho que sou forte o suficiente pra aguentar.. disse ele teimoso.... ---- Fica bonzinho e segue meu conselho disse ela colocando o pó na mão e fechando-a para espalhar ele por igual por toda extensão da ferida.... Ele continuava observando-a.... 

Quando ela derrubou o primeiro punhado ele quase desmaiou de dor.... ficou sem fala e agarrou os lençóis em uma tentativa desesperada de se conter.... 

---- Desculpe ela disse, larga de ser teimoso...

Ele nem pestanejou , mordeu o pano do lado e deu sinal para ela continuar.... a dor era terrível, ele sentia todas as camadas de músculo e pele se fechando como se tivesssem sendo costurada sem anestesia...  

Ela o olhou penalizada.. lágrimas involuntárias saiam dos olhos dele e a ferida foi se fechando, era um processo lento e dolorido.. mas saudável... não infeccionava, não precisava de tratamentos alternativos... não precisava de bandagens, mas a dor era incrível.

Ela passou a mão pelos cabelos dele, numa tentativa de confortá-lo e estranhamente ele sentiu a dor ir embora. Ela limpou as lágrimas de dor dele e o beijou na cicatriz e murmurou: 

--- Me desculpe... fugi da enfermaria pois sabia que eles não usariam isto em você... é muito raro e é usado em casos extremos somente ... e .... er ....  e pra mim .. você é um caso extremo... ela disse tentando sorrir.

Ele se voltou pra ela e apontou para o curativo dela e disse: 

---- Deve estar doendo isso daí....  e acariciou a mão dela... 

Ela ficou sem graça e disse...

----Bem agora vamos ver os outros ferimentos e sem o menor aviso, tirou o lençol que o cobria parcialmente. Harry ficou parado, imóvel... sem graça... e olhou para baixo dando graças a Deus por estar com roupas de baixo.

Ela nem ligou... em mais três cortes ela repetiu o processo, ele voluntariamente pegava na mão dela e a dor ia embora. 

Depois de um tempo, ele disse: 

---- Mione.... que mal lhe pergunte, onde arrumou este pó?  

Ela fez uma careta: 

---- Bom um dos segredos que Dublemdore compartilhou comigo.... me deu vários vidros que estavam em sua sala, acho que ele sabia que restava pouco tempo a ele e o que tinha de valioso ele distribuiu.. ele me disse que seria necessário na hora da guerra... me ensinou também como fazê-lo... o Neville tem me ajudado a cultivar a planta e estamos tendo ótimos progressos.... 

----- Você não me contou isso - disse ele num tom magoado.

 ---- Não... desculpe... era parte das instruções dele... agora estamos livres de nossas promessas e podemos compartilhar tudo... e desculpe.... ela disse baixando os olhos 

Ele riu e passou a mão no rosto dela, a bochechas delas ficaram vermelhas e ele disse: ---- Você pede desculpas de mais para uma salvadora.... e beijou a palma da mão dela. 

Ela riu e se levantou sem graça.:

 ---- Bom hora de "amolecer" este daqui .... ela apontou a varinha pra o curandeiro e murmurou um feitiço.

O curandeiro se levantaou meio grogue e achou que havia tropeçado ou algo assim.. e se voltou para o seu paciente e ficou sem fala:

 ----- Mas.... como??? Sr. Potter.... como... seus ferimentos....eu.. eu.... 

Ele riu e Hermione disse: ----- Bom eu achei que ERA um caso extremo, então.... ela balançou o vidrinho vazio para ele. 

---- Isso é ilegal mocinha.... ilegal!!!! Ele disse lívido de ravia 

----- Wow.. parado aí.... ninguém fala com a Hermione assim.. disse ele se levantando e pegando suas roupas que estavam numa cadeira e vestindo furiosamente os jeans.

 ---- Mas Sr Potter..... 

---- Nenhuma palavra a mais.... estou bem, sem nenhum ferimento grave, graças a ela, e estamos já de saída ... Harry pegou o prontuário e assinou num floreio  e disse: --- Pronto... já me dei alta!!!!

Vamos Mione... disse ele pegando a camisa e a mão dela.... 

x/x/x//x/x/x/x/x/x/x/x/x/x//x/x/x/ 

Todos se reuniram na Toca... o clima estava mais ameno depois do funeral de Fred.
Não fora algo muito triste. Jorge dissera , com toda sua coragem que o irmão ia querer algo menos triste e jamais ia querer alguém se lamentando pelos cantos.

 x/x/x/x/x/x/x//x/x/x/x/x//x/x/x/x/x/x/ 

O tempo passou, e era tempo de reconstruir Hogwarts, agora Rony, Luna, Neville, Gina, Jorge e quase todos da armada haviam voltado a Hogwarts..  não como alunos, mas como ajudantes, para ajudar a colocar a escola novamente em pé com todos os seus feitiços de volta.... para Harry era como reformar a casa. 

Eles dividiam o dormitório como sempre. E neste tempo Harry ainda contava com a ajuda dos amigos em reconstruir a mansão Black para morarem depois de tudo. Hermione era a mais animada... os três iam morar juntos.

Harry insistiu para que ela ficasse com o quarto maior, ele ficaria com o o sótão  e Rony com um quarto no andar debaixo, perto da cozinha. Hermione foi passar um final de semana com os pais enquanto Rony havia prometido a Jorge de ajudá-lo na loja. Harry estava sozinho na mansão.. que agora se parecia um pouco mais com uma casa.. graças aos professores de Hogwarts que se prontificaram em usar todos os feitiços que conheciam para remover quadros ou quaisquer outros objetos estranhos... 

Ele estava deitado pensando na noite anteior. Pela primeira vez, eles haviam ido a uma boate trouxa. Todos foram juntos. Harry, Rony, Gina, Hermione, Jorge, Neville, Lilá,  até Draco que havia recentemente pedido perdão por sua conduta , mas que ainda conservava uma reserva com os demais... concordara em ir. 

Estava muito divertido, Harry estava sentado, bebendo um whisky e Rony o acompanhava. Harry notava os olhares de Gina para ele, mas isso era algo que definitivamente ele não queria começar.

Ele suspirou quando Hermione se sentou ao seu lado e com uma dose de Martini nas mãos disse ao seu ouvido: 

----- Boate Harry é pra dançar... ou os lindos vão ficar aí como no baile de inverno???? Vem vamos para a pista...

 ----- Mione... quantos destes você bebeu????? perguntou Rony apontando para a taça.

Ela o fuzilou com os olhos e disse: ----- Estou sóbria... o bastante para escutar a Lilá reclamando que faz tempo que não te dá uns beijinhos, porque não aproveita e vai lá consolá-la???

E antes de qualquer coisa Mione fez sinal para Lilá. Rony gemeu e Harry ficou duro na cadeira pois Gina estava vindo junto com ela. 

----- Lilá.. seguinte.. disse Hermione feliz.... o Rony aqui tá louquinho pra te chamar pra dançar mas está com vergonha.. então... Lilá não pensou duas vezes e puxou a mão de um ruivo atônito para a pista de dança, que agora para desespero dos meninos tocava uma música lenta. Gina se sentou e Harry se empertigou no banco.... 

----- Todos estão dançando... e eu pensei Harry - disse Gina Harry apertou involuntáriamente a mão de Mione que sufocou um grito e olhou para ele. Os olhos dele pediam socorro. 

----- Tem razão Gina , todo mundo dançando menos Harry e Malfoy... então eu pego o Harry e você consola o loiro, ok?

Vamos Harry.... deixa a Tia Hermione te ensinar a dançar... uma vergonha.. derrotar o bruxo mais maligno de todos os tempos e não saber dança..... dizia ela tagalerando sem parar por causa da bebida.... e deixando Gina sozinha na mesa. 

Harry relaxou e achou que Hermione o tiraria dali, mas ela realmente cumpriu a promessa e o levou para a pista de dança...

 ----- Mione... eu só queria escapar da Gina.. ele disse desajeitadamente tentando levá-la para o outro lado do bar. 

----- Tudo tem seu preço Harry, ela disse passando mão pelo pescoço do moreno e se encostando nele.  

----- Asssim, ó... segura minha cintura.... isso, agora assim... relaxa Harry... não vou te matar...sinta o ritmo da música e relaxa... fecha os olhos... isso.. tá vendo... pegando o ritmo. Ele lutava contra a vontade inesperada de enterrar a cabeça nos cabelos dela e cheirar seu perfume inebriante... e ele involuntariamente a trouxe mais para si... ela levantou a cabeça e ele parou de respirar

... Nunca realmente tinha olhado Hermione com olhos de homem... só de amigo.. Ela estava com os cabelos lisos, sedosos, os olhos brilhantes, a pele dela era de fazer inveja a muitas mulheres.... as bochechas ruborizadas pela dança, pela bebida... os lábios.... céus os lábios dela.. ele se fixou nela, e ela agora movia lentamente as mãos pelos cabelos dele e fixava-se nos olhos verdes dele. 

Ela suspirou, ele a trouxe mais para perto, ela não protestou, não quebrou o contato visual deles, e apertou levemente a cabeça dele em direção à sua... ela sentia a respiração rápida dele.. e ele o hálito doce e irresistível dela... ela habilmente , com a dança o levara para longe dos olhares de todos conhecidos.... ele sabia que não teria outra chance..... 

---- Mione.... eu.... não sei.... o quanto você bebeu??? ele disse sondando se ela estava sóbria o suficiente para saber o que estavam fazendo ... 

---- Muito pouco, pouco demais para tomar a inciativa para o que está prestes a acontecer aqui.... ela disse mantendo  o contato visual.... 

----- O suficiente para se arrepender amanhã....????? ele retrucou

----- O suficiente para ficar esperando ansiosa seu próximo movimento... e para não me arrepender de nada amanhã... e você.... ??? 

---- Bebi pouco demais para dizer que estou fazendo isto por causa ao álcool, o suficiente para me dar coragem para dizer que faria isso mais dia menos dia... mas pouco demais para poder analisar qual seria sua reação... 

---- Para saber o que vai acontecer... temos definitivamente deixar de conversar...  

---- Tem razão.... dissse ele se aproximando dela.....

O hálito dela era inebriante.. como uma drogra para ele ele se abaixou mais e sentiu a respiração dela...  ele sabia que o que estava prestes a acontecer era algo que não tinha volta, era algo que duraria para sempre, e isso fez ele a querer mais ainda....


TÁ AÍ.. A PRIMEIRA PARTE.. DEPOIS TUDO FICA MENOS DIVERTIDO COM  O TEMPO.. VOCÊS SABEM O HARRY SUPER-PROTETOR DE SEMPRE E AUTO-SUFICIENTE.... NÃO VOU FUGIR DESTE ESTEREÓTIPO... MAS VOU COLOCAR COISAS BEM INTERESSANTES AQUI....
ESPERO COMENTÁRIOS, SINCERAMENTE.. ELES MOVEM O AUTOR.... BJOCAS

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.