FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo



______________________________
Visualizando o capítulo:

13. Capitulo 13


Fic: Farsas Draco e Mione finalmente cap 23


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Hermione olhou mais uma vez para a toca,memorizando tudo que podia,como se fosse a ultima vez que pisaria ali,e talvez fosse mesmo,ela pensava.As coisas nunca deveriam ter tomado aquele rumo,mas agora o caminho era sem volta.A maioria dos Weasleys estavam jantando felizes na sala e nem notaram a sua presença.Rony ainda parecia abalado,mas iria superar.Pela primeira vez ela se sentiu incomodada na toca,como se não fizesse parte dali,como se não merece aquela alegria dos Weasleys e uma onda de nostalgia a invadiu.
A castanha foi subindo as escadas lentamente relembrando cada segundo maravilhoso que passaria ali”supere Hermione Granger,você é uma grifinoria e não é o fim do mundo,ainda,você está bem” ela repetia em sua mente,como pra se convencer da própria mentira.
Quando chegou no quarto que divida com Gina fez as malas sem ser incomodada até que quando já tinha terminado ouviu um pigarro.Era a amiga na porta.
-Não acredito que deu ouvidos ao retardado do meu irmão Mione.
-Talvez o Ron esteja certo Gina,eu já abusei demais de todos vocês.
-Isso não é verdade!E ninguém aqui quer que você vá,todos queremos que fique- a ruiva disse firme.
-Não fale por todos Gina,eu sei muito bem o que está acontecendo agora,e não quero mais causar problemas -Mione disse com uma voz triste.
-Hermione,eu não quero que você vá,você não merece isso e não merece aquilo que Ronald te falou mais cedo.Eu amo o meu irmão,mas admito que ele foi um babaca com você Mione,você sabe como ele é,logo vai se dar conta do erro e vai te pedir desculpas por tudo,você vai ver.Por favor não vá embora.
-Dessa vez é diferente,eu sei.Porque dessa vez talvez o erro seja meu,e não há mais como mudar isso.Vai ficar tudo bem Gina,eu prometo.- ela disse com uma falsa força nas palavras.
-E ...para onde você vai amiga?Seus pais estão na frança,para onde você vai?-Gina perguntou preocupada com a amiga.
-Eu vou ficar uns tempos na casa do Draco,até nos casarmos.Você pode nos visitar quando quiser, e iremos nos ver no colégio também.Você sabe que eu voltarei para Hogwarts.
-Claro- a Weasleys sorriu triste –Mas não acho uma boa idéia te visitar sabe?o papai embora não te julgue por nada Mione,ainda não confia nem um pouco no Malfoy.E ele também acha que está jogando sua vida fora se casando tão cedo.
A castanha deu um sorriso triste como o da amiga e a abraçou.Algumas lagrimas ameaçavam rolar pelo seu rosto,mas ela lutou contra estas com toda a sua força.
-Quero te pedir um favor Gina.
-Qualquer coisa
-Eu sei que posso ajudar muito o Harry,mas nessas circunstancias eu não poderei fazer isso pessoalmente.Então quero que os ajude por mim.Eu conseguirei um bom numero de informações Gina,informações valiosas.Quero que as passe para os meninos,mas jamais diga que fui eu.Entendido?
A garota acenou a cabeça positivamente para a amiga.Então se abraçaram e desceram juntas as escadas.
Na sala todos pararam ao vê-las.Hermione pode notar os olhares de desapontamento para ela e a raiva fulminante no olhar daquele que mais amava:Rony.Mas forte como era não ousou se deixar abalar.Ergueu a cabeça e falou com uma voz rouca e tremida,porem muito audível.
-Bom,gente eu acho que o melhor agora é ir passar alguns dias fora.Me desculpem por qualquer incomodo e muito obrigada a todos e principalmente a Senhora e o Senhor Weasley.Realmente me perdoem,eu não queria que fosse assim,só espero que um dia possam me compreender.
-Oh,minha menina.Nós não concordamos muito com sua nova atitude e achamos que está cometendo um grave erro agindo de maneira impensada,mas saiba que ainda será nossa menina e esta casa sempre terá um lugar para você –disse a Senhora Weasley amavelmente ,com um carinho maternal.
-Faço minhas as palavras de Molly,mas você não precisa ir se não quiser Hermione- disse o senhor Weasleys.
Hermione sorriu –muito obrigado por tudo que fizeram por mim,mas eu acho que este é o melhor caminho agora.Senhor Weasley,posso falar com o senhor em particular?
-Claro-ele sorriu educadamente e apontou para um cômodo pequeno ao lado da sala.
-O que deseja Hermione?-ele perguntou quando ambos já estavam dentro do cômodo.
-Senhor Weasley eu vim alertar-lo contra um ataque de comensais.Ocorrerá no dia da festa de casamento de Gui,não sei muito bem como foi planejado ,mas eles possuem conhecimento da planta da toca,fecharão todas as entradas.É o que sei- e de fato era apenas o que ela sabia,Draco a tinha avisado por um bilhete,era uma prova que ele não falharia com sua palavra.
-Presumo que esta noticia tenha vindo de fonte confiável,não é Hermione?- Arthur Weasleys perguntou.
A castanha pensou um pouco na pergunta e depois respondeu com um breve “sim”.
-Obrigada por ajudar,sabia que ainda podíamos confiar em você garota- o senhor disse antes de sair do cômodo.Quando Hermione tentou segui-lo foi surpreendida pelo amigo Harry
-Eu ouvi a conversa Mione,e fico feliz em saber que ainda está do nosso lado.Que não nos abandonará- o moreno disse sorrindo
-Nunca Potter!Nunca os abandonarei
-E espero que não o faça mesmo Mione,você sabe muito bem que eu não vivo sem você.E mesmo achando que você está cega por se casar com uma anta,saiba que também não vou te abandonar nunca.Estarei sempre do seu lado,é isso que amigos fazem não é?
Ele não esperou a resposta da castanha e abraçou a amiga,foi correspondido com muito mais empolgação por parte dela.Hermione estava verdadeiramente feliz com aquilo.Conseguia sorrir verdadeiramente.
-Eu te amo tanto Harry
-Eu também,não duvide.mas ainda não estou de acordo com o que você está fazendo e ainda estou chateado.-Hermione não se incomodou muito,ele ainda a amava então ela poderia conviver um pouco com aquilo.
E sentindo-se bem mais leve a garota deixou os portões da toca para encontrar Malfoy.
-E então como foi?- perguntou o loiro
-Bem
-Preparada?- ele disse lhe estendendo um braço,o qual ela aceitou e junto aparataram para a casa dos gritos.
Ainda era o mesmo ambiente bem decorado que conhecera antes.E continuava impecavelmente limpo e organizado,até demais para uma casa aonde só morava um garoto.
-Bem vinda,”meu amor”-Malfoy disse numa voz carregada de ironia.
-Obrigada “querido”- agora a garota estava entrando no jogo.
-Então,”meu anjo”,vamos colocar suas malas no quarto da esquerda.preparei ele para você Granger.É afastado o suficiente,não precisarei ver essa sua cara nojenta assim que acordar.
-Nossa,você realmente sabe como ser romântico Malfoy- ela disse irônica e carregou suas malas até o quarto.Era um quarto simples,porem aconchegante.O único problema era a decoração sonserina que provavelmente o loiro só tinha feito para irritá-la.Das cortinas,tapetes,moveis e até os lençóis da cama de solteiro eram verdes ou prateados.Ela resmungou algo inaudível ao constatar isso.
-Sabia que amaria a decoração Sangue-ruim- ela ouviu Draco gritar ao longe.Mas não se importava,apenas queria tomar um banho e dormir.
-Malfoy?Aonde é o banheiro aqui?
-Merda,sabia que tinha esquecido alguma coisa!Por enquanto só um banheiro está utilizável,é o do meu quarto.Mas providenciarei um para você Granger.Amanha trabalho nisso,hoje estou cansado demais.Usa o meu.E eu vou sair “fique a vontade,a casa é sua”-a ironia ainda estava presente na sua ultima frase.E dizendo isso ele bateu a porta e saiu.
Finalmente estava sozinha.Mione pode respirar um pouco,sentindo-se pela primeira vez em uma semana um pouquinho de paz.Não teria ninguém para incomodá-la ali.
Começou a desfazer as malas e colocar todas as roupas no armário de seu quarto,reservando uma parte especial para o que tinha comprado naquele dia,e não foi pouco.Depois,arrumou seus livros na estante,colocou fotos dos seus amigos espalhadas por todo o quarto ,uma pequena estatueta no criado-mudo e pronto!o quarto havia ganhado um toque pessoal,mas ainda faltava alguma coisa.Faltava alguma provocação para Draco,porque aquele quarto mesmo lotado de livros e fotos trouxas ainda tinha a marca do sonserino.Então Mione teve uma idéia:conjurou uma grande bandeira da grifinoria e pendurou as extremidades no teto dando um belo caimento e um toque decorativo bastante interessante,depois conjurou alguns pôsteres de atores e cantores bonitões trouxas,coisas que ela nem ligava,mas com certeza iria irritar Draco e por ultimo,conjurou algumas almofadas vermelhas e amarelas e colocou sobre a cama.O quarto agora estava PERFEITO. Riu sozinha.
Olhou no relógio,eram 11 horas da noite,não pensava ser tão tarde,começou a sentir cansaço,seus olhos queriam fechar sozinhos,resolveu tomar um banho.pegou suas coisas e foi até o banheiro de Draco.O que viu foi surpreendente : o lugar era maravilhoso.Todo de mármore com uma banheira gigante e muitos espelhos,lhe lembrou o banheiro dos monitores que espiara uma vez.Não perdeu tempo e logo se jogou na enorme banheira,apagou as luzes para relaxar melhor. A castanha logo perdeu a hora e acabou adormecendo entre sais de banho e muita espuma.
O tempo passou sem que a garota percebessem,eram 4 horas da madrugada quando Malfoy chegou,um pouco bêbado.Entrou um tanto silencioso na casa,todas as luzes estavam apagadas,então cambaleou até seu próprio quarto e entrou no banheiro sem cerimônias,nem imaginava que ainda pudesse ter alguém ali.Mas quando acendeu as luzes percebeu a presença da grifinoria.
Foi tudo muito rápido antes dela acordar,mas ao ver a garota dormindo da tão tranqüila na banheira e coberta apenas por espumas o coração dele acelerou de uma forma inexplicável,só podia estar louco.
-AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH- Hermione gritou quando acordou e a primeira coisa que viu foi olhar cinzento do loiro.
-SAIA DAQUI MALFOY, AGORA!- seu grito saiu cômico pela voz ainda sonolenta.
Passado o susto inicial pelo grito da castanha,Draco sorriu torto e resolveu atormentá-la um pouco.
-Granger..Granger....tsc..tsc...o banheiro é meu,não pode me expulsar dele.
-Se vire por favor Malfoy- Hermione ficou nervosa e tentou cobrir com as mãos o Maximo de seu corpo,e para sua infelicidade sentiu a faze queimar,sinal de que estava ficando vermelha de vergonha.
-Não to afim, Granger- ele respondeu simplesmente.
-SUA DONINHA CRETINA EU ESTOU PEDINDO PARA SAIR!QUERO TOMAR MEU BANHO EM PAZ,AGORA
Draco vendo que ela estava furiosa começou a retirar calmamente a própria camisa,desabotoando cada botão com cuidado.
- O que você está fazendo Malfoy?-ela perguntou nervosa
-Tirando a roupa para tomar banho-ele respondeu calmo.
-Você.Não.Vai.Entrar.Nesta.Banheira.Comigo.Dentro- ela falou pausadamente,sues olhos misturavam pânico e raiva.
-Então saia da banheira- ele respondeu como se fosse algo obvio
Hermione bufou de raiva,era obvio que ela não iria sair daquela banheira sem roupa na frente de Draco,mas não estava nem um pouco disposta a dividir o lugar com o loiro.
-EU VOU TE AZARAR SEU PROJETO DE BARBIE!
-Cadê sua varinha Granger?-perguntou desabotoando o ultimo botão de sua camisa e a jogando em algum lugar do banheiro.Hermione se encolheu involuntariamente.E depois lembrou que tinha esquecido a varinha no quarto,iria se preparar para xingar ele todo,quando o viu sem camisa e por alguns instantes ficou sem fala.Desde quando o Malfoy era um deus grego?Bendito Quadribol!
-Granger,eu seu que sou lindo e gostoso,mas não precisa babar,e quer saber?Não vou mais tomar banho- e dizendo isso ele bateu a porta com força.
Raiva.Raiva.Raiva.Era isso que Hermione sentiu naquela hora.Só Malfoy mesmo para acabar com aquela paz maravilhosa que ela estava.Argh!Que garoto insuportável!A castanha se vestiu rapidamente e quando teve que passar pelo quarto dele para ir até o seu,este já estava dormindo,tão sereno que até parecia um anjo,mas a grifinoria tentou evitar essa comparação em seus pensamentos.Saiu atropelando os próprios pés ate chegar em seu mais novo quarto,se jogar na cama e começar a chorar,lagrimas de raiva.Raiva de si mesma por ter se metido naquela confusão.
Quando ela acordou no dia seguinte,Draco já tinha saído de casa.passou o dia inteiro na biblioteca examinado todos os livros e nenhum sinal do loiro.teve o cuidado de levar a varinha toda vez que fosse ao banheiro,mas não precisou usá-la.Quando ela foi dormir Draco ainda não tinha chegado.Dias inteiros sozinha,sem seus amigos,sem passeios,trancada numa casa estranha.Aqueles seriam longos dias.
*******************************************
olá,
espero que gostem do capitulo
Kaaarla, tentei fazer um capitulo maior dessa vez para compensar a demora!!!
obrigada a todos que comentaram
e por favor quero mais comentarios
beijinhos da Pandora

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.