FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo



______________________________
Visualizando o capítulo:

40. Tenerte y quererte


Fic: Rebeldes - Sobrevivendo no quinto ano


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

40º capitulo – Tenerte y quererte

N/A: hoje estou em feliz...vo faze um cap legal, tipo os outros tavam muito depre. Vcs sabem neh? Briguei com o namorado...Mas problemas à parte. Espero que se divirtam com esse cap. Nome do cap: Tenerte y quererte, música RBD. A letra da música vai aparecer no decorrer do cap tah?

Assim que eles atravessaram a passagem viram a conhecida porta de entrada do salão principal. Kristin respirou aliviada, estava odiando aquele lugar escuro e estranho.

-Perfeito meninas – Jared falou.

-Nós íamos trazer vocês aqui perto mesmo.

Atada a este sentimiento, con tristeza voy tratando de
Presa a esse sentimento com tristeza vou tratando de
Hacerte comprender
Te fazer compreender
Porque tu ausencia es cruel y yo...
Porque tua ausência é cruel e eu ...

-Do que vocês estão falando? – Kristin perguntou sorrindo verdadeiramente pela primeira vez naquela noite.

Não pensar em Rony estava se tornando uma tarefa difícil demais.

-Bom nós vamos levar vocês duas – Richard falou – Para o melhor jantar de todos.

-O melhor de suas vidas – Jared completou enquanto pegava na mão de Hermione e a olhava.

-Nossa quanta propaganda – Hermione falou sem graça.

-Então vamos logo antes que Filch apareça por aqui – Kristin disse e pegou a mão de Richard. Ele sorriu para ela.

***

Os livros de quadribol eram muito difíceis de serem encontrados. A biblioteca de Hogwarts era a única que eu tinha conhecimento de que tinha vários livros sobre isso. Essa era a parte boa de Hogwarts.
Vi a gata do Filch entrando na biblioteca. Sinal de que ele estava vindo. Peguei os baldes e fui procurar a Weasley.

-Hei – chamei quando a vi lendo um livro, sentada em cima de uma das mesas – O Filch está vindo.

-Droga – ela guardou o livro correndo.

-Pega esse pano.

Cada um ficou em uma prateleira, um de frente para o outro. Assim que eu tirei o primeiro livro ouvi passos.

-Ainda bem que vocês estão fazendo o serviço – ele disse com sua voz rouca.

-Eu estou cansada – a Weasley reclamou.

-Que pena senhorita Weasley, pois isto vai demorar muito.

-Ai que saco – falei jogando o pano – Nós apenas nos atrasamos, isso não era motivo para detenção.

-Olha como fala senhor Malfoy, ou eu lhe dou um mês de detenção. Voltem a trabalhar.

Ele disse e se afastou. Ficamos limpando por mais uns cinco minutos, só para garantir mesmo.

-Não acredito que ele esqueceu mesmo das varinhas.

-Já está na hora desse cara aposentar – falei enquanto jogava meu pano no chão – Não sei porque você reclamou, já deve estar acostumando com trabalho braçal – eu não resisti.

-Idiota – ela resmungou e jogou o pano na minha cara.

Eu o joguei de volta, mas errei o alvo.

-Você é muito revoltada Weasley – falei rindo – Não pode ser assim sabe...Você já está ficando com a cara toda amassada.

Aquí estoy, tendida a tus pies y se que no hay nada
Aqui estou, rendida a teus pés e sei que não há nada
Que perder pensando en ti hasta que no me dejes ir
A perder pensando em você até que não me deixes ir
Quiero tenerte, quererte contigo quiero estar, amar sin parar
Quero querer - te , tener - te, contigo quero estar, amar sem parar

Ela me olhou assustada e depois tirou um espelho da bolsa. Passou cinco minutos se olhando, procurando algo errado. Eu até podia falar que ela estava ótima, na verdade, seu rosto era perfeito. Assim como o conjunto todo.
Mas eu não iria dar aquele gosto a ela. Weasley são feios e sardentos. Pobretões. Era isso que ela era, sempre. Popular ou não...Sempre.

***

Harry ficou encarando Pansy. Ela estava olhando-o sem entender nada.

-Porque você parou de me beijar Harry?

-Não sei Pan...Eu não estou bem.

-Sabe...Amorzinho? – ela falou maliciosamente – Eu sei um ótimo jeito de você ficar bom bem rápido.

-É sério Pan, eu realmente não estou muito bem hoje...Talvez eu devesse ir dormir, não sei.

-Harry! Você está me dispensando? – ela perguntou irritada.

-Claro que não...Já disse que não estou bem. Só isso.

-Tudo bem, vai dormir. Mas antes me dê um beijo.

Assim que Harry saiu da sala vazia o sorriso de Pansy se desfez. Ela pegou a primeira coisa que viu e jogou na parede. Reduzindo a milhares de pedaços a enorme rosa de cristal que estava ali em cima da mesa.

-Maldita Hermione Granger – ela disse com os olhos brilhando de raiva – Mas essa garota me paga...A se me paga.

***

-Porque você tem que ser tão grosso Malfoy? Sempre? – perguntei irritada enquanto o encarava.

-E porque você tem que ser sempre tão fresca?

-Eu não sou fresca – falei ofendida.

-Claro que não...Nem um pouco.

-Eu realmente odeio esse seu sarcasmo.

-E eu realmente odeio suas crises.

Subi em cima da mesa e nem dei importância para o que ele estava falando. Não importava também. Eu queria achar algum livro bom para ler.

-Você vai cair daí Weasley.

-Não vou não – respondi – Dá para parar de olhar pra minha bunda? – falei irritada – Seu tarado.

-Nada do que você tem eu ainda não vi Weasley...Pode ter certeza.

-Idiota – gritei.

-Fala mais alto, acho que o Filch ainda não ouviu – ele falou sarcástico enquanto apoiava os pés na mesa e suas costas no apoio da cadeira.

Resmunguei e continuei fuçando ali. Vi um livro de capa rosa, estava para pegar ele quando tudo aconteceu. Vi dois olhinhos amarelos brilhando e me assustei. Nem deu para pensar muito. Só senti meu corpo caindo. Que belo tombo esse seria.

***

-Ai que lindo! – Kristin exclamou em meio a todas aquelas velas.

-Não acredito que vocês dois fizeram isso – Hermione falou abismada.

-O lugar não é lá muito romântico mais nós fizemos o melhor – Jared falou com uma falsa modéstia.

Eles estavam na cozinha de Hogwarts. Uma linda mesa para quatro e muitas velas. Um elfo estava ali sorridente. Hermione tinha certeza de que era Dobby.

Quererte, tenerte no quiero vivir sin tu amor jamás pues
Querer você, ter você, não quero viver sem seu amor jamais pois
Nada es tan fuerte, como tenerte
Nada é tão forte como ter você
Amarte ya nunca mas, perderte.
te amar já nunca mais, te perder

-Então isso é um “sim nós gostamos”?

-É – Kristin respondeu a Richard – Sim nós amamos.

-Isso soa bem melhor.

Jared e Hermione começaram a se beijar. Richard e Kristin os acompanharam.

***

-Liza? – Rony perguntou chocado quando a garota entrou no quarto? – Como você entrou aqui?

-O salão comunal está vazio – ela falou com a voz estranhamente baixa – A senha foi fácil conseguir, conheço muito gente da Grifinória.

-Eu não...Não entendo...

-Shiii... – ela tapou a boca dele enquanto se aproximava – Não fala nada...Você quer isso não quer? Eu sei que sim...

-Liza...Mas o que diabos você está fazendo? – ele perguntou enquanto a olhava tirar sua própria roupa.

-Sabe Rony? Eu sempre consigo tudo o que quero. Quis beijar o Malfoy todo poderoso e beijei...Nesse instante eu quero você...

-Mas alguém pode entrar...

-Seus amigos estão todos lá embaixo, vão subir em duas horas...Arrumei companhia para todos, até o tal Neville.

-É arriscado – ele disse tremendo enquanto olhava a garota.

Isso nunca tinha acontecido com ele.

-Não se preocupe – ela disse e fechou a cortina ao redor deles.

***

Eu sabia que isso ia acontecer. Estava na cara que ela ia cair. Mas mulher é sempre assim, teimosa, chata e irritante. Sempre. A Weasley era o ápice da chatice em pessoa. O mais alto nível da teimosia.
Quando ela caiu eu fui rápido, consegui pegá-la, ela ficou uns cinco segundos de olhos fechados. Provavelmente esperando o impacto doloroso com o chão. Como isso não aconteceu ela abriu os olhos lentamente.

-Bem feito – foi à primeira coisa que eu falei.

-Cala a boca Malfoy – ela me disse e fez sinal de que ia levantar – Me solta.

-Calminha Weasley – disse enquanto a colocava no chão – Agora pode beijar os meus pés.

-Se enxerga Malfoy...

-Nossa que ingratidão Weasley, eu te salvo e é assim que você retribui?

-Tudo bem... – ela disse a contra gosto – Obrigada. Pronto, feliz?

-Muito.

-Ótimo – ela disse e fez sinal de que eu subir lá de novo.

Eu a puxei pelo braço. Ela estava distraída e voltou com força para trás. Nós ficamos quase colados um no outro. Ela estava com o queixo erguido, me olhando, mas não era antipatia.
Não tinha nenhum sentimento lá. Acho. Apenas ficamos ali. Nos olhando. Lembrei de algumas coisas, coisas bobas que nós tínhamos feito juntos. Passear no Natal, beijar na virada do ano...

Atada a este sentimiento, con tristeza voy tratando de
Presa a esse sentimento com tristeza vou tratando de
Hacerte comprender
Te fazer compreender
Porque tu ausencia es cruel y yo...
Porque tua ausência é cruel e eu ...

-O que você está fazendo? – ela sussurrou.

-Não sei – respondi olhando os lábios dela – Eu...Não sei...

-O que nós estamos fazendo? – ela sussurrou novamente. Fomos nos aproximando lentamente.

***

Harry entrou no salão comunal mais aliviado. Tinha dado uma boa volta por Hogwarts. Tinha refletido, tudo estava se encaixando um pouco mais agora.

-O que estão fazendo aqui? – perguntou ao ver Neville, Simas e Dino conversando com três garotas.

-Liza está lá com o Rony – Neville apontou os dormitórios – Estamos falando com as garotas, vem aqui.

-Não, tudo bem...Vou ficar perto da lareira – Harry disse um pouco “passado” com o que tinha acabado de ouvir.

O que Rony estava arrumando? O que ele estava arrumando?

-Caramba... – disse a si mesmo.

***

Aquí estoy, tendida a tus pies y se que no hay nada
Aqui estou, rendida a teus pés e sei que não há nada
Que perder pensando en ti hasta que no me dejes ir
A perder pensando em você até que não me deixes ir
Quiero tenerte, quererte contigo quiero estar, amar sin parar
Quero querer - te , tener - te, contigo quero estar, amar sem parar

-Eu gostei de saber que você queria voltar comigo – Richard falou para Kristin – Sentia saudades de você.

-Eu também – ela mentiu.

Não estava conseguindo parar de compará-lo a Rony. Se lembrava a todo momento da coisa que estava fazendo.

-Hermione e Jared são um casal e tanto hein? – ela mudou de assunto.

-É...Mas está na cara que eles se amam muito. Não tem como negar.

-O jantar estava ótimo – ela mudou de assunto novamente. Richard não estava percebendo nada de anormal na conversa.

-Você está linda sabe?

-Obrigada Richard...Você é um amor...

-Que tal darmos uma volta?

Kristin olhou para Hermione e Jared, os dois estavam conversando tão animados. Não tinha porque recusar o convite.

-Vamos, eles estão precisando de espaço – ela disse rindo enquanto se levantava – Hermione estamos indo tá?

-Tudo bem Kristin? Eu e o Jared vamos daqui a pouco.

-É – Jared confirmou – Nos encontramos na Grifinória.

Kristin e Richard saíram da cozinha e se dirigiram às escadas.

-Que tal irmos à biblioteca? – Kristin falou – Lá está sempre aberto e o Flinch não vai nos achar.

-Ótima idéia.

***

-E se alguém aparecer? – sussurrei enquanto sentia o choque. Mais um beijo arrebatador de Draco Malfoy.

Ele parou de me beijar e me encarou.

-Você realmente se importa?

-Não.

Quererte, tenerte no quiero vivir sin tu amor jamás pues
Querer você, ter você, não quero viver sem seu amor jamais pois
Nada es tan fuerte, como tenerte
Nada é tão forte como ter você
Amarte ya nunca mas, perderte, perderte...
te amar já nunca mais, te perder, te perder...

O beijo começou a esquentar cada vez mais. A boca dele passeava pelo meu colo, meu pescoço. Eu sentia a respiração quente dele me instigando cada vez mais, me excitando cada vez mais.
Minhas unhas estavam todas encravadas nas costas dele. Descendo, rasgando. Era sempre assim. Eu gostava dessa sensação. Ele me pegou no colo e me levou até a mesa. Nós já tínhamos feito aquilo tantos vezes que agora era automático o lugar, a posição. Tudo tão perfeito.
A boca dele deslizou por onde antes tinha um sutiã...Depois a barriga. Cada vez mais e mais...

-Estava esperando isso há tempos – ele disse rouco. Uma voz sexy fora de normal.

-Eu também...Muito...

Agora eu tinha certeza. Nada era melhor do que transar com Draco Malfoy.

***

Kristin e Richard chegaram à biblioteca e viram uma luz acesa no fim do corredor. Quanto mais se aproximavam mais ouviam. Eles estavam fazendo de tudo para não fazerem nenhum barulho.
Eles estavam uma estante antes...Kristin esticou o pescoço e Richard também. Gemidos, definitivamente aquilo era um gemido...Um não, vários.
Uma perna de mulher apareceu...Quando ela estava quase vendo para cima da cintura do casal um barulho de algo sendo arremessado foi ouvido. Bum! Uma pequena explosão e então tudo ficou no completo escuro. O casal continuava sem se importar.

-Vamos dar o fora daqui – Richard sussurrou e começou a guiá-la para fora de lá.

***

Abri os olhos e vi o porque de todo aquele barulho.

-Você derrubou nosso lampião Weasley – falei rindo.

-Cala a boca Malfoy – ela me puxou de volta.

Respirar, y sentir cada vez que pienso en ti el amor
Respirar e sentir cada vez que penso em ti, o amor
Y el dolor que creció en mi corazón (yeeee)
E a dor que cresceu em meu coração (yeeee)
Te perdí, comprendí que difícil es vivir, Sin tu amor,
Te perdi, compreendi que difícil é viver, sem teu amor,
Ese amor que me llena de ilusión.
Esse amor que me enche de ilusão
(Música Tenerte y quererte – RBD)

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.