FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

33. Você Não Precisa Respirar


Fic: Hermione Granger Está Morta e Vivendo em Nova York


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Você não precisa respirar

Subitamente, Draco saiu da depressão. Acho que foi porque viu que o fim estava se aproximando. Faltava apenas um mês e meio. Que benção para ele. Estava tão mais animado. Não que não ligasse para mim, só que eu era uma pedra no pescoço dele. Bem, se vocês tivessem uma pedra no pescoço e soubessem que a pedra ia cometer suicídio dali a um mês e meio, também ficariam animados, não é?
Draco estava tomando menos bolinhas, fumando menos maconha e cheirando menos pó. Pode se dizer que estava feliz com meu suicídio. Ele até me acompanhou quando eu fui comprar o vestido (eu tinha decidido que eu não ia usar o do Ano-Novo – quente demais para um enterro no verão) e uma peruca (Sim, uma peruca. Sempre quis ter cabelos longos, lisos e louros e ia tê-los quando eu estivesse enfiada naquele caixão, o que me faz lembrar que eu tenho que comprar um caixão também. Que merda! Esqueci dele).
Eu precisava de um vestido, uma peruca e de uma maravilhosa roupa de baixo e dinheiro não era problema. Bem, um pouco. Não podia comprar um Valentino dessa temporada, mas estava disposta a comprar, algo, digamos, da coleção passada de uma grife igualmente famosa, tipo Prada, Chanel ou até mesmo um Valentino da coleção passada, quem sabe? Afinal, não é todo dia que uma mulher se enterra. E pensado bem, ia usá-lo por muito tempo. Se fosse ser congelada, eu mandaria fazer um vestido na Valentino, pois isso pode ser um problema. Imaginem ser congelada num vestido fantástico e descongelar completamente fora de moda?
Fomos primeiro ao uma loja que vendia cópias fiéis da Valentino e da Dior, do mesmo tecido e tudo. Experimentei dois ou três e descobri que para usar uma cópia fiel precisa ter um corpo que seja copia fiel das modelos da Valentino e da Dior.
Gostei bastante de um deles, mas não gostei do jeito que fiquei deitada nele. É, a vendedora me viu fazendo isso, mas menti que estava procurando um brinco. Achei que, como era o último vestido que ia usar, por que ia me conformar com pouco? Quero dizer, vou é ficar deitada, mesmo que o túmulo seja numa colina.
Fomos para outra loja, essa que vendia as coleções passadas.
-Posso ajudá-la?
-Gostaria de um vestido meio formal, meio longo, meio...
-Ela está procurando um vestido para o enterro dela – disse Draco gentilmente.
-Por aqui, por favor – É, ela devia ser treinada para ignorar as maluquices dos clientes e só vender.
Quando estávamos indo para a seção de vestidos, passamos por um manequim com um fantástico vestido vermelho, que adorei e que queria de qualquer jeito para mim. Dinheiro não era problema, mas era melhor que não fosse caro demais.
-Por favor, você teria esse vestido no tamanho 44?
Ela verificou uma etiqueta no vestido.
-Sinto muito, mas esse vestido só temos dos tamanhos 34 a 40 (34! 34! Quem usa um vestido do tamanho 34?!)
-Então será que exista alguma chance de caber em mim um 40?
-Vou verificar. – será que ela não ouviu o que Draco disse ou nem ligou? Se ouviu e nem ligou, era melhor dizer a Severo Snape que a pequena capela serviria para o funeral, já que não ia haver um grande comparecimento.)
Enquanto ela checava, ficamos ali, com Draco cantarolando e preparando-se para dançar em cima do meu tumulo. Eu devia é ser cremada e obrigá-lo a dançar em cima da minha urna.
Descobri mais alguns vestidos que cabiam (e tinha tamanho 44), mas nenhum tão bonito quanto o vermelho.
É claro que o vestido ficou apertado. Eu mal entrei no vestido e com muita dificuldade a vendedora fechou.
Sai para mostrar para Draco.
-Adorei.
-Verdade, Draco? – Claro que ele não era muito confiável. Draco se encantava com qualquer coisa.
-Está maravilhoso.
-Está apertado demais, não consigo respirar.
-E daí?
-O que quer dizer com isso?
-E para que precisa respirar?
Ele estava absolutamente certo. Quem precisa respirar num tumulo? E daí se eu engordar mais uns quilinhos? Prendam com alfinetes nas costas!
Minha mãe vai desmaiar quando vir. Desmaiou mesmo, mamãe? Deixei a etiqueta de preço: vão todos desmaiar. Hermione Granger vai ser a mais bem vestida do enterro.

Já compraram lingerie realmente cara alguma vez? Para mim, até agora, uma boa lingerie significa peças que estavam esburracadas, ou sem elástico ou manchadas por causa “daqueles dias”.
Queria comprar lingeries realmente boas, pois nunca tive nenhuma. Quando era menina, tinha calcinhas com os dias da semana e isso NÃO TEM como ser classificado como boa lingerie. Vieram depois as calcinhas Lollipop de todas as cores durante a minha adolescência e durante a faculdade, usei calcinhas das Carter’s. quando comecei a trabalhar e a me bancar sozinha, comprava lingeries de cinco (preço de uma) a quinze dólares (conjunto com quatro), nunca mais nem menos que isso. Ou seja, comprava lingerie por hábito.
Gabrielle, minha antiga companheira de apartamento, não. Usava renda de várias cores. Estavam sempre sujas, mas eram maravilhosas quando novas. Fico arrepiada só em pensar o que eu usava ás vezes. Se desmaiasse e fosse levada de emergência para o hospital, ficaria envergonhada pelo menos na metade das vezes com o que eu estava usando.
O problema é que eu não conseguia achar as que eu queria.
Por fim comprei um conjunto de calcinha e sutiã turquesas com renda em rosa claro, junto com um robê rosa claro.
Draco e eu estávamos cansados, por isso decidimos deixar a peruca para outro dia. Vocês vão morrer quando virem a lingerie, mal posso esperar para usá-la.


______________________

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.