FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

20. Preparativos, brigas e férias.


Fic: Rebeldes - Sobrevivendo no quinto ano


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

20º capitulo – Preparativos, brigas e férias.


Minha “relação” com o Malfoy se tornou uma coisa bem estranha. Não éramos amigos, não mesmo. Continuávamos os xingamentos pelos corredores. A mesma coisa. Era tudo bem complicado. Já tínhamos tido dois encontros.
Eu me sentia culpada por trair o Stephen, mas ao mesmo tempo não conseguia resistir ao Malfoy. Ele me enlouquecia. Completamente.
Era um sábado, quatro da tarde. Eu estava na sala secreta, que agora era quarto secreto. Depois da derrota para a Grifinória, Malfoy havia me jurado que iria ganhar contra a Corvinal. Eu estava sentada na cama esperando, enquanto comia alguns morangos.

***

-Parabéns Malfoy! – um garoto gritou.

-Você foi ótimo Draco – Olívia disse maliciosamente.

-É isso ai Malfoy!

Trey e Dean pularam em cima de mim. Continuamos comemorando por mais uma hora. Olívia veio tentando ter mais...Intimidade, mas eu estava com encontro para aquele momento.

-Hey, a gente pode se encontrar depois. O que você acha Draco? – ela sugeriu. Garota esperta.

-Pode ser. Amanhã então – eu sabia que amanhã não teria encontro com a Weasley – Agenda livre – disse por fim.

-Ótimo – os olhos dela brilharam e em seguida Olívia sumiu no meio da multidão que estava no salão comunal.

Me levantei e fui saindo de fininho. Ainda estava com o uniforme de quadribol, mas se parasse para me trocar ia demorar mais, ai teria que agüentar a Weasley reclamando que eu estava atrasado. Quando queria aquela garota podia ser uma pessoa bem irritante.
Caminhei a passos rápidos pelo corredor. Assim que encontrei a estátua conferi se alguém tinha me seguido, não havia ninguém. Por isso disse a senha e entrei no quarto secreto.
Ela estava sentada na cama olhando distraidamente para a parede. No seu colo havia um pequeno prato com morangos e ela estava comendo-os.

-Ganhou Malfoy? – ela perguntou.

-O que você acha? – disse superior.

-Agora vai te agüentar hein? Ninguém merece – ela disse enquanto pegava outro morango para comer.

Percebi que ela estava com uma saia branca que eu adorava, usava também um top preto que mostrava boa parte da barriga e botas pretas de cano alto. Aquele visual dava a ela uma aparência mais adulta.

-Foi difícil sair. Nem deu tempo de me trocar – disse.

Ela então virou seus olhos para mim.

-De uniforme ainda? Não faz mal.

Depois disso ela colocou o prato com morangos e tirou as botas.

-Você vai pra casa? – perguntei.

-Não sei. É um saco o Natal, gente demais rindo ao mesmo tempo. Acho que vou ficar na escola. E você?

-Vou ficar – disse prontamente. Eu não estava nem um pouco a fim de passar mais um Natal com os amigos ricos do meu pai e seus filhos idiotas.

Fui até ela, que estava deitada na cama. Weasley me olhou com um sorriso tão malicioso que eu não podia acreditar que ela havia feito aquilo. Na mesma hora senti a língua dela passeando pela minha barriga.

***

Hermione, Harry e Rony estavam na biblioteca conversando.

-E a Liza? – Hermione perguntou.

-Nem viro nada – Rony deu de ombros e continuou – Ela está vidrada no Malfoy, sem chances – disse desanimado.

-Você daqui a pouco substitui. E você está beijando a Fanny, não está?

-É...E a Kristin? – ele perguntou.

Harry deu uma risada.

-Está com o Richard nesse momento. Devem estar em algum lugar do castelo, se divertindo por ai.

-Ah...

Harry riu de novo. Hermione começou a achar aquilo estranho, deu uma risada também.

-Harry...O que faz aqui?

Na mesma hora Hermione se virou. Seu sorriso se desfez aos poucos. Era Pansy, ela e umas amigas.

-Oi Pansy – ele disse – O que foi?

-Eu estava te procurando. Vamos dar uma volta? – ela disse suavemente.

-Tudo bem – Harry se levantou – Depois nos vemos – ele disse a Hermione e Rony, depois saiu.

-Mione acho que já vou também – Rony falou,

-Tá. Tchau Rony.

Hermione se viu sozinha. Tudo graças a Pansy. Aquela garota idiota. Hermione se levantou e foi atrás de Jared. Ele fazia com que ela esquecesse todos os seus problemas, pelo menos por um tempo.

***

Rony avistou as amigas de Pansy. Esperou Martha ficar sozinha e foi até ela.

-Lembra de mim? – ele disse.

-Claro...Rony.

-Ótimo.

Rony encostou-a em uma parede e começou a beijá-la. No mesmo instante Liza Mars e algumas amigas passaram por eles.

-Nojento – Liza disse e seguiu em frente.

-Viu Liza? – uma amiga dela disse – O Rony Weasley é tão galinha quanto o Malfoy. Melhor desencanar dos dois.

-Você está certa.

***

Quando saí do quarto o Malfoy ainda dormia. Peguei minhas roupas e segui para a Grifinória. Enquanto caminhava ia ajeitando meu cabelo e minha roupa. Eu estava morrendo de frio, mas simplesmente adorava aquela saia e aquele top. Não dava pra ficar com um sobretudo.

-Gina! – Nátysi chamou.

Ela e Ásis estavam sentadas em frente à lareira. À noite já tinha caído. Estava mais frio ainda.

-Por onde andou? – Ásis perguntou.

-Estava passeando.

-Com essas roupas minúsculas. Morreu de frio né?

-É a moda...O que eu não faço pela moda? Vocês sabem.

Nós três rimos. Em seguida os meninos chegaram.

-Oi garotas.

-Oi linda – Stephen me disse enquanto me beijava – Você está gelada. Não está com frio?

-Não muito.

-Gente, à noite dos desafios é depois das férias de Natal. Já pensaram quem vão chamar?

-Na verdade eu nem vi isso – admiti.

-Tem que ver logo. É logo na semana de volta as aulas. Vai ser um sábado. Vocês vão chamar bastante gente?

-Amigos, eu acho – disse – Estava pensando em chamar, Harry, Rony, Mione, Jared e Richard. Kristin também.

-Nunca falei com esses dois – Ásis comentou.

-Eles são legais. Vocês vão ver. Mas e se chamássemos bastante gente mesmo? Uma aposta grande. Todas as casas. O que vocês acham?

-Parece que legal Gina – Matt me disse – Mas como você pretende fazer isso?

-Fácil. Eu tenho contatos com as outras casas. É só mandar eles dizerem para falar comigo, nós pegamos o dinheiro e pronto.

-Eu digo sobre...Filch.

-Eu cuido disso – Stephen disse.

-Ótimo. Agora vou falar com meus contatos. Temos que tomar cuidado. Cada um vai dar um galeão. Esse é o preço e assim só participa quem vai levar a sério.

-Então vamos ver quais serão as provas – Jim falou – Estava pensando no salgueiro lutador...

***

No domingo eu fui falar com várias pessoas, a respeito da noite dos desafios. Primeiro fui falar com Hilda Forres, da Lufa-lufa. Ela estava saindo do salão principal. Rindo sozinha, achei ela meio parecida com Luna Lovegood.

-Hilda Forres? – perguntei.

-Sim... – ela me analisou e depois sorriu – Gina Weasley? Que prazer...O que você quer comigo?

-Deixe eu te explicar...

Fiz questão de que ela convidasse Luna. Depois fui falar com Liza Mars, da Corvinal. Ela estava com algumas amigas nos jardins.

-Posso falar com você? – pedi.

-Claro Gina Weasley...O que quer comigo? – ela disse educadamente.

-Bom é a respeito de uma brincadeira...

-Pode falar, eu te ajudo no que for preciso.

-Ótimo – sorri.

Na Sonserina foi o mais complicado, eu tinha falado para cada uma das meninas escolher dez pessoas e depois falar comigo. Para a Sonserina, no entanto eu só podia pensar em uma coisa, Malfoy.
Mas seria muito estranho eu falar com ele. Tinha que conversar com algum amigo dele, assim o menino o convidaria. Toda a pessoa que eu conhecia lá o Malfoy desprezava.
No entanto no mesmo dia eu encontrei um garoto que agora tinha grudado nele.

-Oi...Posso falar com você?

O menino abriu um sorriso enorme e se aproximou de mim.

-Sou Dean e você é Gina Weasley. Pode falar o que quiser senhorita.

-Bom... É o seguinte.

Expliquei tudo a ele e disse que no primeiro dia de volta às aulas me entregasse um papel com os nomes. Ele concordou e ainda me chamou para um passeio. Homens são todos iguais.

***

Caroline caminhava apressadamente em direção a biblioteca. Não tinha muito tempo. No máximo em dois dias começaria a nevar. Ela tinha que ser rápida. Entrou em uma sessão qualquer e abriu um enorme e pesado livro no seu colo.
Tiara tinha dito que lá ela encontraria o que precisava. Começou a folhear rapidamente o livro. A raiva crescendo dentro de si...Cada vez mais...Ela queria estrangulá-la.

***

Olívia era uma gracinha, mas ainda sim eu tinha certeza que não iria para frente com ela. Marie não parava de me encarar enquanto eu estava no salão comunal. Eu tinha que sair dali, logo.
Trey estava se agarrando com uma loira no sofá e Dean tinha sumido. Levantei e sai de lá irritado. Aquela garota me irritava mais que a Weasley, se é que era possível algo assim.
Ouvi risadas em um corredor e me aproximei para ver o que era. Duas pessoas estavam encostadas em uma parede se beijando. Eu já sabia quem era antes mesmo de me aproximar.

-Vocês poderiam levar uma detenção por isso – disse rindo ironicamente.

-Beijar não é proibido Malfoy – o garoto disse.

-Deixa pra lá Stephen... – ela disse enquanto me fulminava com o olhar.

-Weasley...Então era você ai escondida...Também com essa altura eu nunca que iria imaginar que era você.

-Olha aqui garoto...Eu já disse que sou muito alta tá? – ela disse enquanto empinava o nariz e me encarava – Seu insuportável.

-Nervosinha hein Weasley? Será que o namorado não beija muito bem – disse triunfante.

-Malfoy se enxerga. Ninguém aqui está pedindo sua opinião – o idiota Stephen me disse – Vê se vai procurar outras pessoas para irritar.

-Os únicos idiotas aqui são vocês...Mas já me diverti bastante.

Dei as costas pra eles e sai de lá rindo. Eu estava me divertindo cada vez mais com isso.

***

Harry e Pansy estavam em uma sala se beijando. Ele não conseguia mais ficar com ela sem pensar em Hermione. Mas agora Harry tinha uma técnica infalível. Era ótimo aquilo, pelo menos por enquanto estava dando certo.
Ele simplesmente fechava os olhos e se imaginava nos braços de Hermione, a garota que realmente amava. Ele se sentia um idiota completo. Mas mesmo assim, ao invés de ver Pansy ali ele via Hermione.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.