FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

36. Em crise!


Fic: Rebeldes - Sobrevivendo no quinto ano


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

36º capitulo – Em crise!

-Estou em crise! – berrei quando bateram na porta.

-Não fique deprimida Gina, ninguém viu seu cabelo daquele jeito.

-Como não Ás? Nós passamos por milhares de alunos, nunca mais saio desse quarto. ODEIO DRACO MALFOY! – afundei a cabeça no meu travesseiro. Eu estava em crise.

***

Kelly passava pelo corredor dos dormitórios femininos quando viu Ásis e Nátysi batendo na porta do quarto e berrando algo. Mais uma das crises de Gina, ela pensou enquanto balançava a cabeça.
Seu sonho era ser amiga de Gina e fazer parte do grupo dela. Quem sabe um dia, mas porque não naquele momento. Se aproximou das duas meninas e tentou falar com elas.

-O que aconteceu?

Ásis e Nátysi a encararam.

-O que você quer? Veio espionar a gente para a Caroline.

-Não...Só quero saber se posso ajudar. De alguma forma.

Ásis a olhou e considerou por um tempo se podia falar sobre o problema de Gina com ela.

-É o seguinte, o cabelo da Gina molhou e a poção dela acabou. O cabelo dela está lindo, como sempre – Ásis suspirou – Mas ela quer ele seco com a maldita poção e depois o feitiço.

-Você pode nos ajudar? – Nátysi perguntou enquanto colocava as mãos na cintura. Um gesto clássico de Gina, pensou Kelly.

***

Hermione colocou a cabeça para fora do quarto para saber de onde vinha todo aquele barulho. Depois voltou rindo.

-O que foi? – Kristin perguntou enquanto lia uma revista.

-Adivinha? Mais umas das crises da Gina.

-Agora fala o que aconteceu – Kristin jogou a revista para o alto e se sentou na cama da Hermione.

-Eu e o Harry...Nos beijamos.

-O QUE?

-Não grita espertona...Foi estranho, eu ainda o amo.

-Que dúvida Mi – Kristin riu – Mas agora você tem um problema...Jared White é o nome do seu problema.

-Não tem nada a ver Kristin, eu vou continuar com ele...Normal.

-Você anda muito má.

-Não é isso querida – Hermione balançou seus cabelos e apontou o dedo para Kristin - Apenas aulas com a Gina.

Hermione voltou ao seu “normal”. As duas riram.

***

Harry e Rony estavam sentados em uma pedra na beira do lago. Os dois jogavam pequenas pedras no lago, vendo quem conseguia jogar mais longe.

-E você e a Kristin? – Harry quebrou o silêncio.

-Não sei...A Liza anda investindo bastante.

-A Kristin sabe?

-Com certeza, sempre nos vê conversando e não diz nada, antes ela brigava. Mas assim eu acho pior.

-É como assistir a tudo – Harry falou triste.

-Não sei Harry...Acho que meu namoro está indo pro buraco – a pedra que Rony jogou foi mais longe que a de Harry.

-Sei como é isso... – outro suspiro de Harry – O que você vai fazer?

-Sei lá...Mas não da pra continuar assim.

-Você vai descobrir Rony, sozinho, mas vai.

-Talvez você tenha razão Harry – os dois voltaram a ficar em silêncio.

***

Kelly sumiu e voltou cinco minutos depois com um enorme sorriso. Ásis e Nátysi acharam estranho, mas não falaram nada.

-Eu tenho a solução.

-E qual seria? – Nátysi perguntou.

-Eu vou arrumar o cabelo dela.

***

A porta do quarto foi aberta e por lá entraram Ás, Na e Kelly. Sim, a amiga da idiota da Caroline estava no meu quarto. Continuei deitada olhando para o teto.

-O que é?

-Gina...Nós achamos uma solução.

-Não tem solução – reclamei – Minha vida...Acabou!

-Nada a ver – Kelly falou – Eu posso arrumar seu cabelo.

***

Eu estava andando distraída por um corredor escuro quando ouvi passos. Como o toque de recolher ainda não tinha soado eu nem me preocupei.

-Gina? – ouvi a voz do Stephen – O que faz aqui?

O que eu poderia dizer a ele? Nem eu sabia bem o que estava fazendo ali. Só tinha ficado com vontade de dar uma volta perto das masmorras. Normal.

-Dando uma volta...Porque? E o que você faz aqui?

-Snape, detenção. Não se lembra? – ele suspirou – Tenho que ir logo.

-Tão rápido? – falei divertida – Não vai nem dar um beijinho?

-Claro que sim meu amor...

Ele me puxou e nossas bocas se encontraram. Os braços dele ficavam cada dia mais ágeis, mesmo assim ele não chegava aos pés do Malfoy. O que estou pensando?

-Você é a menina mais linda de Hogwarts sabia?

-Claro que sim queridinho? E dá trabalho isso sabe?

-Vem cá...

Ele me puxou de novo. Continuamos nos beijando por um bom tempo. Só me separei dele quando ouvi uma voz fria bem perto de nós.

-O que dois grifinórios fazem aqui? – a voz do Malfoy soou rancorosa – E pelo que eu saiba você ai tem detenção.

-Eu estava indo para lá.

-Percebi – Malfoy falou irônico.

-Não enche menino – explodi – Você acha que é o poderoso da escola, que manda em todos. Não passa de uma caricatura do seu pai.

-E quem você é Weasley? Uma nojentinha amiga de sangues ruins. A linda senhorita Weasley não é? Porque não cresce?

-Já vou – Stephen sussurrou e sumiu pelo corredor.

-Você é um ridículo Malfoy – falei – Não sei porque perdi meu tempo com você.

-Talvez porque eu seja homem, coisa que o seu namoradinho não é e nunca foi.

-Você nunca vai ser homem suficiente para mim. Nunca!

***

-Hermione estava sentada na beira do lago – Harry comentou – Abraçada com o namorado dela.

-Você deu mancada Harry, não dá pra negar.

-Eu sei Rony, tinha a impressão de que ela sempre esperaria por mim.

-Mas não foi assim...Porque você começou com a Pansy?

-Não lembra? Nós estávamos passeando no lago e eu vi ela chorando, começamos a conversar...

-Ah tá! É mesmo, vocês ficaram amigos.

-Não sei como, mas de um dia para o outro eu não conseguia deixar de pensar nela. Parece que toda vez que vou terminar uma coisa me impede.

-Será que você não a ama realmente?

-Não...Isso não. Eu sei que amo a Hermione. Sinto isso toda vez que olho para ela. Mas não consigo sair de perto da Pansy.

-Eu não sei cara... – Rony disse sinceramente.

Os dois ouviram risadas e Hermione e Kristin apareceram através da passagem. As duas se sentaram com eles.

-Onde estavam? – Harry não pode evitar a pergunta.

-Dando uma volta – Hermione suspirou – O Jared está desaparecido desde manhã, não acho ele.

Harry se segurou para não fazer um comentário maldoso a respeito daquilo.

-Que tal um jogo? – Rony propôs.

-Se ele não envolver copos e moedas...Por mim tudo bem – Hermione riu.

-Cartas...Vou pegar – Kristin levantou e subiu as escadas correndo.

***

Estava indo para o salão comunal. O encontro com a Weasley e o namoradinho tinha me irritado. Estava com a cabeça quente e sem pensar muito bem. A primeira coisa que fiz quando vi a Marie encostada em uma parede foi puxá-la para um beijo.

-Quer namorar comigo? – falei olhando nos olhos dela.



Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.