FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

8. Capítulo 8


Fic: A garota do quarto ao lado


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Harry caminhava em silêncio até a garagem, enquanto ouvia as conversas de Hermione e Rachel. Após abrir a garagem, destravou o carro. Rachel entrou primeiro, e antes que Hermione pudesse entrar no carro, ele a chamou.

- Mione? – ela parou, e o encarou - Eu... Eu só queria dizer que... – Harry parecia ligeiramente ruborizado – Que você está muito bonita mesmo.

- Obrigada, Harry.

- Na verdade... Eu já tinha percebido que você é uma pessoa linda, por dentro e por fora, mas hoje você está perfeita... – ela corou violentamente, fazendo-o sorrir – Vamos?

- Sim... Vamos – ambos entraram no carro.

- Eu tenho certeza que você vai adorar a boate, Mione – Rachel comentou.

- E qual a banda que se apresentará lá hoje? – Harry perguntou.

- Ah, você não vai acreditar, Harry... É uma banda lá do pais da Mione – Rachel contou, empolgada – Chama-se Falamanda.

- Falamansa, Rachel... – Hermione consertou sorrindo.

- Que seja... Eles tocam forró... E é uma dança bem bacana – ela disse – A Mione pode te ensinar quando chegarmos lá... – Hermione corou. Lançou um olhar fulminante para a amiga, mas esta nem ligou.

- Hum... Eu vou querer aprender esse forró, então – Harry falou, mas por estar prestando a atenção na estrada, não percebera como Hermione ficara ainda mais corada. De fato, agora desejava aprender aquele ritmo, mesmo tendo-o achado ridículo quando viu as meninas dançando mais cedo.

- Mas eu não sou lá muito dançando, eu só sei o básico – Hermione disse, tentando escapar.

- Eu realmente nunca conheci uma pessoa tão modesta quanto Hermione – Rachel sorriu – Não seja boba... Você dança muito bem.

Harry queria dizer que também achava que ela dançava bem, mas se falasse isso, teria que explicar como tinha esse conhecimento. E definitivamente, não queria contar que esteve espionando-as. Então, ele apenas sorriu. Estava adorando a companhia das duas, jamais imaginara que Rachel também fosse uma pessoa bacana.

Chegaram à boate cerca de meia hora depois; havia diversas pessoas na entrada, e quando desceram do carro puderam ouvir a música que vinha do local. Ainda não era a banda brasileira que se apresentava. Deveria ser música eletrônica, e era cantada em inglês. Após, comprarem as entradas, seguiram para a porta principal.

- E se não nos deixarem entrar? – Hermione perguntou no ouvido de Rachel.

- Por que não deixariam?

- Porque não temos dezoito anos! – disse, como se fosse óbvio.

- E daí? – ela sorriu maliciosamente. Harry ia à frente delas, foi ele quem entregou as entradas. Não houve problema para que entrassem, o que, de certa forma, deixou Hermione chateada.

- Não deveriam ter permitido.

- Hermione... Pelo amor de Deus. Esqueça, só por hoje, todas as regras, ok? – Rachel sugeriu. Dentro da boate o som era bem mais alto.

- Vocês querem alguma bebida? – Harry perguntou.

- Não, obrigada – Hermione respondeu.

- Por enquanto, também não quero nada, obrigada – Rachel disse.

- Está bem. Vou pegar algo para mim... Escolham uma mesa – ele falou, antes de se dirigir para o bar.

Elas caminharam com certa dificuldade entre as pessoas. A boate estava cheia naquela noite. Foi quando estavam quase chegando a uma mesa, que alguém segurou o braço de Hermione.

- Por favor, será que dava para me soltar e...

- Mione? – ela o encarou, mal pôde acreditar quando o reconheceu.

- Gustavo! – Hermione sorriu e o abraçou – Meu Deus... Quando chegou?

- Cheguei há uns dias... Só estava terminando de arrumar minhas coisas, e te ligaria para marcarmos de nos ver, qualquer dia – Gustavo era mais alto que Hermione, tinha os olhos pretos e cabelos loiros cacheados. Era dois anos mais velho que Hermione, cresceram juntos no Brasil.

- Nossa... É tão bom saber que chegou. Bom... Deixa eu te apresentar uma amiga – Hermione apontou para Rachel – Essa é Rachel Simon.

- Gustavo Sobral – ele cumprimentou Rachel – É um prazer conhecê-la.

- Igualmente – Rachel sorriu – Por que não se senta conosco?

- Eu só vou falar com uns amigos e venho sim... – Gustavo disse – Já volto.

- OK... Vamos esperar – Hermione falou, antes do loiro se afastar.

- Nossa! Que gato! – Rachel falou quando se encontraram sozinhas.

- Ele é um rapaz maravilhoso... E pelo jeito que ele estava te olhando – ambas sorriram.

- Acha que eu tenho chances?

- Claro que sim. Você é linda, Rachel. Formariam um belo casal – Rachel ficou animada.

- Nunca me falou sobre o Gustavo.

- Desculpe-me... Realmente não lembrei de mencioná-lo. Acho que estava tão nervosa que esqueci que ele também viria para a Inglaterra. É um grande amigo. Ele era meu vizinho lá no Brasil – ela contou.

- Desculpem a demora – Harry voltou, sentando-se ao lado de Rachel.

- Eu acho que Falamansa entra daqui a pouco... – Hermione comentou enquanto via o palco ser arrumado.

- Ótimo, estou louca para dançar – Rachel comentou.

- Olá, estou de volta – Gustavo sentou ao lado de Hermione, beijando-a na bochecha. A expressão de Harry era uma mistura de surpresa e raiva. Quem era aquele rapaz?

- Ah, você ainda não conhece o Harry... – Hermione sorriu – Gustavo esse é o Harry. Estou morando com a família dele.

- Sei... E aí, cara? – Gustavo cumprimentou.

- Beleza – Harry respondeu sem muito entusiasmo. Hermione tinha namorado?

- Gustavo também é brasileiro, mas veio fazer faculdade aqui. Éramos vizinhos, nos conhecemos desde pequenos – a garota explicou.

- Imaginem o que é aturar Hermione desde os quatro anos de idade... – o loiro brincou, enquanto abraçava a amiga.

- Como você agüentou? – Rachel entrou na brincadeira.

- Ei! – Hermione protestou, fazendo os amigos rirem. Apenas Harry estava sério.

- Eu não sabia que você tinha namorado, Hermione... – Harry comentou, observando atentamente a reação da garota.

- Não somos namorados.

- Só porque ela não quer... – Gustavo provocou, deixando Hermione ainda mais vermelha.

- Gustavo!

- Desculpa. Estou brincando. Mione e eu somos apenas amigos.

- Ah... – tomou um gole de sua bebida, e olhou para a pista de dança. Por que aquele Gustavo tinha que aparecer? Harry irritou-se.

- Vai dançar comigo, não é Mione? – Gustavo perguntou. Harry a olhou como se esperasse que ela negasse, para rir do loiro.

- Claro – ela concordou, com um sorriso. O moreno soltou um muxoxo.

- E depois será que... A senhorita dançaria comigo? – Rachel corou quando Gustavo a convidou.

- S-sim, claro – ele sorriu.

- Você não dança, Harry? – Gustavo perguntou.

- Eu não conheço esse ritmo.

- Mas a Mione ficou de ensiná-lo... – Rachel disse.

- Hum... – o loiro olhou para Hermione, com um sorriso maroto nos lábios, deixando a morena encabulada – Então, depois que dançarmos, você ensina uns passinhos a ele, Mione.

Rachel e Gustavo pareciam estar se divertindo com os amigos, que ficaram corados com o comentário. Entretanto, o assunto foi esquecido, quando a banda começou a tocar. Gustavo levantou e estendeu a mão para Hermione. Juntos, eles seguiram para a pista de dança. A primeira música que tocaram era agitada. Harry não pareceu muito contente ao ver Hermione dançando. Ele achava que estavam perto demais. Resmungou algo inaudível, sem tirar os olhos da pista de dança.

- Ele não pára de olhar para cá, Mione – Gustuv sussurrou perto do ouvido dela.

- Quem?

- Não se faça de desentendida. O Harry, é claro. Você estão ficando?

- Claro que não! – ela corou – Harry e eu somos apenas amigos.

- Está certo. Somos apenas amigos, e eu definitivamente não te olharia dessa forma se dançasse com alguém – Hermione olhou para Harry, disfarçadamente. Ele parecia emburrado.

- Impressão sua.

- Se está dizendo...

- Harry tem namorada.

- E daí? Namoros terminam todos os dias.

- Eu não acho que ele terminaria com a Gina por minha causa – ela disse.

- Hum... Então, você está a fim dele – Hermione o encarou, surpresa.

- N-não... Eu não disse isso e...

- Nem adianta negar, Mione. Talvez você possa enganar a Rachel, que te conhece há pouco tempo, mas não a mim – Gustavo disse.

- Isso não devia ter acontecido.

- Isso o quê? Eu ter descoberto ou você ter ficado a fim dele?

- Eu... Eu estar a fim dele – a morena murmurou, fazendo-o sorrir.

- Acontece. Olha, eu não conheço essa tal Gina, mas eu sei que você é uma garota incrível. Sinceramente, eu acho que o Harry também já percebeu isso... Caberá a ele, apenas decidir.

- Não deveria ter deixado isso acontecer – ele sorriu.

- Agora... Diz uma coisa... A Rachel tem namorado? – ele perguntou.

- Não.

- Ela é muito linda – Hermione sorriu.

- Eu posso afirmar que ela também gostou de você...

- Verdade? – ela acenou com a cabeça.

- Rachel é uma garota maravilhosa, foi a primeira no colégio que me recebeu bem.

- Será que eu tenho chances? – perguntou, agora, mirando Rachel.

- Claro – ele riu – Vai dançar com ela agora? – perguntou quando a música que dançavam terminou.

- Está louca para ir dançar com o Harry, não é? – Hermione rolhou os olhos.

- Bobo! – os dois voltaram para a mesa.

- Dança comigo agora, Rachel? – Gustavo questionou estendendo a mão para a morena.

- Sim... – ela sorriu, antes de levantar. Hermione sentou, em frente a Harry.

- Tudo bem? – ela perguntou.

- Claro – Harry respondeu, secamente – Eu pensei que vocês estavam grudados...

- C-como? – a morena não entendeu.

- Estavam tão perto... – ele revirou os olhos.

- Bom... Forró se dança juntinho – Hermione falou, com um pequeno sorriso – Não gostou da dança?

- Eu ainda não dancei. Quer... Quer dançar comigo agora? – perguntou. Hermione concordou.

- Você vai ver que não é difícil – ela disse.

Quando pararam na pista de dança, Harry aproximou seu corpo do dela, mas ainda havia muito espaço entre eles, como se fossem dançar separados. Encabulada, a morena se aproximou bem mais, quase colando seu corpo ao dele. Sem olhá-lo nos olhos, ela segurou uma de suas mãos, enquanto a outra ficava sobre o ombro dele. Começou a guiá-lo, pedindo que mexesse um pouco os quadris. Aos poucos, entraram em sintonia.

- E então? – ela sussurrou perto do ouvido dele, provocando um arrepio nele.

- É até legal – Harry disse, fazendo-a sorrir.

- Olha só aqueles dois – ela mostrou Rachel e Gustavo que dançavam juntinhos, e cochichavam.

- Você acha que... Eles vão ficar? – perguntou. A raiva que sentia de Gustavo parecia estar sumindo.

- Muito provável – ambos riram – Que bom que veio também.

- Diz isso só porque assim não ficaria sozinha aqui?

- Não somente por isso – ela o encarou – Também porque gosto de sua companhia.

- Também gosto de sua companhia, Mione – ele sorriu. Naquele momento, esqueceram de todos, era como se só existissem os dois na boate.

Harry a olhava fixamente nos olhos, mas então, seu olhar recaiu sobre os lábios dela. Sentiu vontade de se aproximar ainda mais e beijá-la, porém lembrou-se que não poderia. Piscou várias vezes, desviou sua atenção para outro lugar que não fosse Hermione. Tinha namorada, e não poderia trai-la.

- Harry?

- Hum?

- Você está bem? – questionou ao percebê-lo ligeiramente pálido.

- Sim, não é nada – ele sorriu.

- Você está gostando daqui, Mione? – quis saber.

- Sim, bastante. Claro que no início era mais difícil, principalmente porque tinha um garoto que me odiava... – ambos riram – Ele quase me fez ir embora.

- Esse garoto é muito bobo... Ainda bem que não foi embora.

- E você... Está gostando da minha presença? Quero dizer... Já deixou de ficar chateado por eu morar em sua casa? – perguntou ela.

- Há muito tempo eu deixei de ficar chateado por isso. E claro que gosto de sua presença – ele respondeu – Você é bem mais legal que eu pensava – ela corou.

- Obrigada.

- Você se importa se continuarmos dançando?

- Não, claro que não – Hermione sorriu. Eles dançaram várias músicas, sendo que entre elas havia algumas mais lentas, nas quais, Harry tinha que se controlar para não beijá-la, quando ficava muito tempo mirando-a.

- O que você acha daqueles dois? – Gustavo sussurrou perto de ouvido de Rachel. Dançavam próximos a Harry e Hermione.

- Eu acho que muito em breve a Mione estará namorando – ela sorriu.

- Foi o que pensei. Mas ele... Seria um bom namorado? – perguntou, preocupado.

- Acredito que sim. Aos poucos, ela conseguiu conquistá-lo... Só que ver a cara da rainha toda poderosa Gina quando descobrir...

- Bom... Agora, que tal esquecermos os dois, e conversarmos sobre outra coisa – ele sugeriu, sussurrando perto do ouvido dela.

- E sobre o que quer conversar?

- Sobre nós? Quero dizer... Não apenas conversar.

- E-e o que mais faríamos além de questionou – o rapaz riu, tocando a face dela.

- Isso... – foi só o que ele disse, antes de beijá-la. Ele a trouxe ainda para mais perto de si, enquanto a abraça pela cintura. Beijaram-se por um longo tempo, até que se separaram. Ela o encarou, um pouco encabulada, os lábios inchados.

- “Isso” é bem melhor que apenas conversar – ambos riram. Eles conversaram mais um pouco, antes de se beijarem novamente.

- Eu sabia... – Hermine comentou sorrindo.

- O quê? – ela apontou o “casal” para Harry, que sorriu também – Estão aproveitando bem a noite. Quero dizer... Também estamos aproveitando, mas... É...

- Tudo bem, Harry, eu entendi – ela riu, um pouco corada.

- Sabe, Mione...

- Hum?

- Eu realmente gostei do forró.

- Verdade? – ela sorriu.

- Ah sim... Bastante – ele a olhou nos olhos e correspondeu o sorriso. Harry, então, a beijou carinhosamente na testa. A morena fechou os olhos, e recostou a cabeça no ombro dele para aproveitar a música, que agora era mais lenta.


N/A: Bom... =D Aqui estou com mais uma atualização! Sinceramente? Esse foi o cap que menos gostei de todos q já escrevi dessa fic =/ Perdoem-me se estiver ruim. A fic deve ter mais uns 4 a 5 caps, oks!? Eu gosto de escrevê-la, mas às vezes, eu acho que ela é sem graça... =( Enfim... Eu não vou alongá-la muito. Na verdade, ela já está bem maior que eu planejava ¬¬ Eu vou postar o próximo em breve, mas não sei quando, porque eu vou viajar!! \o/ \o/ \o/ \o/ Eu sei que o cap ta meio chato, mas tento melhorar no próximo, oks!? Beijo grande p vcs!! Obrigada a todos que leram, comentaram e votaram!! Pink_Potter : )

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Diênifer Santos Granger em 22/10/2013

OMG! Encomenda dois desses pra mim! Amei esse gustavo!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.