FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

24. Presentes de Natal


Fic: Rebeldes - Sobrevivendo no quinto ano


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

24º capitulo – Presentes de Natal


Eu estava no meu quarto sem ter nada pra fazer. Hoje eu não veria o Malfoy. Faltava uma semana e dois dias para que todos os alunos voltassem para Hogwarts e nessa semana que tinha passado eu e o Malfoy tínhamos ficado quatro vezes juntos.
Hoje era véspera de Natal. Com certeza todos estariam comemorando. Eu já tinha recebido presentes e enviado. Estava com um moletom azul claro deitada na minha cama.
Estava com uma caixa pequena na minha mão. Era o presente que eu tinha comprado para o Malfoy, mas não sabia se ia dar ou não. Era uma corrente, igual a que ele usava e que ele tinha perdido.
Estava fazendo muito frio lá fora, a neve caia sem parar. Foi quando ouvi um barulho do lado de fora do meu quarto. Eu tinha ficado sozinha naquele andar todo da Grifinória, por isso me levantei e fui ver o que era.

***

Aquela coisa não parava de se mexer dentro da caixa. Eu estava pensando seriamente se ela não ia achar um presente idiota. Andei com aquela caixa por um tempão, depois tive que passar pelo retrato. A senha eu havia pegado com a Weasley, sem ela saber.
Quando a deixava na Grifinória eu ouvi a senha e pronto. Agora o problema era passar por aquelas escadas malditas. Tive que ir rastejando e me apoiando nos corrimões. Eu não podia acreditar que estava fazendo uma coisa dessas. Tudo estava ótimo, até eu cair no meio do corredor e ouvir uma porta se abrindo.

***

-Hermione está demorando – Harry disse impaciente.

-É mesmo...Já faz meia hora que ela está ai.

-Esqueçam gente – Fred comentou – Mulher demora umas duas horas pra ficar pronta. Meia hora é pouco Harry.

-Isso mesmo Fred – Jorge concordou – Meia hora é pouco...

-Vocês falam demais meninos – Hermione disse enquanto abria a porta.

Todos ficaram em silêncio por um momento. Ela estava deslumbrante. Usava um vestido vermelho tomara que caia e seus cabelos estavam presos em um lindo e frouxo coque.

-Como estou? – ela perguntou enquanto dava uma rodada. A mesma que tinha aprendido com Gina.

-Linda! – Fred e Jorge disseram ao mesmo tempo.

-Ótima! – Rony falou sorrindo.

Harry só resmungou alguma coisa.

***

Assim que ergui minha cabeça respirei aliviado. Era a Weasley. Ela estava com uma calça e uma blusa combinando. Parecia uma das roupas de Fleur Delacour no Torneio Tribruxo.

-Weasley – disse o mais casualmente que pude.

-Será que você poderia, por favor, me explicar o que está fazendo ai Draco Malfoy? – ela disse enquanto jogava seus cabelos para trás.

***

Era uma cena realmente única. Eu queria muito ter uma câmera naquele momento. Tirar uma foto de Draco Malfoy caído no chão valeria um milhão de galeões, no mínimo.
Reparei que ele estava com uma caixa na mão. Ele se ergueu em um segundo. Logo eu tive que olhar para cima para encará-lo.

-Bom Weasley eu estava dando uma passada e...

-Mas eu sabia Malfoy – disse acusadora – Você ouviu a senha aquela dia que me trouxe aqui!

-Você vai me deixar explicar ou não inferno?

-Já começou as grosserias é? – perguntei.

-Vai me deixar falar ou não? – ele disse irritado.

-Melhor você entrar aqui – disse enquanto olhava para os lados, para me certificar de que ninguém veria o Malfoy entrando no meu quarto.

-Ninguém vai me ver aqui Weasley, todo mundo está na ceia de Natal, você sabe como Dumbledore adora essas coisas. Somos os únicos aqui no momento.

-Que seja.

Disse enquanto o empurrava para dentro do quarto. Assim que ele entrou eu percebi que estava analisando o lugar todo. Surpreendentemente não falou nada, apenas se sentou na cama da Ásis, que ficava do lado da minha.

-Quem dorme aqui? – ele perguntou.

-Ásis. Mas o que você quer? – eu disse – Você mesmo falou que achava melhor que não nos víssemos hoje. Se esqueceu é?

-É só que eu queria fazer uma surpresa pra você.

-Surpresa? – repeti para ter certeza de que tinha entendido bem.

Ele deu de ombros e me entregou uma caixa. Tirei o laço vermelho que estava envolta da caixa e levantei a tampa. Tive que segurar minha respiração quando vi o que estava ali dentro.

-Que fofo – disse – que fofo, que fofo...Que fofo!

-Pelo visto você gostou não é?

-Que fofo...Que fofo... – eu só sabia dizer isso.

-Para de falar isso...Está me dando nojo Weasley.

Eu nem liguei para as grosserias dele naquele momento. Simplesmente pulei em cima dele e dei um beijão. Mas beijão mesmo, daqueles de deixar sem fôlego.

-Acho que isso vale como um “Obrigado” também.

Olhei de novo para o meu presente em cima da cama. Era uma gatinha. Muito branca e bem pequena. Devia ter uns dez centímetros. Era a coisa mais fofa que eu já tinha visto em toda a minha vida.
Ela estava com um laço rosa no topo da cabeça e ficava olhando tudo. Era muito peluda e parecia um bichinho de pelúcia.

-Ninguém nunca me deu um presente tão fofo – eu disse enquanto abraçava a gatinha, que miava sem parar.

-Que bom que gostou – ele disse enquanto se acomodava na cama.

Deixei a gatinha na minha cama e fui até ele. Entreguei a caixinha com o colar, tinha um pingente com um “D”, idêntico ao que ele tinha.

-Obrigada Weasley – ele me disse enquanto colocava o colar – Ninguém nunca reparou nesse colar...Você é a primeira.

-Não tem como não lembrar, ele sempre enroscava no meu cabelo. Sempre mesmo. Era um saco na verdade, mas você parecia gostar...Então...

-Tem isso também – ele me entregou outra caixa, mas um pouco menor – É para a gata. A mulher de Hogsmeade disse que toda garota adora isso, e considerando seus gostos...Tem uma tiara de princesa ai...Última moda para gatos – ele riu.

-Ai que liiiiiiiiiiiiindo! – eu quase gritei quando vi a coroinha e o resto.

Tinha uns quinze lacinhos de cabelo lá. Um diferente do outro, tinha um que era rosa e lilás, o outro rosa claro, tinha um com brilho. Tinha também uma coleira rosa com pedrinhas de strass.

-Ai que fofo...Eu amei Malfoy. Amei mesmo...Nem acredito.

Realmente, ninguém nunca tinha feito algo assim por mim.

-Tem que dar um nome – ele disse – Apelidos são ridículos.

-Eu já sei...Vai ser Mawe – disse.

-Marie?

-Não Malfoy...Mawe...De Malfoy e Weasley.

-Legal...Mas parece Marie.

-Chato...Mas você não vai cortar meu barato.

-Você é estranha Weasley.

Ele disse enquanto se aproximava de mim. Eu já podia imaginar o que vinha a seguir. Ele era um tarado mesmo.

***

Hermione tinha adorado passar o Natal com a família Weasley. Eles eram sempre simpáticos e divertidos com ela. Já passava das duas da manhã quando ela resolveu sair do quarto e dar uma volta por lá.
A casa estava em silêncio e ela não conseguia dormir. Desceu as escadas tentando não fazer barulho. Não queria que ninguém a visse já que ela estava com uma camisola bem curta, seria constrangedor.
A sala estava bem escura, mas uma fresta de luz vinha da cozinha, por causa da lua, que brilhava mais que o normal naquela noite.

-Hermione? – alguém sussurrou e ela deu um pulo para trás.

-Quem está ai? – ela perguntou com o coração acelerado.

-Eu.

Ela se virou e viu que Fred estava sentado no sofá. Depois de tantos anos conseguia distinguir um do outro. Fred era o mais sorridente e tinha uma voz mais grossa. Ele estava com um olhar diferente.

-O que faz ai? – ela perguntou enquanto se aproximava dele.

-Pensando...Não consegui dormir, e você? – ele perguntou.

Hermione notou que sua voz estava mais grossa que o normal. Um pouco rouca. Ela se sentou no sofá e os dois ficaram se encarando por um tempo.

-Também.

-Você estava linda hoje...Você está linda hoje.

-Obrigada – ela agradeceu enquanto se sentia corar.

Fred se aproximou sutilmente dela. Os dois estavam um do lado do outro. Hermione não conseguia se mover, apenas sentia o perfume que ele emanava. Seu estômago dava voltas e voltas...

-O que... – ela sussurrou.

No instante seguinte Fred colou seus lábios nos dela. A partir daí os dois começaram a se beijar.

***

Suspirei e abri meus olhos. Podia ver que em menos de uma hora o dia iria raiar. Não estava nevando. Levantei e vi o Malfoy dormindo ao meu lado. Geralmente eu acordava antes dele.

-Malfoy – chamei – Levanta...Malfoy.

Ele começou a se remexer na cama e a resmungar alguma coisa. Eu tinha que tirá-lo logo dali, antes que alguém acordasse e o visse também. Olhei para um canto do quarto e vi que Mawe dormia em cima de um travesseiro.

-Anda Malfoy...Como você dorme. Credo!

Ele continuava dormindo.

-Mas que inferno...

Joguei um copo de água na cara dele.

-MAIS QUE DIABOS É ISSO? – ele gritou.

Mawe acordou também, mas depois voltou a dormir.

-O que você está fazendo sua louca?

-Se alguém te pegar aqui...Eu estou ferrada Malfoy. Anda logo.

Ele se levantou e começou a procurar sua roupa.

-Aqui! – eu joguei tudo na cara dele.

Enquanto ele se levantava Mawe acordou e foi brincar no pé dele. Malfoy aparentemente ficou irritado.

-Quer fazer o favor de tirar essa gata daqui?

-Olha aqui Malfoy, o nome dela é Mawe e foi você que me deu, não xinga ela.

***

Hermione levantou muito bem humorada naquela manhã. Ela estava dormindo na cama de Gina. Assim que abriu os olhos deu de cara com uma rosa vermelha e um bilhete. Antes mesmo de abrir ela já sabia de quem era.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.