FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

29. Depois do jogo


Fic: Rebeldes - Sobrevivendo no quinto ano


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

29º capitulo - Depois do jogo


Um mês depois da Noite dos Desafios, e três encontros com o Malfoy, em pleno sábado, a escola toda se preparava para mais um espetacular jogo, Grifinória x Sonserina. Acho que todos os alunos de Hogwarts se sentiam atraídos por esse jogo. A escola toda com certeza estaria lá, gritando e torcendo.
Quem ganhasse esse jogo iria disputar com a Corvinal e quem perdesse iria disputar com a Lufa-lufa, em busca do terceiro lugar. Era realmente estranho Harry em uma semifinal, ele geralmente estava hospitalizado.
Estava um dia frio, felizmente. Ficar torrando no Sol não era legal, ainda mais quando tinha um povão perto de você. Suspirei e fui até meu guarda-roupa. Estava procurando algo legal para vestir.
Meu dinheiro só seria investido nas férias, quando eu poderia comprar roupas novas. Quem sabe daqui uns anos, com todos os meus irmãos fora de casa eu não iria poder ganhar mais coisas dos meus pais. Quem sabe.

-O que você vai usar Ásis? – perguntei enquanto olhava pela vigésima vez as mesmas roupas – Eu estou com uma dúvida mortal.

-O que é? – Nátysi perguntou enquanto saia do banheiro.

-Lilás ou rosa? – perguntei mostrando duas blusas de frio.

-Lilás – as duas disseram juntas. Estava decidido.

Coloquei calça jeans, regata branca e blusa de frio lilás. Bota de cano alto preta, já disse que eu simplesmente amo botas? Deixei meu cabelo solto e liso. Passei maquiagem rosa e depois o perfume. Coloquei brincos, pulseiras e tal, eu estava pronta para o jogo.

-Eu estou com frio – Ásis disse um tempo depois, enquanto nos ajeitávamos nas arquibancadas.

-Eu também...Meu cabelo vai ficar horrível se chover...Espero que não – disse enquanto olhava o céu.

-Seria péssimo, mas chove bastante em fevereiro, você sabe.

-Sábado que vem tem festa, não dá pra esquecer – Nátysi falou – Temos que ver as roupas, falaram que é a penúltima do ano. Vai estar todo mundo lá. Vai ser demais.

-Oi meninas – eram Hermione e Kristin.

Kristin e Rony estavam namorando agora. Inacreditável, mas o bobo do meu irmão tinha tomado vergonha na cara e corrido atrás do que realmente queria, ao invés de pedir minha ajuda ou da Mione. Como ele sempre fazia.

-Que pulseira linda Gina – Kristin falou.

-Obrigada cunhada – nós duas rimos – Hoje faz um mês não é? – Kristin confirmou com a cabeça.

-Que romântico – Ásis falou enquanto procurava seus binóculos na bolsa – Esse jogo vai bombar gente.

-Com certeza – peguei meus binóculos também.

***

Eu andava de um lado para o outro no vestiário. Era realmente difícil estar calmo antes de um jogo contra a Grifinória. Com certeza a Weasley e suas cobaias estariam lá. Elas pareciam prontas a um desfile de moda sempre que saiam do quarto. Eu realmente não queria perder. Não hoje.

-Hei Draco...Relaxa cara – Trey falou.

-Não dá – desisti de ficar em pé e me sentei em um canto do lugar.

-Você anda estranho cara, sumindo às vezes...

-Não fala besteira Trey. Preciso pensar.

-Certo...A gente se fala depois.

Nem vi quando ele saiu de lá. Apenas afundei minha cabeça nas mãos e me pus a pensar. Eu tinha que ganhar. Tinha.

***

-Harry qual é a tática? – Stephen perguntou enquanto se aproximava dele.

-Não sei ainda...Mas temos que tomar cuidado com o Malfoy. Ele vai vir com tudo hoje...Estejam preparados.

-Eu não me importo...Estou morrendo de vontade de quebrar a cara daquele loiro, ele não para de importunar a Gina? – Stephen falou.

-Sério? Como assim?

-Ontem mesmo Harry, o vi discutindo com ela e Nátysi perto do salão principal. Ainda quebro a cara desse loiro aguado.

-Não se preocupe Stephen – Harry falou rindo – Se isso acontecer você vai ter muita ajuda, muitas pessoas estão a fim de quebrar a cara do Malfoy, pode ter certeza disso. Agora eu tive uma idéia...

***

-Atenção todos – o novo narrador, Simas Finnigan falou – O jogo vai começar. A semifinal que vai falar quem vai competir com a Corvinal mês que vem.

Todos começaram a gritar. Os professores estavam atentos. Sabiam que quando era Grifinória contra Sonserina sempre terminava com acidentes. Era normal.

-Olhem! – Nátysi gritou quando os jogadores começaram a entrar no campo – É o Stephen e os meninos.

A torcida da Grifinória era consideravelmente maior, considerando-se que Corvinal e Lufa-lufa nos apoiavam. Pelo visto toda a escola estava lá.

-Malfoy... – sussurrei quando o vi entrando, ele e todo o time da Sonserina.

***

O jogo estava ficando cansativo. Eu não agüentava mais procurar aquele pomo maldito. Potter e o resto do time tentavam sem sucesso fazer gols. Mas eles não estavam conseguindo.
O namoradinho da Weasley jogou um balaço direto em mim. Desviei e dei uma risada.

-Esse é o seu melhor?

-Cala a boca Malfoy – ele berrou de volta.

-Ficou nervosa é?

Provocações era minha tática mais infalível. As pessoas ficavam tão concentradas tentando responder que se esqueciam do jogo. Jogo, aliás, que estava se prolongando, já estávamos há mais de três horas.

-MALFOY! – Potter gritou – DEIXA OS MEUS JOGADORES EM PAZ.

Bem perto dele o pomo estava passando.

-TUDO BEM – gritei de volta e disparei em direção a ele.

***

Vi o Malfoy rindo e em seguida disparando em direção a um ponto. Harry vinha logo atrás dele.

-Gente ele não pode pegar o pomo – falei.

-Porque Gina?

-Porque ai nós perdemos Hermione. O Malfoy está na frente – apontei para o placar.

-Não pode ser – Ásis praticamente berrou.

Peguei meu binóculo e comecei a observá-los. Malfoy e Harry estavam voando desesperadamente em direção a um ponto dourado que brilhava bastante.

-OLHEM! – Nátysi gritou.

Vi o Matt despencando da vassoura graças a um balaço. Eu só esperava que ele ficasse bem. Nátysi começou a chorar, Ásis foi consolá-la. Eu não conseguia tirar o olho dos dois.
Vi Harry passando-o e em seguida o pomo estava nas mãos dele. Malfoy olhou desolado para a torcida. Mas foi então que tudo mudou.

-Gente! – Simas anunciou – O dia é de reviravoltas...O placar final é o seguinte, Grifinória Cento e setenta pontos, Sonserina Cento e noventa pontos.

Foi silêncio geral, em seguida a torcida inteira da Sonserina começou a berrar. Foi chocante. Eles berravam tanto que parecia que seus pulmões iam estourar. Com o binóculo olhei o Malfoy, ele estava com um monte de gente. Todos estavam comemorando, menos ele.
Na verdade ele estava com um rosto um tanto abatido, parecia deprimido, sem chão. Senti pena dele. Eu tinha que animá-lo. No mesmo instante começou a chover. No meio do tumulto que se formou para sair dali eu fui indo para frente das pessoas.
Quando cheguei lá em baixo me escondi atrás das arquibancadas. Agora era só esperar.

It's like you're a drug
É como se você fosse uma droga
It's like you're a demon I can't face down
É como se você fosse um demônio que eu não consigo encarar
It's like I'm stuck
É como se eu estivesse presa
It's like I'm running from you all the time
É como se eu estivesse fugindo de você todo o tempo


***

Todos já tinham ido embora. A Sonserina estava alegre. Todos estavam, menos eu. Era insuportável a idéia de perder o pomo para o Potter, mais uma vez. Eu estava me sentindo morto. Deitei no banco que ficava no meio do vestiário. Ele era grande e eu estava usando como cama.
Ouvi um barulho, mas nem me importei. Não queria ver ninguém. Provavelmente alguém tinha esquecido alguma coisa.

-Malfoy? – ouvi a voz dela – Vim te fazer companhia.

-Weasley?

And I know I let you have all the power
E eu sei que deixo você ter todo o poder
It's like the only company I seek is misery all around
É como se a única companhia que eu procuro fosse miséria por todos os cantos
It's like you're a leech
É como se você fosse um sanguessuga
Sucking the life from me
Sugando a minha vida


Levantei e a encarei. Ela estava linda com uma blusa branca apertada. Tirou uma blusa de frio e colocou ali no banco. Seu colo estava à mostra, seus cabelos vermelhos caiam sobre o ombro dela.
Sua pele branca e alva. Ela não falou mais nada. Apenas se sentou no meu colo, uma perna de cada lado do banco. Começou a me beijar.

***

Como eu imaginava o Malfoy ficou no vestiário. Esperei todos saírem de lá e entrei. Encontrei ele deitado em um banco, um banco enorme na verdade. Ele estava lindo com o uniforme de quadribol. Seu cabelo espalhado pelo banco. Mas seus olhos, eu nunca tinha os visto tão escuros como naquele dia.
Apesar de saber que nós nunca teríamos algo relacionado ao amor, mesmo assim, ele nunca tinha estado tão frio e impassível. Mas ele estava mal, e tinha salvado a minha vida, eu devia isso a ele. Sentei no colo dele e comecei a beijá-lo. Eu me sentia cada vez mais viciada naqueles encontros...

It's like I can't breathe
É como se eu não pudesse respirar
Without you inside of me
sem você dentro de mim
And I know I let you have all the power
E eu sei que deixo você ter todo o poder
And I realize I'm never gonna quit you over time
E eu percebi que mesmo que o tempo passe, eu nunca vou te esquecer
(Música da Kelly Clarkson, chama Addicted...Não conseguia achar nada mais perfeito para o momento)


Depois tirei a blusa do uniforme e deslizei minhas mãos pelo peito dele. Ele continuava me olhando daquele jeito. Eu estava odiando aquele olhar. Ainda assim não fiz nada quando ele me colocou deitada no banco e tirou minha blusa com rapidez. Nem me importei também quando ele começou a transar comigo de uma maneira tão brusca. Eu sabia que ele estava mal.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.