FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

1. Expresso de Hogwarts


Fic: A Gruta dos Mistérios


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

É claro que meu pai havia me contado tudo sobre aquele colégio, sobre cada professor e cada aluno que estudou com ele. Eu estava ansioso para chegar lá, para ver quem seriam meus colegas, para obter notas extremamente altas. Eu, papai e mamãe estávamos na nossa Limusine, a demora do motorista me irritou, afinal, o trem sairia daqui à uma hora.
- Está nervoso filhinho? - minha mãe perguntou sorridente – você vai gostar de lá, é uma escola incrível com vários segredos.
- Com certeza você irá para sonserina, já é meio que tradição da família. E lá você vai conviver com sangues- puro também – mamãe lançou um olhar mortífero a ele – Isso não importa, é claro.
Essa conversa estava me deixando mais nervoso ainda, graças a Merlim que chegamos logo. Atravessei correndo, fiquei impressionado ao ver o trem. Papai e Mamãe estavam do meu lado. Vi ele fazer um breve aceno de cabeça para outra família. Eu sabia quem eram aqueles, Harry Potter, Gina Wesley, Rony Wesley e Hermione Granger com seus respectivos filhos. Papai odiava eles, pelo que eu sei, Harry Potter ‘salvou’ ele ou algo do tipo. Desde então ele é eternamente grato (mesmo não tendo superado o fato desta humilhação). Também escutei vovó Narcisa falar sobre Potter.
Tive que embarcar correndo, porque o trem já estava partindo. Acenei para meus pai até chegar em uma curva e eu não ver mais eles. Estava sentado sozinho numa cabine quando apareceu três alunos e se sentaram ali comigo. Dois deles eu reconheci, estavam juntos com aqueles que estudaram com meu pai. Comecei a me apresentar rapidamente.
- Olá, sou Escórpio Malfoy – Sorri e estendi minha mão. Um menino de cabelos castanhos, alto e muito magro estendeu a mão para mim.
- Sou Robert Zabini – esse era sangue-puro, disso eu tinha CERTEZA.
Os outros, eu já sabia quem eram, mesmo assim deixei que se apresentassem.
- Alvo Severo Potter – até que ele parecia simpático. Eu só não poderia deixar que ele levasse a fama só por ter o sobrenome de quem derrotou o Lord das Trevas há anos atrás.
- ... E você? – perguntei com pouco interesse, mas me assutei com a resposta.
- Rose Weasley, mas isso não é do SEU interesse – a menina tinha cabelos lisos castanhos, não era muito alta e tinha um pouco de vermelho no rosto. Essa era nervosa, comecei outro assunto.
- Para que casa acham que vão? – bem, essa era uma pergunta fácil. – Sonserina, eu acho. Quase minha família toda pertenceu a Sonserina e...
- Grifinória, eu acho. E queira saber que não estamos interessados na história de sua família. – dessa eu tive que rir. Quem essa menina achava que era pra falar assim COMIGO?
- Grifinória – Alvo falou envergonhado, percebi que ele estava escondendo algo mas nem me dei o trabalho de perguntar o que era.
- Sonserina – Robert disse num tom debochante – Parece que seremos parceiros.
Eu diria que a menina iria para a Sonserina também, ela tem um gênio tão forte que tiraria sarro do pessoal das outras casas. Ficamos conversando (eu, Robert e Alvo), O carrinho de guloseimas passou e compramos vários doces, entre eles feijõeszinhos de todos os sabores, sapos de chocolate, tortinhas de abóboras e varinha de alcaçuz. Já estava escuro quando fomos colocar os uniformes, depois disso não demorou muito para chegarmos.
-ALUNOS DO PRIMEIRO ANO AQUI, POR FAVOR – um homem baixinho acenava e pulava, ele continuou – Olá, sou John Cartney e como vocês sabem, alunos do primeiro ano chegam no colégio com barcos. Então, venham todos. Muito cuidado, a água deve estar de congelar.
Tenho que dizer que a ‘viajem’ foi meio entediante, levou uns 30 minutos ou mais. A parte legal foi que vimos um tentáculo emergindo da água, mas não sei o que era. Ao chegarmos no castelo uma mulher nova, alta, cabelos verde limão cacheados e pele bem branca estava na frente de uma porta esperando por todos nós.
- Sejam bem vindos, eu sou a professora Isabella Snow, ensino transfiguração e sou diretora da Sonserina. Logo vocês vão ter a seleção das casas. A casa que vocês serão mandados serão como suas famílias, se quebrarem as regras perderão pontos, se participarem das aulas ganharão pontos. Tudo isso será explicado mais tarde. Vamos!
O salão era enorme, havia quatro mesas de alunos e uma de professores. No fim da sala estava uma cadeira e um chapéu velho. Que nojo, vou me sujar colocando esse trapo. O chapéu abriu os olhos e começou a cantar
‘ Quatro casas, quatro fundadores, são destes que vou falar
Godric Gryffindor da Grifinória nunca foi de cantar
Muita bravura e coragem, pra entrar vão precisar
O fantasma desta casa é Sir Nicholas

Helga Hufflepuff da Lufa-Lufa sempre se orgulhou
Com pessoas trabalhadoras, pacientes, leais e justas ela ficou
Como fantasma tem o Frei Gorducho que se descabelou

Rowena Ravenclaw da Corvinal acolheu
Apenas Perspicaz, bem humorado e inteligente
Dama Cinzenta é desta casa, mas morreu
Mas antes disso contagiou toda a gente

Salazar Slytherin da Sonserina na sua casa decidiu por
Astutos, determinados e Ambiciosos,
Barão Sangrento é um fantasma assustador
Mas são acima de tudo orgulhosos'

Todo mundo aplaudiu, que gente é essa? Foi uma apresentação ridícula. Isabella Snow se aproximou com um pergaminho nas mãos.
- Abrilina Clearwater – uma menina ruiva e gordinha se aproximou, o chapéu foi colocado na cabeça dela, logo depois foi anunciado ‘LUFA LUFA’
- Alvo Severo Potter – consegui escutar os murmúrios de todos ‘Potter? Ela disse Potter?’ Vi que ele mexia a boca, mas não consegui entender o que falava. ‘GRIFINÓRIA’. Ela continuou chamando, Robert foi para a sonserina, Rose para a corvinal...
- Escórpio Malfoy – ok, era minha vez. O chapéu mal foi colocado na minha cabeça e já gritou ‘SONSERINA’. Me dirigi até a mesa, todos estavam animados conversando. Conheci mais duas pessoas: uma menina de cabelos muito pretos e lisos, olhos cor de mel; seu nome era Lizzy Parkinson. Um menino de cabelos loiros, baixo e gordo; seu nome era Tom Nott.
- Boa noite para todos, para quem não me conhece, sou Seth Flestrugth, diretor de Hogwarts. Antes que vocês fiquem tontos com este banquete eu quero dar alguns avisos. A floresta é proibida para todos os alunos, sem exceções. Bom apetite.
De repente apareceram vários pratos. Comidas de todos os tipos, coxinhas de frango, bife grelhado, lagostas... Depois da sobremesa o monitor chefe nos guiou até o dormitório. Ficava atrás de uma parede, nas masmorras. Fui direto para o dormitório que eu dividia com Robert Zabini, Tom Nott e Sam Bulstrode. Amanhã começariam as aulas então era melhor eu estar bem descansando.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.