FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

39. O começo de uma longa noite


Fic: Rebeldes - Sobrevivendo no quinto ano


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

39º capitulo – O começo de uma longa noite

-Ai que droga – reclamei e joguei o pente na minha cama.

Ásis ergueu os olhos da revista que estava lendo e me encarou.

-O que foi?

-O Malfoy...Aquela coisa...Ai que ódio.

-Ah! A detenção – ela disse simplesmente e voltou a ler.

-Ás, helloooo...Detenção com Draco Malfoy e você me fala esse “ah”, com essa cara normal.

-Já estava demorando pra isso acontecer Gina...Vocês ficam implicando um com o outro.

-Cuida da Mawe? – perguntei enquanto pegava ela no colo.

-Claro...Ela é uma fofa.

-Eu sei, assim como a dona – eu falei rindo – O que você acha da minha roupa? – perguntei enquanto dava uma volta.

-Para uma detenção da até pra desconfiar – ela falou brincando – Calça jeans, blusa rosa de zíper...Isso vai deixar você com frio sabe?

-Claro que não...Essa blusa de frio está super na moda...Não é largona e tal, mas hoje nem está tão frio assim.

Fui até a Mawe e segurei ela.

-Tchau lindinha, tchau Ás, e vê se tira a Nátysi do banho, ela vai acabar com a água de Hogwarts.

-Eu ouvi isso! – Nátysi gritou.

Sai do quarto rindo.

***

Parecia que esse dia não acabava mais. Era só problema. Primeiro a detenção logo de manhã...Depois a amolação da Marie que não saia do meu pé. Menina mais chiclete. O jogo contra a Corvinal estava para acontecer e não marcavam a visita para Hogsmeade. Isso era estranho.

-Onde vai? – Dean perguntou enquanto me arrumava.

-Detenção por causa daquela Weasley – resmunguei enquanto fechava a calça jeans – Aquela garota.

-Acho que eu ouvi Weasley – Trey falou rindo – Será que vocês vão realmente cumprir detenção ou vão aproveitar o tempo?

-Besta – falei enquanto jogava um travesseiro.

-Nossa quanto perfume Draco – Dean comentou.

-Vocês não vão me deixar em paz hein?

-Que tal você nos contar a verdade e ai...

-Falem pra Marie que eu não tenho hora pra voltar.

-Mas ela vai ficar com ciúmes.

-Não se não souber que a Weasley vai também. Tchau pra vocês – disse e bati a porta. Maldito dia que nunca acabava.

***

Kristin e Hermione estavam se arrumando quando Lilá e Parvati entraram no quarto rindo.

-Ainda não foram jantar? – Lilá perguntou enquanto se jogava na cama.

-Já, na verdade – Hermione disse e foi até o banheiro pegar seu perfume.

-Você vai sair com o Rony? – Parvati perguntou como quem não quer nada, mas ela já sabia da briga.

-Não. Eu terminei com ele, vou sair com o Richard.

-Ah! Vocês voltaram então?

Kristin sabia que esse seria o assunto da escola no dia seguinte. Pelo menos agora, já que Lilá e Parvati sabiam. Elas eram as mais informadas da escola.

-Estou pronta Kristin, vamos? – Hermione perguntou.

-Claro, tchau meninas.

-Boa sorte – as duas gritaram.

-Que fofoca – Parvati comentou olhando maldosamente para a porta.

-Com certeza.

***

Abri a porta da sala do Filch e vi ele sentado ali. Se sentia o mais poderoso do mundo naquele momento. Que mala.

-Atrasou-se senhorita Weasley – ele comentou – E o senhor Malfoy mais ainda. Sequer chegou aqui.

-Ele é assim mesmo – resmunguei.

No mesmo instante a porta se abriu. Ele entrou, vestindo jeans e uma blusa de frio preta. Sempre preto. Que mania mais fora de moda. Se bem que preto combina com ele. Esquece.

-Atrasei – ele disse simplesmente e se sentou na cadeira do meu lado. Sem sequer me olhar.

-Agora que os dois já chegaram vou poder dar a tarefa a vocês. A biblioteca toda, o que vocês acham?

-Como assim? – me desesperei.

-Isso levará horas – Malfoy falou impassível.

-Ah não.

-Se reclamaram mando os dois para a Floresta Proibida, ou quem sabe vocês podem limpar as arquibancadas dos jogos de quadribol?

Definitivamente limpar a biblioteca não seria tão mal.

-E vão logo – ele se levantou.

Sai da sala sem erguer a cabeça. O Malfoy estava do meu lado, eu sabia, mas não estava olhando pra ele. Assim que a porta da sala do Flinch se fechou ele começou a rir. Olhei com raiva.

-Você acha engraçado passar a noite limpando livros? – perguntei.

-Você esqueceu de uma coisa Weasley...Nós continuamos com nossas varinhas.

Eu sorri também.

***

-Oi meninas – Jared disse sorridente quando nos encontramos na Torre do Relógio.

-Estão fabulosas – Richard falou rindo.

-Obrigada – Hermione foi para perto de Jared.

-Vamos? – Kristin perguntou sem graça.

-E então meninos – Hermione quebrou o silêncio – Para onde vocês vão nos levar?

-Um lugar especial – Richard falou sorrindo.

-Acho que vocês vão gostar.

-Temos que tomar cuidado com o Filch – Kristin comentou preocupada.

-A última vez que o vimos ele estava esperando a Gina, para uma detenção – Jared falou – Não se preocupem.

-Talvez eles demorem a noite toda.

-Isso mesmo Mi – Kristin falou – Nem vamos nos preocupar.

-Estão com fome? – Richard perguntou.

-Morrendo – as duas disseram juntas.

-Então...

-Se preparem – Jared completou.

***

-O que nós vamos fazer? – ela me perguntou.

-De qualquer forma ele vai para a biblioteca inspecionar, vamos ter que fingir.

-Acho que ele está ficando velho – ela comentou.

Enquanto andávamos pelo corredor escuro eu podia senti-la. Observando tudo, sempre.

-Ele é velho...Caso não tenha percebido.

-Você é um implicante mesmo...

A voz dela foi cortada pelo barulho de uma enorme janela que se abriu por causa do vento. O vento frio e gelado tomou conta do corredor em segundos. Fui até a janela, mas não conseguia fechá-la. Era muito grande.

-Me ajuda aqui Weasley – gritei e a vi se aproximando, lutando contra o vento.

-Eu vou empurrar – ela gritou também.

Depois de três tentativas a janela foi finalmente fechada. Ela me olhou e suspirou. Depois se encostou na parede.

-Nossa primeira conversa descente desde aquele dia... – disse simplesmente.

-Eu sei.

-Agora você está namorando também... – ela me surpreendeu com o comentário – Me lembro dela, na Noite dos Desafios.

-A Marie? – ela confirmou – Ela é como qualquer garota.

-Não Malfoy, ela é seu tipo de garota. Burra, loira, faz o que você quer. Você nunca vai ser feliz com outro tipo de mulher.

Talvez ela tivesse razão.

-Vamos para a biblioteca – falei ríspido e voltando a andar – Temos que fingir pelo menos...Weasley.

-Vamos – ela suspirou novamente.

Esses suspiros estavam realmente me incomodando.

***

-Aonde vai Harry? – Rony perguntou deprimido.

-Ver a Pansy.

-A Kristin falou alguma coisa?

-Não...Você não pode culpá-la Rony.

-Eu sei Harry – ele se enfiou embaixo das cobertas.

-O que você vai fazer?

-Falar com a Liza...

-Você que decide Rony – Harry falou calmamente – Se você acha que vale a pena ficar com ela, vai em frente.

-Eu não sei Harry...

-Preciso ir...Tchau.

Rony resmungou e deitou de novo. Ele era o único no quarto.

-O que foi que eu fiz? – disse para si mesmo.

***

Entramos na biblioteca e eu vi dois baldes e vários panos. Realmente o Filch estava ficando meio louco, tinha esquecido de algo assim. Fala sério.

-Por onde começamos? – perguntei pra ele.

-Assim...

Ele disse algo e uma luz branca saiu da varinha, percorrendo todo o lugar.

-Já? – perguntei incrédula – Só isso.

-Você aprende o ano que vem. Agora vou dar uma olhada por ai.

-Eu também.

Fui até a sessão de Romances. Os melhores livros de Hogwarts, na minha opinião, ficavam lá. Peguei uma cadeira e comecei a olhar nos lugares mais altos.

***

Escuridão. Ele só queria saber porque ela sempre marcava encontros no breu total. Afinal, ele já conhecia sua identidade.

-O que foi agora? – perguntou impaciente.

-Quero saber se já conseguiu tudo o que pedi?

-Você tem idéia de como é difícil encontrar essas coisas?

-Não me importa...Eu poderia usar uma poção qualquer, mas ai não teria tudo o que quero.

-Você é louca sabe?

-Você não sabe quanto – ela falou maligna.

-Em uma semana eu consigo tudo. Mas demora quase um mês para que tudo fique pronto.

-Não me importa...Eu quero que você faça isso logo.

Ela disse e saiu batendo a porta.

***

-Que tipo de lugar é esse Hermione? – Jared perguntou.

-Uma passagem.

-É um pouco estranho aqui – Kristin falou.

-E apertado – Richard resmungou.

Eles estavam dentro de um armário, logo atrás deles um estreito e comprido corredor se estendia, iluminado por algumas tochas.

-Vamos, isso vai dar no salão principal. Acelerem – Hermione falou rindo enquanto ia na frente.

-Só você mesmo Hermione – Kristin falou.

-Calma gente, nós vamos sair no salão principal. Já disse.

***

A passagem do salão comunal da Grifinória se abriu. Nátysi entrou. Ela foi se juntar aos seus amigos.

-Onde estava? – Ásis perguntou – Você está pálida.

-Não é nada não – ela disse com um pouco de raiva na voz , depois voltando ao normal continuou – Onde está a Gina?

-Detenção – Stephen disse.

-Porque? – Jim perguntou.

-Nem sei...Vocês sabem garotas? – Stephen falou.

-Eu não.

-Nessa escola a gente ganha detenção só por respirar – Matt falou.

***

-Onde estava Caroline? – Kelly perguntou preocupada quando a menina entrou no quarto feito um furacão.

-Dando uma volta. Porque? – ela retrucou com raiva.

-Não é nada, calma.

-E a Tiara?

-Sumiu também – ela respondeu impassível.

-Vou tomar banho – Caroline disse e entrou no banheiro, batendo a porta com força.

Kelly achou melhor não falar nada, mas Caroline já tinha tomado banho. Há uma hora.

***

Marie disse a senha da Sonserina e entrou com pressa.

-O Draco está por aqui? – perguntou a uma de suas amigas.

-Não...Onde você estava?

-Resolvendo umas coisas – ela disse e se sentou. Sua respiração estava forçada.

-Você veio correndo?

-Não...Está quente, só – ela falou mal educada – Acho que vou dormir.

Em seguida se levantou e foi para os dormitórios.

-Que estranho – sua amiga falou.




Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.