FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

2. Aulas


Fic: A Gruta dos Mistérios


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Acordei cedo com o sol batendo no meu rosto, vesti minhas vestes e fui tomar café da manhã. Sentei ao lado de Robert e conversamos um pouco sobre nossos horários, primeira aula era Poções com a Grifinória, Logo após vinha Feitiços com Lufa-lufa, dois tempos de Transfiguração com Corvinal e finalmente, almoço. Saí correndo com os meninos para o dormitório, antes de ir para poções tínhamos que pegar os livros. Chegamos alguns minutos antes do começo da aula. O professor era novo, tinha cabelos loiros e grandes olhos azuis, alto e magro. Assim que as meninas entravam, elas suspiravam ‘que lindo!’.
- Bom dia turma, eu sou Carlie Ghterdmon, diretor da casa Lufa-lufa. Hoje vamos fazer uma poção bem fácil. A Poção Wiggenweld tem o poder que restaurar as forças de uma pessoa que esta demasiada fraca por estar doente, por ter se machucado ou simplesmente por estar muito cansada. Abram o livro na pagina 5 e comecem a prepará-la, vocês tem 1 hora.
No mesmo instante eu abri o livro e fui pegar os ingredientes no armário, era a primeira aula e eu me sairia bem, com certeza. A poção era fácil mesmo, estava acabando de cortar a casca de Wiggentree, ao jogar no caldeirão a poção atingiu um tom verde. Pelo visto estava certo. Não vi o tempo passar, o professor anunciou para todos pararem de mexer o liquido. Vi que ele estava passando por cada mesa e olhando, quando chegou na mesa que eu dividia com Sam ele gritou.
- Muito bem meu rapaz, muito bem. Vinte pontos para a sonserina. Podem recolher os materiais e ir para a próxima aula. Vejo vocês logo!
Eu estava satisfeito comigo mesmo, se eu continuasse assim acabaria virando monitor, igual meu pai. Fui correndo para a aula de feitiços, estava atrasado por que a aula começaria em cinco minutos. Cheguei na sala quando os sinal tocou e me sentei logo ao lago de uma menina da sonserina.
- Olá, sou a professora Enister Flagron – uma bruxa de meia idade falava e gesticulava – nesta sala vamos aprender os feitiços mais brilhantes. Hoje, vamos começar com um feitiço simples. Vocês vão ter que acenar a varinha e falar Ebublio. Vejam só – de repente começou a sair bolhas da varinha da professora. – Podem começar!
Todos começaram a praticar, mas parecia que era impossível sair alguma coisa. Passou algum tempo e a professora tornou a falar
- Ok pessoal, continuem treinando e quero dois rolos de pergaminho sobre a utilidade do feitiço Expelliarmus, este será o próximo que treinaremos. Até logo!
Sai da sala brabo, como era possível eu não ter conseguido? Vou treinar a noite inteira se for preciso. Só faltava Transfiguração ai eu poderia almoçar, depois teria um tempo livre que provavelmente faria lições e escreveria para papai. Aaah não, esqueci que a aula vai ser com Corvinal, e a sabe tudo irritadinha vai estar lá. Pelas barbas de Merlim, será que o ano todo seria assim? Entrei na sala, tenho que dizer que a professora estava... bonita. Hoje os cabelos estavam loiros e liso. Mas como poderia ter mudado tão rápido? Meus pensamentos foram interrompidos pelo menino do meu lado.
- Professora, porque seu cabelo mudou... tão rápido? Quero dizer, o que você fez? – ele parecia envergonhado e não falou com muita clareza.
- Bem, vocês já me conhecem. Como disse ontem eu sou Isabella Snow, respondendo a pergunta eu sou metamorfomaga, isso permite que eu mude de aparência à vontade, sem uso de feitiços ou poções. Tenho que dizer que isso é muito raro. Na aula de hoje vamos aprender a transformar água em rum. Para isso vocês devem dizer ‘Felicius Morgan’. Espero ter algum resultado. Podem começar a trabalhar.
Não parecia ser difícil, me concentrei bem e lancei o feitiço. A água mudou de aparência, mas não se tornou rum. Infelizmente aquela Weasley conseguiu na segunda vez que tentou. Eu tinha que fazer o melhor, não seria humilhado por uma... garotinha mestiça. Não demorou muito para eu conseguir. No fim da aula a maioria dos alunos conseguiram resultados. Para a próxima aula teríamos que escrever três rolos de pergaminho sobre a história da transfiguração, parece que teria muito trabalho a fazer na biblioteca. Sai da aula com Robert e fomos almoçar, fiquei encarando Rose o almoço inteiro (não sei se ela percebeu, pois estava com a cara grudada em um livro). Como eu tinha planejado, fui para a biblioteca. Procurei alguns livros e então comecei.
‘Do latim expelli (expelir) e armus (arma). Expelliarmus é um feitiço de desarmamento, se usado erroneamente pode atirar a pessoa longe.’ O que? Rose Weasley aqui na biblioteca também? Parece que meu primeiro dia não está indo nada bem, vou fingir que nem vi... ‘ ... um feitiço muito utilizado...’
Acabei o trabalho em pouco tempo. Então, comecei o outro rapidamente.

‘Na mitologia Grega encontramos muitas historias de pessoas que se transformavam em animais. Circe, a famosa feiticeira da mitologia grega, era famosa por transformar marinheiros em porcos...’
Parecia que a história da transfiguração não tinha fim. Acho que acabei ele em uma hora. Só faltava escrever a carta para papai e eu ficaria livre. Molhei a pena na tinta e comecei:
‘Oi pai! Oi mãe!
Adorei o castelo, já fiz vários amigos.
Fui para a sonserina. O chapéu seletor fez uma apresentação ridícula, mas todo mundo gostou (menos eu).
Preparei a melhor poção hoje, também consegui transformar água em rum.
Quando tiver alguma notícia eu volto a escrever
Amo vocês
Escórpio Malfoy”

Andei até as masmorras, ao chegar no salão comunal pedi a coruja de Tom emprestada. Depois disso eu, Robert e Lizzy fomos dar um passeio pelos jardins. Alvo estava lá e veio correndo quando nos viu, percebi que o menino que estava com ele era mais velho e fez cara feia.
- Desculpe, é Thiago, meu irmão. Ele não tem uma boa amizade com sonserinos, sabe como é... – Alvo estava sem jeito, mas tentava se explicar. – Então, o que vamos fazer?
- Que tal ir desvendar alguns segredos desse castelo? – Robert estava animado com a idéia.
- Já sei – Alvo Severo gritou – Meu pai me contou sobre a Sala Precisa, por que a gente não vai lá? Ela se transforma no que você quiser.
- Meu pai também me falou disso. Ótima idéia Severo!
Fomos correndo para o castelo antes que algum professor aparecesse.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.